Ethics and democratic school management within the neoliberal state

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21163

Keywords:

Education; Behavior; School management.

Abstract

This article is the result of a bibliographical study that intends to analyze education in a democratic perspective in the context of the neoliberal state, aiming to reflect the ethics and organization of school management within this space. It analyzes, through a brief history, the struggles for the redemocratization of the country, which influenced the elaboration of the Federal Constitution of 1988, and also those that aimed to improve the educational environment, demanding changes to new practices in the treatment of educational relations. This study emphasizes the principle of democratic management of public education, contemplated in article 206, item VI, of the Federal Constitution of 1988, the expression in the form of the law, added in item VI, which delegated legislation to the education systems. complementary, a fact that led to much discussion on the part of the struggle movements in the education sector about this partial achievement. With the emergence of new educational organizations, which brought into discussion the democratic and pedagogical practice in Brazilian public schools, and even after the regulation of democratic management in schools, there was still a yearning for implementation of actions with more participation of society in the taking of decisions, requiring a school management, active, ethical and democratic, ensuring in fact a new educational posture.

References

Alves, S. M. C., & Barbosa , M. R. B. (2020). Gestão escolar democrática: dimensão diretiva aos processos educacionais significativos. Research, Society and Development, 9(4), el139942985.

Aquino, J. G. (1999). A questão ética na educação escolar. Boletim Técnico do Senac, 25(1), 2-13.

Aristóteles. (1973). Ética a Nicômaco. Trad. Leonel Vallandro e Gerd Bornhein Coleção Os Pensadores. Abril S.A. Cultural.

Brasil (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Senado Federal, Brasília.

Brasil.(1996). Lei nº 9.394, de 22 de dezembro de 1996. Dispõe sobre as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília.

Brasil. (1969). Decreto-Lei nº 477, de 26 de fevereiro de 1969. Define infrações disciplinares praticadas por professores, alunos, funcionários ou empregados de estabelecimentos de ensino público ou particulares, e dá outras providências. Brasília.

Bruno, L. (2011). Educação e desenvolvimento econômico no Brasil. Revista Brasileira de Educação, 16, 545-562.

Cóssio, M. D. F. (2006). Gestão democrática da educação: retórica política ou prática possível. In: Camargo, Ieda de. Gestão e políticas da educação. Santa Cruz do Sul: EDUNISC.

Fernandes, M. D. E. (2018). Gestão Democrática da Educação no Brasil: A Emergência do Direito à Educação. Editora Appris.

Filho, A. A. J. & Maciel, C. M. L. A. & Monteiro, E. S. & Nantes, E. A. S. (2019). Análise do cotidiano na gestão democrática escolar. Research, Society and Development, 9 (2), e48922029.

Freire, P. (2001). Política e educação. (3a ed.), Coleção Questões da nossa época, (23).

Gohn, M. G. (2019). Participação e democracia no Brasil: da década de 1960 aos impactos pós-junho de 2013. Editora Vozes.

Harvey, D. (2005). O neoliberalismo, História e implicações. Loyola.

Lima.,T. C. S. & Mioto, R. C. T. (2007). Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista .katálysis. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), 10.

Lukács, G.(2013). Para uma ontologia do ser social II. Boitempo.

Melo, G. N. (1993). Cidadania e Competitividade: Desafios Educacionais para o Terceiro Milênio. Cortez.

Oliveira, D. A. (2015) Gestão Democrática da Educação: desafios contemporâneos. (11a ed.), Vozes.

Paro, V. H. (2018). Gestão escolar, democracia e qualidade de ensino. (2a ed.), Intermeios.

Paro, V. H. (2001). Escritos sobre Educação. Xamã.

Paro, V. H. (2016). Gestão Democrática da Escola Pública. (16a ed.), Cortez.

Pinheiro, C. M. O. (2015). Fórum Nacional em Defesa da Escola Pública e o princípio de gestão democrática na Constituição Federal de 1988. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências. Marília.

Silva, S. D. D. (2010). A influência neoliberal na educação. Monografia apresentada à faculdade de formação de professores UERJ, como pré-requisito para obtenção de grau de licenciada em pedagogia, sob a orientação do professor Dr. Jorge Antônio Rangel. UERJ.

Vásquez, A. S.(1996). Ética. (16a ed.), Civilização Brasileira.

Vieitez, C. G. & Dal Ri, N. M. (2010). Gestão democrática na escola pública: Escola Construindo o Caminho. Educação Unisinos, 14, (2), 111-125

Vieitez, C. G. & Dal Ri, N. M. (2011). A educação no movimento social: a luta contra a precarização do ensino público. Democratização e educação pública: sendas e veredas. EDUFMA, (1), 133-165.

Wood. E. M. (2011). Democracia contra capitalismo: a renovação do materialismo

Published

10/10/2021

How to Cite

MATOS, A. P. das N. .; BERGAMO, F. P. . Ethics and democratic school management within the neoliberal state. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e196101321163, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21163. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21163. Acesso em: 2 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences