Impact of an educational intervention on improving the Nursing Activities Score in Neonatology

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.23158

Keywords:

Workload; Neonatology; Education Continuing; Nursing; Quality improvement.

Abstract

Aim: To compare the Nursing Activities Score (NAS) scores obtained in 2015 and 2016 in a Neonatal ICU (NICU) after an educational intervention with nurses. Method: Retrospective, comparative, before-and-after study. Sample consisted of secondary data from NAS scores, from January 2015 to December 2016. Data analysis through descriptive statistics and t-Student test (P<0.05). Results: Mean annual scores revealed values of 70.5 (2015) and 78.8 (2016), evidencing that the hours of nursing care demanded by patients increased from 16.98 to 19.06 hours. In the post-intervention period, the average monthly NAS value was 84.6 (2016), while in the same period of the previous year it had been 69.3. The conversion of these values represents 16.63 hours (2015) and 20.03 hours (2016). Conclusion: The positive impact arising from the educational intervention is highlighted, ratifying the need for permanent education for health professionals.

References

Amadeu, L. M., Dell’Acqua, M. C. Q., Castro, M. C. N., Palhares, V. C., Serafim, C. T. R., & Trettene, A. S. (2020). Nursing workload in burn intensive care unit. Rev Bras Enferm, 73(Suppl 1), e20190446.

Aragão, N. S. C., Barbosa, G. B. B., Santos, C. L. C., Nascimento, D. S. S., Vilas Bôas, L. B. S., Martins, D. F., et al. (2021). Burnout Syndrome and Associated Factors in Intensive Care Unit Nurses. Rev Bras Enferm, 74 (Suppl 3), e20190535.

Báo, A. C. P., Amestoy, S. C., Moura, G. M. S. S., & Trindade, L. L. (2019). Indicadores de qualidade: ferramentas para o gerenciamento de boas práticas em saúde. Rev Bras Enferm, 72 (2).

Biff, D., Pires, D. E. P., Forte, E. C. N., Trindade, L. L., Machado, R. R., Amadigi, F. R., et al. (2020). Cargas de trabalho de enfermeiros: luzes e sombras na Estratégia Saúde da Família. Ciência & Saúde Coletiva, 25 (1), 147-158.

Bochembuzio, L. (2007). Avaliação do instrumento Nursing Activities Score (NAS) em neonatologia. Tese de Doutorado, Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Branco, L. L. W. V., Beleza, L. O. & Luna, A. A. (2017). Carga de trabalho de enfermagem em UTI neonatal: aplicação da ferramenta. Rev Fund Care Online, 9 (1), 144-151.

Brasil. (2010). Ministério da Saúde. Resolução-RDC nº 7, 24 de fevereiro de 2010. 2010 fev,37. Seção 1. p 48.

Brasil. (2013). Ministério Da Saúde. Portaria Nº 1.020, 29 de maio de 2013. Brasília, V. Institui as diretrizes para a organização da Atenção à Saúde na Gestação de Alto Risco e define os critérios para a implantação e habilitação dos serviços de referência à Atenção à Saúde na Gestação de Alto Risco, incluída a Casa de Gestante, Bebê e Puérpera (CGBP), em conformidade com a Rede Cegonha. 2013 maio. Seção 2.

Bruyneel, A., Tack, J., Droguet, M., Maes, J., Wittebole, X., Miranda, R., Di Pierdomenico, L. (2019). Measuring the nursing workload in intensive care with the Nursing Activities Score (NAS): A prospective study in 16 hospitals in Belgium. Journal of Critical Care, 54, 205–211.

Castro, M. C. N., Dell'Acqua, M. C. Q., Unger, I. C., Cyrino, C. M. S., & Almeida, P. M. V. (2018). Gravidade e carga de trabalho de enfermagem. Esc Anna Nery, 22 (1), e20170167.

Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN nº 543/2017, de 18 de abril de 2017. Atualiza e estabelece parâmetros para o Dimensionamento do Quadro de Profissionais de Enfermagem nos serviços/locais em que são realizadas atividades de enfermagem. Brasília: COFEN, 2017.

Freitas, E. de O., Magnago, T. S. B de S., Magalhães, A. M. M de, Andolhe, R., Cunha, Q. B. da, & Camponogara, S. (2020). Carga de trabalho da enfermagem em unidade de terapia intensiva: um estudo de método misto. Research, Society and Development, 9 (1), e161911733.

Fugulin, F. M. T., Gaidzinski, R. R. & Lima, A. F. C. (2016). Dimensionamento de pessoal de enfermagem em instituições de saúde. In: Kurcgant, Paulina. Gerenciamento em enfermagem. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Gaidzinski, R. R., Fugulin, F. M. T., Peres, H. H. C., Castilho, V., Massarolo, M. C. K. B., Mira, V. L., Pereira, I. M., & Tsukamoto, R. (2009). Dimensionamento informatizado de profissionais de enfermagem: inovação tecnológica. Rev Esc Enferm USP, 43 (2), 1314-9.

