Physiotherapeutic care to women in situation of postpartum depression: integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24145

Keywords:

Baby blues; Specialty of physiotherapy.

Abstract

This integrative literature review aimed to discuss and analyze the physical therapy care for women in a situation of postpartum depression. The research was carried out from September 15th to November 26th, 2021, in the BVS and PubMed databases, with the descriptors “physiotherapy” and “postpartum depression” with search strategies. Data were extracted through a synthesis matrix and analyzed descriptively and by typing. Seven search strategies resulted, totaling 14 eligible articles. Through the results, the definition, perspectives and potential of physical therapy care for women in a situation of postpartum depression were discussed, and the contexts, actions, activities and physical therapy resources for women in a situation of postpartum depression were discussed. This study integrated the literature and brought the analysis and discussion about physical therapy care to women's health in a situation of postpartum depression, presenting the definitions of action, contexts, actions, resources, activities, potential. Based on the above, it is concluded that the physiotherapeutic action in the care of women in a situation of postpartum depression is of fundamental importance for the care in this situation, with a range of essential action possibilities and contribution to educational, preventive, promoting perspectives. and rehabilitators to this population. Finally, it highlights the need to continue the study on this topic that addresses more specificities and intersectionality of this care.

References

Angelo et al. (2016). Dor e fatores associados em puérperas deprimidas e não deprimidas. Rev. Dor 15 (2).

Baratieri, T, & Natal, S, (2017). Ações do programa de puerpério na atenção primária: uma revisão integrativa. Ciênc. Saúde Coletiva 24 (11).

Brasil. (2016). Diretriz nacional de assistência ao parto normal. Ministério da saúde, secretaria de ciência, tecnologia e insumos estratégicos.

Brasil. (2017). Diretrizes Nacionais De Assistência Ao Normal Parto. Ministério da Saúde, Brasília.

Brasil. (2019). Saúde da mulher na gestação, parto e puerpério. Nota técnica para organização da rede de atenção à saúde com foco na atenção primária à saúde e na atenção ambulatorial especializada. (2019). Hospital Israelita albert Einstein: Ministério da Saúde, 56 P.: Il.

Burti et al. (2016). Assistência ao Puerpério Imediato: o papel da fisioterapia. Rev Fac Ciênc Méd Sorocaba, 18(4): 193-8.

Descritores Em Ciências Da Saúde. (2021). Decs. *. Ed. Rev. E Ampl. Bireme / Opas / Oms.

Einstein (São Paulo). 2010. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Rev Einstein, 8 (1).

Galvão, T. F., Pansani, T. S. A., & Harrad, D. (2015). Principais Itens Para Relatar Revisões Sistemáticas E Meta-Analises: A Recomendação Prisma. 24 (2).

Gonçalves et al. (2018). Reconhecendo e intervindo na depressão pós-parto. Revista saúde em foco – Edição Nº 10.

Hartmann et al. (2017). Depressão entre puérperas: prevalência e fatores associados. Cad. Saúde Pública 33 (9).

Maciel et al. (2019). Transtorno mental no puerpério: riscos e mecanismos de enfrentamento para a promoção da saúde. Rev. Pesqui. Cuid. Fundam. (Online) , 11(4): 1096-1102.

Matteussi et al. (2019). O Impacto Da Depressão Pos-Parto no aleitamento E No Desenvolvimento Infantil: Uma Revisão Integrativa. Nursing (São Paulo), 23(260), 3506–3510.

Melo et al. (2021). Intervenção fisioterapêutica no puerpério imediato: o que há de evidências na última década? Research, Society And Development, 10(3), E47310312849.

Menezes et al. (2021). Os benefícios da fisioterapia pélvica na melhora da libido no período pós-parto. Revista Cathedral, 3(2), 56-65.

Nascimento, F. De L. S., E. C. C. Benachio, E P. H. De Mendonça. (2019). Procedimentos Metodológicos Empregados Nos Artigos Publicados Na Revista Brasileira Da Educação Profissional E Tecnológica (2008-2017)'. Revista Temas em Educação, 28(1), 60-75.

Nunes et al. (2019). O Papel Da Fisioterapia Pélvica no Puerpério Imediato - Uma Revisão Sistemática. Recima21 - Ciências Exatas E Da Terra, Sociais, Da Saúde, Humanas E Engenharia/Tecnologia. 2(7).

Ramos et al. (2018). Fatores associados à depressão pós-parto: revisão integrativa. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer. 15(27).

Ratti, G. S., Dias, S., & Hey, A. P. 2020. Sinais e sintomas da depressão pós parto. Brazilian Journal Of Health Review. 3(5).

Rodrigues et al. (2019). Consequências da depressão pos-parto no desenvolvimento infantil: revisão integrativa. Nursing, 22(250), 2728–2733.

Silva et al. (2019). Satisfação de puérperas após intervenção fisioterapêutica em educação em saúde. Saúde E Pesquisa, Maringá (Pr). 12(1), 141-150.

Silva et al. (2019). Satisfação de puérperas após intervenção fisioterapêutica em educação em saúde. Saúde e Pesquisa. 12(1) (2019. Artigos Originais - Promoção Da Saúde.

Silva et al. (2021). Impacto Da Depressão Pós-Parto No aleitamento Materno: Uma Revisão Integrativa De Literatura. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. Ed. 06, 10, 60-74.

Silva et al. (2021). Validação de um manual de cuidados fisioterapêuticos no pós-parto para puérperas. Rev Ciência Em Extensão, 16.

Souza et al. (2020). Atuação do fisioterapeuta e a técnica de pilates no período gestacional e pós-parto. Research, Society And Development, 9(11).

Vale et al. (2021). Fisioterapia no controle das emoções durante o pré-natal: um ensaio clínico randomizado. Research, Society And Development, 10(9).

Vicente, A. C., Lima, A. K. B. S., & Lima, C. B. (2017). Parto cesárea e parto normal: uma abordagem acerca de riscos e benefícios. Temas em saúde. 17(4).

Vieira et al. (2018). Autoeficácia para amamentação e depressão pós-parto: estudo de coorte. Rev. Latino-Am. Enfermagem; 26:3035.

Published

20/12/2021

How to Cite

PADILHA, G. de A. .; SILVA, S. G. R. do N.; GALVÃO, A. M. do N.; ALVES, A. S. S. . Physiotherapeutic care to women in situation of postpartum depression: integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e29101724145, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24145. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24145. Acesso em: 27 jan. 2022.

Issue

Section

Review Article