Hygienic-sanitary profile of an artisanal ice cream establishment located in Juazeiro, BA

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24439

Keywords:

Good habits; Coliform totals; Handmade ice cream; Staphylococcus aureus.

Abstract

The industry and the artisanal production of edible ice-cream products is a segment very appreciated by a large part of the population, being very attractive especially for children. This is a descriptive, cross-sectional, qualitative and quantitative study. The hygienic-sanitary evaluations were carried out by applying the checklist according to RDC No. 216/2004, ANVISA, and the microbiological analysis for the counting of Staphylococcus aureus and Total Coliforms, where water samples were collected from the bags, from the blender cup and a basin. Regarding good handling practices, this micro company was classified as Group 2 (57% adequacy). The microbiological analysis indicated the presence of S. aureus in passion fruit bags, but they are tolerable to the legislation. The blender cup showed total coliforms (2.2 x 10³ CFU/cm²), where this count should not exceed the threshold of < 100 CFU/cm² on surfaces. The need for a professional such as a nutritionist is evident in order to meet all the necessary demands, from food preparation to transport, which would avoid food contamination.

References

Almeida, P. C., Morales, B. F. (2021). Análise das condições microbiológicas e higiênico-sanitárias da comercialização de pescado em mercados públicos de Itacoatiara, Amazonas, Brasil. Brazilian Journal of Development, 7(3), 32247-32269.

Andrade, A. P., Luche, D. E. D., Cervelatti, E. P., Matos, D. J. (2017). Aspecto higiênico-sanitário de sorvetes artesanais e industriais: análise da variabilidade genética e da resistência a antimicrobianos em Escherichia coli isoladas. Demetra, 12(2), 493-508.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (2019). Instrução Normativa N° 60, de 23 de Dezembro De 2019 - Dispõe sobre os padrões microbiológicos para alimentos. Diário Oficial da União, Brasil.https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/instrucao-normativa-n-60-de-23-de-dezembro-de-2019-235332356.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (2002). Resolução no 275, de 21 de outubro de 2002. Dispõe sobre os Procedimentos Operacionais Padronizados e a lista de verificação das boas práticas de fabricação em estabelecimentos produtores/industrializadores de alimentos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2002/anexos/anexo_res0275_21_10_2002_rep.pdf.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. (2004). Resolução no 216 de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre as boas práticas para serviço de alimentação. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2004/res0216_15_09_2004.html.

Barcelos, S. C., Silva, E. F., Batista, E. M., Santos, S., Sá, D. M. A. T., Monte, A. L. S. (2019). Qualidade microbiológica e física - química de sorvetes sabor chocolate comercializados na cidade de Limoeiro do Norte, Ceará, Brasil. Segur. Aliment. Nutr., 26, 1 - 14.

Carvalho LSC, Ribeiro MSS, Souza CL, Nascimento VHA. (2016). Boas práticas e qualidade sanitária dos alimentos servidos em restaurantes do tipo self-service no Campus da Universidade Federal do Pará. Segurança Alimentar e Nutricional. Pará, 23(2):924-932.

Centro De Vigilância Sanitária (2013). Portaria CVS 5, de 09 de abril de 2013. Aprova o regulamento técnico sobre boas práticas para estabelecimentos comerciais de alimentos e para serviços de alimentação, e o roteiro de inspeção, anexo. Secretaria De Estado Da Saúde, SÃO PAULO [s.l.]: , [s.d.]. http://www.cvs.saude.sp.gov.br/up/PORTARIA%20CVS-5_090413.pdf.

Defesa Agropecuária. Resolução SAA - 03, de 10 de janeiro de 2008. Dispõe normas técnicas sobre as condições higiênico-sanitárias mínimas necessárias para aprovação, funcionamento e reaparelhamento dos estabelecimentos destinados a leite e produtos lácteos. Brasil, São Paulo. https://www.defesa.agricultura.sp.gov.br/legislacoes/resolucao-saa-03-de-10-01-2008,812.html.

Ferreira, N. M. S., Boênio, J. A. (2020). Avaliação Física, Química e Microbiológica de “Geladinho” de Tamarindo Comercializado em Morrinhos-GO. Hig. Alimentar 2020; 34(291):1-8.Ferreira NMS, Boênio JA. Avaliação Física, Química e Microbiológica de “Geladinho” de Tamarindo Comercializado em Morrinhos-GO. Hig. Alimentar, 34(291), 1-8.

Freitas, T. P., Costa, T. D., Ximenes, G. R., Silva, C. S. (2020). Condições higiênico-sanitárias de padarias de uma cidade do sertão pernambucano. Nutrição em Foco: uma abordagem Holística, 2, 548-563.

Fonseca, L. C., Azevedo, G. H. M., Santana, R. M., Baptista, A. B. (2019). Diversidade bacteriana em superfícies de restaurantes de Palmas-TO. Revista de Patologia do Tocantins, 6(2), 10-14.

HAMÚ, J. R. P. N., CARDOSO, A. M. (2019). Avaliação microbiológica de sorvetes comercializados em Goiânia-GO. Revista RBAC, 50(4), 351-357.

Maia, M. O. (2017). Avaliação das condições higiênico-sanitárias de uma lanchonete no município de Limoeiro do Norte-CE. RevInter, 10(1), 45-56.

Ministério da Saúde. Portaria nº 888, de 4 de maio de 2021. Dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Brasil. https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-gm/ms-n-888-de-4-de-maio-de-2021-318461562.

Neto, A. F. N, Vasconcelos, C. E. C., Figueiredo, E. L. (2018). Avaliação higiênico-sanitária e microbiológica de estabelecimentos que comercializam açaí (Euterpe oleracea Mart.) em Igarapé-Miri – Pará. Brazilian Journal of Food Research, 9(2), 15-29.

Oliveira, A. G. M., Melo, L., Gomes, D. B. C., Peixoto, R. S., Leite, D. C. A., Leite, S. G. F., Colares, L. G. T., Miguel, M. A. L. (2019). Condições higiênico-sanitárias e perfil da comunidade microbiana de utensílios e mesas higienizadas de um serviço de alimentação localizado no Rio de Janeiro. Braz. J. Food Technol, 22,1-14.

Paiva, Y. F., Silva, E. V., Araújo, A. S., Azevedo, P. T. M., Souza, T. C. A. (2016). Condições higiênico-sanitárias de sorvetes do tipo italiano (soft), comercializados em Pombal, Paraíba. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável. Pombal, 11(3), 75-79.

Santos, A. A., Benício, V. C., Silva, J. S., Silva, J. B., Lima, A. C. S. A., Albuquerque, J. M., Filipe, A. C. J., Silva, M. V. F., Silva C. S. (2021). Avaliação do gerenciamento de desperdícios e das condições higiênico-sanitárias de pizzaria localizada no norte da Bahia. Research, Society and Development. Bahia, 10 (6), 1-13.

Souza, A. O., Passos, E. V. B., Gonçalves, M. I. A., Coelho, R. L. L., Silva, C. S. (2021). Perfil higiênico-sanitário de um restaurante comercial no interior baiano. Research, Society and Development, Bahia, 10(2), 1-8.

Soragni, L., Barnabe, A. S., MELLO, T. B. C. (2019). Doenças transmitidas por alimentos e participação da manipulação inadequada para sua ocorrência: uma revisão. Estação Científica (UNIFAP), 9(2), 19-31.

Santos, G. M., Costa, I. R., Oliveira, J. M. S., Saldanha, N. M. V. P., Souza, P. V. L., Carvalho, A. C. S. (2017). Avaliação das Condições Higiênico-Sanitárias e Físico-Estruturais de Panificadoras de uma Cidade do Nordeste Brasileiro. Rev. UNINGÁ Review, 32(1), 159-169.

SILVA, H. L. A.; VIEIRA, A. H.; BALTHAZAR, C. F.; CRUZ, A. G. (2016). Avaliação das boas práticas de fabricação em uma indústria de sorvetes de Niterói-RJ, Brasil. In: XXV Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Gramado-RS. Gramado: FAURGS, p. 1-5.

Tiboni, G. S. (2017). Avaliação das condições higiênico-sanitárias antes e após assessoria do nutricionista em um restaurante comercial do município de Cotia, SP. Revista Higiene Alimentar, 31(274/275), 60-65.

Vieira, J. N., Silva, R. M., Santos, L. S., Pereira, Y. L., Garcia, L. G. C., Santos, P. A. (2020). Estudo de propriedades físicas de sorvete soft serve durante a estocagem. Research, Society and Development, 9(10), 1-12.

Veiga, S. M. O. M., Antonacio, N. R., Belmonte, M. G. (2020). Qualidade microbiológica de alimentos oriundos do comércio ambulante e intervenção educativa. Brazilian Journal of Development. Curitiba, 6(3), 14979-14997.

Yamaguchi, K. K. L., Costa, A. B. P. L., Oliveira, A. L. F. M., Costa, B. K. B. S., Yamaguchi, H. K. L. (2021). Conhecer para prevenir: boas práticas de higienização e manipulação de açaí. Revista Eletrônica de Extensão - Extensio; 18(38):44-59.

Published

20/12/2021

How to Cite

GONDIM, R. F. A. .; SILVA, J. D. da .; SANTOS, A. da S. .; LEAL, A. B. de S. .; SILVA, C. C. dos S. .; SILVA, D. M. .; SILVA, F. I. F. da .; NASCIMENTO, M. F. B. .; SILVA , C. de S. . Hygienic-sanitary profile of an artisanal ice cream establishment located in Juazeiro, BA. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e01101724439, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24439. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24439. Acesso em: 24 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences