Epidemiological profile of elderly brazilians seeking physical therapy treatment: a literature review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21113

Keywords:

Physiotherapy; Old man; Aging.; Physiotherapy; Old man; Aging; Epidemiology.

Abstract

The aging process occurs during life, affecting all organisms, being considered progressively causing several changes in the individual's physiological patterns, involving social, cultural, biological and psychological factors. Physical therapy may be necessary at any stage of life, but for the elderly population it is essential not only related to treatment, but preventive, contributing to a better quality of life. Thus, it is extremely important to identify the profile of patients seen in a given population, know the users of the physiotherapy service, understand the service demand, and the most frequent pathologies. This is a descriptive exploratory literature review, a method by which a topic studied in previous research is narrated in detail, in order to cover more about a given subject. The search was carried out in the following healthcare databases: Academic Google, Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (LILACS) and Scientific Electronic Library Online (SciELO). In this research, it was possible to observe a growing search for physiotherapeutic care in several areas of activity, and the predominance of patients seen was female over 60 years of age. Another important fact observed in the research was the fact that patients did not have only one diagnosis, but several comorbidities, decreasing the functional capacity of the elderly, causing deleterious effects on their quality of life, it is noteworthy that the need for more frequent care by physical therapists was caused by muscle disorders representing 83% of cases and neurological disorders with 61.1% of searches for assistance.

References

Basso, A. (2013). O perfil epidemiológico de idosos atendidos pela estratégia de saúde da família do município de Bossoroca-RS. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Informação Científica e Tecnológica em Saúde) - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Porto Alegre.

Bardon, F. J. et al. (2016). Alterações celulares no envelhecimento humano. Journal of Oral Investigations - JOI, 5(1), 61-65.

Bini, R. et al. (2018). Perfil dos Idosos Atendidos pela Fisioterapia na UTI Geral do Hospital Geral Universitário – HGU de Cuiabá/MT. Jornal of Health Sciences, 20(1), 25-28.

Carnaúba, C. M. D. et al. (2017). Caracterização clínica e epidemiológica dos pacientes em atendimento domiciliar na cidade de Maceió, AL, Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 20(3), 353-363.

COFFITO. (2021) - Leis e decretos. Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO). http://coffito.gov.br/nsite/?p=3318.

Costa, L. E. B. R & Silva, M. A. (2020). Perfil epidemiológico de pacientes atendidos pela fisioterapia: uma revisão de literatura. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Fisioterapia) - Centro Universitário CESMAC de Maceió – AL.

Cunha, J. S. et al. (2019). Produção Científica Acerca da Assistência de Enfermagem no Envelhecimento Saudável da Pessoa Idosa- Faculdade de Enfermagem São Vicente de Paula, João Pessoa, edição especial, 159 a 176.

Duncan, B.B. et al. (2012). Doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: prioridade para enfrentamento e investigação. Revista Saúde Pública, 46(1), 126-134.

Freitas, L. D. O. (2010). O processo de envelhecimento natural da pele do idoso: diagnostico e intervenção de enfermagem. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação Enfermagem) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Grangeiro, A.F.B. et al. (2018). Perfil sociodemográfico e clínico da pessoa idosa em Programas de Fisioterapia Domiciliar. O Mundo Da Saúde, 42(3), 656-677.

Martins, E.R.C. et al. (2016). Estudo epidemiológico sobre acidente vascular encefálico em uma clínica escola de Fisioterapia. Espaço Para Saúde, 17(1), 32-38.

Malta, D. C. et al. (2011). Apresentação do plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis no Brasil, 2011 a 2022. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 20(4), 425-438.

Oliveira, J. C. et al. (2018). Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos em uma clínica – escola de fisioterapia na cidade de Maceió-AL. Interfaces Científicas - Saúde E Ambiente, 6(2), 85-94.

Passos, L. M. S. C. & Lima, M. P. D. (2019). Fisioterapia preventiva para melhoria da qualidade de vida dos idosos do Município de Conceição do Canindé – PI. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Curso de Especialização de Saúde da Família e Comunidade) - Universidade Federal do Piauí.

Pereira, A. B. N. et al. (2020). O perfil epidemiológico dos pacientes que frequentaram o setor da hidroterapia na UEAFTO em 2015. Brazilian Journal of Health Review, 3(6), 18813-18817.

Rezende, A. L. C. et al. (2015). Perfil epidemiológico dos pacientes atendidos na clínica escola de fisioterapia do Uniaraxá no setor de hidroterapia. Revista Odontológica de Araçatuba, 36(2), 09-13.

Rossi, P. G. et al. (2017). Perfil de idosos admitidos em serviços de fisioterapia frente à sazonalidade. Revista Scientia Médica, 27(2), 1-5.

Rother, E. T. (2017). Revisão sistemática X revisão narrativa. Acta Paulista de Enfermagem, 20(2), 5-6.

Santos, V. C. F. et al. (2013). Perfil das internações por doenças crônicas não-transmissíveis sensíveis à atenção primária em idosos da metade sul do RS. Revista Gaúcha Enfermagem, 34(3), 124-131.

Silva, V. C. R. et al. (2021). Perfil de idosos atendidos na fisioterapia em universidade federal entre 2009-2019 estudo retrospectivo. Saúde e Pesquisa, 14(4), 8806.

Souza, C. S. et al. (2015). Prevalência de encaminhamentos às doenças musculoesqueléticas segundo a classificação estatística internacional de doenças (CID-10): reflexões para formação do fisioterapeuta na área de musculoesquelética. Fisioterapia e Pesquisa, 22(1), 48-53.

Published

03/10/2021

How to Cite

COSTA, A. S. da .; SANTOS, A. C. B. dos .; SOUZA, G. C. M. S. de .; ALENCAR, I. de . Epidemiological profile of elderly brazilians seeking physical therapy treatment: a literature review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e31101321113, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21113. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21113. Acesso em: 3 dec. 2021.

Issue

Section

Health Sciences