Guzzo, G. M., Magalhães, A. M. M., Moura, G. M. S. S., & Wegner, W. (2018). Segurança da terapia medicamentosa em neonatologia: olhar da enfermagem na perspectiva do pensamento ecológico restaurativo. Texto e Contexto Enferm, 27 (3), e4500016.

Hoffmeister, L. V., Moura, G. M. S. S. & Macedo, A. P. M. C. (2019). Learning from mistakes: analyzing incidents in a neonatal care unit. Rev. Latino-Am. Enfermagem, 27, e3121.

Kleba, M. E., Hoefle, N., Oliveira, G. M., & Rodrigues, O. C. C. (2017). Strengthening the leadership of the Commission on Education-Service Integration for permanent health education. Rev Gaúcha Enferm, 38 (4), e2016-0008.

Macêdo, W. T. P., Figueiredo, B. M., Reis, D. S. T., Barros, S. H. P., Ramos, M. C. A., & Silva, S. E. D. (2019). Adesão dos profissionais de enfermagem às práticas educacionais. Rev Fun Care Online, 11 (4), 1058-1064.

Magalhães, A. M. M., Costa, D. G., Riboldi, C. O., Mergen, T., Barbosa, A. S., & Moura, G. M. S. S. (2017). Association between workload of the nursing staff and patient safety outcomes. Rev Esc Enferm USP, 51, e03255.

Mendes-Rodrigues, C., Costa, K. E. S., Antunes, A. V., Gomes, F. A., Rezende, G., & Silva, D. V. (2017). Carga de trabalho e dimensionamento de pessoal de enfermagem em unidades de terapia intensiva. Rev. Aten. Saúde, 15 (53), 5-13.

Oliveira, P. M. V., NakahataK, S., & MarquesI, R. (2019). Avaliação da demanda de intervenções de enfermagem em terapia intensiva segundo o Nursing Activities Score (NAS). Revista Eletrônica Acervo Saúde, 11 (10), e453.

Oliveira, E. M., Secco, L. M. D., Figueiredo, W. B., Padilha, K. G., & Secoli, S. R. (2019). Nursing Activities Score and the cost of nursing care required and available. Rev Bras Enferm [Internet], 72 (Suppl 1), 137-42.

Queijo, A. F. & Padilha, K. G. (2009). Nursing Activities Scores (NAS): adaptação transcultural e validação para a língua portuguesa. Rev. da Esc. de Enferm. da USP, 43 (especial), 18-25.

Santos, A. P. A., Carvalho, T., Soares, J. P. R., Coelho, P. R. L. F., & Santos, E. S. (2021). Comparação da Carga de Trabalho de Enfermagem entre Pacientes Clínicos e Cirúrgicos em Terapia Intensiva. Cogitare enferm, v26, e73689.

Serafim, C. T. R., Rodrigues, G. M., Silveira, R. R. P., Castro, M. C. N., Dell’Acqua, M. G. Q., & Lima, S. A. M. (2020). Nursing activities score como instrumento gerencial em unidade de terapia intensiva neonatal. Revista Norte Mineira de Enfermagem, 9 (2), 90-97.

Silva, A. P. B., Prado, M. A., Silva, L. C. S., Andrade, L. Z., Pascoa, H., Bastos, L. R. R., et al. (2021). O espaço de trabalho da enfermagem em Unidades Neonatal e os riscos laborais: revisão integrativa. Research, Society and Development, 10 (13), e566101321701.

Silva, C. P. G. da, Aperibense, P. G. G de S., Almeida Filho, A. J. de, Santos, T. C. F., Nelson, S., & Peres, M. A. de A. (2020). Da educação em serviço à educação continuada em um hospital federal. Esc Anna Nery, 24 (4).

Silva, L. H. F., Santo, F. H. E., Chibante, C. L. P., & Paiva, E. D. (2018). Permanent Education in a neonatal unit from Culture Circles. Rev Bras Enferm, 71 (Suppl 3), 1328-33.

Soares, M. K., Dorigan, G. H., & Carmona, E. V. (2021). Carga de trabalho e dimensionamento em unidade de internação neonatal: uso do Nursing Activities Score. Enferm Foco, 12 (2), 250-5.

Tomazoni, A., Rocha, P. K., Ribeiro, M. B., Serapião, L. S., Souza, S. & Manzo, B. F. (2017). Segurança do paciente na percepção da enfermagem e medicina em unidades de terapia intensiva neonatal. Rev Gaúcha Enferm, 38 (1), e64996.

Published

22/12/2021

How to Cite

PEREIRA, E. . B.; MOURA, G. M. S. S. de; BÁO, A. C. P. .; BREIGEIRON, M. K.; CARNIEL, E. L.; MACEDO, A. P. M. de C. .; HOFFMEISTER, L. V. . Impact of an educational intervention on improving the Nursing Activities Score in Neonatology . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e126101723158, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.23158. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/23158. Acesso em: 27 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences