Dropout in Private Higher Education

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21034

Keywords:

Higher Education; Dropout; Performance; Determinant Factors.

Abstract

Dropout in higher education is a topic that has been studied more significantly in recent years. It fits not only in the concern of affirmative policies for student inclusion, but, in particular, of private institutions, considering that they have the highest percentage of students in this situation and, therefore, the main interested in keeping them in their courses. This article, then, has as a general objective to analyze the reasons that lead students to drop out of on-site Higher Education. The methodology used for this research is based on bibliographic and documentary analysis procedures. For this, a digital collection is used, with the aid of the internet, for bibliographical reviews, articles, monographs and dissertations on this subject. The study indicates that the lack of knowledge about the chosen course, uncertainties regarding career possibilities in the area, students' financial difficulties, poor academic performance and the need to articulate time between study and work are among the most cited reasons for dropout in Higher Education. Therefore, in order to work on a dropout reduction project, Higher Education Institutions must make a specific diagnosis of their reality, deeply analyzing the internal and external variables of the institution and its students.

References

Abbada, Gardênia; Carvalho, Renata Silveira; Zerbini, Thaís. (2006). Evasão em curso via internet: explorando variáveis explicativas. RAE- eletrônica, São Paulo, 5(2), 01-26.

Baggi, Cristiane Aparecida dos Santos; Lopes, Doraci Alves. (2011). Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação, 16(2), 355-374.

Brissac, Rafaela de Menezes Souza. (2009). Fatores anteriores ao ingresso como preditivos de evasão nos anos iniciais dos cursos superiores de tecnologia (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

Freitas, Katia Siqueira. (2009). Alguns estudos sobre evasão e persistência de estudantes. Eccos-Revista Científica, 2(1), 247-264.

Gaioso, Natália Pacheco de Lacerda. (2005). A evasão discente na educação superior no Brasil: na perspectiva de alunos e dirigentes (Dissertação de Mestrado). Universidade Católica de Brasília, Brasília- DF, Brasil.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). (2009). Resumo técnico: censo da educação superior 2008. Brasília,; Autor.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). (2014). Censo da Educação Superior 2013. Brasília: Autor. Recuperado de http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/apresentacao/2014/coletiva_censo_superior_2013.pdf

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). (2015). Censo da Educação Superior 2014. Brasília: Autor. Recuperado de http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/apresentacao/2015/apresentacao_ministro.pdf

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). (2018). Sinopse Estatística da Educação Superior 2017. Brasília: Autor. Recuperado de http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse

Kipnis, Bernardo. (2000). A pesquisa institucional e a educação superior brasileira: um estudo de caso longitudinal da evasão. Linhas Críticas, 6(1), 109-130.

Kira, Luci Frare. (2002). A evasão no ensino superior: o caso do curso de pedagogia da Universidade Estadual de Maringá (1992 – 1996) (Dissertação de Mestrado). Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, São Paulo, Brasil.

Lima, Edileusa Esteves. E. (2012). A expansão das licenciaturas na UFMG: estratégias de gestão de evasões de alunos face às metas do Reuni (Dissertação de Mestrado). Centro Universitário UNA, Belo Horizonte, Brasil.

Lobo, Maria Beatriz de Carvalho Melo. (2012). Panorama da Evasão no Ensino Superior Brasileiro: Aspectos Gerais das Causas e Soluções. Cadernos ABMES, 25, 09-58.

Lüdke, M.; André, M. E. D. A. (1986). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. EPU.

Machado, Osmar Aparecido. (2005). Evasão de alunos de cursos superiores: fatores motivacionais e de contexto (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual de Londrina.

MEC. (1996). Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Revista de rede de avaliação institucional da educação superior. 1(2), 55-65.

Morosini, Marília Costa; Casartelli, Alam de Oliveira; Silva, Ana Cristina Benso; Santos, Betina Steren; Schmitt, Rafael Eduardo; Gessinger, Rossana Maria. (n/d). A evasão na educação superior no Brasil: uma análise da produção de conhecimento nos periódicos Qualis entre 2000-2011. Recuperado de http://www.alfaguia.org/

Ney, Otávio Abrantes de Sá. (2010). Sistemas de informação acadêmica para o controle da evasão (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, Brasil.

Parrino, María Del Carmem. (2009). La deserción y la retención de alunos: um viejo conflito que requiere pensar nuevas soluciones. GUAL, 2(1), 01-15.

Pereira Junior, Edgar. (2012). Compromisso com o graduar-se, com a instituição e com o curso: estrutura fatorial e relação com a evasão (Dissertação de Mestrado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, Brasil.

Polyodoro, Soely Aparecida Jorge. (2000). O trancamento de matrícula na trajetória acadêmica do universitário: condições de saída e de retorno à instituição (Tese de Doutorado). Universidade de Campinas.

Santos Junior, José da Silva; Real, Giselle Cristina Martins. (2017). A evasão na educação superior: o estado da arte das pesquisas no Brasil a partir de 1990. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 22, n. 2, p.385-402.

Severino, Antônio Joaquim. (2007). Metodologia do trabalho científico. CORTEZ.

Silva, Maria das Graças Martins; Veloso, Tereza Christina Mertens Aguiar. (2013). Acesso nas políticas de educação superior: dimensões e indicadores em questão. Avaliação, 18(3), 727-747.

Silva Filho, Roberto Leal Lobo et al. (2007). A evasão no Ensino Superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa, 37(132), 641-659.

Tachibana, Thiago Yudi; Filho, Naercio Menezes; Komatsu, Bruno. (2015). Ensino superior no Brasil. Policy Paper Insper, 14, 1–53. Recuperado de https://www.insper.edu.br/wp-content/uploads/2012/05/Ensino-superior-no-Brasil.pdf

Teixeira, Rita Petrarca et al. (2019). Evasão No Ensino Superior: Um Estudo Sistemático. PUCRS.

Tinto, Vincent. (1975). Dropout from higher education: a theoretical synthesis of recent research. Review of Educational Research, 45(1), 89-125.

Tontini, Gérson; Walter, Silvana Anita. (2014). Pode-se identificar a propensão e reduzir a evasão de alunos?: ações estratégicas e resultados táticos para instituições de ensino superior. Avaliação, 19(1), 89-110.

Published

04/10/2021

How to Cite

SANTOS, W. C. Dropout in Private Higher Education. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e63101321034, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21034. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21034. Acesso em: 3 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences