Epidemiological study of the simultaneous prevalence of hypertension and diabetes in patients registered in Hyperteria in a city in the state of Piaui

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i2.2163

Keywords:

Epidemiological profile; Hypertension; and Diabetes.

Abstract

The high blood pressure and diabetes are the diseases to which they are related, and both of which have gained prominence since the year of 2002, in which the indices of the cases have been increasing since then. For this reason, the study aimed to carry out the survey, the data in the program HIPERDIA in order to have the analysis of the epidemiological profile of patients that have high blood pressure and diabetes, according to year, gender, and age groups. The research employed an observational study, descriptive and quantitative, of the cases of high blood pressure and Diabetes found in the database in the HIPERDIA. The data collection during the established period analysed a total of 10,520 cases. Of these, the female sex remained in prominence as of all the years analyzed during the research and the age group with the highest rate of cases prevailed that of the elderly (65 years on). Therefore, the importance of research on hypertension and diabetes cases for health departments is observed, explained by the number of cases that affect mainly the elderly. In the face of the above, it is evident that the presence of professional actions in health is essential in order to encourage the habits proposed by the WHO for the choice of healthy habits for life, contributing to a decrease in the prevalence of hypertensive and diabetic patients.

References

Araújo, T.M.E., Martins, G.B.F., Leal, M.S.C., Souza, A.T.S., Sousa, A.s., Freire, V.S. (2015). Prevalência da hipertensão arterial sistólica entre caminhoneiros que trafegam pela cidade de Teresina. Sanare, Sobral (1), Vol. 14, n. 01, P. 38-45.

Assunção, M. C. F., Santos, I. D. S. D & Gigante, D. P. (2001). Atenção primária em diabetes no Sul do Brasil: estrutura, processo e resultado. Revista de Saúde Pública (2), V. 35, p. 88-95.

Brasil, V. (2017). Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2016 (3), Brasília: MS.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Vigilância em saúde. Departamento de vigilância de doenças e agravos não transmissíveis e promoção da saúde. VigitelBrasil (4) 2017: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico. Brasília: Ministério da saúde, 2017.

Campolina, A.G., Adami, F; Santos, J.L.F & Lebrão, M.L. (2013). A transição de saúde e as mudanças na expectativa de vida saudável da população idosa: possíveis impactos da prevenção de doenças crônicas. Caderno de Saúde Pública (5), Rio de Janeiro, 29. 1217-1229.

Filha, F. S. S. C., Nogueira, L. T., & Viana, L. M. M. (2011). Hiperdia: adesão e percepção de usuários acompanhados pela estratégia saúde da família. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste (6), V. 12.

Foletto, K. C. (2009). Perfil epidemiológico, estado nutricional e fatores associados à hipertensão e diabetes mellitus em idosos cadastrados no Hiperdia no município de Caxias do Sul (RS) (7).

Francisco, Bergamo, P.M.S; Segri, N.J., Borim, F.S.A., Malta, D.C. (2016). Prevalência simultânea de hipertensão e diabetes em idosos brasileiros: desigualdades individuais e contextuais. Revista Ciência e saúde coletiva (8), Vol.23, n.11, pp.3829-3840.

Hochman, B, Nahas, F.X, Oliveira Filho, R.S.O; Ferreira, L.M. (2005). Desenhos de pesquisa. Revista Acta Cirurgica Brasileira (9), Vol.20 suppl. 2 São Paulo.

Lerco, M. M, Spadella, C. T., Machado, J. L. M., Schellini, S. A., & Padovani, C. R. (2003). Caracterização de um modelo experimental de Diabetes Mellitus, induzido pela aloxana em ratos: estudo clínico e laboratorial. Acta Cirúrgica Brasileira (10), p. 132-142.

Lima, L. M. D, Schwartz, E., Muniz, R. M., Zillmer, J. G. V., & Ludtke, I. (2011). Perfil dos usuários do Hiperdia de três unidades básicas de saúde do sul do Brasil. Rev. gaúch. Enferm (11). V. 32, n. 2, p. 323-329.

Lima, D.V.M. (2011). Desenhos de pesquisa: uma contribuição para autores. Revista Online brazilian journal of nursing (12). V.1, n. 01.

Lisley, T; Menezes, V; Mayara, L & Silveira, A. Aspectos epidemiológicos do Diabetes Mellitus em Sergipe. 2º Congresso Internacional de Enfermagem - CIE/13 (13). V. 1. N.1, 2019.

Malaquias, M.V.B. (2019). Os desafios do controle da hipertensão arterial em idosos. Revista Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 112 (14): 279-280.

Brasil. (2018). Ministério da saúde. Diagnóstico médico de hipertensão (15). Recuperado em 05 de novembro de 2019 de http://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/43148-20-8-da-populacao-de-teresina-pi-diz-ter-diagnostico-medico-de-hipertensao.

Brasil. (2018). Ministério da saúde. Percentual de mulheres com diabetes (16). Recuperado em 08 de novembro de 2019 de http://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/43751-percentual-de-mulheres-com-diabetes-cresce-em-teresina-pi.

Reis, J.W.S; Magalhães, E.M.A; Valença, T.D.C., Brito, S.S., Sousa, A.P; Campos, T.S; Lima, P.V. (2019). Condições de Saúde de Idosos com Diabetes Mellitus de uma Atenção Básica. Id onLine Revista Multidisciplinar e de Piscologia (17),Vol.13, n. 45. P.794-806.

Santos, M.G. Barbosa, G.S. Oliveira, J.M.S. Saldanha, N.M.V.P. Neivas, R.C. Sousa, P.V.L.S. Barros, N.V.A. (2017). Caracterização do perfil dos hipertensos e diabéticos no estado do piauí, brasil – análise a partir do sistema Hiperdia. Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research – BJSCR (18), Vol.20,n.1,pp.38-42.

Silva L.A, Alves H.H.S.,Santos, S.L.F.,Filho, M.B.D.(2017).Educação em saúde para idosos portadores de diabetes e hipertensão: Um relato de experiência. Encontro de extensão, docencia e iniciação cientifica (19). V. 04, n.01.

Sousa, N.A; Lima, J.S; Teixeira, T.C; Linhares, C.B; Montes, V.L; Marques, J.V.S. (2019).Fatores de Risco e Complicações em Diabéticos/Hipertensos Cadastrados no Hiperdia. Sanare (20) Sobral, Vol.18, n.01,p.31-39.

Stopa, S.R; Chester, L.G; Segri, N.J; Alves, M.C.G.P; Barros, M.B.A & Golbaum, M. (2018). Prevalência da hipertensão arterial, do diabetes mellitus e da adesão às medidas comportamentais no Município de São Paulo, Brasil, 2003-2015. Caderno de saúde pública (21), Vol.34, n.10, e00198717.

Vieira-Santos, I. C. R., Souza, W. V. D., Carvalho, E. F. D., Medeiros, M. C. W. C. D., Nóbrega, M. G. D. L., & Lima, P. M. S. (2008). Prevalência de pé diabético e fatores associados nas unidades de saúde da família da cidade do Recife, Pernambuco, Brasil, em 2005. Cadernos de Saúde Pública (22), V. 24, p. 2861-2870.

Published

01/01/2020

How to Cite

COSTA, G. D. da; DEUS, R. M. L. de; ALVES, W. dos S. Epidemiological study of the simultaneous prevalence of hypertension and diabetes in patients registered in Hyperteria in a city in the state of Piaui. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 2, p. e192922163, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i2.2163. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/2163. Acesso em: 21 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences