The self-esteem of elderly women in a support association: experience report

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2364

Keywords:

Psychology; Elderly; Asylum; Self-steem; Activity.

Abstract

The present article aims to analyze the way in which the elderly grandmothers who live in nursing homes in a public place in Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil deal with their self-esteem, and how this interferes in your daily life. It was observed that the enclosure offers conditions of annihilation of the subjectivity of the inmates, there is no privacy, the rooms and personal items are shared, the rules and times are rigid, it is an environment where leisure prevails, coupled with permanent rest, corroborates for the psychic suffering of the inmates, leading to physical and mental indisposition. The research identified that there are several family and social situations that culminated in the search for a home for shelter of the elderly women who live there and who participated in the research, although a situation of family abandonment prevails as a common feature among the inmates. In this context, aiming to bring more joy to the elderly women living in an arid environment of affection, the researchers promoted an activity as a fantasy party in which a rich snack was served, accompanied by sweets and sodas, with songs from past times suggested by the inmates. As a result, the researchers provided the inmates with a festive and varied menu afternoon. The methodology used in the research was through an experience report coupled with a qualitative approach, since it does not present quantifiable data, but deals with the subjectivity of the participating group, in this case, the elderly residents of the home.

References

Benedetti, T.R.B.; Petroski, E.L.; Gonçalves, L.T. (2003). Exercícios físicos, autoimagem e autoestima em idosos asilados. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, Florianópolis, 5 (2) pp. 69-74.

Born, T. (2002). Cuidado ao idoso em instituição. In M. Papaléo Netto (Ed.), Gerontologia: A velhice e o envelhecimento em visão globalizada (pp. 403-414). São Paulo, SP: Atheneu.

Born, T. (2008). O cuidador familiar da pessoa idosa. In T. Born (Ed.), Cuidar melhor e evitar a violência: Manual do cuidador da pessoa idosa (pp. 59-63). Brasília, DF: Secretaria Especial dos Direitos Humanos Subsecretaria de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. CADERNOS DE ATENÇÃO BÁSICA. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 192p.

Carneiro, R. S., Falcone, E. M., Clark, C., Del Prette, Z., & Del Prette, A. (2007). Qualidade de vida, apoio social e depressão em idosos: Relação com habilidades sociais. Psicologia: Reflexão e Crítica, 20 (2), 229-237.

Castilho, S. M. (2001). A imagem corporal. Santo André: ESETec Editores Associados.DAVIS, C. Body image, exercise, and eating behaviors. In Kenneth, R. Fox (Editor). The physical self - from motivation to well-being. E.U.A.: Human Kinetics. Chap. 6, p. 143-174, 1997.

Ferreira, O. G. L., Maciel, S. C., Silva, A. O., Sá, R. C. N., & Moreira, M. A. S. P. (2010). Significados atribuídos ao envelhecimento: Idoso, velho e idoso ativo. Psico-USF, 15(3), 357-364.

Fox, K. R. The physical self and processes in self-steem development. (1997). In Kenneth, R. Fox (Editor). The physical self - from motivation to well-being. E.U.A.: Human Kinetics. Chap. 11; p. 111 – 139.

Gonçalves L.G; Vieira S.T; Siqueira F.V; Hallal P.C. (2008). Prevalência de quedas em idosos asilados do município de Rio Grande, RS, Rev. Saúde Pública, 42 (5), São Paulo.

Guerra, A. C. L. C., & Caldas, C. P. (2010). Dificuldades e recompensas no processo de envelhecimento: A percepção do sujeito idoso. Ciência & Saúde Coletiva, 15(6), 2931-2940.

Hasse, M. (2000). O corpo e o envelhecimento: imagens, conceitos e representações. In: Faculdade de Motricidade Humana. Envelhecer Melhor com a Actividade Física. Lisboa, pp.161 – 174.

Marucci, M. de F. N., Alves, R. P., & Gomes, M. M. B. C. (2007). Nutrição na geriatria. In Tratado de alimentação, nutrição & dietoterapia. São Paulo: Roca.

Matos, M. G. (1997). Comunicação e gestão de conflitos na escola. Lisboa: Edições FMH.

Minayo, M.C.S (Orgs). (2001). Pesquisa Social teoria, método e criatividade. 18ed. Petrópolis: Vozes.

Mosquera, J. (1976). Auto-imagem e auto-estima: sentido para a vida humana. Estudos Leopoldenses, 37, 49 – 54. Apud Benedetti e col. (2003)

O que a psicologia tem a oferecer ao estudo e à intervenção no campo do envelhecimento no Brasil, hoje. (2005). In: Neri, A.; Yassuda, Mônica Sanches (Org.) Velhice Bem-sucedida: aspectos afetivos e cognitivos. Campinas: Papirus.

Organização Mundial De Saúde. (2003). Cuidados inovadores para condições crônicas: componentes estruturais de ação. Relatório Mundial. Brasília.

Ramos, L. R. (2003). Fatores determinantes do envelhecimento saudável em idosos residentes em centro urbano: Projeto Epidoso, São Paulo. Cadernos de Saúde Pública, 19(3), 793-798.

Ramos, M. P. (2002). Apoio social e saúde entre idosos. Sociologias, 7, 156-175.

Rosa, F., Neto, Matsudo, S. M. M., Liposcki, D. B., & Vieira, G. F. (2005). Estudo dos parâmetros motores de idosos residentes em instituições asilares da grande Florianópolis. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 13(4), 7-15.

Sacks, O. (2007). Alucinações musicais: relatos sobre a música e o cérebro. São Paulo: Companhia das Letras.

Schilder, P. A imagem do corpo: as energias construtivas da Psique. São Paulo: Martins Fontes, 1981. (original de 1950).

Silberman, C., Souza, C., Wilhems, F., Kipper, L., Wu, V., Diogo, C., Schmitz, M., Stein, A., & Chaves, M. (1995). Cognitive deficit and depressive symptoms in a community group of elderly people: A preliminary study. Revista de Saúde Pública, 29(6), 444-450.

Sommerhalder, C. (2010). Sentido de vida na fase adulta e velhice. Psicologia: Reflexão e Crítica, 23(2), 270-277.

Tier, C. G., Fontana, R. T., & Soares, N. V. (2004). Refletindo sobre idosos institucionalizados. Revista Brasileira de Enfermagem, 57(3), 332-335.

Published

01/01/2020

How to Cite

DAVID, C. S. de; CEREZER, J. P.; MOURA, L. V.; FLORES, M. T. F. D.; MACHADO, V. K.; RODRIGUES, R. F. de L.; CARLESSO, J. P. P. The self-esteem of elderly women in a support association: experience report. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 3, p. e57932364, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i3.2364. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/2364. Acesso em: 21 sep. 2021.

Issue

Section

Health Sciences