A systematic review of the relation between guilt, depression and anxiety in patients with chronic tinnitus

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24010

Keywords:

Ansiedade; Depressão; Culpa; Zumbido.

Abstract

Tinnitus is considered the third most frequent otorhinolaryngological symptom on the search for medical help. It is known that tinnitus has been associated with psychiatric conditions, mainly depression and anxiety. Furthermore, the difficulty of coping with the nuisance, negatively interferes on the life quality of these patients. In clinical practice, it is not uncommon patients to refer to chronic tinnitus as a penance. A penance presupposes guilt, a symptom also related to depression. This review was designed to track studies on role of guilt in the psychism of patients with tinnitus. In this sense a bibliographic survey was done in order to analyze the possible correlations of depression, anxiety and guilt in patients with chronic tinnitus. The review draws attention to health professionals for the importance of understanding the psychism of patients with tinnitus, and to clarify their perceptions of their condition as a kind of punishment.

Author Biographies

Caroline Mensor Folchini, Universidade Federal do Paraná

Farmacêutica pelo IFPR Instituto Federal do Paraná (2013). Mestre em Medicina Interna e Ciências da Saúde HC-UFPR. Possui experiência em farmácia de dispensação, controle de qualidade, farmácia hospitalar e pesquisa clínica ( coordenadora e farmacêutica não cega) . Participa de pesquisas clínicas na área de neurologia da dor, cefaleia e bruxismo no Complexo Hospital das Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-UFPR) e no Instituto de Neurologia de Curitiba -INC. Atualmente é farmacêutica não cega em pesquisas com enfoque na neurologia no Instituto de Neurologia de Curitiba. Ministra aulas de farmacologia, Intro. Ciências Farmacêuticas e Bases Farmacêuticas na Unicesumar.

Diego da Silva, UniEnsino Centro Universitário do Paraná

Mestre em Medicina Interna e Ciências da Saúde pela Universidade Federal do Paraná (2015-2017). Possui graduação em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade de Tecnologia Camões (2008). Graduado em Psicologia pela Faculdade de Administração, Ciências, Educação e Letras (2013). Possui título de Especialista em Psicologia da Saúde, concedido pelo Conselho Federal de Psicologia em 2018. Psicólogo clínico autônomo em consultório particular no Centro de Curitiba, Paraná. Professor, psicólogo do núcleo de Apoio Psicopedagógico (NAP), do Núcleo de Apoio a Inclusão (NAI) e Ouvidoria do Instituto de Ensino Superior Anchieta. Possui experiência em Psicologia Clínica, Pesquisa em Psicologia Hospitalar e docência no ensino superior e pós graduação. Número de CRP/08: 20229.

Rosana Claudio Silva Ogoshi, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Possui doutorado (2014) e mestrado (2010) em Zootecnia, na Área de Produção e Nutrição de Não Ruminantes pela Universidade Federal de Lavras (Conceito Capes 6). Graduação em Zootecnia pela Universidade Federal de Lavras (2009). Foi bolsista de pós-doutorado em Ciências Veterinárias na Universidade Federal de Lavras (2014-2016). Teve experiência docente em diversas disciplinas do nível tecnológico (ensino médio e pós-médio), graduação e pós-graduação (Stricto Sensu e Lato Sensu). Atuou como tutora em Curso de Especialização. Teve cargos de pesquisa (Fundo de Apoio à Pesquisa - FAP). Atualmente, na UNIARP, é coordenadora e professora permanente no curso de Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento e Sociedade. É docente em cursos de graduação, membro de Colegiados de Curso, Núcleos Docente Estruturante e Conselho Universitário. Participa de projetos de pesquisa na área de desenvolvimento da agricultura familiar, empreendedorismo, inovação e desenvolvimento regional. Participa de grupos de pesquisas. Atua como membro do Conselho Editorial da Editora Uniarp e Cômite Científico Institucional. É revisora em periódicos científicos e editora chefe da Revista Extensão em Foco. Dentre os temas de atuação e interesse estão: Avaliação de Alimentos para Animais, Agronegócio, Sustentabilidade na Produção Animal, Sistemas Agropecuários, Inovação e Empreendedorismo, Desenvolvimento Rural, Desenvolvimento Regional Sustentável e áreas afins.

Marcelo Daudt Von Der Heyde, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Medicina pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2006). Atualmente é preceptor da residência médica em psiquiatria do Hospital De Clínicas de Curitiba e médico psiquiatra da Universidade Federal do Paraná. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Psiquiatria, atuando principalmente nos seguintes temas:, prevenção do suicídio, transtornos de ansiedade, transtornos de humor, psicofarmacologia e psicossomática.

Elcio Juliato Piovesan, Universidade Federal do Paraná

Possui graduação em Medicina pela Faculdade Evangélica do Paraná (1994), Pós Graduação em Neurologia na Universidade Federal do Paraná (UFPR) (1997) Mestrado em Medicina Interna pela UFPR (2000) e Doutorado em Medicina Interna pela UFPR (2010). Pre-Clinical Fellow no Thomas Jeferson Headache Center na Universidade da Filadelfia (USA) (2002). Professor Associado do Curso de Medicina da UFPR. Coordenador da disciplina de introdução à clínica médica da UFPR e Professor de Propedêutica Médica da UFPR. Professor do Curso de Pós-Graduação em Medicina Interna e Ciências da Saúde da UFPR. Médico Neurologista atuando na Clínica de Neurologia São José. Áreas de interesse em pesquisa: Fisiopatologia-epidemiologia-semiologia e genética da migrânea; mecanismos de convergência trigemino cervicais; neuralgia do trigemeo e dores orofaciais; neurotoxina botulinica do tipo-A; neuromodulação do sistema nociceptivo Trigemino-Cervical; modelos experimentais Pré-Clínicos envolvendo a migrânea e modulação nociceptiva trigemino-cervical. (Texto informado pelo autor) email. piovesan1@hotmail.com

Pedro André Kowacs, Universidade Federal do Paraná

Neurologista, Neurofisiologista, graduado em Medicina pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1983) , com Mestrado em Medicina Interna pela Universidade Federal do Paraná (1998) , Residência-médica em Clínica Médica pela Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (1984) e em Neurologia pelo Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1986) . Membro da International Headache Society, Academia Brasileira de Neurologia, Sociedade Brasileira de Cefaléia e Sociedade Paranaense de Ciências Neurológicas; editor - associado dos Arquivos de Neuropsiquiatria. Atualmente é Coordenador do Setor de Cefaléias e Dor do Serviço de Neurologia do HC-UFPR e Chefe do Serviço de Neurologia do Instituto de Neurologia de Curitiba.

References

Attias, J., Shemesh, Z., Bleich, A., Solomon, Z., Bar-Or, G., Alster, J., et al. (1995). Psychological profile of help-seeking and non-help-seeking tinnitus patients. Scand Audiol. 24:13-8

Aquino, T. A. A., & Medeiros, B. (2009). Escala de culpabilidade: construção e validação de construto. Aval. Psicol. 8:77-86

Baguley, D., McFerran, D. & Hall, D. (2013). Tinnitus. Lancet. 382:1600–7

Bankstahl, U. S., & Görtelmeyer, R. 2013. Measuring subjective complaints of attention and performance failures-development and psychometric validation in tinnitus of the self-assessment scale APSA. Health Qual Life Outcomes. 29:11-86

Bauer, C. A., Brozoski, T. J., Rozas, R., Bolemy, J. & Wyder, M. 1999. Behavioral model of chronic tinnitus in rats. Otolaryngol Head Neck Surg. 121:427

Bauer, C. A., & Brozoski, T. J. 2008. Tinnitus assessment and treatment: integrating clinical experience with the basic science of tinnitus. In: Salvi WS, Lobarina S. Seminars in Hearing, Tinnitus - Part Two. Thieme: 371-85

Braga, J. E. F., Pordeus, L. C., Silva, A. T. M. C., Pimenta, F. C. F., Diniz, M. F. F. M., & Almeida, R. N. 2010. Ansiedade Patológica: bases neurais e avanços na abordagem psicofarmacológica. Re Bras Cien Saude. 93-100

Gellis, A., & Hamud, M. I. L. 2001. Sentimento de culpa na obra freudiana: universal e inconsciente. Psicol USP.635-53

Hain, T. C. & Tinnitus. 2014. Chicago: Dizziness and balance. http://www.dizziness-and balance.com/disorders/hearing/tinnitus.htm

Henry, J. A., Roberts, L. E., Caspary, D. M., Theodoroff, S. M. & Salvi, R. J. 2014. Underlying mechanisms of tinnitus: review and clinical implications. J Am Acad Audiol. 25:5-22

Hesser, H., Bankestad, E., & Anderson, G. 2015. Acceptance of tinnitus as an independent correlate of tinnitus severity. Ear Hear. 36:176-82

Leaver, A. M., Seydell-Greenwald, A., Turesky, T. K., Morgan, S., Kim, H. J., & Rauschecker, J. P. 2012. Cortico-limbic morphology separates tinnitus from tinnitus distress. Front Syst Neurosci. 1-14.

Londero A., Peignard, P., & Malinvaud, D. 2004. Contribution of cognitive and behavioral therapy for patients with tinnitus: implication in anxiety and depression. Ann Otolaryngol Chir Cervicofac.121:334-45

Noreña, A. J. 2011. An integrative model of tinnitus based on a central gain controlling neural sensitivity. Neurosci Biobehav Rev. 35:1089-90

Rosa, M. D., Almeida, A. F. F., Pimenta, F., Silva, C. G., Lima, M. A. R., & Diniz, M. F. F. M. 2012. Tinnitus and anxiety: a literature review. Rev CEFAC. 742-54

Salviati, M., Bersani, F. S., Terlizzi, S., Melcore, C., Panico, R., Romano, G. F., et al. 2014. Tinnitus: clinical experience of the psychosomatic connection. Neuropsychiatr Dis Treat.10:267-75

Sanchez, T. G., Bento, R. F., Miniti, A., & Câmara, J. 1997. Zumbido: características e epidemiologia. Experiência do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Braz J Otorhinolaryngol. 63:229-35

Seidmann, M. D., & Jacobson, G. P. 1996. Update on tinnitus. Otolaryngol Clin North. 29:455-65

Shargorodsky, J., Gary, C., & Wildon, R. F. 2010. Prevalence and characteristics of tinnitus among US adults. Am j Med. ;123:711-18

Zeigelboim, B. S., da Silva, T. P., Carvalho, H., de Brito Malucelli, D. A., de Oliveira Gonçalves, C. G., Albizu, E. J., et. al. 2014. Otoneurologic findings in a fishermen population of the state of Santa Catarina: preliminary study. Int Arch Otorhinolaryngol. 18:6-10

Weise, C., Kleinstäuber, M., Hesser, H., Westin, V. Z., & Andersson, G. Acceptance of tinnitus: validation of the Tinnitus Acceptance Questionnaire. 2013. Cogn Behav Ther. 42:100-15

Published

21/12/2021

How to Cite

FOLCHINI, C. M. .; SILVA, D. da .; ADAMI, E. R. .; OGOSHI, R. C. S. .; GUIMARÃES, R. de C. C. .; HEYDE, M. D. V. D. .; PIOVESAN, E. J. .; KOWACS, P. A. . A systematic review of the relation between guilt, depression and anxiety in patients with chronic tinnitus . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e63101724010, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24010. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24010. Acesso em: 25 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences