Quality of life and nutritional status of institutionalized and non-institutionalized elderly

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24567

Keywords:

Elders; Quality of life; Family Health Strategy; Institutionalization.

Abstract

Objective: To associate the domains of quality of life with institutionalized and non-institutionalized elders’ nutritional state and age in Long Stay Institutions for the Elderly. Methodology: This study is retrospective, transversal, and quantitative developed with 105 non-institutionalized assisted by a Family Health Strategy (FHS) in Lajeado and 245 institutionalized elders, who live in private and public Long Stay Institutions for the Elderly (LSIEs) both in Rio Grande do Sul. We used the World Health Organization Quality of Life Questionnaire (WHOQOL-bref), which is composed by 26 questions with a hedonic scale from 1 to 5. We assessed the elder’s weight and height in order to determine the body mass index (BMI) and to classify their nutritional state according to Pan American Health Organization (2002). We consider as significant the results with a significance level of 5%. Results: The higher score of elders’ quality of life was noticed in the psychic domain 45±27,53, followed by the environmental 41,46±18,23, social 40,82±30,68 and physical 39,28±20,10 being the domains of quality of life significantly superior among the elders from 60 to 90 years (p≤0,01), the ones with nutritional state classified as obesity (p≤0,01) and the non-institutionalized when compared to the institutionalized ones. Conclusion: The perception of the studied domains of quality of life was higher in the psychic than in the physical domain. The younger elders, the ones with obesity and the non-institutionalized showed a better perception of quality of life in all the domains.

References

Adami, F. S., Feil, C. C., Bosco, S. M. (2015) Estado Nutricional Relacionado a Qualidade de Vida em Idosos. RBCEH, 12(1), 28-40.

Barros, M. C., Dias, B. N., Dias, J.; Barros, T. C., Gonçalves, J. T. T., Oliveira, M. V. M. (2018) Avaliação nutricional em idosos institucionalizados e não institucionalizados em Montes Claros/MG. Rev. Temas em Saúde, 18 (3), 12-26.

Bocchi, A & Adami, F. S. (2017) Relação da qualidade de vida com o estado nutricional e faixa etária de idosos. RBCEH, 14(1), 44-5.

Cardozo, N. R., Duval, P. A., Cascais, A. M., Silva, A. E. R., Orlandi, S. P. (2017) Estado nutricional de idosos atendidos por unidades de saúde da família na cidade de Pelotas-RS. BRASPEN J, Rio Grande do Sul, 32(1), 94-98.

Centro Internacional de Longevidade Brasil CILB. (2015) Envelhecimento Ativo: Um Marco Político em Resposta à Revolução da Longevidade. Centro Internacional de Longevidade Brasil. 1. ed. Rio de Janeiro, RJ: CILB. E-book.

Coelho, H. S., Sales, B. C. M., Soares, L. L., Júnior, R. J. M. (2020) Capacidade funcional, indicativos de sarcopenia, risco de quedas e qualidade de vida entre idosos institucionalizados, idosos praticantes não praticantes de exercício físico. Revista Científica UNIFAGOC. Caderno Multidisciplinar, 5(2), 24-36.

Confortin C. S. (2016) Atividades no lazer e Qualidade de vida de Idosos de um Programa de Extensão Universitária em Florianópolis (SC). Bras Ativ Fis Saúde, 19(4), 494-503.

Costa, F. R., Rodrigues, F. M., Prudente, C. O. M., Sousa, I. F. (2018) Qualidade de vida de idosos participantes e não participantes de programas públicos de exercícios físicos. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. Rio de Janeiro, 21(1), 24-34.

Costa, T. N. M., Nieto, J. P. de S., Morikawa, L. S., Araújo, A. V. S. de, Cardoso, A. A. M., Mafra, B. G., Eiró, M., & Costa, V. O. da. (2021). Análise do Mini Exame do estado mental de Folstein em idosos institucionalizados e não institucionalizados/ Analysis of Folstein’s Mini State examination in institutionalized and non institutionalized elderly people. Brazilian Journal of Health Review, 4(2), 8319-8336.

Daniel, F. S., Brites, A. P., Monteiro, R. & Vicente, H. T. (2019) De “lar” abominado a estimado (ou tolerado): reconfiguração das representações sobre institucionalização. Saúde e Sociedade, 28(4), 2014-228.

Dias, E. N. & Ribeiro, J. L. P. (2018) Qualidade de vida: comparação entre os idosos na comunidade e institucionalizados. Revista Kairós ― Gerontologia, 21(1), 37-54.

Ferreira, L. C., Meireles, J. F. F., Ferreira, M. E. C. (2018) Avaliação do estilo e qualidade de vida em idosos: uma revisão de literatura. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol, 21(5), 639-651.

Figueiredo, A. M., Damasceno, R. J., Damiance, P. M., Caldana, M. D. L. & Bastos, J. R. D. M. (2017) Qualidade de vida e risco de desenvolver diabetes em idosos hipertensos institucionalizados e não institucionalizados do interior do estado de São Paulo. Saber Científico, 6(1), 38–47.

Godoy, A. R. & Adami, F. S. (2019) Estado nutricional e qualidade de vida em adultos e idosos com depressão. Rev. Brasileira de Promoção à Saúde 32(7351), 1-12.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2018) Número de idosos cresce 18% em 5 anos e ultrapassa 30 milhões em 2017. Rio de Janeiro, RJ: IBGE. Recuperado de: /ibgeoficial/posts/2135841053109399.

Instituto Nacional de Estatística. (2019) Tábuas de Mortalidade em Portugal. Lisboa, PT: INE. Recuperado em: https://tinyurl.com/3wch7h6j.

Kanso, S. (2013) Processo de envelhecimento populacional - um panorama mundial. In: Workshop de Análise Ergônomica do Trabalho, VI.,Encontro Mineiro de Estudos em Ergonomia, III, Simpósio do Programa Tutorial em Economia Doméstica, VIII., Anais [...]. Viçosa, MG, UFV, p.1-23. Recuperado em: http://www.workshop-ded.ufv.br/wp-content/uploads/Solange-Kanso.pdf.

Miranda, G. M. D., Mendes, A. C. G.; Silva, A. L. A. (2016) O envelhecimento populacional brasileiro: desafios e consequências sociais atuais e futuras. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol, Rio de Janeiro, 19(3), 507-519.

Nogueira, M. F., Lima, A. A., Trigueiro, J. S., Torquato, I. M. B.; Henriques, M. E. R. O., Alves, M. S. C. F. (2016) Comparando a qualidade de vida de idosos institucionalizados e não institucionalizados. Rev enferm UERJ, Rio de Janeiro, 24(5), 28-35.

Oliveira, B.C., Barbosa N. M., Lima M. S., Guerra H. S., Neves C. M., Avelar J. B. (2017) Avaliação da qualidade de vida em idosos da comunidade. Rev Bras Promoç Saúde, 30(3):1-10.

Organização Pan-Americano da Saúde-OPAS. IMC idosos. OPAS, 2002. Recuperado em: http://www.paho.org/bra.

Pereira, R. L. M. R & Sampaio, J. P. M. (2019) Estado nutricional e práticas alimentares de idosos do Piauí: dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional–SISVAN Web. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde, Piauí - PI. 13(4), 03-10.

Pillat, A. P., Berlezi, E. M., Jesus, L. B. , Schneider, R. H., Beatriz, L., Franz, B. (2020), Influência da obesidade nos critérios de classificação de sarcopenia em idosos. Rev. bras. geriatr. gerontol, 23(3), 12-19.

Questionário Whoqol. 2020. Programa de saúde mental Organização Mundial da Saúde. Genebra, OMS. Recuperado de: em http://www.brasileirosnomundo.itamaraty.gov.br/temas-sociais/questionarios-socio-economicos/programa-de-saude-mental.

Ribeiro C. G & Ferretti F, De Sá C. A. (2017) Quality of life based on level of physical activity among elderly residents of urban and rural areas. Rev Bras Geriatr Gerontol. 20(3), 330-9.

Santos, G. A., Arruda, A. L., Ribeiro, H. S., Correia, H. L., Teixeira, P. S., Neri, S. G. R., Cunha, V. A., Baião, V. M., Melo, W. M. & Ferreira, A. P. (2018) Descrição do perfil antropométrico, cognitivo e bioquímico de idosos institucionalizados de acordo com o risco de quedas. RPBeCS, 5(9), 01-09.

Silva, J. A. C., Souza, L. E. A. Ganassoli, C. (2017) Qualidade de vida na terceira idade: prevalência de fatores intervenientes. Rev Soc Bras Clin Med. jul-set;15(3),146-169.

Simeão, S. F. A. P., Martins, G. A. L., Gatti, M. A. N., Conti, M. H. S., Vitta, A., Marta, S. N. (2018) Estudo comparativo da qualidade de vida de idosos asilados e frequentadores do centro dia. Ciência & Saúde Coletiva, 23(11), 3923-3934.

Souza, M. S. (2015) Desafios do envelhecimento populacional: como as legislações destinadas aos idosos têm lidado com essa nova demanda? Estudos Interdisciplinares sobre o Envelhecimento, Porto Alegre - RS, 20(1), 159-175.

Souza, Y. P., Bezerra, A. de M., Fabrício, N. P., Tavares, N. B. F., Félix, N. D. C., Viana, M. C. A., Soares, A. A. (2018) Qualidade de Vida de Idosos com Obesidade ou Sobrepeso. R bras ci Saúde, 22(2),155-164.

Tavares, D. M. S., Bolina, A. F., Dias, F. P., Ferreira P. S. C., Santos, N. M. F. (2018) Excesso de peso em idosos rurais: associação com as condições de saúde e qualidade de vida. Ciênc. Saúde colet. 23(3), 222-243.

Uyeno, D., Lima, M., Nascimento Júnior, J., & Oiveira, D. (2016) Nível de qualidade de vida dos idosos em instituição de longa permanência - lar dos velhinhos, Maringá/PR. Cinergis, 17(2), 1-6.

Published

24/12/2021

How to Cite

FACCHINI, T.; ADAMI, F. S.; TRINDADE, N. dos S. .; FÜHR, J. C. .; LAVALL, J. M. .; DELAZZERI, F. C. L. .; CONDE, S. R. .; BERTANI, J. P. B. .; FASSINA, P. Quality of life and nutritional status of institutionalized and non-institutionalized elderly. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e187101724567, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24567. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24567. Acesso em: 24 jan. 2022.

Issue

Section

Health Sciences