Popular education in the basic health unit: experience report

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24120

Keywords:

Health promotion; Unified Health System; Health centers.

Abstract

Objective: The objective of this work is to report the experience of a university extension project in carrying out health education workshops in the waiting room of a UBS in the interior of Piauí. Method: This is a descriptive study of the experience report type, carried out from January to December 2017 at the Hilda Veras Basic Health Unit, located in the city of José de Freitas PI. The project was supported by the State University of Piauí (UESPI) and the Regional Council of Physiotherapy. The project was composed of academics from the health area and the meetings took place every fortnight, lasting 1 hour per meeting, the choice of this unit was justified by the easy access for the academics. Results: 22 meetings were held at UBS. An important point to be highlighted were the possibilities produced by the welcoming strategies that provided a very close relationship between users, their families and the teams during the practices. We found that the host, with time, was becoming something spontaneous and not plastered or shy, as it was in the first moments. This was evidenced by the fact that some people in the community already started to recognize the project's students, and thus, look for them for information, help and even a conversation, in order to know their role in the place, which was quite a lot. interesting. Conclusion: Based on the experiences in the extension project, it was possible to promote reflections on the importance of welcoming in Basic Health Units, as well as on the importance of Health Education. In addition to enriching experiences of knowledge exchange with the groups, it was also possible learn more about the active and welcoming methodologies that public policies advocate.

References

Alves, S. R., Alves, A. O. & Assis, M. C. S. (2016). Educação Popular em Saúde como estratégia à adesão na realização do exame colpo citológico. Ciênc. Cuid. Saúde. 15(3), 570-574.

Assis, V. D., Sabino, R. N., Neves, V. N. S., Santos, S. T. A., Andrade, C. A. C. & Rodrigues, J. M. C. (2020). A vocação transformadora da educação popular em saúde. Research, Society and Development. 9(12), 1-19. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i12.11296.

Brasil. Ministério da saúde. Política Nacional de Educação Popular em Saúde no Sistema Único de Saúde. (2013). Ministério da Saúde. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2013/prt2761_19_11_2013.html

Brasil. (2017). Ministério da Saúde: Portaria no 2.436, de 21 de setembro de 2017. Autor. 2017. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html

Bornstein, V. J. (2007). O agente comunitário de saúde na mediação de saberes [tese]. Rio de Janeiro (RJ): Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca.

Carraro, T. E., Prado, M. L., Silva, D. G. V., Radünz, V., Kempfer, S. S. & Sebold, L. F. (2011). Socialização como processo dinâmico de aprendizagem na enfermagem. Uma proposta na metodologia ativa. Investigación y Educación en Enfermería, 29 (2), 248-254.

Cruz, P. J. S. C., Silva, M. R. F. & Pulga, V. L. (2020). Educação Popular e Saúde nos processos formativos: desafios e perspectivas. Interface (Botucatu). 24(1), 1-15. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i12.11296.

Daltro, M. R. & Faria, A. M. (2019). Relato de experiência: Uma narrativa científica na pós-modernidade. Estudos e Pesquisas em Psicologia, 19(1), 223-239.

Darius, R. P. P. & Lopes, B. J. S. (2017). O uso da metodologia da problematização para o desenvolvimento de projeto integrador no curso de pedagogia. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, 12 (2), 983-1004.

Farias, A. M., Rocha, A. A. A. S. & Neves, N. (2008). A. Roda de conversa: contribuição da educação popular em saúde à gestão participativa do sus no município de Paudalho [tese]. Recife.

Fertonani, H. P., Pires, D. E. P., Biff, D. & Scherer, M. D. A. (2015). Modelo assistencial em saúde: conceitos e desafios para a atenção básica brasileira. Ciênc. saúde coletiva. 20(6), 1869 -1878.

Gadotti, M. (2017). Extensão universitária: para quê. Instituto Paulo Freire.

Gomes, L. B. & Merhy, E. E. (2011). Compreendendo a educação popular em saúde: um estudo na literatura brasileira. Cad Saude Publica, 27(1), 7-18.

