Pedagogical work and school inclusion for children with autism spectrum disorder (ASD)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21486

Keywords:

Teacher; Teaching; Inclusion; Autistic Spectrum Disorder.

Abstract

The aim of this paper is to show an overview of autism, as well as to signal for the inclusion of the autistic student in regular schools, discussing misconceptions, such as that students with autism are in no way able to communicate or achieve progress intellectuals; seeking to explain the causes of the singular behavior of these people, and that inclusion is possible and should be carried out in a specialized way. Autism is characterized by difficulties in communication, socialization and repetitive or restricted behaviors. The inclusion of children diagnosed with ASD in the school environment is necessary and must start from a conception of training teachers specialized in serving this public, as well as by establishing the necessary conditions for the development of the autistic subject, which range from structural aspects of children with autism. educational institutions until the elaboration of specific public policies. ASD is a disorder that affects the areas of social interaction, communication / language and behavior, and may affect the child in a mild, moderate or severe manner. Currently the interventions used to promote the development and learning of this audience are: TEACCH, ABA and PECS. It is worth noting that autism is a complex disorder, so there is no isolated therapy or method that will meet the demands of the person with ASD. It is necessary to strengthen the bonds between family, school, caregivers and therapists so that, together, they can create a better intervention strategy for teaching skills aimed at improving the child's development.

References

Aires, A. C. S. Autismo: convívio escolar, um desafio para a educação. Anais VI FIPED... Campina Grande: Realize Editora, 2014. Disponível em: <https://www.editorarealize.com.br/index.php/artigo/visualizar/6283>

Almeida, A. J. F. & Felizardo, S. Alunos com perturbações do espectro do autismo, interação com os pares e inclusão escolar: Percepções das crianças do 1º ciclo do ensino básico trabalho de projeto de Educação Especial. 2015.

American Psychiatric Association (APA). Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais - DSM V. Tradução de Maria Inês Correa Nascimento et al; revisão técnica Aristides Volpato Cordiolo. 5. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2014.

Assumpção, F. B. & Pimentel, A. C. M. Autismo infantil. Revista Brasileira de Psiquiatria, 22(37), 9. 2017.

BALESTRO, J. I. et al. Questionário sobre dificuldades comunicativas percebidas por pais de crianças do espectro do autismo. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 17(3), 279-286, 2012.

Baptista, Cláudio Roberto. & BOSA, Cleonice. Autismo e educação: reflexões e propostas de intervenção. Porto Alegre: Artmed, 2012.

Benitez, P.; Gomes, M.; Bondioli, R. Domeniconi, C. Mapeamento das estratégias inclusivas para estudantes com deficiência intelectual e autismo. Psicologia em Estudo, 22(1), 81-93, 2017.

Bosa, C.; Callias, M. Autismo: breve revisão de diferentes abordagens. Psicol. Reflex. Crit. 13(1), 2012.

Burtet, K. S.; Godinho, L. B. R. Envolvimento familiar na clínica do autismo. Revista Cippus – UNILASALLE, 7(2), 2017.

Caneda, C. R. G; Chaves, T. M. L. A percepção do professor e do tutor frente à inclusão da criança com autismo no ensino regular. Aletheia 46(1): 142 – 158, 2015.

Cunha, E. Autismo e inclusão: psicopedagogia e práticas educativas na escola e na família. 4. ed. Rio de Janeiro, 2012.

Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Brasília, 2011. Disponível em www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7611. Acesso em: junho 2020.

Facion, José Raimundo. Transtorno do Desenvolvimento e do comportamento. Curitiba: IBPEX. 2007.

Glat, R.; Nogueira, M. L. de L. A formação de professores para a Educação Inclusiva. Revista Comunicações, Piracicaba: UNIMEP, p. 134-141, 2016.

Gomes, A. N., Silva, C. B. da. Software Educativo para Crianças Autistas de Nível Severo. In: 4º Congresso Internacional de Pesquisas em Design, 2007, Rio de Janeiro. Disponível em: www.anpedesign.org.br/artigos. Acesso em: 20 de dezembro de 2019.

Kanner L. Autistic disturbances of affective contact. NervousChild. 1943. São Paulo: Papirus, 2015.

Kupfer, M. C. M. Notas sobre o diagnóstico diferencial da psicose e do autismo na infância. Psicol. USP, 11(1), São Paulo, 2000.

Lampreia, C. A perspectiva desenvolvimentista para a intervenção precoce no autismo. Estudos de Psicologia, 24(1), 105-114, 2007.

Leboyer, Marion. Autismo infantil: fatos e modelos. 5. ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 2015.

Leon, Viviane Costa de. Práticas baseadas em experiências para aplicação do TEACCH nos Transtornos do Espectro do Autismo. São Paulo: Memnon, 2016.

Leon, Viviane Costa de. & Moraes, Claudia. Portfólio de atividades para ensino estruturado do Autismo. São Paulo: Memnon, 2018.

Marinho, E. A. R. & Merkle, V. L. B.; Um Olhar Sobre O Autismo E Sua Especificação. XI Congresso Nacional de Educação – EDUCERE. III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia. 26 a 29 de Outubro de 2009. PUCPR.

Mazzotta, Marcos José Silveira. Educação Especial no Brasil: história e políticas públicas. 5. ed. São Paulo. Cortez, 2009.

Matsumoto, L. E. & Campos, L. M. L. Favorecendo a cooperação entre crianças: relato de uma experiência. Revista Simbio-Logias, 1(1): 200-213, 2008.

Mello, Ana Maria Serrajordia de. Autismo: guia prático. 7. ed. São Paulo: Corde, 2011.

Nilsson, I. Introdução a educação especial para pessoas com transtornos de espectro autístico e dificuldades semelhantes de aprendizagem. Congresso Nacional sobre a Síndrome de Autismo 2014. Disponível em: http://www.ama.org.br/download/Autismo-IntrodEducEspecial. Acesso em: 20 de dezembro de 2019.

Papim, Angelo Antonio Puzipe. & Sanches, Kelly Gil. Autismo e Inclusão: levantamento das dificuldades encontradas pelo professor do atendimento educacional especializado em sua prática com crianças com autismo. 2013, 84 p. Monografia (Especialização) – Centro Universitário Católico Salesiano.

Pimentel, A. G. L. & Fernandes, F. D. M. A perspectiva de professores quanto ao trabalho com crianças com autismo. Audiol Commun Res. 19(2): 171 – 178, 2014.

Pletsch, Márcia Denise. Repensando a inclusão escolar: diretrizes políticas, práticas curriculares e deficiência intelectual. Rio de Janeiro: Nau Edur, 2010.

Santos, A. J. & Lemes, M. G. N. O espectro dos autismos e a psicose infantil: uma questão diagnóstica para a psicanálise. Rev. lationam. psicopatol. fundam., 23(2), 2020.

Uchôa, Yasmim Figueiredo. A criança autista na educação infantil: desafios e possibilidades na educação inclusiva. Paraíba: UEP, 2015.

Ziraldo. Autismo: uma realidade. São Paulo: Editora Megatério estúdio, 2013.

Published

18/10/2021

How to Cite

REZENDE, L. F. .; SOUZA, C. J. de. Pedagogical work and school inclusion for children with autism spectrum disorder (ASD). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e460101321486, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21486. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21486. Acesso em: 2 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences