Teaching-Service-Community Integration Practices: the experience of health care mental in the family health strategy

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21090

Keywords:

Mental health; Home visit; Complementary therapies; Medical education; Primary health care.

Abstract

Objective: to explain the experiences of second-year medical students regarding the implementation of the intervention project in mental health in a Family Health Unit (FHU) in the city of Jequié, Bahia, Brazil. Methodology: this is an experience report, showing the construction of the intervention project of the discipline Integration Teaching, Service and Community Practices and the results achieved at the FHU. Activities were monitored: home visits, lectures in the waiting room, Integrative and Complementary Practices, health fair, and matrix support; complementing the study, the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) tool was used and the training of health professionals for later use of the tool in the community was used. Results: in the context of the students, the bond with the community made it possible to know the daily lives of patients, in its biopsychosocial scope, and contributed to humanized medical training. Professionals showed interest in improving the services offered, although there was resistance to operationalize activities in the unit's routine. The population that participated in the proposed activities rated them positively, despite the low adherence, limiting the scope of interventions. Conclusion: the lived experience proved to be beneficial for the consolidation of a new form of mental health care for patients at the FHU, consisting of teaching-service-community integration.

References

Aosani, T. R., & Nunes, K. G. (2013). A saúde mental na atenção básica: a percepção dos profissionais de saúde. Revista Psicologia e Saúde, 5(2).

Araújo, P. C. (2013). Trabalho em equipe multiprofissional na Estratégia de Saúde da Família: a interface entre a equipe de Saúde Bucal e a equipe de Saúde da Família (Doctoral dissertation).

Assis, A. S. D., & Castro-Silva, C. R. D. (2018). Agente comunitário de saúde e o idoso: visita domiciliar e práticas de cuidado. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 28, e280308.

Brandão, E. R. M., Rocha, S. V., & Silva, S. S. D. (2013). Práticas de integração ensino-serviço-comunidade: reorientando a formação médica. Revista Brasileira de Educação Médica, 37, 573-577.

Caires, J. S., Andrade, T. A., do Amaral, J. B., de Andrade Calasans, M. T., & da Silva Rocha, M. D. (2014). A utilização das terapias complementares nos cuidados paliativos: benefícios e finalidades. Cogitare enfermagem, 19(3).

Campos, R. O., Gama, C. A., Ferrer, A. L., Santos, D. V. D. D., Stefanello, S., Trapé, T. L., & Porto, K. (2011). Saúde mental na atenção primária à saúde: estudo avaliativo em uma grande cidade brasileira. Ciência & Saúde Coletiva, 16, 4643-4652.

Carvalho, D. B. D., Araújo, T. M. D., & Bernardes, K. O. (2016). Transtornos mentais comuns em trabalhadores da Atenção Básica à Saúde. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, 41.

Carvalho, J. L. D. S., & Nóbrega, M. D. P. S. D. S. (2018). Práticas integrativas e complementares como recurso de saúde mental na Atenção Básica. Revista Gaúcha de Enfermagem, 38.

Chiaverini, D. H., Gonçalves, D. A., Ballester, D., Tófoli, L. F., Chazan, L. F., Almeida, N., & Fortes, S. (2011). Guia prático de matriciamento em saúde mental.

Chuengue, A. P. G., & Franco, T. B. (2019). O reconhecer e o lidar dos agentes comunitários de saúde diante da bioética: entre a ética do cuidado e os poderes disciplinares. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 28.

Eufrásio, R. G., de Alcântara Junior, J. E., Araújo, L. R., & de Negreiros, M. A. M. P. (2010). Detecção Precoce De Carcinoma Basocelular: Importância De Visita Domiciliar No Contexto Integral Do Idoso. Revista de APS, 13(2).

Feitosa, A. L. F., Silva, R. L., Santos, K. S. O., Silva, L. K. G., Rocha, M. C. G., & Andrade, M. F. L. O. (2019). Sala de espera: estratégia de educação em saúde no contexto da atenção básica. Revista Brasileira de Educação e Saúde, 9(2), 67-70.

Ferreira, M. L. S., Moura, J. F. L., Silva, E. S., Rocha, R. F., Olivares, A. I. O., & Hayd, R. L. N. (2010). Feira de saúde do curso de medicina da UFRR: uma aproximação com a comunidade. Revista Brasileira de Educação Médica, 34, 310-314.

Gazignato, E. C. D. S., & Silva, C. R. D. C. (2014). Saúde mental na atenção básica: o trabalho em rede e o matriciamento em saúde mental na Estratégia de Saúde da Família. Saúde em Debate, 38, 296-304.

Gonçalves, D. M., Stein, A. T., & Kapczinski, F. (2008). Avaliação de desempenho do Self-Reporting Questionnaire como instrumento de rastreamento psiquiátrico: um estudo comparativo com o Structured Clinical Interview for DSM-IV-TR. Cadernos de saúde pública, 24, 380-390.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (n.d.). IBGE Cidades – Jequié/BA. Retrieved September 30, 2019, from https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/jequie/panorama.

Kurebayashi, L. F. S., Turrini, R. N. T., Souza, T. P. B. D., Takiguchi, R. S., Kuba, G., & Nagumo, M. T. (2016). Massage and Reiki used to reduce stress and anxiety: Randomized Clinical Trial. Revista latino-americana de enfermagem, 24.

Lima, C. D. A., Santos, A. M. V. D. S., Messias, R. B., Costa, F. M. D., Barbosa, D. A., Silva, C. S. D. O., ... & Brito, M. F. S. F. (2018). Práticas integrativas e complementares: utilização por agentes comunitários de saúde no autocuidado. Revista Brasileira de Enfermagem, 71, 2682-2688.

Lucchese, R., Sousa, K. D., Bonfin, S. D. P., Vera, I., & Santana, F. R. (2014). Prevalência de transtorno mental comum na atenção primária. Acta Paulista de Enfermagem, 27, 200-207.

Mascarenhas, V. H. A., Lima, T. R., Silva, F. M. D., Negreiros, F. D. S., Santos, J. D. M., Moura, M. Á. P., ... & Jorge, H. M. F. (2019). Evidências científicas sobre métodos não farmacológicos para alívio a dor do parto. Acta Paulista de Enfermagem, 32, 350-357.

Melo, G. A. A., Rodrigues, A. B., Firmeza, M. A., Grangeiro, A. S. D. M., Oliveira, P. P. D., & Caetano, J. Á. (2018). Musical intervention on anxiety and vital parameters of chronic renal patients: a randomized clinical trial. Revista latino-americana de enfermagem, 26.

Ministério da Saúde. (2012). Política Nacional de Atenção Básica. http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/pnab.pdf.

Ministério da Saúde. (2015). Caderno HumanizaSUS (5th ed.). http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_mental_volume_5.pdf.

Ministério da Saúde. (2015). Política nacional de práticas integrativas e complementares no SUS: atitude de ampliação de acesso. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_praticas_integrativas_complem entares_2ed.pdf. 12

Ministério da Saúde. Departamento de Informática do SUS. Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde. http://cnes2.datasus.gov.br/Listar_Mantidas.asp?VCnpj=13894878000160&VEstado=29&VN ome=PREFEITURA%20MUNICIPAL%20DE%20JEQUIE. 11

Ministério da Saúde. Sistema de Informação de Agravos de Notificação (2021, March 18). VIOLÊNCIA INTERPESSOAL/AUTOPROVOCADA. DATASUS. Retrieved October 5, 2021, from http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinannet/cnv/violebr.def

Murcho, N., Pacheco, E., & Jesus, S. (2016). Transtornos mentais comuns nos Cuidados de Saúde Primários: Um estudo de revisão. Revista portuguesa de enfermagem de saúde mental, 15, 30-36.

Nascimento, J. S., Costa, L. D. M. C., dos Santos, R. M., & dos Anjos, D. S. (2013). Visitas domiciliares como estratégias de promoção da saúde pela enfermagem. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 26(4), 513-522.

Oliveira, E. C. D., Medeiros, A. T. D., Trajano, F. M. P., Chaves, G., Almeida, S. A. D., & Almeida, L. R. D. (2017). O cuidado em saúde mental no território: concepções de profissionais da atenção básica. Escola Anna Nery, 21.

Oliveira, M. A. D. C., & Pereira, I. C. (2013). Atributos essenciais da atenção primária e a estratégia saúde da família. Revista Brasileira de Enfermagem, 66, 158-164.

Rosa, J., Barth, P. O., & Germani, A. R. M. (2011). A sala de espera no agir em saúde: espaço de educação e promoção à saúde. Perspectiva, Erechim, 35(129), 121-130.

Santos, K. O. B., de Araújo, T. M., de Sousa Pinho, P., & Silva, A. C. C. (2010). Avaliação de um instrumento de mensuração de morbidade psíquica: estudo de validação do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). Revista Baiana de Saúde Pública, 34(3), 544-544.

Van der Westhuizen, C., Wyatt, G., Williams, J. K., Stein, D. J., & Sorsdahl, K. (2016). Validation of the self reporting questionnaire 20-item (SRQ-20) for use in a low-and middle-income country emergency centre setting. International journal of mental health and addiction, 14(1), 37-48.

Wild, C. F., da Silveira, A., Favero, N. B., de Oliveria Rosa, E., Gueterres, É. C., & de Souza Leal, S. D. (2014). Educação em saúde na sala de espera de uma policlínica infantil: relato de experiência. Revista de Enfermagem da UFSM, 4(3), 660-666.

Published

10/10/2021

How to Cite

SANTOS, B. L.; NASCIMENTO, A. C. S.; CUNHA, A. P. de S.; BRITO, D. A. de .; MENDES, F. G. B.; FARIAS NETO, J. S.; REIS, L. V. C.; SILVA JUNIOR, P. S. A. .; QUEIROZ, S. S. de .; XIMENES, T. P. de M. . Teaching-Service-Community Integration Practices: the experience of health care mental in the family health strategy. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e215101321090, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21090. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21090. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Health Sciences