Soil quality from the organic production of Presidente Figueiredo-AM

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26311

Keywords:

Soil fertility; Soil chemical properties; Organic production.

Abstract

The management practices used in the organic farming system are based on natural processes, such as nutrient cycling. Thus, it is important that the rural producer adopts practices of maintenance or reconstitution of soil fertility. The objective of this work was to characterize the soil of organic production of properties in km 126 of BR174, Presidente Figueiredo-AM. Soil samples were collected in nine areas in the Jardim Floresta and Nova Floresta communities to analyze the physical (texture) and chemical properties. Based on the reports of soil analysis of each area collected, it was detected that the soil texture of the properties visited is very clayey (MA), and the soil fertility condition is totally inadequate for vegetable cultivation, since the pH average is 3.6, potential acidity is high (7.15 to 31.25 cmolc dm-3), as is aluminum saturation. The levels of organic matter found were very low (average of 2.3%), as were the levels of Ca, Mg, P, K, and Na for all areas studied, resulting in an average value of base saturation V=7.7%. Possibly the low productivity of organic agriculture in the Jardim Floresta and Nova Floresta communities in Presidente Figueiredo is mainly due to the inadequate chemical conditions of the soils, with high acidity and aluminum content and low fertility and organic matter. It is extremely necessary for producers in this region to adopt agricultural practices that improve the condition of these soils, so that they can use it for agriculture.

Author Biographies

Samuel Antônio Venâncio Silva, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Campus Presidente Figueiredo, Av. Onça Pintada, 1308, Galo da Serra, Presidente Figueiredo, AM, Brasil CEP 69735-000

Amanda Emanoela de Sena Freire, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Campus Presidente Figueiredo, Av. Onça Pintada, 1308, Galo da Serra, Presidente Figueiredo, AM, Brasil CEP 69735-000

Israel Pereira dos Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Campus Presidente Figueiredo, Av. Onça Pintada, 1308, Galo da Serra, Presidente Figueiredo, AM, Brasil CEP 69735-000

Flávia Camila Schimpl, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas

Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM), Campus Presidente Figueiredo, Av. Onça Pintada, 1308, Galo da Serra, Presidente Figueiredo, AM, Brasil CEP 69735-000

References

Alvarez, V. V. H., & Ribeiro, A. C. (1999). Calagem. In A. Ribeiro, P. T. G. Guimarães, & A. V. V. H (Eds.), Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais –5ª Aproximação (pp. 43-60). Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais.

Borges, A. L., Silva, J., Silva Souza, L., & Cerqueira Gomes, J. (2021). Calagem e adubação para a mandioca. Embrapa Mandioca e Fruticultura-Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E).

BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa nº 46, de 6 de outubro de 2011. Estabelece o regulamento técnico para os sistemas orgânicos de produção animal e vegetal, (2011).

Carneiro, C. J., Prochnow, D. A., Thesing, N. J., Nogueira, T. P., & Klockner, L. M. (2022). Impacto da produção de olerícolas em sistema de base agroecológica na qualidade química do solo. Research, Society and Development, 11(1), e47211125283-e47211125283.

Costa, K. C. G., Torres, F. E., Kraeski, M. J., Zanuncio, A. S., & Benteo, G L. (2021). Fosfatagem e calagem no desenvolvimento do capim mombaça. Research, Society and Development, 10(13), e361101313794-e361101313794.

Freire, L. R., Campos, D. V. B., Anjos, L. H. C., Zonta, E., Pereira, M. G., Bloise, R. M., Eira, P. A. (2013). Análise química de amostras de terra. In L. R. Freire, F. C. Balieiro, E. Zonta, L. H. C. Anjos, M. G. Pereira, E. Lima, J. G. M. Guerra, M. B. C. Ferreira, M. A. A. Leal, D. V. B. Campos, & J. C. Polidoro (Eds.), Manual de calagem e adubação do Estado do Rio de Janeiro (pp. 87-106). Editora Universidade Rural.

Hara, F. A. S., & Oliveira, L. A. (2004). Physiological and ecological characteristics of rhizobio isolated deriving of acid and alic soils of Presidente Figueiredo, Amazonas State. Acta Amazonica, 34(3), 343-357.

Ker, J. C. (1997). Latossolos do Brasil: uma revisão. Geonomos, 5(1), 17-40.

Lima, P. C., M, M. W., Sediyama, M., Santos, R. H. S., & Moreira, C. L. (2011). Manejo da adubação em sistemas orgânicos. In P. C. Lima, W. M. Moura, M. Venzon, T. Paula Jr, & M. C. M. Fonseca (Eds.), Tecnologias para produção orgânica (pp. 69-106). Unidade Regional EPAMIG Zona da Mata.

Lima Silva, M., Correia, L. M., Pereira, F. M. M., & Pereira, A. K. L. S. (2021). Caracterização de solo do Cariri Cearense destinado ao cultivo orgânico. Research, Society and Development, 10(12), e42101220106-e42101220106.

Malavolta, E., Vitti, G. C., & Oliveira, S. A. (1997). Avaliação do Estado Nutricional das Plantas: Princípios e Aplicações (2a ed.). Potafos.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2018). Técnicas de Pesquisa (8 ed.). Atlas.

Mendonça, B. A. F., Fernandes, E. I., Schaefer, C. E. G. R., Simas, F. N. B., & Paula, M. D. (2015). Os Solos das Campinaranas na Amazônia Brasileira: Ecossistemas Arenícolas Oligotróficos. Ciência Florestal, 25, 827-839.

Moraes, M. D., & Oliveira, N. A. M. (2017). Produção orgânica e agricultura familiar: obstáculos e oportunidades. Desenvolvimento Socioeconômico em Debate, 3(1), 19-37.

Nascimento, M. A., Silva, T. L., Rosendo, B. H. B., Souza Silva, E., Almeida, L. J. M., Freitas, A. B. T. M., & Mielezrski, F. (2019). Teor de sólidos solúveis de duas variedades de cana-de-açúcar submetidas a calagem em dois ciclos produtivos da cultura. Revista Brasileira de Meio Ambiente, 7(3).

Oliveira, B. A., Campos, L. P., Matias, S. S. R., Silva, T. S., & Gualberto, A. V. S. (2021). Spatiality of soil chemical attributes in a banana cultivation área in West Bahia. Revista Caatinga, 34, 177-188.

Oliveira, W. C., & Bertolini, G. R. F. (2022). Uma revisão sistemática sobre a contribuição das cooperativas para a sustentabilidade da agricultura familiar. Research, Society and Development, 11(2), e43411226098-e43411226098.

Paschoal, A. D. (1994). Produção orgânica de alimentos: agricultura sustentável para os séculos XX e XXI.

Pugliesi, A. A., Retondario, A., Stangarlin-Fiori, L., Tanikawa, L. M., Schieferdecker, M. E. M., Schmidt, S. T., & Ferreira, S. M. R. (2021). Opinion of family farmers on organic food supply to the Brazilian National School Feeding Program-a case study. Research, Society and Development, 10(13), e88101321036-e88101321036.

Schaefer, C., Lima, H., Teixeira, W., Vale Junior, J., Souza, K., Corrêia, G., Ruivo, M. (2017). Solos da região Amazônica. In N. Curi, J. C. Ker, R. F. Novais, P. Vidal-Torrado, & C. E. G. R. Schaefer (Eds.), Pedologia-Solos dos biomas brasileiros (pp. 111-175). Sociedade Brasileira de Ciência do Solo.

Soares, É. A. A., Silva, L. K. C., Cardoso, J. E. N., & Costa, Z. L. C. M. (2021). Sistemas de produção de base ecológica: Uma alternativa para o desenvolvimento sustentável. Research, Society and Development, 10(8), e59810817554-e59810817554.

Vilela, G. F., Mangabeira, J. A. C., Magalhães, L. A., & Tôsto, S. G. (2019). Agricultura orgânica no Brasil: um estudo sobre o Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos (8517000978). (Documentos, Issue.

Weber, J., & Silva, T. N. (2021). A Produção Orgânica no Brasil sob a Ótica do Desenvolvimento Sustentável. Desenvolvimento em Questão, 19(54), 164-184.

Published

22/02/2022

How to Cite

SILVA, S. A. V.; FREIRE, A. E. de S.; SANTOS, I. P. dos; SANTOS, G. A. N. dos; SCHIMPL, F. C. Soil quality from the organic production of Presidente Figueiredo-AM. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e30511326311, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26311. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26311. Acesso em: 24 jul. 2024.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences