Evaluation of the religious influence on the feeling of guilt in patients with chronic pain - a review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24008

Keywords:

Chronic pain; Guilt; Religiosity.

Abstract

Introduction / Objective: Based on the assumption that pain can be perceived as punishment (pain = penalty), and that this concept of guilt is present in the Judeo-Christian civilization, we decided to review the literature on relevant religious and guilt - which is also a source of suffering - in the management of chronic pain. Methodology. Three searches were carried out that included all articles listed until July 2021 within the PUBMED database. MeshTerm and Boolean operators were used in the following combinations: chronic pain AND religion AND guilt NOT yoga NOT meditation; Chronic pain AND religion NOT yoga NOT meditation; chronic pain AND guilt. Results. Studies carried out in different countries point to the relevance of the chronic relationship of chronic pain to the patient, interfering in a positive way in their evolution, without, however, investigating their relationship with feelings of guilt. Conclusions. The literature is rich in articles on the influence of religiosity in coping with pain, but mentions of feelings of guilt are limited to a single article.

Author Biographies

Caroline Mensor Folchini, Universidade Federal do Paraná

Farmacêutica pelo IFPR Instituto Federal do Paraná (2013). Mestre em Medicina Interna e Ciências da Saúde HC-UFPR. Possui experiência em farmácia de dispensação, controle de qualidade, farmácia hospitalar e pesquisa clínica ( coordenadora e farmacêutica não cega) . Participa de pesquisas clínicas na área de neurologia da dor, cefaleia e bruxismo no Complexo Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-UFPR) e no Instituto de Neurologia de Curitiba -INC. Atualmente é farmacêutica não cega em pesquisas com enfoque na neurologia no Instituto de Neurologia de Curitiba. Ministra aulas de farmacologia, Intro. Ciências Farmacêuticas e Bases Farmacêuticas na Unicesumar.

Diego da Silva, UniEnsino Centro Universitário do Paraná

Mestre em Medicina Interna e Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Paraná (2015-2017). Possui graduação em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade de Tecnologia Camões (2008). Graduado em Psicologia pela Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras (2013).  Possui título de Especialista em Psicologia da Saúde, concedido pelo Conselho Federal de Psicologia em 2018. Psicólogo clínico autônomo em consultório particular no Centro de Curitiba, Paraná. Professor, psicólogo do núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAP), do Núcleo de Apoio a Inclusão (NAI) e Ouvidoria do Instituto de Ensino Superior Anchieta. Possui experiência em Psicologia Clínica, Pesquisa em Psicologia Hospitalar e docência no ensino superior e pós graduação. Número de CRP/08: 20229. (Texto informado pelo autor)

Rosana Claudio Silva Ogoshi, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Possui doutorado (2014) e mestrado (2010) em Zootecnia, na Área de Produção e Nutrição de Não Ruminantes pela Universidade Federal de Lavras (Conceito Capes 6). Graduação em Zootecnia pela Universidade Federal de Lavras (2009). Foi bolsista de pós-doutorado em Ciências Veterinárias na Universidade Federal de Lavras (2014-2016). Teve experiência docente em diversas disciplinas do nível tecnológico (ensino médio e pós-médio), graduação e pós-graduação (Stricto Sensu e Lato Sensu). Atuou como tutora em Curso de Especialização. Teve cargos de pesquisa (Fundo de Apoio à Pesquisa - FAP). Atualmente, na UNIARP, é coordenadora e professora permanente no curso de Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento e Sociedade. É docente em cursos de graduação, membro de Colegiados de Curso, Núcleos Docente Estruturante e Conselho Universitário. Participa de projetos de pesquisa na área de desenvolvimento da agricultura familiar, empreendedorismo, inovação e desenvolvimento regional. Participa de grupos de pesquisas. Atua como membro do Conselho Editorial da Editora Uniarp e Cômite Científico Institucional. É revisora em periódicos científicos e editora chefe da Revista Extensão em Foco. Dentre os temas de atuação e interesse estão: Avaliação de Alimentos para Animais, Agronegócio, Sustentabilidade na Produção Animal, Sistemas Agropecuários, Inovação e Empreendedorismo, Desenvolvimento Rural, Desenvolvimento Regional Sustentável e áreas afins.

Kátia Regina de Moura Vieira, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Odontologia pela Universidade Estadual de Londrina (1986), especialista em Ortodontia e Odontopediatria. É mestre em Medicina Interna e Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Paraná, com área de concentração em Neurologia da Dor e Cefaleia , tendo realizado sua pesquisa acerca de Bruxismo. Atualmente é proprietária de clínica odontológica privada, onde atua em odontopediatria, ortodontia, ortopedia funcional, diagnóstico ortodôntico, dor orofacial, bruxismo e cefaleia.

Marcelo Daudt Von Der Heyde, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2006). Atualmente é preceptor da residência médica em psiquiatria do Hospital De Clínicas de Curitiba e médico psiquiatra da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Psiquiatria, atuando principalmente nos seguintes temas:, prevenção do suicídio, transtornos de ansiedade, transtornos de humor, psicofarmacologia e psicossomática.

Elcio Juliato Piovesan, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Medicina pela Faculdade Evangélica do Paraná (1994), Pós Graduação em Neurologia na Universidade Federal do Paraná (UFPR) (1997) Mestrado em Medicina Interna pela UFPR (2000) e Doutorado em Medicina Interna pela UFPR (2010). Pre-Clinical Fellow no Thomas Jeferson Headache Center na Universidade da Filadelfia (USA) (2002). Professor Associado do Curso de Medicina da UFPR. Coordenador da disciplina de introdução à clínica médica da UFPR e Professor de Propedêutica Médica da UFPR. Professor do Curso de Pós-Graduação em Medicina Interna e Ciências da Saúde da UFPR. Médico Neurologista atuando na Clínica de Neurologia São José. Áreas de interesse em pesquisa: Fisiopatologia-epidemiologia-semiologia e genética da migrânea; mecanismos de convergência trigemino cervicais; neuralgia do trigemeo e dores orofaciais; neurotoxina botulinica do tipo-A; neuromodulação do sistema nociceptivo Trigemino-Cervical; modelos experimentais Pré-Clínicos envolvendo a migrânea e modulação nociceptiva trigemino-cervical. (Texto informado pelo autor) email. piovesan1@hotmail.com

Pedro André Kowacs, Universidade Federal do Paraná

Neurologista, Neurofisiologista, graduado em Medicina pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1983) , com Mestrado em Medicina Interna pela Universidade Federal do Paraná (1998) , Residência-médica em Clínica Médica pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1984) e em Neurologia pelo Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1986) . Membro da International Headache Society, Academia Brasileira de Neurologia, Sociedade Brasileira de Cefaléia e Sociedade Paranaense de Ciências Neurológicas; editor - associado dos Arquivos de Neuropsiquiatria. Atualmente é Coordenador do Setor de Cefaléias e Dor do Serviço de Neurologia do HC-UFPR e Chefe do Serviço de Neurologia do Instituto de Neurologia de Curitiba.

References

Basiński, A., Stefaniak, T., Stadnyk, M., Sheikh, A., & Vingerhoets, A. J. (2013). Influence of religiosity on the quality of life and on pain intensity in chronic pancreatitis patients after neurolytic celiac plexus block: Case-controlled study. Journal of religion and health, 52(1), 276-284. 10.1007/s10943-011-9454-z.

Benedict, R. (1989). The Chrysanthemum and the Sword. 1946. Cleveland: Meridian.

Bleichmar, H. (1983). Depressão: um estudo psicanalítico. In Depressão: um estudo psicanalítico. Artes Médicas.

Booker, S. Q. (2015). Older African Americans' beliefs about pain, biomedicine, and spiritual medicine. Journal of Christian Nursing, 32(3), 148-155. 10.1097/CNJ.0000000000000152.

Büssing, A., Reiser, F., Michalsen, A., Zahn, A., & Baumann, K. (2015). Do Patients with Chronic Pain Diseases Believe in Guardian Angels: Even in a Secular Society? A Cross-Sectional Study Among German Patients with Chronic Diseases. Journal of religion and health, 54(1), 76-86.10.1007/s10943-013-9735-9.

Dearing, R. L., Stuewig, J., & Tangney, J. P. (2005). On the importance of distinguishing shame from guilt: Relations to problematic alcohol and drug use. Addictive behaviors, 30(7), 1392-1404. 10.1016/j.addbeh.2005.02.002.

Dezutter, J., Wachholtz, A., & Corveleyn, J. (2011). Prayer and pain: the mediating role of positive re-appraisal. Journal of behavioral medicine, 34(6), 542-549. 10.1007/s10865-011-9348-2.

