Surface runoff from drainage area of the lakes Bolonha and Black Water in Belém and Ananindeua, Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2373

Keywords:

Hydrology; Management of watersheds; Soil use and cover.

Abstract

This study aims to estimate the surface runoff coefficient in the drainage area of the Bolonha and Água Preta lakes located in the municipalities of Belém and Ananindeua, State of Pará. To do so, we initially used images from a Digital Elevation Model (MDE). Shuttle Radar Topography Mission (SRTM); With the aid of ArcGIS® 10.5 geoprocessing software, the areas were quantified and the land use and occupation classification was performed. Thus, the runoff coefficient was estimated by values found in the literature and by the NRCS method, using as basis a local equation of heavy rainfall and Curve Number (CN) values for the discrimination of the areas in 2018. Therefore, this The results of the research, by the NRCS method, C values ranging from 0.169 to 0.321 were reached, depending on the return period of the local precipitation in a range from 1 to 150 years. The drainage area of the lakes Bologna and Água Preta has good infiltration, characteristic of rural areas, although it has 28.8% of already urbanized area. In conclusion, this work provides the academic environment with the updating of the Bologna and Água Preta lakes drainage sub-basin as a convergent drainage area, aiming to serve as a database and information for future academic works.

References

Almeida, B. D., & Ferreira, C. P. (2015). Mapeamento da cobertura do solo de irituia—pa com auxilio das informações orbitais dos projetos prodes e terraclass. Proceedings of the Anais XVII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto—SBSR, João Pessoa, Brazil, 25-29.

Alves, T. L. B., Azevedo, P. V., & Silva, M. T. (2014). Análise morfométrica da bacia hidrográfica riacho Namorado, São João do Cariri-PB: uma ferramenta ao diagnóstico físico. Revista de Geografia (UFPE), 31(3), 130-148.

de Andrade, M. P., de Melo Ribeiro, C. B., & de Souza Lima, R. N. (2016). Modelagem dinâmica da mudança do uso e cobertura do solo na bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul a partir de imagens Modis e um modelo de sub-regiões. Revista brasileira de cartografia, 68(5).

Barros, M. N. R.; Almeida, A. S.; Vieira, I. C. G. (2012). Análise especial da dinâmica do uso da terra e cobertura vegetal do Município de Mãe do Rio, Estado do Pará. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPPAS, 6., 2012, Belém. Anais eletrônicos.

Brasil. (2000). Lei nº. 9.985, de 18 de julho de 2000. Regulamenta o art. 225, § 1o, incisos I, II, III e VII da Constituição Federal, institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 19 jul.

Brasil. (1997) Ministério do Meio Ambiente dos Recursos Hídricos e da Amazônia Legal. Lei n. 9.433: Política Nacional de Recursos Hídricos. Brasília: Secretaria de Recursos Hídricos.

Campos, S., Pissarra, T. C. T., Rodrigues, F. M., da Silva, M. G., Soares, M. C. E., Granato, M., & Moreira, K. F. (2010). Imagens digitais na análise do uso da terra de uma microbacia como subsídio ao desenvolvimento sustentável. Agrarian, 3(9), 209-215.

Cosanpa. (1983). Diagnóstico do estudo urbanístico de proteção sanitária dos lagos Bolonha e Água Preta – Estudo da qualidade da proteção das águas. Belém: Companhia de Saneamento do Pará.

S. da F. Dias. (1991). Estudo ambiental no Utinga: vida útil do sistema de abastecimento dágua de Belém. IDESP.

Farias, E. D. S., Nascimento, F. D., & Ferreira, M. A. A. (1992). Mapeamento da área Belém-Outeiro. Estágio de campo III. Relatório Final. UFPA.

Gribbin, J. E. (2009). Introdução à hidráulica, hidrologia e gestão de águas pluviais. Cengage Learning.

Hayden, D. A., & CARMENA, F. D. F. (2013). Dinâmica do uso e ocupação do solo no município de Igarapé-Açu/Pará, entre 1989 e 2008. Revista Perspectiva Geográfica, 8(9).

Hirye, M., Alves, D., & Kux, H. (2015). Mapeamento da cobertura da terra na cidade de altamira (PA) em 2000 e 2010, com a utilização do modelo linear de mistura espectral de imagens do sensor TM. Revista Brasileira de Cartografia, 67(1), 157-168.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Diretoria de Geociências. Coordenacão de Recursos Naturais e Estudos Ambientais. (2007). Manual técnico de pedologia. IBGE.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Diretoria de Geociências. Coordenacão de Recursos Naturais e Estudos Ambientais. (2012). Banco de dados de informações ambientais. IBGE.

Lagadec, L. R., Patrice, P., Braud, I., Chazelle, B., Moulin, L., Dehotin, J., ... & Breil, P. (2016). Description and evaluation of a surface runoff susceptibility mapping method. Journal of Hydrology, 541, 495-509.

Lopes, L. H. M. (2008). Uso e cobertura do solo no município de Tailândia-PA utilizando o TM/LANDSAT e técnica de classificação não-supervisionada. Engevista, 10(2).

Lima, W. D. P. (2008). Hidrologia florestal aplicada ao manejo de bacias hidrográficas.

Piratoba Morales, G. (2002). Avaliação ambiental dos recursos hídricos, solos e sedimentos na área de abrangência do depósito de resíduos sólidos do Aurá-Belém-PA.

EML de M. NOVO. (1992). Sensoriamento remoto: princípios e aplicações. Edgard Blücher.

Pará. (1993). Decreto Estadual n. 1552, de 3 de maio de 1993. Dispõe sobre a Criação do Parque Ambiental de Belém e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Pará nº 27.460, ano CI da IOE 103º da República, Belém-PA, p. 3.

Pará. (2008). Decreto Estadual n. 1330, de 2 de outubro de 2008. Altera o Decreto Estadual n° 1.552, de 3 de maio de 1993, que dispõe sobre a criação do Parque Ambiental de Belém, que passa a ser denominado “Parque Estadual do Utinga, Unidade de Proteção Integral” e dá outras providências. Diário Oficial do Estado do Pará nº 31.268, ano CXVI da IOE 118º da República, Belém-PA, p. 6.

Pará. (2011). Decreto Estadual n. 256, de 30 de novembro de 2011. Institui a área territorial do Parque Estadual do Utinga. Diário Oficial do Estado do Pará nº 32.047, ano CXXI da IOE 122º da República, Belém-PA, p. 5.

Pará. (2013). Secretaria de Estado de Meio Ambiente. Revisão do Plano de Manejo do Parque Estadual do Utinga / Secretaria de Estado de Meio Ambiente. Belém: SEMA; Belém: IMAZON.

Pereira, L. F., & Guimarães, R. M. F. (2018). Mapeamento multicategórico do uso/cobertura da terra em escalas detalhadas usando Semi-automatic Classification Plugin. Journal of Environmental Analysis and Progress, 3(4), 379-385.

Ribeiro, B. M. G., Fonseca, L. M. G., & Kux, H. J. H. (2011). Mapeamento da cobertura do solo urbano utilizando imagens Worldview-ii e o sistema interimage. Revista Brasileira de Cartografia, (63).

Ribeiro, H. (1992). Avaliação atual da qualidade das aguas superficiais dos lagos Bolonha e Água Preta situados na área fisiográfica do Utinga (Belém-Pa) (Doctoral dissertation, Dissertação (Mestrado em Geoquímica e Petrologia)–Universidade Federal do Pará, Centro de Geociências, Belém).

Rodrigues, R. S. S., Bittencourt, G. M., & Fernandes, L. L. (2018). Escoamento Superficial em uma Pequena Bacia Hidrográfica Rural da Amazônia. Revista Brasileira de Cartografia, 70(2), 605-628.

Rosa, M. R. (2018). Classificação do Padrão de Ocupação Urbana de São Paulo Utilizando Aprendizagem de Máquina e Sentinel 2. Revista do Departamento de Geografia, 15-21.

da Rosa, C. N., Pereira Filho, W., Favaretto, J. R., & Benedetti, A. C. P. Ocorrência de Macrófitas Aquáticas no lado Brasileiro do Reservatório de Itaipu com o Uso de Imagens Sentinel-2a. Revista Brasileira de Cartografia, 70(3), 1113-1134.

dos Santos, E. P., de Jesus, T. B., Carneiro, A. D. S. R., Santos, R. L., & dos Santos, R. A. (2019). Imagens Sentinel-2A e espectrorradiometria aplicada a estudo de pastagens degradadas. Anuário do Instituto de Geociências, 41(2), 141-151.

