Analysis of temperature and humidity variation in the pre-rainy season in the city of Sobral

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i17.24780

Keywords:

Temperature; Relative humidity; Climate variability.

Abstract

This article aims to analyze the variability of temperature and relative humidity during the pre-rainy season in a semi-arid environment. For this, data related to these climatic elements were collected through mini dataloggers housed in PVC structures installed in five sample points throughout the city of Sobral/CE. The research was guided by the theoretical assumptions defined by Carlos Augusto de Figueiredo Monteiro, who defined a theoretical and methodological framework for understanding the urban factor, through the Urban Climate System (SCU). The data correspond to three days of uninterrupted hourly collections. Our results show an unusual performance by ZCIT, which directly interfered in the results, through an increase in precipitation and cloud cover. We also found that, for the studied period, temperatures were always high, although they showed variability, as well as the relative humidity of the air. In the end, one of the most striking characteristics of the semiarid region of northeastern Brazil is evident, high temperatures.

Author Biography

Isorlanda Caracristi, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Possui graduação em Bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (1987) e doutorado em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (2007). Desenvolveu Estágio Pós-Doutoral junto ao Laboratório de Climatologia Geográfica e Recursos Hídricos (LCGRH) do Departamento de Geografia da UFC. É Professora associada da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). Foi Coordenadora Adjunta do Mestrado Acadêmico em Geografia da UVA (MAG-UVA) e compõe o quadro de professores permanentes, além de colaborar com o Programa de Pós-Graduação da UECE (PROPGEO) da Universidade Estadual do Ceará. Coordena o Laboratório de Estudos Ambientais e Climáticos (LEAC) e o Grupo de Pesquisa "Estudos Geográficos de Sistemas Ambientais e Climas Intrarregionais". É editora chefe da Revista da Casa da Geografia de Sobral (RCGS). Tem experiência e publicações na área de Geociências, com ênfase em Climatologia Geográfica, atuando principalmente nos seguintes temas: geografia física, climatologia geográfica, meio ambiente e teoria e método em geografia física. Atuou durante muitos das Diretorias da AGB Nacional e Seção Fortaleza e hoje é membro titular do Fórum Cearense de Mudanças Climáticas, Biodiversidade e Combate à Desertificação ? FCMC.

References

Ab’Saber. (1974). O domínio morfoclimático semi-árido das caatingas brasileiras. Geomorfologia, 43, 1-39.

Ayoade, J.O. (2003). Introdução à Climatologia para os Trópicos. (14a Ed). Rio de Janeiro: Berthand.

Barros, J.R. & Zavatini, J. A. (2009). Bases conceituais em climatologia Geográfica. Mercator, 8(16) 22-35.

Caracristi, I. (2000). Estudo integrado do clima da região do médio curso do rio Acaraú: uma análise geográfica do clima local. Revista Essentia, 1.

Caracristi, I. (1996). A Climatologia: Domínios e Métodos. Casa da Geografia de Sobral/UVA, 1(1).

Castelhano, F.N & Roseghini, W.F.F. (2011). A utilização de policloreto de vinila (PVC) na construção de mini-abrigos meteorológicos para aplicação em campo. Revista Brasileira de Climatologia, 9. 48-55.

Conti, J.B. (2005). A questão climática do Nordeste Brasileiro e os processos de desertificação. Revista Brasileira de Climatologia. 1(1). 7-14. http://www.geografia.fflch.usp.br/abclima.

Ferreira, A.G & Mello, N.G.S. (2005). Principais sistemas atmosféricos atuantes sobre a região Nordeste do Brasil e a influência dos oceanos Pacífico e Atlântico no clima da região. Revista Brasileira de Climatologia, 1 (1). 15-28.

Funceme (2002). Sistemas meteorológicos causadores de chuvas na região nordeste do Brasil. Boletim especial. http://www.funceme.com.br

Monteiro, C.A.F. (1971). Análise rítmica em climatologia. Problemas da atualidade climática em São Paulo e achegas para um programa de trabalho. São Paulo, Climatologia, 1. 1-21.

Monteiro, C. A. F. (1976). Teoria e clima urbano. (tese de doutorado) Instituto de Geografia, Universidade de São Paulo, SP, São Pauo, Brasil.

Monteiro, C.A.F & Mendonça, F. (2003). Clima Urbano, (7a ed) São Paulo: Contexto.

Monteiro, A. (2013). Riscos climáticos: hazards, áleas, episódios extremos. Em M.C. Amorim; J. L. Sant’anna Neto (Ed), Climatologia urbana e regional questões teóricas e estudos de caso.

Muniz, F.G.L. (2016). Urbanização e Conforto Térmico: Análise Climática do Centro da Cidade de Sobral – CE. (Dissertação de mestrado). Universidade Estadual do Vale do Acaraú. CE, Brasil.

Muniz, F.G.L. & Caracristi, I. (2019). A Percepção da população com o clima da cidade de Sobral–CE. Revista Equador, 8(2). 449-467.

Muniz, F.G.L. & Caracristi, I. (2019). As Transformações Urbanas e a Sazonalidade: Produtores do Conforto Térmico do Centro da Cidade de Sobral – CE. Revista geografia Ensino & pesquisa, 22, 1-12.

OKE, T. R. (2006). Initial guidance to obtain representative meteorological observations at urban sites. Instruments and Observing Methods. Vancouver: World Meteorological Organization.

Pereira, A.R; Angelocci, L.R. & Sentelhas, P.C. (2002). Agrometeorologia: fundamentos e aplicações práticas. Guaíba: Agropecuária.

Sant’Anna Neto, J.L. (1998). Clima e organização do espaço. Boletim de Geografia. Universidade Estadual de Maringá

Sant’Anna Neto, J.L. (2001). História da Climatologia no Brasil: gênese e paradigmas do clima como fenômeno geográfico. (tese de livre docência). Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, SP, Brasil.

Zavattini, J.A. (2000). O Paradigma da Análise Rítmica e a Climatologia Geográfica Brasileira. Revista Geografia, 25(3), 25-43.

Published

26/12/2021

How to Cite

MUNIZ, F. G. L. .; CARACRISTI, I. Analysis of temperature and humidity variation in the pre-rainy season in the city of Sobral . Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 17, p. e214101724780, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i17.24780. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/24780. Acesso em: 24 jan. 2022.

Issue

Section

Human and Social Sciences