Drake, R. (2003). Dual diagnosis and integrated treatment of mental illness and substance abuse disorder. Psychiatric Services, 41, 328-335.

Faria, J. B. D., & Seidl, E. M. F. (2005). Religiosidade e enfrentamento em contextos de saúde e doença: revisão da literatura. Psicol. reflex. crit, 18(3), 381-389. 10.1590/S0102-79722005000300012.

Ferreira, K., Schwalbach, M. T., Schwalbach, J., & Speciali, J. (2013). Chronic pain in Maputo, Mozambique: new insights. Pain Medicine, 14(4), 551-553. 10.1111/j.1526-4637.2012.01429.x.

Harrison, M. O., Edwards, C. L., Koenig, H. G., Bosworth, H. B., Decastro, L., & Wood, M. (2005). Religiosity/spirituality and pain in patients with sickle cell disease. The Journal of nervous and mental disease, 193(4), 250-257. 10.1097/01.nmd.0000158375.73779.50.

Lago-Rizzardi, C. D., de Siqueira, J. T. T., & de Siqueira, S. R. D. (2014). Spirituality of Chronic Orofacial Pain Patients: Case–Control Study. Journal of religion and health, 53(4), 1236-1248. 10.1007/s10943-013-9768-0.

Matteliano, D., Marie, B. J. S., Oliver, J., & Coggins, C. (2014). Adherence monitoring with chronic opioid therapy for persistent pain: A biopsychosocial-spiritual approach to mitigate risk. Pain Management Nursing, 15(1), 391-405. 10.1016/j.pmn.2012.08.008.

Mesquita, A. C., Chaves, É. D. C. L., Avelino, C. C. V., Nogueira, D. A., Panzini, R. G., & de Carvalho, E. C. (2013). A utilização do enfrentamento religioso/espiritual por pacientes com câncer em tratamento quimioterápico. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 21(2), 539-545. 10.1590/S0104-11692013000200010.

^ pain, Harper, D. (2001). Online etymology dictionary.

Panzini, R. G., & Bandeira, D. R. (2007). Spiritual/religious coping. Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), 34, 126-135. 10.1590/S0101-60832007000700016.

^ poena, Lewis Charlton, T., Short, C., & Andrews, E. A. (1879). A Latin dictionary, in Perseus Digital Library.

Rashiq, S., & Dick, B. D. (2009). Factors associated with chronic noncancer pain in the Canadian population. Pain Research and Management, 14(6), 454-460. 10.1155/2009/919628.

Stewart, W. C., Adams, M. P., Stewart, J. A., & Nelson, L. A. (2013). Review of clinical medicine and religious practice. Journal of religion and health, 52(1), 91-106. 10.1007/s10943-012-9578-9.

Sooksawat, A., Janwantanakul, P., Tencomnao, T., & Pensri, P. (2013). Are religious beliefs and practices of Buddhism associated with disability and salivary cortisol in office workers with chronic low back pain? BMC musculoskeletal disorders, 14(1), 29. 10.1186/1471-2474-14-29.

Taylor, L. E. V., Stotts, N. A., Humphreys, J., Treadwell, M. J., & Miaskowski, C. (2013). A biopsychosocial-spiritual model of chronic pain in adults with sickle cell disease. Pain Management Nursing, 14(4), 287-301. 10.1016/j.pmn.2011.06.003.

Turner-Cobb, J. M., Michalaki, M., & Osborn, M. (2015). Self-conscious emotions in patients suffering from chronic musculoskeletal pain: A brief report. Psychology & health, 30(4), 495-501. 10.1080/08870446.2014.991735.

Vertzman, J. Vergonha, honra e contemporaneidade / Shame, honor and contemporary society (2005). revista de psicanálise, 18(181):88-99.

Yates, J. W., Chalmer, B. J., James, P. S., Follansbee, M., & McKegney, F. P. (1981). Religion in patients with advanced cancer. Pediatric Blood & Cancer, 9(2), 121-128. 10.1002/mpo.2950090204.

Downloads

Published

21/12/2021

How to Cite

FOLCHINI, C. M. .; SILVA, D. da .; ADAMI, E. R. .; OGOSHI, R. C. S. .; VIEIRA, K. R. de M. .; HEYDE, M. D. V. D. .; PIOVESAN, E. J. .; KOWACS, P. A. . Evaluation of the religious influence on the feeling of guilt in patients with chronic pain - a review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e64101724008, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24008. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24008. Acesso em: 27 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences