The process of resocialization of former indetainers participating in social projects in Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i15.22789

Keywords:

Ex-Inmates; Resocialization; Social projects.

Abstract

From an initial reading, it can be inferred that former inmates have better opportunities from Social Resocialization Projects, which can bring even more benefits when there is the work of a psychologist, both for the revitalization of the humanization of these women, as in the gathering of relevant information, so that they have better living conditions when they leave the penitentiaries. The research has a bibliographic procedure and a qualitative approach. The data survey was done from the platforms Pepsic, Scielo, Institutional Sites, besides the Sites of the Federal Supreme Court and the Regional Council of Psychology of São Paulo; Resolutions extracted from the Court of Justice of Amazonas, besides materials collected from the library of the University Center FAMETRO. For this fact, the objective of this study is to raise reflections on what resocialization is, besides discussing the labor market and the social prejudice suffered by these women, showing the importance of Brazilian social projects of resocialization, the role of the psychologist and his importance in these projects. For this fact, the results raised were that because these women receive the support and assistance they need, in addition to receiving opportunities that they might not have found otherwise, such as the courses made available, these projects help, in a certain way, these women to get back to a dignified life. Therefore, within this context, other issues to be addressed are the importance of these projects with women still in prison and the statistical survey of the benefits that these projects can bring.

References

Amazonas (Resolução n° 14, de 27 de maio de 2010). Dispõe sobre o Projeto Reeducar – Redução ao Cárcere no âmbito do Poder Judiciário do Amazonas e dá outras providências. https://www.tjam.jus.br/images/2019/Monitoramento_Carcerário/resoluÇÃo__reeducar_nº_14.pdf.

Bezerra, S., & Tino, J. (2019). Projeto Reeducar Promove Ação de Cidadania para Reeducandos e Familiares. https://www.tjam.jus.br/index.php/menu/sala-de-imprensa/1616-projeto-reeducar-promove-acao-de-cidadania-para-reeducandos-e-familiares.

Boeira, Laura dos Santos; et al. (2020). Síntese de Evidências: Enfrentando O Estigma Contra Pessoas Egressas do Sistema Prisional e Suas Famílias. Instituto Veredas.

Brasil (1988) Constituição da República Federativa do Brasil. Senado Federal.

Brasil. (Lei n. 7.210, de 11 de julho de 1984). Institui a Lei de Execução Penal. 11 jul. 1984. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7210.htm.

Cambria, G. P. (2018). Ressocializar: Ressocialização de Mulheres Ex-Detentas. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Arquitetura e Urbanismo). Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.

Conselho Federal de Psicologia & Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas. (2009). A Prática Profissional dos(as) Psicólogos(as) no Sistema Prisional. Brasília: CFP. http://www.crpsp.org.br/interjustica/pdfs/outros/a-pratica-profissional-dos-as-psicologos-as-no-sistema-prisional.pdf.

Conselho Federal de Psicologia. (2005). Código de Ética do Psicólogo. CFP.

Cruces, A. V. V. (2010). A situação das Prisões no Brasil e o Trabalho dos Psicólogos Nessas Instituições: Uma Análise a Partir de Entrevistas com Egressos e Reincidentes. Bol. Acad. Paulista de Psicologia, 78 (10), 136-154. http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-711X2010000100010.

Dias, S. & Oliveira, L. J. de. (2014). A Reinserção Social Através do Trabalho: Responsabilidade Empresarial no Resgate da Dignidade da Pessoa Humana. Revista Jurídica Cesumar - Mestrado, 14 (1), 143-169. https://periodicos.unicesumar.edu.br/index.php/revjuridica/article/view/3248/2294. http://dx.doi.org/10.5902/1984644433426.

Filho, S. M. de S., & Lima, V. A. A. de. (2020). Horta Pedagógica: Uma Pesquisa-Participante De Formação De Docentes Em Educação Por Projetos. Educação – Revista do Centro de UFSM, 45 (1), 1-28. https://www.researchgate.net/publication/341445338_Horta_Pedagogica_uma_pesquisa-participante_de_formacao_de_docentes_em_educacao_por_projetos.

Gerhardt, T. E., & Silveira, D. T. (2010). Métodos de Pesquisa. Série Educação a Distância.

Godoy, A. S. (1995). Pesquisa Qualitativa: Tipos Fundamentais. Revista de Administração de Empresas, 35 (3), 20-29. https://www.scielo.br/j/rae/a/ZX4cTGrqYfVhr7LvVyDBgdb/?lang=pt&format=pdf. Doi: 10.1590/S0034-75901995000300004.

Helpes, S. S. (2020). A Superexploração do Trabalho Antes, Durante e Depois da Prisão: Histórias de Vida de Mulheres Egressas do Sistema Penitenciário. Entropia, 4 (7), 102-125. http://www.entropia.slg.br/index.php/entropia/article/view/154/156.

Lacerda, D. (2018). Ministro da Justiça lança o projeto “Mulheres Livres” em Santa Catarina nesta sexta-feira. Governo de Santa Catarina. https://www.sc.gov.br/noticias/temas/justica-e-defesa-da-cidadania/ministro-da-justica-chega-ao-estado-para-lancar-projeto-mulheres-livres.

Lanfredi, L. G. Sant'Ana; Pimenta, V. M.; Horta, R. de L. e; Daufemback, V.; Souza, T. A. de & Zampier, D. N. (Coord.). (2020). Política Nacional de Atenção às Pessoas Egressas do Sistema Prisional. Brasília, DF: Conselho Nacional de Justiça - Departamento Penitenciário.

Leandro, M.; et al. (2018). Retorno à Sociedade: Percepções e Experiências de Ex-Detentas. Revista de Psicologia da IMED, 10 (1), 125-139. https://seer.imed.edu.br/index.php/revistapsico/article/view/2499/1774. Doi: 10.18256/2175-5027.2018.v10i1.2499.

Lira, Kamilla. (2017). Projeto Mãos Livres promove oficina de luminárias em barbante e PVC. http://www.amazonas.am.gov.br/2017/10/projeto-maos-livres-promove-oficina-de-luminarias-em-barbante-e-pvc/.

Medeiros, Ângelo. (2021). Programa Mulheres Livres Quer Amenizar Vulnerabilidade Social de Detentas em SC. https://www.deap.sc.gov.br/index.php/noticias/945-programa-mulheres-livres-quer-amenizar-vulnerabilidade-social-de-detentas-em-sc.

Ministério da Justiça e Segurança Pública. (2019). Santa Catarina Será Segundo Estado a Implantar Programa Mulheres Livres. https://www.gov.br/mj/pt-br/assuntos/noticias/santa-catarina-sera-segundo-estado-a-implantar-programa-mulheres-livres.

Ministério de Justiça e Segurança Pública. (2017). Paraná escolhido para começar projeto Mulheres Livres. https://www.justica.gov.br/news/parana-escolhido-para-comecar-projeto-mulheres-livres.

Nascimento, Jamilly. (2020). Penitenciária Feminina de Manaus tem 75,47% das Detentas Inseridas no Programa “Trabalhando a Liberdade”. http://www.seap.am.gov.br/penitenciaria-feminina-de-manaus-tem-7547-das-detentas-inseridas-no-programa-trabalhando-a-liberdade/.

Nassar, Victor & Vieira, Milton Luiz Horn. (2017). Análise da Participação dos Usuários nos Conteúdos de Sites Institucionais a Partir dos Níveis de Interatividade. Intercom – RBCC, 40 (1), 121-142. http://portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/2640. Doi: 10.1590/1809-5844201717

Niquito, Thais Waideman; Ely, Regis Augusto & Ribeiro, Felipe Garcia. (2018). Avaliação de Impacto das Assistências Técnicas do Sistema S no Mercado de Trabalho. RBE, 72 (2), 196-216. https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbe/article/view/71034/71879.

Nogueira, Roberto Martínez. (1998). Los Proyectos Sociales: De La Certeza Omnipotente Al Comportamiento Estratégico. Santiago de Chile: Comisión Económica para América Latina y el Caribe.

Novo, Benigno Núñez. (2019). A Psicologia na Ressocialização Prisional. Direironet. https://www.direitonet.com.br/artigos/exibir/10377/A-psicologia-na-ressocializacao-prisional.

Novo, Benigno Núñez. (2019). Preconceito é Crime. JusBrasil. https://benignonovonovo.jusbrasil.com.br/artigos/734303735/preconceito-e-crime.

Oliveira, Márcia Vânia Pereira de & Nunes, Érica Pollyana Oliveira. (2018). Os Desafios de (Re)Inserção Socioprofissional da Mulher Egressa do Sistema Penitenciário em Palmas-To. Revista Humanidades e Inovação, 5 (11), 254-267. https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/828.

Pagotto, Aline. (2014). Coral Maria Marias se apresenta em evento de Contabilidade. https://sejus.es.gov.br/Notícia/coral-maria-marias-se-apresenta-em-evento-de-contabilidade.

Pastore, José. (2011). Trabalho para ex-infratores. São Paulo: Saraiva.

Peres, Gisele Pereira & Matos, Márcia de Alencar Araújo. (2009). Boas Práticas do Sistema Penitenciário Nacional. Brasília: Ministério da Justiça - Departamento Penitenciário Nacional.

Petraglia, Alessandra. (2019). Projeto ajuda ex-detentas a construir um novo plano de vida. https://catracalivre.com.br/cidadania/projeto-ajuda-ex-detentas-a-construir-um-novo-plano-de-vida/.

Ribeiro, Fernanda. (2017). A Reinserção Social da Ex-Presidiária no Mercado de Trabalho. Revice - Revista de Ciências do Estado, 2 (1), 357-379. https://periodicos.ufmg.br/index.php/revice/article/view/5030/3098.

Santos, Juliana Estevão dos; Barbosa, Milka Alves Correia; Lima, José Rodolfo Tenório & Cassundé, Fernanda Roda. (2018). Egressos do Sistema Prisional e a Gestão de Pessoas nas Organizações Receptoras: Um Estudo Multicasos em Organizações Alagoanas. In V CBEO Congresso Brasileiro de Estudos Organizacionais (p. 1-24). Curitiba, PR.

Souza, Eloisio Moulin de; Costa, Alessandra de Sá Mello da & Lopes, Beatriz Correia. (2019). Ressocialização, Trabalho e Resistência: Mulheres Encarceradas e a Produção do Sujeito Delinquente. Cad. EBAPE.BR, 17 (2), 362-374. https://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/cadernosebape/article/view/71382/75147.

Stephanou, Luis; Müller, Lúcia Helena & Carvalho, Isabel Cristina de Moura. (2003). Guia Para Elaboração de Projetos Sociais. São Leopoldo: Sinodal.

TJAM. (2019). Reeducar: História – COMPOSIÇÃO E RECURSOS. https://www.tjam.jus.br/index.php/sobre-monitoramento/origem-e-historia-reeducar.

TJAM. (2019). Reeducar: Parcerias. https://www.tjam.jus.br/index.php/sobre-monitoramento/origem-e-historia-reeducar?start=8.

Umanizzare. (2020). A Umanizzare. http://umanizzarebrasil.com.br/quem-somos/.

Umanizzare. (2020). Projeto Lisbela: Empreendedorismo e Autoestima. http://umanizzarebrasil.com.br/projeto-lisbela/.

Umanizzare. (2020). Projeto Plantando a Liberdade. http://umanizzarebrasil.com.br/projeto-plantando-liberdade/.

Published

19/11/2021

How to Cite

CARNEIRO, M. L. I. .; SANTOS, V. M. M. dos .; SOUZA, J. C. P. de . The process of resocialization of former indetainers participating in social projects in Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 15, p. e135101522789, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i15.22789. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/22789. Acesso em: 2 oct. 2022.

Issue

Section

Human and Social Sciences