Anxiety and food behavior in nutrition students

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26325

Keywords:

Anxiety; Feeding Behavior; Student health.

Abstract

Introdução: O último século apontou para um aumento significativo da ansiedade para a população humana como resposta às mudanças do cenário sócio-cultural e econômico. Os anos universitários são caracterizados por experiências positivas e também por fatores estressantes, que podem resultar em aumento da ansiedade e mudanças nos hábitos alimentares. Objetivos: Este estudo teve como objetivo identificar a correlação entre ansiedade e comportamento alimentar de estudantes universitários, examinando como a ansiedade impacta os hábitos alimentares de estudantes de nutrição. Métodos e materiais: Foram avaliados dados de 158 alunos do primeiro ao último ano do curso de nutrição, sendo 141 mulheres e 17 homens, com média de idade de 22,6 anos. Este estudo utilizou instrumentos validados para mensurar esses construtos: inquérito sobre ansiedade (IDATE); outro sobre comportamento alimentar (TFEQ-21) e dados socioeconômicos básicos dos alunos participantes da pesquisa. Resultados: Observou-se correlação positiva e significativa entre o nível de ansiedade por meio do STAI-T e o comportamento alimentar emocional (p = 0,000). Também foi observada uma correlação positiva entre o escore do comportamento alimentar não controlado (p = 0,001). Para restrição cognitiva, não houve correlação (p = 0,672). Conclusão: Existe uma correlação positiva entre ansiedade e hábitos alimentares relacionados à alimentação emocional. Novos estudos podem fornecer informações relevantes se expandidos para populações maiores para obter uma avaliação de como os dados se comportam, inclusive com profissionais de saúde em geral.

Author Biographies

Karine Dorn da Silva Rech Pinto, Centro Universitário de Volta Redonda

Nutritionist graduated from Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Bruna Casiraghi, Centro Universitário de Volta Redonda

Psychologist, PhD in education, professor at Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

Júlio César Soares Aragão, Centro Universitário de Volta Redonda

Physician, PhD in Collective Health, professor at Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA

References

Alvarenga, M., Figueiredo, M., Timerman, F., & Antonaccio, C. (Eds.). (2015). Nutrição Comportamental. Manole.

Aragão, J. C. S., Casiraghi, B., Mota, É. M., Abrahão, M. A. B., Almeida, T. A. de, Baylão, A. C. do P., & Araújo, P. A. M. T. (2017). Saúde mental em estudantes de medicina. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 0(14), 038–041. https://doi.org/10.17979/reipe.2017.0.14.2267

Borine, M. S. (2011). Ansiedade, neuroticismo e suporte familiar: evidência de validade do inventário de ansiedade traço-estado (IDATE). 123.

Brandão, M. L. (2005). As bases biológicas do comportamento: Introdução à neurociência. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, 47(3), 124–124. https://doi.org/10.1590/S0036-46652005000300013

Castillo, A. R. G., Recondo, R., Asbahr, F. R., & Manfro, G. G. (2000). Transtornos de ansiedade. Brazilian Journal of Psychiatry, 22, 20–23. https://doi.org/10.1590/S1516-44462000000600006

Chui, H., Bryant, E., Sarabia, C., Maskeen, S., & Stewart-Knox, B. (2019). Burnout, eating behaviour traits and dietary patterns. British Food Journal, 122(2), 404–413. https://doi.org/10.1108/BFJ-04-2019-0300

Coelho, A. T., Lorenzini, L. M., Suda, E. Y., Rossini, S., & Reimão, R. (2010). Qualidade de Sono, Depressão e Ansiedade em Universitários dos Últimos Semestres de Cursos da Área da Saúde. Neurobiologia, 73, 6.

Corregiari, F. (2012). Ansiedade e medo patológico. In C. G. Mansur (Ed.), Psiquiatria para o Médico Generalista (1a, pp. 152–174). Artmed.

Cruz, M. C. A., Garcia, T. R., Macedo, R. M., Freitas, Y. J. F. de, Borges, N. M. P., Silva, A. C. S. P. da, Silva, M. L., & Arruda, J. T. (2021). Influência na qualidade de vida dos estudantes de Medicina relacionadas a má alimentação e sono. Research, Society and Development, 10(2), e23710212393–e23710212393. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i2.12393

Eisenberg, D., Gollust, S. E., Golberstein, E., & Hefner, J. L. (2007). Prevalence and correlates of depression, anxiety, and suicidality among university students. American Journal of Orthopsychiatry, 77(4), 534–542. https://doi.org/10.1037/0002-9432.77.4.534

Fávero, L. P., & Belfiore, P. (2017). Manual de Análise de Dados: Estatística e Modelagem Multivariada com Excel®, SPSS® e Stata®. Elsevier Brasil.