Instituto de Ciências da Vida (2017). Departamento de Nutrição. Instrutivo para Elaboração de Relato de Experiência. Estágio em Nutrição em Saúde Coletiva. Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF - Campus Governador Valadares.

Junges, J. R., Barbiani, R., Soares, N. A., Fernandes, R. B. P. & Lima, M. S. (2017). Saberes em Paulo Freire: Educação Popular em Saúde na procura por uma “Pedagogia da Esperança” e seus entrelaços com o processo emancipatório de LGBT. Revista Rede de Cuidados em Saúde, 11(1), 1-12.

Melo, M. C. H. & Cruz, G. C (2014). Roda de conversa: uma proposta metodológica para a construção de um espaço de diálogo no ensino médio. Imagens da Educação, 4 (2), 31-39.

Ministério Da Saúde (2014). Secretaria de Atenção à Saúde, Implantação das Redes de Atenção à Saúde e outras estratégias da SAS/Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.

Nascimento, A. K. C. & Baduy, R. S (2021). Simulação, oficina e roda de conversa: estratégias de aprendizagem ativa na saúde. Revista Educação em Debate. 43(84), 152-167.

Oliveira, L. M. P. & Leite, M. T. M. (2011). Concepções Pedagógicas. Módulo Pedagógico. Especialização em Saúde da Família – Modalidade a Distância. UNA-SUS UNIFESP. https://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/1/modulo_pedagogico/Unidade_1.pdf

Oliveira, M. F. & Cota, L. G. S. (2018). A pedagogia freiriana nas práticas de educação em saúde. Diversitates International Journal, 10(1), 46-58.

Oliveira, M. F., Spósito, P. A. F., Lima, C. S. A. & Cupertino, M. C. (2021). Roda de conversa em um ambulatório público: o papel da atenção primária na educação popular em saúde. Research, Society and Development, 10(13), 1-8. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21256.

Paro, C. A., Ventura, M. & Silva, N. E. K. (2019). Paulo Freire e o inédito viável: esperança, utopia e transformação na saúde. Trabalho, Educação e Saúde, 18(1), 1-22.

Pinheiro, B. C. & Bittas, C. M. L. (2017). Práticas de Educação Popular em Saúde na atenção primária: uma revisão integrativa. Cinergs, 18(1), 1-6.

Rech, C. M. F. (2003). Humanização hospitalar: o que pensam os tomadores de decisão a respeito? [dissertação]. Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.

Santos, J. B. & Araujo, E. J. M. (2020). A educação do campo no campo da educação popular. Revista de Educação Popular. 18(3), 56-73.

Starfield (2002). Atenção primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia. Unesco.

Vasconcelos, E. M., Cruz, P. J. S. C. & Prado, E.V. (2016). A contribuição da Educação Popular para a formação profissional em saúde. Interface –Comunicação, Saúde, Educação [online], 20(59), 835-838. http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622016.0767.

Vasconcelos, E. M. (2004). Educação popular: de uma prática alternativa a uma estratégia de gestão participativa das Políticas de Saúde. Physis. 14 (1), 67-83.

Vasconcelos, E. M. (1997). Educação popular nos serviços de saúde. (3a ed.), Editora Hucitec.

Published

20/12/2021

How to Cite

SILVA, A. L. F. da .; SANTANA, G. de M.; LIMA, M. G. N.; SOUSA, E. O. de; SILVA , L. C. da; LOPES , F. M. da C.; CARVALHO, A. de; LOPES, A. F.; BORGES NETTO, D. de P. .; SOUSA, Z. da S.; CASTRO, N. da S. .; SOUSA, C. M. de; ALMEIDA, B. S. de .; NASCIMENTO , W. Êxodo de O.; NOGARA, H. Y. .; MACEDO , A. G. R.; BEZERRA , C. .; SILVA, M. A. K. F. .; FONSECA, L. K. da S.; MELO , L. C. R. de .; COSTA, A. L. de P.; ANDRADE, I. Y. A. de .; OLIVEIRA , F. N.; COSTA, D. F. .; SILVA , G. O. da .; RODRIGUES , E. da S.; SOUSA , E. M. de . Popular education in the basic health unit: experience report . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e12101724120, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24120. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24120. Acesso em: 24 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences