Evaluation of local varieties of cassava industry in the North of Minas Gerais, in an irrigated environment

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.20962

Keywords:

Januária; Starch; Irrigation.

Abstract

The evaluation of cassava varieties industry in an irrigated environment in the northern region of Minas Gerais is an activity lacking technical information. Therefore, the objective of this work was to evaluate, in three harvest seasons, five varieties of cassava already adapted to climatic conditions of the North of Minas Gerais, in an irrigated cultivation system. The experiment was carried out between November/2018 and November/2019, in an experimental area of the Federal Institute of The North of Minas Gerais, Campus Januária. The experiment was designed in randomized blocks, with three repetitions. Five local cassava genotypes for industry were evaluated: castelão, IAC-12, Canela de ema, Projetinho and Olho Roxo. The experimental plots were composed of four rows with ten plants, in spacing of 1.0 m between rows and 0.50 m between plants. Irrigation was by conventional sprinkler. The harvests took place at 8, 10 and 12 months of age of the plants. Characteristics, root yield, percentage of starch in the roots, yield and flour yield were evaluated. Data were submitted to individual and joint analysis of variance and to the mean grouping test. The results revealed that the Castelão variety stood out in relation to the others in terms of its agronomic performance, since it presented high average root productivity, high starch contents in the roots and, as a consequence, high flour yield, when harvested ten months after planting.

Author Biographies

Ednaldo Liberato de Oliveira, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Possui graduação em Agronomia (1988) e mestrado em Engenharia Agrícola (1995) pela Universidade Federal da Paraíba, Doutorado em Engenharia de água e solo, pela Universidade Federal de Lavras (2009. Professor efetivo do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG). Diretor-Geral do IFNMG, Campus Araçuaí-MG, na fase de implantação do Campus (2009-2012). Coordenador de Articulação para implantação e monitoramento dos Polos Avançados em EAD/Reitoria/IFNMG (out/2012 a maio/2016). Coordenador-adjunto do Programa Bolsa-Formação/PRONATEC, no âmbito do IFNMG (maio/2015 a maio/2016). Atualmente é professor titular do IFNMG - Campus Januária.

Nelson Licínio Campos de Oliveira, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Licenciado em Ciências Agricolas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1988), mestrado (2007) e doutorado (2010) em Fitotecnia (Produção vegetal / Olericultura - Técnicas culturais) pela Universidade Federal de Viçosa - UFV. Professor Titular do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais - campus Januária.

Candido Alves da Costa, Universidade Federal de Minas Gerais

Graduado em Agronomia pela Universidade Federal de Mato Grosso (1991), mestrado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (1994) e doutorado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (1998). Atualmente é professor Titular da Universidade Federal de Minas Gerais.

Josué Antunes de Macedo, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Doutor em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Cruzeiro do Sul (Unicsul). Professor e pesquisador do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG) e Professor do Progrma de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Brasil.

References

Albuquerque, J. A. A., Sediyama, T., Silva, A. A., Carneiro, J. E. S., Cecon, P. R., & Alves, J. M. A. (2008). Interferência de plantas daninhas sobre a produtividade da mandioca (Manihot esculenta). Planta Daninha, 26(2), 279-289.

Ceballos, H., & de la Cruz Aparicio, G. A. (2002). Taxonomía y morfología de la yuca. OSPINA, Bernardo y CEBALLOS, Hernán. Org. La yuca en el tercer milênio: Sistemas modernos de producción, procesamiento, utilización y comercialización. Cali, Colômbia: Centro Internacional de Agricultura Tropical; Consorcio Latinoamericano y de Caribe de Apoyo a la Investigación y Desarrolo de la Yuca; proyecto IP_3 Mejoramiento de Yuca. 16-31.

CFSEMG - Comissão de Fertilidade de Solo do Estado de Minas Gerais (1999). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5ª aproximação. Lavras, CFSEMG, 1-359.

Cock, J. H., Wholey, D., & de las Casas, O. G. (1977). Effects of spacing on cassava (Manihot esculenta). Experimental agriculture, 13(3), 289-299.

Coelho Filho, M. A. (2020). Irrigação da cultura da mandioca. Embrapa Mandioca e Fruticultura-Comunicado Técnico 172. Cruz das Almas, BA, EMPRAPA, 1-12

Conceição, A. J. (1979). A mandioca. Cruz das Almas, UFBA/EMBRAPA/BNB/BRASCAN NORDESTE. 1-322.

Fialho, J. F., Vieira, E. A., Silva, M. S., de Paula-Moraes, S. V., Fukuda, W. M. G., dos Santos Filho, M. O. S., & Silva, K. N. (2009). Desempenho de variedades de mandioca de mesa no Distrito Federal. Current Agricultural Science and Technology, 15(1-4).

Fukuda, W. M. G. (2005). Embrapa pesquisa mandioca para indústrias de amido. Revista ABAM, 11 (3).

Gomes, D. A., do Amaral, L. S., de Almeida Ferreira, D. S., Moreira, G. R., Gomes-Silva, F., da Costa, M. L. L., ... & Pimentel, P. G. (2020). Caracterização de genótipos de mandioca por técnicas multivariadas. Research, Society and Development, 9(7), e252974181-e252974181.

Grosmann, J., & Freitas, A. G. D. (1950). Determinação do teor de matéria seca pelo método de peso específico em raízes de mandioca. Revista Agronômica, 14, 75-80.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2011). Sistema IBGE de recuperação automática – SIDRA.

Medeiros, R. M., Saboya, L. M. F., de França, M. V., de Holanda, R. M., & de Araújo, W. R. (2020). Aptidão climática da mandioca para o Estado de Pernambuco–Brasil. Research, Society and Development, 9(11), e279119376-e279119376.

Mota, A. D. S. (2009). Avaliação das silagens da parte aérea de quatro variedades de mandioca cultivadas no norte de Minas Gerais. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Produção Vegetal no Semi-árido, Universidade Estadual de Montes Claros, Montes Claros, Minas Gerais.

Oliveira, S. L., Macêdo, M. M. C., & Porto, M. C. M. (1982). Efeito do déficit de água na produção de raízes de mandioca. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 17(1), 121-124.

Otsubo, A. A., Brito, O. R., Mercante, F. M., Otsubo, V. H. N., Gonçalves, M. A., & Telles, T. S. (2009). Desempenho de cultivares elites de mandioca industrial em áreas de cerrado do Mato Grosso do Sul. Semina: Ciências Agrárias, 30(4Sup1), 1155-1162.

Sagrilo, E., Vidigal Filho, P. S., Otsubo, A. A., Silva, A. D. S., & Rohden, V. D. S. (2010). Performance de cultivares de mandioca e incidência de mosca branca no Vale do Ivinhema, Mato Grosso do Sul. Revista Ceres, 57, 87-94.

Silva, J. C. C., Bulhões, L. E. L., Espinosa, D. J. L., Santos, J. V., de Lima, C. L. C., de Almeida Cartaxo, P. H., ... & de Oliveira Santos, J. P. (2020). Dinâmica da produção de Manihot esculenta Crantz no município de Arapiraca, Alagoas. Research, Society and Development, 9(8), e156985585-e156985585.

Sousa, N. F. C., Costa, T. L., Silva, C. C. B., Sousa, F. R. C., Paulino, C. G., & da Silva Bonfim, L. O. (2021). Qualidade das farinhas de mandioca comercializadas em feiras livres na Cidade de Codó estado do Maranhão, Brasil. Research, Society and Development, 10(2), e51810212816-e51810212816.

Takahashi, M., & Gonçalo, S. (2005). A cultura da mandioca. Paranavaí, Olímpica, 1-116.

Vieira, E. A., da Freitas Fialho, J., Silva, M. S., Fukuda, W. M. G., & dos Santos Filho, M. O. S. (2009). Comportamento de genótipos de mandioca de mesa no Distrito Federal. Revista Ciência Agronômica, 40 (1), 113-122.

Vieira, E. A., Fialho, J. D. F., Faleiro, F. G., Bellon, G., Fonseca, K. G. D., Carvalho, L. J. C. B., ... & Denke, M. L. (2011). Characterization of sweet cassava accessions based on molecular, quantitative and qualitative data. Crop Breeding and Applied Biotechnology, 11, 232-240.

Vieira, E. A., de Freitas Fialho, J., Faleiro, F. G., Bellon, G., da Fonseca, K. G., Silva, M. S., ... & Carvalho, L. J. C. B. (2013). Caracterização fenotípica e molecular de acessos de mandioca de indústria com potencial de adaptação às condições do Cerrado do Brasil Central. Semina: Ciências Agrárias, 34 (2), 567-581.

Published

09/10/2021

How to Cite

OLIVEIRA, E. L. de .; OLIVEIRA, N. L. C. de; COSTA, C. A. da; MACEDO, J. A. de . Evaluation of local varieties of cassava industry in the North of Minas Gerais, in an irrigated environment. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e163101320962, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.20962. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/20962. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences