Pressure injury: development risks

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21389

Keywords:

Pressure Injury; Health professionals; Health of the elderly.

Abstract

The objective was to understand the risks of developing pressure injuries in the elderly. This is an integrative review, carried out from April to July 2021. The following descriptors were used: health professionals, pressure injuries and elderly health, in the bases: LILACS, MEDLINE and VHL. Twelve articles were found, of which the importance of understanding and qualifying the health team to act more effectively in the intervention of the topic addressed was highlighted, in order to improve care, preventing the development of these injuries. Through the findings discussed, it is clear that care practices tend to reduce the number of pressure injuries, in order to be treated mainly through prevention and curative treatment.

References

Alderden, J., et al. (2017). Risk factors for pressure injuries among critical care patients: A systematic review. Int J Nurs Stud., 71: 97-114.

Almeida, F., et al. (2019). Assistência de Enfermagem na prevenção da lesão por pressão: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica Acervo Saúde/Eletronic Journal Collection Health. 30: 1-9.

Campoi, A. L. M., et al. (2019). Educação permanente para boas práticas na prevenção de lesão por pressão: quase-experimento. Rev. Bras. Enferm. 72 (6)

Cardoso, D. S., et al. (2019). Conhecimento dos Enfermeiros sobre Classificação e Prevenção de Lesão por Pressão. Rev. Fund. Care. Online. 11 (3): 560-566.

Cauduro, F. P., et al. (2018). Atuação dos Enfermeiros no Cuidado das Lesões de Pele. Rev. Enferm. UFPE on line., 12 (10): 2628-34.

Costa, C. R., Costa, M. L., & Boução, D. M. N. (2016). Braden scale: the importance of evaluation of pressure ulcer risk in patients in an intensive care unit. Revista Recien. 6 (17): 36-44.

Edsberg, L. E., et al. (2016). Revised National pressure ulcer advisory panel pressure injury staging system: revised pressure injury staging system. J Wound Ostomy Continence Nurs. 43 (6): 585–597.

Ferraz, C. R. & Silva, H. S. (2021). A Compreensão da Equipe de Enfermagem frente a segurança do Paciente Idoso Hospitalizado. Comunicação em Ciências da Saúde, 32 (1).

Freire, D. A., et al. (2020). Variáveis associadas à prevenção das lesões por pressão: Conhecimento para o cuidado de enfermagem. R. pesq.: cuid. fundam. Online, 12: 1172-1178.

Lamão, L. C. L., Quintão, V. A. & Nunes, C. R. (2016). Cuidados de enfermagem na prevenção de lesão por pressão. Revista Científica Interdisciplinar. 1 (1).

Laranjeira, C. A. & Loureiro, S. (2017). Fatores de risco das úlceras de pressão em doentes internados num hospital português. Rev. Salud pública 19 (1): 99-104.

Lopes, T. F., et al. (2020). Medicamentos e sua relação com o desenvolvimento de lesão por pressão em idosos hospitalizados. Rev Online Pesq Cuid Fundam. 12: 212-16.

Ministério da Saúde. Anvisa. Fiocruz. (2013). Protocolo para prevenção de úlcera por pressão. PROQUALIS.

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. C. P. & Galvão, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Reflexão, Texto & Contexto – Enfermagem, 17 (4).

Moro, J. V. & Caliri, M. H. L. (2016). Úlcera por pressão após a alta hospitalar e o cuidado em domicílio. Esc Anna Nery. 20(3): 1-6.

National Pressure Ulcer Advisory Panel. (2019). Prevention and treatment of pressure ulcers/injuries: Quick reference guide. Emily Haesler (Ed.) EPUAP/NPIAP/PPPIA.

Ness, S. J., et al. (2018). The pressures of obesity: The relationship between obesity, malnutrition and pressure injuries in hospital inpatients. Clin Nutr., 37 (5): 1569-1574.

Santos, T. A. V., et al. (2019). Assistencia de enfermagem ao paciente com lesão por pressão. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research – BJSCR, 27 (3): 120-124.

Soares, C. F. & Heidemann, I. T. S. B. (2018). Promoção da saúde e prevenção da lesão por pressão: Expectativas do enfermeiro da atenção primária. Texto Contexto Enferm, 27 (2): e1630016.

Souza, E., Freire, D. E. & Souza, M. A. O. (2017). Fatores predisponentes para o desenvolvimento da lesão por pressão em pacientes idosos: uma revisão integrativa. Estima, 15 (4): 229 – 239.

Teixeira, C. C., et al. (2018). Fatores relacionados à ocorrência de eventos adversos em pacientes idosos internados. Rev baiana enferm. 32: e25772.

Toffoletto, M. C., et al. (2016). Fatores relacionados à ocorrência de eventos adversos em pacientes idosos críticos. Revista Brasileira de Enfermagem [online]. 69 (6): 1039-1045.

Vieira, V. A. S., et al. (2018). Risco de lesão por pressão em idosos com comprometimento na realização de atividades diárias. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro. 8: e2599.

Published

19/10/2021

How to Cite

CALDAS, G. R. F. .; SILVA, J. W. L. da .; OLIVEIRA, I. L. de .; MELO, H. S. L. C. de .; SANTOS, I. da S. .; GALDINO, A. T. S. .; LACERDA, C. G. da S. .; VENTURA, B. L. .; LACERDA, C. G. da S. .; SIMÕES, C. D. G. .; GONÇALVES, L. X. R. .; FERREIRA, C. F. da S. .; FEITOSA, J. C. S. C. .; MONTE, E. C. .; ARAÚJO, C. S. B. .; LANDIM, C. N. A. .; MOURA, M. E. R. B. de .; SILVA, C. R. L. da . Pressure injury: development risks. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e474101321389, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21389. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21389. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Review Article