Physical exercise and eating habits in the elderly: a theoretical reflection

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24455

Keywords:

Physical exercises; Eating habits; Seniors; Welfare; Aging.

Abstract

Objective: To analyze, based on the literature, the practice of physical exercise and eating habits in the elderly. Methodology: This is a theoretical essay of a reflective nature, carried out through a non-systematic bibliographic review, with a qualitative approach. Data collection was performed through an online search of articles in databases: academic google, online scientific electronic library (SCIELO), national center for information on biotechnology (NCBI) and PUBMED, using the descriptors: physical exercises, eating habits, elderly, well-being, aging, and their respective standardized translations in health sciences descriptors (DECS). As inclusion criteria for the selection of materials, the following were considered: articles in English and Portuguese, published from 2010 to 2020, available in full and whose results covered the topic of this research. Results: The literature analysis was arranged in five thematic categories, namely: Aging process; Healthy aging; Physical exercise; Quality of life of the elderly person; and, Eating habits. Final Considerations: The practice of physical exercise and healthy eating habits should be encouraged in the Elderly, in view of its proven impact on their quality of life.

References

Alvino, F. S. (2015). Concepções do Idoso em um País que envelhece: Reflexões sobre protagonismo, cidadania e direitos humanos no envelhecimento, Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) — Universidade de Brasília, Brasília.

Amabis, J. M., et al. (2013). Os desafios da escola Pública Paranaense na Perspectiva do professor PDE; Caderno PDE, 1, 1-19.

Brito, F. C., & Litvoc, J. (2004). Envelhecimento: prevenção e promoção de saúde. Atheneu.

Campos, M. O., & Neto, R. F. J. (2008). Qualidade de vida: um instrumento para a promoção de saúde, Revista baiana de Saúde Pública, 32(2), 234-240.

Cancela, D. M. G. (2007). O processo de Envelhecimento, O portal dos psicólogos, 8.

Carvalho, G. G. et al. (2008). Avaliação dos Hábitos Alimentares em idosos e Formulação de um Produto Alimentício. UNIVAP.

Caromano, F. M., et al. (2006). Manutenção na prática de exercícios por Idosos, Revista do Departamento de Psicologia –UFF, 18(2), 177-192.

Cunha, S. J., et al. (2019). Produção Científica Acerca Da Assistência De Enfermagem No Envelhecimento Saudável Da Pessoa Idosa: Revisão Integrativa, Faculdade de Enfermagem de São Vicente de Paula.

Doherty, T (2003). Invited review: Agingand sarcopenia. Journalof Applied Physiology, Washington, 95(4), 1717-27.

Farenzena, P. W. (2007). Qualidade de vida em um grupo de idosos de Veranópolis-RS, Universidade católica do Rio grande do Sul, 1-74.

Ferraz, et al. (2021). Impactos dos fatores extrínsecos no envelhecimento precoce: Uma reflexão teórica. Research, Society and Development, 10(6), e21210615761. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i6.15761

Flores, T. R., et al. (2018). Aconselhamento por profissionais de saúde e comportamentos saudáveis entre idosos: estudo de base populacional em Pelotas, Sul do Brasil.

Fontaine R (2000). Psicologia do envelhecimento. Climepsi Editores.

Gil, A. C. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. (6a ed.), Atlas.

Kalache, A., & Jernigan, D. H. (2005). Envelhecimento ativo: Uma política de Saúde; Secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde; Brazilia/DF, 7-57.

Mari, et al (2016). O processo de envelhecimento e a saúde: o que pensam as pessoas de meia-idade sobre o tema, Rev. Bras. Geriatr. Gerontol.

Martinelli, S. S., & Cavalli, B. S. (2019). Alimentação saudável e sustentável: uma revisão narrativa sobre desafios e perspectivas, Ciência Saúde coletiva.

Minayo, M. C. S. (2001). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. (18a ed.), Petrópolis.

Moraes, E. M., et al. (2010). Características biológicas e psicológicas de envelhecimento. Rev Med Minas Gerais. 20(1). 67-73.

Organização Mundial de Saúde (OMS) (2015). Relatório mundial de envelhecimento e saúde. United States of America: Organização Mundial de Saúde. https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/186468/WHO_FWC_ALC_15.01_por.pdf%3Bjse

OPAS. OPAS atualiza as funções essenciais de saúde pública para países das Americas,: OPAS atualiza funções essenciais de saúde pública para países das Américas - OPAS/OMS | Organização Pan-Americana da Saúde (paho.org).

Prado, et al. (2021). Exercício físico como ferramenta para o envelhecimento ativo: Uma reflexão teórica. Research, Society and Development, v. 10, n. 7, e37710716629 http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i7.16629

Ribeiro, B. A. J., et al. (2012). Adesão de Idosos a programas de atividade física: motivação e significância, Revista Brasileira de ciências e Esportes, 34, 969-984.

Rodrigues, R. A. P., & Diogo, M. J. D. E. (2000). Como cuidar dos idosos. Coleção Viva Idade.

Salgado, J. M. (2004). A alimentação que previne doenças: do pré-escolar à adolescência. Madras.

Santos, G. B., et al. (2016). Caracterização da saúde de idosos numa perspectiva fonoaudiológica. http://dx.doi.org/10.1590/1982-021620161855016;

Schneider, H. R. (2008). O envelhecimento na atualidade: Aspectos cronológicos, biológicos, Psicológicos e Sociais. Estudo de Psicologia.

Silva, M. R. et al. (2018). Estudos Qualitativos: Enfoques Teóricos e Técnicas de Coleta de Informações, UVA.

Sanavita (2003). Alimentação e Qualidade de Vida na Terceira Idade. Centro de Pesquisa Sanavita. Fundação de Gastroenterologia e Nutrição de São Paulo, São Paulo.

Sousa, A G., et al. (2011). Perfil sociodemográfico e nutricional de servidores em período de pré-aposentadoria. Rev. Pesq. Saúde, 12, 16-21.

Silva, C. M. I., & Sá, C. Q. E. (2012). Alimentos funcionais: um enfoque gerontológico, Rev Bras Clin Med, 10(1):24-8.

Published

21/12/2021

How to Cite

MEDEIROS, R. J. de A. .; REIS, L. A. dos .; BRITO, F. R. .; ASSIS , W. C. .; GUIMARÃES, F. E. de O. .; MELO, S. A. .; REIS, L. A. dos . Physical exercise and eating habits in the elderly: a theoretical reflection. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e99101724455, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24455. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24455. Acesso em: 17 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences