Situational diagnosis of the coverage territory of Family Health Strategy Maria Lúcia Gregório, in Divinópolis-MG

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26249

Keywords:

Primary Health Care; Territorialization in Primary Health Care; Multiple chronic conditions.

Abstract

Situational diagnosis is a method of systematic analysis of the health conditions and risk of a population. In Brazil, it is used to help organize the work process of the Family Health Strategies, the primary health care program. The objective of this article is to elaborate the situational diagnosis of the ESF Maria Lúcia Gregório, in Divinópolis-MG. This is a cross-sectional descriptive study with a quantitative approach. Secondary data from the Integrated Health System were used to study the sociodemographic and health profile of the population registered with the afore mentioned Family Health Strategie. The area covered by the ESF Maria Lúcia Gregório has 1721 people registered in the SIS. 53% are women and 47% are men. 34% are affected by some health problem, especially mental health disorders and hypertension. Structural problems that affect the community and its experience were also observed. The data presented are relevant to aid in decision-making and management of health care within the ESF, in addition to being a notorious and necessary action by the government to correct the problems presented in the community.

References

Arantes, L. J., Shimizu, H. E., & Merchán-Hamann, E. (2016). Contribuições e desafios da ESF na Atenção Primária à Saúde no Brasil: revisão da literatura. Ciência & Saúde Coletiva,21(5),1499-1510.

Brasil, Ministério da Saúde. (2021). Banco de dados do Sistema Único de Saúde - DATASUS. Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). http://cnes.datasus.gov.br

Campos, D. B, Bezerra, I. C, & Jorge, M. S. B. (2018). Tecnologias do cuidado em saúde mental: práticas e processos da Atenção Primária. Revista Brasileira de Enfermagem; 71 (5): 2101-2108.

Conselho Nacional de Saúde- CNS. (2012). Resolução número 466 de dezembro de 2012. https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf

Costa, J., Poloponsky, K. Rocha, E., Russo, F., Silva, C. (2021). Gravidez na adolescência: conciliação de vida familiar, estudo e trabalho dos jovens em Recife. Instituto Brasileiro de Pesquisa Econômica Aplicada. http://dx.doi.org/10.38116/td2717

Departamento de Saúde da Família- DESF. (2020). Histórico de Cobertura da Atenção Básica, outubro/2020. https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/relatorios/relHistoricoCoberturaAB.xhtml

Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia- FEBRASGO. (2021). Reflexões sobre a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência 2021. FEBRASGO de Ginecologia Infanto Puberal. https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/1210-reflexoes-sobre-a-semana-nacional-de-prevencao-da-gravidez-na-adolescencia-2021

Fundação João Pinheiro- FJP. (2010). Índice Mineiro de Responsabilidade Social, Perfil Municipal de Divinópolis. Governo do Estado de Minas Gerais. http://imrs.fjp.mg.gov.br/Perfil/PerfilMunicipal?id=183

Fundação Educacional de Divinópolis- Universidade do Estado de Minas Gerais -FUNED-UEMG. (2013). “A configuração territorial de Divinópolis”. Plano Diretor Participativo de Divinópolis. Atlas.

Guadalupe, D.C. (2019). Modelagem e análise espacial da paisagem urbana de Divinópolis-MG. Programa de Pós-Graduação em Análise e Modelagem de Sistemas Ambientais. Atlas.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística- IBGE. (2010). Banco de Dados Agregados, 2010. Sistema IBGE de Recuperação Automática - SIDRA. https://www.ibge.gov.br/

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística- IBGE. (2020). Pesquisa Nacional de Saúde 2019: informações sobre domicílios, acesso e utilização dos serviços de saúde - Brasil, grandes regiões e unidades da federação. Atlas.

Machado, R.M., Souza, A.P., Nunes, F.D.D., et al. (2013). História da Saúde Mental de Divinópolis-MG. R. Enferm. Cent. O. Min. 3(2):752-760

Malta, D., Santos, M., Stopa, S., Vieira, J., Melo, E., & Reis A. (2016). A Cobertura da Estratégia de Saúde da Família (ESF) no Brasil, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Ciência & Saúde Coletiva;21(2):327-338.

Pereira, I.C.S., Amaral, C.M.S. (2021). Mapeamento dos espaços públicos de lazer de Divinópolis-MG. Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da UFMG. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2021.37734

Perillo, R. D., Poças, K. C., Machado, I. E., Bernal, R. T. I., Duarte, E. C. & Malta, D. C. (2020). Fatores associados à utilização da atenção primária pela população adulta de Belo Horizonte, Minas Gerais, segundo inquérito telefônico. Revista Mineira de Enfermagem, 24:1–10.

Pesquisa Nacional de Saúde- PNS. (2019). Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Trabalho e Rendimento - COREN. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Vol 4. Atlas.

Secretaria do Estado de Saúde de Minas Gerais- SES-MG. (2020). Plano Diretor de Regionalização da Saúde de Minas Gerais (PDR/MG). Governo do Estado de Minas Gerais. Atlas.

Secretaria de Políticas para as Mulheres - SPM. (2016). Monitoramento e Acompanhamento da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM) e do Plano Nacional de Políticas para as Mulheres 2013-2015 (PNPM). Atlas.

Universidade de São Paulo-USP. (2021). Prevalência de transtornos mentais é alta, mas não teve aumento importante na pandemia. Jornal da USP. https://jornal.usp.br/ciencias/prevalencia-de-transtornos-mentais-e-alta-mas-nao-teve-aumento-importante-na-pandemia/

Vieira, S (2019). Fundamentos de Estatística. (6a ed.) Editora Atlas.

Published

14/02/2022

How to Cite

OLIVEIRA, E.; RIOS JÚNIOR, E. A.; RODRIGUES, R. P.; CASTRO, T. A. de .; SILVA, H. K. C. .; ANDRADE, B. O.; SANTOS, Álisson O. dos . Situational diagnosis of the coverage territory of Family Health Strategy Maria Lúcia Gregório, in Divinópolis-MG. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e10111326249, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26249. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26249. Acesso em: 19 jun. 2024.

Issue

Section

Health Sciences