Functioning of hyperbaric oxygen therapy and its use in the treatment of diabetic foot: what nursing care?

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.20708

Keywords:

Hyperbaric Oxygenation; Diabetic foot; Nursing care.

Abstract

Objective: understand the functioning of Hyperbaric Oxygen Therapy, its use in the treatment of diabetic foot and the necessary nursing care. Methodology: This is an integrative literature review, carried out in August 2021, in the Virtual Health Library (VHL), Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences (LILACS), Scientific Electronic Library databases Online (SCIELO) and Google Scholar, articles written in Portuguese, published in the period between 2017 and 2021, were used. Results: A total of 120 articles were found, after methodological rigor through the inclusion and exclusion criteria, 14 articles were selected, 1 article in the VHL, 1 in Lilacs, 0 in Scielo and 12 in Google Scholar. The analysis of selected articles was descriptive and predisposed to the data extraction stage: database, authors/year of publication, journal/type of study, title and theme. Conclusion: Given the results found in the literature, it can be observed that Hyperbaric Oxygen Therapy is an important ally in the treatment of wounds, proving to be positive for the treatment of diabetic foot syndrome and to be successfully performed, it is essential that nursing professionals perform all the necessary care, in order to avoid complications inherent to the environment, during and after the sessions, contributing to obtain the best results.

Author Biographies

Sabrina Iracema da Silva Couto, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Dayana Ruthyally da Rocha Silva, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Ester Teixeira Lopes, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Bianca Kaline Ferreira Torres , Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Maria Gabriela de Oliveira Frazão, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Raquel Maria da Silva, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Danielly Danubia da Silva , Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Maria da Conceição Ferreira de Lima, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Joana Barbosa Ferreira da Silva, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Suêrda Izabela da Silva , Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Alandeivid Ramos Ferreira, Universidade Maurício de Nassau

Graduando do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Alexsandro da Silva Lima , Universidade Maurício de Nassau

Graduando do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Débora Maria das Dores Alves, Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Joedla Gabriella da Silva , Universidade Maurício de Nassau

Graduanda do curso de Enfermagem da Universidade Maurício de Nassau.

Juliana Beatriz Silva Pereira, Universidade Federal de Pernambuco

Enfermeira. Possui Residência em Saúde da Criança e do Adolescente.

References

Alves, P., Gurgel, L. D. S. S., da Silva, V. D., & de Araújo França, P. (2020). Oxigenoterapia hiperbárica no processo de cicatrização de feridas: revisão de literatura. Revista Enfermagem Atual In Derme, 93(31).

Botelho, L. L. R., de Almeida Cunha, C. C., & Macedo, M. (2011). O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e sociedade, 5(11), 121-136.

Brasil (2018). Portaria Nº 55, de outubro de 2018. Ministério da Saúde / Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, ed. 206, seção 1, 64. https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/47099524/do1-2018-10-25-portarian55-de-24-de-outubro-de-2018-47099388

Crossetti, M. D. G. O. (2012). Revisão integrativa de pesquisa na enfermagem o rigor científico que lhe é exigido. Revista gaúcha de enfermagem, 33(2), 8-9.

da Cunha, C. P. L., de Araújo, T. S., & Adorno, W. C. L. D. (2019). Oxigenoterapia hiperbárica: A eficácia no tratamento de lesão em pé diabético. Revista Feridas, (39), 1414-1420.

de Lima, I. G., da Costa, J. F. L., de Oliveira, A. F., Junior, J. N. B., Peixoto, A. S., Pancieri, M. S., & Pires, C. A. A. (2017). Educar para prevenir: a importância da informação no cuidado do pé diabético. Revista Conexão UEPG, 13(1), 186-195.

de Oliveira Lima, L., Marques, I. L. D. P. A., Nascimento, L. A. G., da Silva Nascimento, J., da Silva Schulz, R., David, R. A. R., & Santa Rosa, D. D. O. (2020). Benefícios do tratamento com oxigenoterapia hiperbárica em úlcera venosa. Revista Eletrônica Acervo Enfermagem, 5, e4921-e4921.

de Oliveira Menezes, E., Cintra, B. B., & Félix, V. H. C. (2020). Utilização da oxigenoterapia hiperbárica no tratamento da doença vascular periférica: uma revisão sistemática. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 12(11), e5282-e5282.

Félix, R. A., & dos Santos, R. A. (2017). Assistência de enfermagem ao paciente submetido à oxigenoterapia hiperbárica. Revista Transformar, 10, 140-151.

Ganilha, J. R. D. S. (2020). Frequência de convulsões hiperóxidas em mais de 150.000 sessões de oxigenoterapia hiperbárica: a experiência de um centro de medicina subaquática e hiperbárica (Doctoral dissertation). https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/42098/1/12273_Tese.pdf

Leite Filha, N. R. (2019). Eficiência da oxigenoterapia hiperbárica no tratamento de úlcera venosa: estudo de caso. Repositório Doctum, 1-22.

Liandro, C. L., Santos, M., de Almeida Carreiro, M., da Silva Cunha, K. C., & de Paula, D. G. (2020). Oxigenoterapia hiperbárica como tratamento adjuvante para feridas: estudo de prevalência. Enfermagem em Foco, 11(2).

Lopes, V. B. (2019). Os efeitos da oxigenoterapia hiperbárica adjuvante sobre as úlceras do pé diabético: uma revisão sistemática. Repositório Uniceub, 1-36.

Neves, B. A., & Carvalho, F. G. D. (2020). Terapia hiperbárica e sua eficácia nas lesões crônicas em uma clínica particular do estado de goiás. Repositório Unienvagélica, 1-53.

Nunes, R. J. A. (2020). Oxigenoterapia hiperbárica: princípios básicos e aplicação ao pé diabético. (Doctoral dissertation). Repositório UL, 04.

Scheck, V., Zmuda Padilha, D., Bonatto, C. R., de Oliveira Paz, P., Mallmann Duarte, Ê. R., & Kaiser, D. E. (2019). Práxis do enfermeiro e equipe de enfermagem hiperbárica no cuidado de pessoas com lesão de pele. Enfermagem Brasil, 19(3).

Silva, A. C. D. (2018). Indicação de oxigenoterapia hiperbárica como auxiliar na cicatrização de úlceras de membro inferiores. Rev Med Minas Gerais, 28, e-1967.

Siona, B. F., & Verissimo, T. D. C. (2019). Uso de câmara hiperbárica para tratamento de lesão por pressão: atuação do enfermeiro. Repositório Faema, 1-37.

Souza, M. T. D., Silva, M. D. D., & Carvalho, R. D. (2010). Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), 8(1), 102-106.

Vicente, R. D. S. (2017). A oxigenoterapia hiperbárica enquanto terapêutica complementar do pé diabético: útil ou inútil? (Doctoral dissertation). Repositório UBI, 1-30.

Published

11/10/2021

How to Cite

COUTO, S. I. da S.; SILVA, D. R. da R.; LOPES, E. T.; TORRES , B. K. F.; FRAZÃO, M. G. de O. .; SILVA, R. M. da; SILVA , D. D. da; LIMA, M. da C. F. de; SILVA, J. B. F. da .; SILVA , S. I. da; FERREIRA, A. R.; LIMA , A. da S. .; ALVES, D. M. das D. .; SILVA , J. G. da; PEREIRA, J. B. S. . Functioning of hyperbaric oxygen therapy and its use in the treatment of diabetic foot: what nursing care? . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e241101320708, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.20708. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20708. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Health Sciences