Evaluation of the bacterial population on the surfaces of stretchers of a University Hospital in Pernambuco

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i14.21509

Keywords:

Gram-negative bacteria; Emergency; Bacterial pharmaco-resistance; Bacterial infections.

Abstract

Hospital infections (NI) are a major public health problem worldwide and are related to factors such as the inappropriate use of antibiotics, invasive procedures, inadequate hygiene of objects and the hands of health professionals. The present study aimed to isolate, identify and analyze the antimicrobial resistance profile of bacteria present on the surfaces of stretchers of a University Hospital in Pernambuco. This is a descriptive-exploratory study with a quantitative approach carried out in two rooms of a University Hospital. Swab collection was performed on 60 stretchers on the following surfaces: a) Left grid; b) Right grid; c) Upper center and d) Lower center. Surface samples were collected using a filter paper mold with an area of ​​4 cm² and swabs soaked in 0.9% sterile saline solution. After passing the swab on the surfaces, they were stored in a tube containing 5 mL BHI liquid medium (Brain Heart Infusion). Then, the samples were transported to the Clinical Analysis Laboratory/Microbiology Sector, where microbiological and antibiogram analyzes were performed. The overall of bacterial isolates on the litter surfaces was 562, regardless of the sampled location, with 11 species being possible cause of hospital infections, including: Staphylococcus aureus, Acinetobacter baumannii, Klebsiella pneumoniae and Escherichia coli. Regarding the resistance profile, some of these microorganisms showed 100% resistance to the antibiotics tested. These results allow us to conclude that hospital stretchers can reserve resistant bacteria that favor HIs and require hygiene protocols.    

References

Amador, J. F. S., Basso, L. C., & Vieira, S. L. V. (2018). Prevalência de Staphylococcus aureus em superfícies de unidade de terapia intensiva. Arquivos do MUDI, 22(2), 4-6.

Amin, C. E., dos Santos, D. P., Linhaus, F. K., Freitas, I. M., dos Santos Rodrigues, J., & Paulo, M. S. L. (2020). Fatores determinantes na infecção hospitalar por klebsiella pneumoniae resistente a carbapenêmicos. Brazilian Journal of Health Review, 3(5), 14322.

Araujo, M. Q., Poletto, K. Q. & Bessa, N. G. (2017). Perfil de resistência bacteriana em fômites de UTI em hospital público do Estado do Tocantins. REVISTA CEREUS, 9(2), 129- 134.

Barros, F. E., Soares, E., de Oliveira Teixeira, M. L., & da Silva Castelo Branco, E. M. (2019). Controle de infecções a pacientes em precaução de contato. Journal of Nursing UFPE/Revista de Enfermagem UFPE, 13(4), 1082.

Bernardo, A. Fatores de Risco para Colonização/Infeção por Klebsiella pneumoniae resistente a carbapenemos. 2020. 55f. Dissertação (de mestrado), Clínica Universitária de Doenças Infeciosas, Universidade de Lisboa, 2020.

Cangussu, E. W. S. (2020). Importância do Acinetobacter baumannii no ambiente hospitalar. Journal of Biotechnology and Biodiversity, 8(1), 041-046.

Carvalho, J. J. V., Boaventura, F. G., da Silva, A. D. C. R., Ximenes, R. L., Rodrigues, L. K. C., de Almeida Nunes, D. A., & de Souza, V. K. G. (2021). Bactérias multirresistentes e seus impactos na saúde pública: Uma responsabilidade social. Research, Society and Development, 10(6), 3.

Costa, M., Rodrigues, G. M. C., Gomes, W. M., Júnior, A. A. R., & Cardoso, F. M. N. (2019). Principais micro-organismos responsáveis por infecções relacionadas à assistência em saúde (iras) em UTIs: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica da Faculdade de Ceres, 8(1), 30-30.

Cussolim, P. A., & Junior, A. S. (2021). Mecanismos de resistência do Staphylococcus aureus a antibióticos. Revista faculdades do saber, 6(12), 831-843.

Silva, E. P., de Almeida Carreiro, M., & Gomes, R. C. (2016). Metodologia para a identificação de Staphylococcus sp. na superficie do colchão da maca no pronto socorro. Revista Pró-UniverSUS, 7(3), 15-19.

Freitas, C. G. D. S., Staudt, K. J., Khün, K. H., Alves, I. A., & Meneghete, M. C. (2020). Prevalência de microrganismos em bandejas utilizadas pela enfermagem na administração de medicamentos em ambiente hospitalar. Revista interdisciplinar em ciências da saúde e biológicas–RICSB, 3(2), 24-34.

Sousa, M. A. S., Nascimento, G. C., Bim, F. L., de Oliveira, L. B., & da Silva Oliveira, A. D. (2017). Infecções hospitalares relacionadas a procedimentos invasivos em unidades de terapia intensiva: Revisão integrativa. Revista Prevenção de Infecção e Saúde, 3(3), 50.

Santos, M. A., de Paiva, I. C., & da Silva Andrade, E. G. (2021). Enterococcus resistente a vancomicina (vre): perfil geral. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, 4(8), 127-139.

Fracarolli, I.F. L.; Marziale, M. H. P. Caracteríticas microbiologicas de las mãos ey anillos de trabajadores de saludv- revisión integrativa. Ciencia y enfermeria, v 25, p. 00, 2019.

Freitas, V. R., & Picoli, S. U. (2007). A coloração de Gram e as variações na sua execução. Newslab, 82, 124-128.