Ferreira, C. L., Almondes, K. M. de, Braga, L. P., Mata, Á. N. de S., Lemos, C. A., & Maia, E. M. C. (2009a). Universidade, contexto ansiogênico? Avaliação de traço e estado de ansiedade em estudantes do ciclo básico. Ciência & Saúde Coletiva, 14(3), 973–981. https://doi.org/10.1590/S1413-81232009000300033

Ferreira, C. L., Almondes, K. M. de, Braga, L. P., Mata, Á. N. de S., Lemos, C. A., & Maia, E. M. C. (2009b). Universidade, contexto ansiogênico? Avaliação de traço e estado de ansiedade em estudantes do ciclo básico. Ciência & Saúde Coletiva, 14(3), 973–981. https://doi.org/10.1590/S1413-81232009000300033

Fiates, G. M. R., & Salles, R. K. de. (2001). Fatores de risco para o desenvolvimento de distúrbios alimentares: Um estudo em universitárias. Revista de Nutrição, 14, 3–6. https://doi.org/10.1590/S1415-52732001000400001

Gama, M. M. A., Moura, G. S., Araújo, R. F., & Teixeira-Silva, F. (2008). Ansiedade-traço em estudantes universitários de Aracaju (SE). Revista de Psiquiatria Do Rio Grande Do Sul, 30(1), 19–24. https://doi.org/10.1590/S0101-81082008000100007

Gondim, S. M. G. (2002). Perfil profissional e mercado de trabalho: Relação com formação acadêmica pela perspectiva de estudantes universitários. Estudos de Psicologia (Natal), 7(2), 299–309. https://doi.org/10.1590/S1413-294X2002000200011

Kaufman, A. (2013). Alimento e emoção. ComCiência, 145, 0–0. http://comciencia.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1519-76542013000100012&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Kuzujanakis, M. (2020). Anxiety in today’s children and young adults. Gifted Education International, 026142942093444. https://doi.org/10.1177/0261429420934445

Lantyer, A. da S., Varanda, C. C., Souza, F. G. de, Padovani, R. da C., & Viana, M. de B. (2016). Ansiedade e Qualidade de Vida entre Estudantes Universitários Ingressantes: Avaliação e Intervenção. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva, 18(2), 4–19. https://doi.org/10.31505/rbtcc.v18i2.880

Liao, L.-L., Lai, I.-J., & Chang, L.-C. (2019). Nutrition literacy is associated with healthy-eating behaviour among college students in Taiwan. Health Education Journal, 78(7), 756–769. https://doi.org/10.1177/0017896919836132

Lima, L. da S. (2012). Comportamento alimentar e qualidade de vida após 24 meses de cirurgia bariátrica [Dissertação (mestrado), Universidade de Brasília]. https://repositorio.unb.br/handle/10482/13802

Marôco, J. (2018). Análise Estatística com o SPSS Statistics (7th ed.). ReportNumber.

Matos, S. M. R. de, & Ferreira, J. C. de S. (2021). Estresse e comportamento alimentar. Research, Society and Development, 10(7), e26210716726–e26210716726. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i7.16726

Natacci, L. C., & Ferreira Júnior, M. (2011). The three factor eating questionnaire - R21: Tradução para o português e aplicação em mulheres brasileiras. Revista de Nutrição, 24(3), 383–394. https://doi.org/10.1590/S1415-52732011000300002

Pasquali, L. (2013). Psicometria: Teoria dos testes na psicologia e na educação (5a edição). Editora Vozes.

Penaforte, F. R., Matta, N. C., & Japur, C. C. (2016). Associação entre estresse e comportamento alimentar em estudantes universitários. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde, 11(1), 225–237. https://doi.org/10.12957/demetra.2016.18592

Prado, J. M. do, Kurebayashi, L. F. S., & Silva, M. J. P. da. (2012). Eficácia da auriculoterapia na redução de ansiedade em estudantes de enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 46(5), 1200–1206. https://doi.org/10.1590/S0080-62342012000500023

Souza, M. A. A. de, Gomes, V. C. de S., Silva, E. I. G. e, & Messias, C. M. B. de O. (2017). Incidência da síndrome do comer noturno e compulsão alimentar em estudantes de Nutrição. Saúde e Pesquisa, 10(1), 15–23. https://doi.org/10.17765/2176-9206.2017v10n1p15-23

Spielberger, C. D., Gorsuch, R. L., & Lushene, R. (1983). State-trait anxiety inventory STAI (Form Y). Redw City Mind Gard.

World Health Organization. (2017). Depression and other common mental disorders: Global health estimates (Technical Documents WHO/MSD/MER/2017.2). World Health Organization. https://apps.who.int/iris/handle/10665/254610

Downloads

Published

12/02/2022

How to Cite

PINTO, K. D. da S. R.; CASIRAGHI, B.; ARAGÃO, J. C. S. Anxiety and food behavior in nutrition students . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e5711326325, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26325. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26325. Acesso em: 19 jun. 2024.

Issue

Section

Health Sciences