Pet-health interprofessionality: building health education tools in the context of the pandemic

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i12.20767

Keywords:

Interprofessional education; Basic attention; Community; Pandemic.

Abstract

Objective: describe the experiences lived by health academics from a Public University about the construction of health education tools about covid-19. Methodology: Experience report, lived from the extension project developed by a Public University and the Municipal Health Secretariat (SESMA) within the Interprofessional Education through Work Program for Health (PET-Saúde). This experience was developed during the pandemic by COVID-19, virtually, from March to October 2020. Results: Aiming at clarifying the population about the new disease responsible for the current pandemic, COVID-19, students members of the PET-Saúde 2019-2020 project, under the supervision of their preceptors and coordinators, carried out research and exchanged information about the theme, working with this information in an interprofessional way in order to provide the general population with a collection of information that, at the same time complete by covering the responsibilities and skills of the courses of the academics involved. Conclusion: The booklet favored the dissemination of secure information, in a turbulent period and permeated with false news, reliable sources and scientific basis were sought primarily throughout the process, in addition to effecting collaborative practices, as the program's primary axis.

References

Agreli, H. F., Peduzzi, M. & Silva, M. C. (2016). Patient centred care in interprofessional collaborative practice. Interface, 20 (59), 905-916.

Araújo, P. C. (2014). Trabalho em equipe multiprofissional na Estratégia Saúde da Família: a interface entre a equipe de Saúde Bucal e a equipe de Saúde da Família. Dissertação [Mestrado Profissional] Fiocruz. Escola Nacional dessaúde Pública Sérgio Arouca.

Batista, C.B. (2013). Movimentos de reorientação da formação em saúde e as iniciativas ministeriais para as universidades. Barbarói, 38, 97-125.

Brasil. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. (2011). A Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde / Conselho Nacional de Secretários de Saúde. – Brasília : CONASS, 120 p.

Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil : texto constitucional promulgado em 5 de outubro de 1988, com as alterações determinadas pelas Emendas Constitucionais de Revisão nos 1 a 6/94, pelas Emendas Constitucionais nos 1/92 a 91/2016 e pelo Decreto Legislativo no 186/2008. – Brasília : Senado Federal, Coordenação de Edições Técnicas, 2016. 496 p.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se tem produzido para o seu fortalecimento? / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Departamento de Gestão da Educação na Saúde – 1. ed. rev. – Brasília : Ministério da Saúde, 2018. 73 p.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. (2018). Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde: Um panorama da edição PET-Saúde/GraduaSUS / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Departamento de Gestão da Educação na Saúde – Brasília : Ministério da Saúde, 50 p.

Brasil. Ministério da Saúde. (2020). Plano Nacional de Saúde. 1-159.

Cerballos, A. G. C. (2015). Determinação social do processo saúde e doença. In: Cerballos, A. G. C. Modelos conceituais de saúde, determinação social do processo saúde e doença, promoção da saúde. Recife: Grupo saber tecnologias educacionais e sociais UNA-SUS UFPE.

OMS, Organização Mundial de Saúde. Marco para Ação em Educação Interprofissional e Prática Colaborativa. (2010). Gabinete da Rede de Profissões de Saúde - Enfermagem & Obstetrícia do Departamento. 165 p.

Palácios, M. A. V.; Takenami, I. (2020). Em tempos de pandemia pela COVID-19: o desafio para a educação em saúde. Vigilância Sanitária em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia (Health Surveillance under Debate: Society, Science & Technology) – Visa Em Debate, 8 (2), 10-15.

Rios, D. R. S., Sousa, D. A. B. & Caputo, M. C. (2019). Diálogos interprofissionais e interdisciplinares na prática extensionista: o caminho para a inserção do conceito ampliado de saúde na formação acadêmica. Interface (Botucatu), 23.

Farias, D. N., Ribeiro, K. S. Q. S. & Anjos, U. U. & Brito, G. E. G. (2018). Interdisciplinaridade e interprofissionalidade na Estratégia Saúde da Família. Trab. Educ. Saúde, 16 (1), 141-162.

Grillo, L. P., Ibarra, L. S. & Mezadri, T. (2019). Conceito ampliado de saúde na formação dos profissionais de educação física. Saúde e Pesquisa, 12 (2), 265- 273.

Lourenço, A. E. P., Cordeiro, A. A., Capeli, J. C. S., Oliveira, R. B. A., Pontes, P. V., Almeida, M. F. L. & Barros, L. B. (2017). Programa de educação pelo trabalho para a saúde (PET-Saúde) e a formação do nutricionista num campus de interiorização. Demetra: alimentação, nutrição & saúde, 12 (1), 41-58.

Santana, M. C. C. P. & Rossit, R. A. S. (2017). Interprofissionalismo nas residências multiprofissionais em saúde: análise na região nordeste do Brasil. Journal of management and primary health care, 8 (3), 45-46.

Silva, J. P. V., Batistella, C. & Gomes, M. L. (2017). Problemas, necessidades e situação de saúde: uma revisão de abordagens para a reflexão e ação da equipe de saúde da família. In: Fonseca, Angélica Ferreira, Corbo, Ana Maria D’Andrea (Org.). O território e o processo saúde-doença. Rio de Janeiro: EPSJV/FIOCRUZ, 2007. (Coleção Educação Profissional e Docência em saúde: a formação e o trabalho do agente comunitário de saúde, p. 159-176.

Souza, C. D. F. (2017). Determinantes sociais de saúde vs determinação social de saúde: uma aproximação conceitual. In: Webcongresso Internacional De Direito Sanitário, I, Anais eletrônicos. Cad. Ibero-Amer. Dir. Sanit., 116-124.

Souza, D. L. B., Nunes, G. L. A., Bedaque, H. P. & Carvalho, Y. M. (2017). Estudos Ecológicos. In: Bedaque, H. P., Bezerra, E. L. M. Descomplicando MBE: uma abordagem prática da medicina baseada em evidências. Caula de Papiro. 29-38.

Vasconcelos, M. I. O., Farias, Q. L. T., Nascimento, F. G., Cavalcante, A. S. P., Mira, Q. L. M., & Queiroz, M. V. O. (2017). Educação em saúde na atenção básica: uma análise das ações com hipertensos. Rev. APS, 20 (2), 253-262.

Published

27/09/2021

How to Cite

MONTEIRO, B. B. S. .; COSTA, F. da S. .; SANTOS, D. de N. dos .; COSTA, M. L. B. .; MATSUMURA, E. S. de S. .; TORRES, L. G. S. .; LOBO, N. G. de L. .; BRIGLIA, M. V. S. .; SILVA, D. C. F. da .; SILVA, M. da C. A. da .; FURTADO, E. C. S. .; MACEDO, L. N. .; COSTA, M. L. L. da .; FREITAS, S. S. de .; MACHADO, R. H. R. . Pet-health interprofessionality: building health education tools in the context of the pandemic. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 12, p. e480101220767, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i12.20767. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20767. Acesso em: 22 apr. 2024.

Issue

Section

Health Sciences