Stress and guarantee of the right to health of military police: a systematic review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21597

Keywords:

Stress; Military police; Work; Work.

Abstract

Understanding stress raises the conditions for improving the quality of life of military police officers. Thus, this work aims to identify how stress is presented in military police, described in scientific productions. This is a systematic literature review, where the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) criteria were adopted. The search strategy adopted was an investigation of articles in electronic databases: Lilacs, Scielo and Medline/PubMed. The terms used in the research were based on Health Sciences descriptors (DECs), considering the following words: “military police” OR “policía militar” OR “polícia militar” AND “psychological stress” OR “Estrés Psicológico” OR “Estresse Psicológico". The inclusion criteria adopted in this research were: the article should be indexed in the selected databases and available in full English, Spanish or Portuguese; with survey participants of any gender and age; quantitative and/or qualitative research. It was observed that interpersonal interaction based on hostility characteristics, problems with the hierarchy, high work demand and gender bias were identified stress generators. Studies show that the police presented stress with psychological symptoms and physical symptoms. In this context, it is suggested that the elaboration of actions to promote health and prevent mental disorders in military police officers are necessary in order to improve the working conditions that generate stress.

References

Almeida, D. M., Lopes, L. F. D., Costa, V. M. F., & dos Santos, R. D. C. T. (2018). Policiais militares do estado do RS: relação entre satisfação no trabalho e estresse ocupacional. Administração Pública e Gestão Social, 10(1), 55-65.

Almeida, D.D., Lopes, L.F.D., Costa, V.M.F., Correa, J.S & Menegazzi, R.B. (2020). Estresse Ocupacional e Relações de Gênero Entre Policiais Militares do Rio Grande do Sul. Revista FSA, 17, (11), 305-323.

Araujo, T.S. (2017). Mulheres em fardas policiais militares no Rio de Janeiro. Revista brasileira segurança pública, 11, (1), 74-96.

Bassalo, F.S., Ramos, M.F.H., Almeida,S.S. & Silva, E.P. (2020). Autoeficácia e o Desempenho de soldados da Polícia Militar. Research, Society and Development, v9, (8), e701986485.

Bezerra, C. D. M., Minayo, M. C. D. S. & Constantino, P. (2013). Estresse ocupacional em mulheres policiais. Ciência & Saúde Coletiva, 18, 657-666.

Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

Carvalho, S.C.A.; Carvalho, A.L.A., Lucena, S.C., Coelho, J.P.S., Araújo, T.P.B. (2008). Associação entre bruxismo e estresse em policiais militares. Revista Odonto Ciência, 23(2), 125-129.

Cordeiro, P., Batista, E. C., & Oliveira, M. L. M. C. (2019). Avaliação do nível de estresse da polícia civil do interior do estado de Rondônia. Revista Interdisciplinar Encontro das Ciências, Icó, 2(1), 431-442.

Costa, M., Accioly Júnior, H.A., Oliveira, J., & Maia, E. (2007). Estresse: diagnóstico dos policiais militares em uma cidade brasileira. Revista Panamericana de Salud Pública, 21, 217-222.

Couto, G., Vandenberghe, L., & Brito, E. D. A. G. (2012). Interações interpessoais e estresse entre policiais militares: um estudo correlacional. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 64(2), 47-63.

Couto, G., Brito, E. D. A. G., Vasconcelos-Silva, A., & Lucchese, R. (2017). Saúde mental do policial militar: Relações interpessoais e estresse no exercício profissional. Psicologia Argumento, 30(68), 185-194.

Dantas, M. A., Brito, D. V. C., Rodrigues, P. B., & Maciente, T. S. (2010). Avaliação de estresse em policiais militares. Psicologia: teoria e prática, 12(3), 66-77.

Dorileo, A.W., & Souza F. C. (2017) Qualidade de vida no trabalho: um estudo entre policiais militares do 12º batalhão de Polícia Militar. Homens do mato - Revista científica de pesquisa em segurança pública. 17 (3) 161-190.

Farnè, M. (2003). O estresse: às vezes é positivo, às vezes é negativo, mas pode ser transformado em um aliado. Paulinas.

Gadelha, A. L. Sarin, L. M. Leite, S. Ruy, N., Grinberg, L. P., & Del Porto, J. A. (2012). Assessment of mood disorders prevalence in Brazilian military population. In Bipolar Disorders, 14, 74-74.

Lara, L. F., de Campos, E. A. R., Stefano, S. R., & de Andrade, S. M. (2017). Relações de gênero na polícia militar: narrativas de mulheres policiais. Holos, 4, 56-77.

Lipp, M.E.N. (2005). Manual do inventário de sintomas de stress para adultos de Lipp (ISSL). Casa do Psicólogo.

Malta, D, Silva M, Albuquerque, G., Amorim R, Rodrigues, G., Silva T, et al. (2014). Política Nacional de Promoção da Saúde, descrição da implementação do eixo atividade física e práticas corporais, 2006 a 2014. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 19: 286–99.

Minayo, M. C. D. S., Assis, S. G. D., & Oliveira, R. V. C. D. (2011). Impacto das atividades profissionais na saúde física e mental dos policiais civis e militares do Rio de Janeiro (RJ, Brasil). Ciência & Saúde Coletiva, 16, 2199-2209.

Minayo, M.C.S; Souza, E.R. (2003). Missão investigar: entre o ideal e a realidade de ser policial. Garamond.

Miranda, D. & Guimarães, T. (2016). O Suicídio Policial: O que sabemos? DILEMAS Rev Estud Conflito e Control Soc, 9:13–34.

Neves, L., Oliveira, M. L. M. C., Ferreira, D. F., Batista, E. C. (2016). Sintomatologia de estresse em policiais militares numa cidade do interior de Rondônia. Revista Interdisciplinar Pensamento Científico, 2(1), 191-204.

Oliveira, K. L. D., Santos, L. M. D. (2010). Percepção da saúde mental em policiais militares da força tática e de rua. Sociologias, 12, 224-250.

Oliveira, L. C. N., Quemelo, P. R. V. (2014). Qualidade de vida de policiais militares. Arq Ciên Saúde, 21, 3, 72-75.

Patis, K. (1987). Stress e isolamento social versus stress e atividade de resgate ao público: nota prévia. In Anais do Congresso da Associação Nacional de Medicina do Trabalho, Vol. 5, 785-789.

Ribeiro, A. N., & Garcia, F. C. (2015). Relações de Poder e Gênero no Alto Comando da Polícia Militar de Minas Gerais: Uma Análise da Percepção das Mulheres Policiais. Teoria e Prática em Administração, 5(1), 53-79.

Silva, M. B. D., & Vieira, S. B. (2008). O processo de trabalho do militar estadual e a saúde mental. Saúde e sociedade, 17, 161-170.

Silva, R., Schlichting, A. M., Schlichting, J. P., Gutierres Filho, P. J., Adami, F., Silva, A. (2012). Aspetos relacionados à qualidade de vida e atividade física de policiais militares de Santa Catarina-Brasil. Motricidade, 8(3), 81-89.

Souza, M.S. (2014). "Sou policial, mas sou mulher": gênero e representações sociais na Polícia Militar de São Paulo. Tese (doutorado). Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Campinas, SP: [s.n.], 2014. 441p.

Souza Filho, M. J. D., Noce, F., Andrade, A. G. P. D., Calixto, R. D. M., Albuquerque, M. R., Costa, V. T. (2015). Avaliação da qualidade de vida de policiais militares. R Bras Ci e Mov, 23(4), 159-69.

Souza, E. R. D., & Minayo, M. C. D. S. (2005). Policial, risco como profissão: morbimortalidade vinculada ao trabalho. Ciência & Saúde Coletiva, 10, 917-928.

Tavares, J. P., Lautert, L., Magnago, T. S. B. D. S., Consiglio, A. R., & Pai, D. D. (2017). Relationship between psychosocial stress dimensions and salivary cortisol in military police officers1. Revista latino-americana de enfermagem, 25.

Liberati, A., Altman, D. G., Tetzlaff, J., Mulrow, C., Gøtzsche, P. C., Ioannidis, J. P., ... & Moher, D. (2009). The PRISMA statement for reporting systematic reviews and meta-analyses of studies that evaluate health care interventions: explanation and elaboration. Journal of clinical epidemiology, 62(10), e1-e34.

Shamseer, L., Moher, D., Clarke, M., Ghersi, D., Liberati, A., Petticrew, M., ... & Stewart, L. A. (2015). Preferred reporting items for systematic review and meta-analysis protocols (PRISMA-P) 2015 statement. Systematic reviews, 4(1), 1-9.

Wright, B., Marshall, D., Adamson, J., Ainsworth, H., Ali, S., Allgar, V., ... & Williams, C. (2016). Social Stories™ to alleviate challenging behaviour and social difficulties exhibited by children with autism spectrum disorder in mainstream schools: design of a manualised training toolkit and feasibility study for a cluster randomised controlled trial with nested qualitative and cost-effectiveness components. Health Technology Assessment 20(6), 1-258.

Published

22/10/2021

How to Cite

ALVES, W. M. .; ALVES, V. de M. .; SANTOS, P. S. dos; SANTOS, W. da S. L. .; SANTOS, E. L. .; LOBO, E. V. M. .; MAGALHÃES, A. P. N. de. Stress and guarantee of the right to health of military police: a systematic review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e592101321597, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21597. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21597. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Review Article