The use of scientific knowledge in the area of Nutrition for PODCAST information and communication technology (ICT)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21563

Keywords:

Nutritionists; Social networks; Scientific communication and diffusion; Human development.

Abstract

Goal: Introduce the usage of the TIC podcast as a potential tool, based on prior scientific research, to boost the development of professional nutritionists. Methodology: a transversal, quantitative and descriptive study was carried out with professional nutritionists from the Brazilian territory, of both sexes. Data was collected online through a questionnaire developed in “Google Forms” and self-filled by the volunteer. Data related to sociodemographic and occupational profile, predominant type of social network consumed, health conditions and aspects related to the area of professional activity were collected. Results: Out of the 115 volunteers, 95% are women, 48.7% reported receiving more than 3 minimum wages, 46.95% receive from 1 to 3 minimum wages, in addition to data collected on issues that emphasized the labor journey, satisfaction with the profession, occupation area, challenges and motivations for changing the profession. Based on the analysis of this information, the first 10 themes were chosen for the creation of podcasts, debut and presentation, society of tiredness and productivity, professional devaluation, being a woman and its various roles/functions, weight stigma and aesthetic pressure in the profession , occupational stress and burnout syndrome, binge eating, career development, nutrition and digital influencers, and impunity. Conclusion: It is concluded that after scientific investigation, the data showed a dissatisfaction of nutritionists with the profession, desiring greater professional appreciation and that the podcast has the potential to be a credible tool, capable of meeting labor needs.

References

AGÊNCIA BRASIL. (2019). Pesquisa aponta que 79% dos brasileiros se informam pelo whatsapp. https://agenciabrasil.ebc.com.br/

Almeida, D. M., Ibdaiwi, T. K. R., Lopes, L. F. D., Costa, V. M. F., & Possamai, L. O. (2015). Estresse ocupacional na perspectiva dos bombeiros da cidade de Santa Maria/RS. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe). 5(1).

Amorim, S. T. S. P. D., Moreira, H., & Carraro, T. E. (2001). A formação de pediatras e nutricionistas: a dimensão humana. Revista de Nutrição, 14, 111-118

Andrade, R. M. (2012). Qualidade de vida no trabalho dos colaboradores da empresa Farben S/A indústria química. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Nutrição. Universidade do Extremo Sul Catarinense. Santa Catarina.

Araújo, L. R. G. D. (2018). Avaliação da qualidade de vida no trabalho e nível de estresse dos nutricionistas gestores de unidades de alimentação coletiva. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Nutrição. Atlas.

Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). (2010). Cadernos Temáticos - Tecnologias de Informação e Comunicação –TIC, Sistemas Aplicados a Saúde Humana. ABDI. 209p.

Brasil, Lei n° 8.234. Regulamenta a profissão de Nutricionista e determina outras providências. 17 de setembro de 1991.

Brasil, Lei nº 5.276. Regulamenta a profissão de Nutricionista e determina outras providências. 24 de abril de 1967.

Borges, D. O. (2020). “E aí, pesquisador, comunicar pra quê?": o podcast como estratégia e mídia para a divulgação da ciência. Dissertação de mestrado em Tecnologias, Comunicação e Educação. Universidade Federal de Uberlândia

Conselho Federal De Nutricionistas (CFN). (2016). Perfil das (os) nutricionistas no Brasil. http://pesquisa.cfn.org.br/

Conselho Federal De Nutricionistas (CFN). (2021). Perfil das (os) nutricionistas no Brasil. Dados do primeiro trimestre de 2021. http://pesquisa.cfn.org.br/

Costa, S. D. S. P., de Souza Andrade, C. G., & Oliveira, C. V. (2021). Desafios De Ser Mulher: Uso Do Podcast Como Meio De Divulgação Científica. Atas de Ciências da Saúde. 11(1), 19.

Curioni, C. C., Brito, F. D. S. B., & Boccolini, C. S. (2013). O uso de tecnologias de informação e comunicação na área da nutrição. Jornal Brasileiro de TeleSSaúde, 2(3), 51-59.

Dutra, D. V. (2014). A análise SWOT no Brand DNA Process: um estudo da ferramenta para aplicação em trabalhos em Branding. Dissertação (mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis

Estrela, C. (2018). Metodologia científica: Ciência, ensino, pesquisa. Artes Médicas.

Faria, B. A. S. D. (2017). Fatores que influenciam na valorização do nutricionista atuante na área da alimentação coletiva em Cuiabá, MT. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em Nutrição. Universidade Federal de Mato Grosso. Cuiabá.

Federal Nacional de Nutricionistas (FNN). (2021). Tabela de Honorários Nutricionistas 2021. https://www.fnn.org.br/.

Freire, E. P. A. (2017). Podcast: breve história de uma nova tecnologia educacional. Educação em Revista, 18(2), 55-71.

Gadelha, C. G. (2021). O Complexo Econômico-Industrial da Saúde 4.0: por uma visão integrada do desenvolvimento econômico, social e ambiental. Cadernos do Desenvolvimento, 25.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2020). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Lima, G. K. M. D., Gomes, L. M. X., & Barbosa, T. L. D. A. (2020). Qualidade de Vida no Trabalho e nível de estresse dos profissionais da atenção primária. Saúde em Debate, 44, 774-789.

Magalhães, J. C., & Couldry, N. (2020). Tech Giants Are Using This Crisis to Colonize the Welfare System. Jacobin, 27 abr.

Malta, D. C., Bernal, R. T. I., Lima, M. G., Araújo, S. S. C. D., Silva, M. M. A. D., Freitas, M. I. D. F., & Barros, M. B. D. A. (2017). Doenças crônicas não transmissíveis e a utilização de serviços de saúde: análise da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil. Revista de Saúde Pública, 51.

Moresi, E. (2003). Metodologia da pesquisa. Brasília: Universidade Católica de Brasília,108 (24), 5

Oliveira, G. S., & de Medeiros Sousa, H. (2019). Qualidade de vida no trabalho: fatores que influenciam a produtividade nas organizações. Revista Campo do Saber, 4(2).

Primo, Alex. (2006). O aspecto relacional das interações na Web 2.0. In: XIXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação: Brasília. Anais

Rocha, G. G., Miyagi, A. M. C., Guimarães, L. I. G., Cardoso, V. D. L., Matias, A. C. G., Spinelli, M. G. N., & Abreu, E. S. (2017). Caracterização de Nutricionistas de unidades de alimentação e nutrição terceirizadas: dados demográficos, perfil de atuação e percepção de bem estar. Rev Simbio-Logias, 9(12), 53-64.

Sartor, J., & Alves, M. K. (2019). Percepção do perfil de liderança do nutricionista gestor em unidades de alimentação e nutrição. Saúde e Desenvolvimento Humano, 7(3), 13-19.

Silva, T. O. T. (2010). A Efetividade da Educação a distância na formação de profissionais de saúde: uma análise a partir da inserção no mercado de trabalho. [Effectiveness of e-Learning in the qualificaton of healthcare professionals: analysis from insertion into the work market.]. Essay (Master’s Degree). Centro Universitário UMA.

Published

22/10/2021

How to Cite

CASAES, R. S.; PEREIRA, B. R.; MARCELLINI , P. S.; PIRES, D. . de A.; ADE, G. V.; MATOS, Y. A. C. S. The use of scientific knowledge in the area of Nutrition for PODCAST information and communication technology (ICT). Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e597101321563, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21563. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21563. Acesso em: 7 dec. 2021.

Issue

Section

Health Sciences