Gil, A. C., Bordignon, A. P. P., de Castro, E. A. R., Castro, S. T., Rafael, R. D. M. R., & Pereira, J. A. A. (2018). Avaliação microbiológica de superfícies em terapia intensiva: reflexões sobre as estratégias preventivas de infecções nosocomiais [Microbiological evaluation of surfaces in intensive care: thinking about nosocomial infection prevention strategies][Evaluación microbiológica de superficies en cuidados intensivos: reflexiones sobre las estrategias preventivas de infecciones nosocomiales]. Revista Enfermagem UERJ, 26, 26388.

Harding, C. M., Hennon, S. W., & Feldman, M. F. (2018). Uncovering the mechanisms of Acinetobacter baumannii virulence. Nature Reviews Microbiology, 16(2), 91-102.

Humphries, R. M., Hindler, J. A., Shaffer, K., & Campeau, S. A. (2019). Evaluation of ciprofloxacin and levofloxacin disk diffusion and Etest using the 2019 Enterobacteriaceae CLSI breakpoints. Journal of clinical microbiology, 57(3), e01797-18.

Kerhkoff, J. S., Oliveira, K. S., de Freitas, R. F., de Sá Teles, R., & Silva, W. A. 2020. Análise da frequência e perfil de sensíbilidade dos agentes etiológicos de infecções do trato urinário em um laboratório particular. Cuiabá-MT, 2020.

Bernardo, A. Fatores de Risco para Colonização/Infeção por Klebsiella pneumoniae resistente a carbapenemos. 2020. 55f. Dissertação (de mestrado), Clínica Universitária de Doenças Infeciosas, Universidade de Lisboa, 2020.

Leoncio, J. M., Almeida, V. F. D., Ferrari, R. A. P., Capobiango, J. D., Kerbauy, G., & Tacla, M. T. G. M. (2019). Impact of healthcare-associated infections on the hospitalization costs of children. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 53, 2.

Lima, C. C., Benjamim, S. C. C., & Santos, R. F. S. D. (2017). Mecanismo de resistência bacteriana frente aos fármacos: uma revisão. CuidArte, Enferm, 105-113.

Lima, L. K. O. L., Pinto, J. C. G., Misael, L. S., Castro, R. B., Coelho, D. D., Benevides, D. V. L., & Sousa, E. R. M. (2019). Avaliação da contaminação por Acinetobacter spp. em uma unidade de terapia intensiva. Rev. epidemiol. controle infecç, 241-247.

Mahl, S., & ROSSI, E. (2017). Susceptibilidade antimicrobiana de bactérias isoladas de colchões hospitalares. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 49(4), 371-375.

Mendes, F. L. R., Carvalho, E. M., Abrantes, J. A., & Nogueira, J. M. D. R. (2020). Buscando novos antimicrobianos: avaliação da atividade antibacteriana de extratos de Eugenia brasiliensis. Rev. bras. anal. clin, 228-234.

Michelin, A. F., & Fonseca, M. R. C. C. D. (2018). Perfil epidemiológico das infecções hospitalares na unidade de terapia intensiva de um hospital terciário. Nursing (Säo Paulo), 2037-2041.

Napoles, K. M. N. Medidas de controle para disseminação de bactérias multiresistentes. Limpeza e desinfecção dos equipamentos médicos hospitalaresEnfermagem (2020). Inovação, Tecnologia e Educação em Saúde 24 (1), 334.

Oliveira, A. L. D., Soares, M. M., Santos, T. C. D., & Dos Santos, A. D. R. I. A. N. A. (2014). Mecanismos de resistência bacteriana a antibióticos na infecção urinária. Revista UNINGÁ Review, 20(3), 69-70.

Orati, J. A., Amorim, A., Tardivo, M. T., Simão, C. J. G., de Araújo, D. S. S., & Castro, N. A. M. (2014). Aerococcus Viridanscomo Agente Etiológico de Endocardite em Valva Nativa. Rev Bras Cardiol, 27(4), 286-288.

Pereira, S. C. (2018). Detecção de Klebsiella pneumoniae e providencia stuartii pan-resistentes em pacientes de unidades de terapia semi e intensiva de um hospital de referência em Fortaleza-CE. Journal of Infection Control, 7(3), 2-3.

ROCHA, I. V. Identificação de mecanismos de resistência antimicrobiana de bactérias Gram negativas prevalentes em superfícies e hemoculturas de unidades de terapia intensiva em Caruaru-PE. 2017. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia em Saúde) – Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2017.

Souza, M. E. D., Ferreira, H., Zilly, A., Mattos, A. L. A. D., Pereira, L. S. G., & Silva, R. M. M. D. (2019). Condições de desinfecção de superfícies inanimadas em unidades de terapia intensiva. Rev. pesqui. cuid. fundam. 951-956.

Vieira, P. M., Vieira, L. M., de Souza Macêdo, T. L., & de Aragão, I. P. B. (2020). Endocardite infecciosa em cabo de marcapasso por Enterobacter cloacae: Relato de Caso. Revista de Saúde, 11(2), 33-38.

Wisniewski, G. V., Fiorin, T. M., & Alves, I. A. (2020). Identificação e Avaliação do Perfil de Resistência de Bactérias Isoladas da Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital da Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Revista Interdisciplinar em Ciências da Saúde e Biológicas, 4(1), 11-23.

Published

23/10/2021

How to Cite

SOUZA, W. K. dos santos .; SANTANA, M. M. R.; LIBÓRIO, R. C. .; SANTOS, H. A. S. .; OLIVEIRA, K. R. de .; GUIMARÃES, M. D. .; SHIOSAKI, R. K. .; NAUE, C. R. . Evaluation of the bacterial population on the surfaces of stretchers of a University Hospital in Pernambuco. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 14, p. e20101421509, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i14.21509. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21509. Acesso em: 15 jun. 2024.

Issue

Section

Health Sciences