Santos, A. L. C., & Santos, F. D. (2010). Mapeamento das classes de uso e cobertura do solo da bacia hidrográfica do Rio Vaza-Barris, Sergipe. Revista Multidisciplinar da UNIESP: Saber Acadêmico, 10, 57-67.

Silva, L. G. T., Valente, M. A., WATRIN, O. D. S., De Oliveira, R. R. S., & Pimentel, G. M. (2013). Mapeamento de solos em duas mesobacias hidrográficas no Nordeste Paraense. Embrapa Amazônia Oriental-Documentos (INFOTECA-E).

Silva, C. V. T., Ribeiro Filho, J. C., da Silva, P. C. M., de Aquino Lemos Filho, L. C., & Brasil, J. B. (2017). CARACTERIZAÇÃO MORFOMÉTRICA, USO E OCUPAÇÃO DE UMA BACIA HIDROGRÁFICA. Revista Engenharia na Agricultura, 25(5), 436-444.

da Silveira, H. L. F. (2018). Uso de dados do sensor MSI/Sentinel-2 e de LiDAR aerotransportado para mapeamento de fitofisionomias de Caatinga e estudo das relações com atributos físico-químicos dos solos. Embrapa Territorial-Tese/dissertação (ALICE).

Soares, M. R. G. D. J., Fiori, C. O., Silveira, C. T. D., & Kaviski, E. (2017). Eficiência do método curve number de retenção de águas pluviais. Mercator (Fortaleza), 16.

Sodré, S. D. S. V. (2007). Hidroquímica dos lagos Bolonha e Água Preta, mananciais de Belém-Pará.

de Sousa, L. V. F., & Almeida, R. H. C. PARTICIPAÇÃO SOCIAL E PERCEPÇÃO SOCIOAMBIENTAL: ANÁLISE DOS IMPACTOS DE PROLONGAMENTO DE VIA URBANA, BELÉM, PARÁ.

Souza, R. O. D. M., Scaramussa, P. H., do Amaral, M. A., Neto, J. A., Pantoja, A. V., & Sadeck, L. W. (2012). Equações de chuvas intensas para o Estado do Pará. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental-Agriambi, 16(9).

Souza, R. O. D. M., Scaramussa, P. H., do Amaral, M. A., Neto, J. A., Pantoja, A. V., & Sadeck, L. W. (2012). Equações de chuvas intensas para o Estado do Pará. Revista Brasileira de Engenharia Agricola e Ambiental-Agriambi, 16(9).

dos Santos Targa, M., Batista, G. T., Diniz, H. N., Dias, N. W., & de Matos, F. C. (2012). Urbanização e escoamento superficial na bacia hidrográfica do Igarapé Tucunduba, Belém, PA, Brasil. Ambiente & Água-An Interdisciplinary Journal of Applied Science, 7(2), 120-142.

Bertoni, J. C., & Tucci, C. E. (1993). Precipitação. Hidrologia: ciência e aplicação, 2, 177-242.

Tucci, C. E. (1997). Plano diretor de drenagem urbana: princípios e concepção. Revista brasileira de recursos hídricos, 2(2), 5-12.

Tyagi, J. V., Mishra, S. K., Singh, R., & Singh, V. P. (2008). SCS-CN based time-distributed sediment yield model. Journal of hydrology, 352(3-4), 388-403.

USDA – NRCS (2004). National Engineering Book, section 4 – part 630 – Hydrology.

Vaeza, R. F., Maia, A. G., & Disperati, A. A. (2012). Uso e ocupação do solo em bacia hidrográfica urbana a partir de imagens orbitais de alta resolução. Floresta e Ambiente, 17(1), 23-29.

Published

01/01/2020

How to Cite

CASTRO, D. C. C. de; RODRIGUES, R. S. S.; FILHO, D. F. F. Surface runoff from drainage area of the lakes Bolonha and Black Water in Belém and Ananindeua, Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 3, p. e38932373, 2020. DOI: 10.33448/rsd-v9i3.2373. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/2373. Acesso em: 21 sep. 2021.

Issue

Section

Exact and Earth Sciences