Cumaru cultivation as an economical alternative for family farmers: a case study in the western region of Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26732

Keywords:

Agroforestry systems; Tree cultivation; Agricultural products.

Abstract

The objective of this study was to compare the economic viability (EV) between traditional cropping systems (coivara) and agroforestry systems (AFS), with cumaru (Dipteryx spp.) as the main component in areas of family farmers (AF) of the PDS Terra Nossa (Novo Progresso-PA) and Kayapó indigenous people from the Baú Indigenous Land (TI) (Altamira-PA). To this end, participatory diagnoses and semi-structured interviews were carried out between 2015 and 2018. Data analysis was based on the time horizon of 4 years and 8 years. The EV was measured by the Net Present Value (NPV), Internal Rate of Return (IRR) and the benefit/cost ratio (B/C). The most frequent crops in the fields of AF of the Terra Nossa PDS (Novo Progresso) and the Kayapó indigenous peoples of the Baú Indigenous Land (TI) were banana and manioc. The economic analysis observed that the banana monoculture system (SMB) was the one that obtained the best results at 4 years, with a NPV of R$ 26,810.16, IRR of 32.62%, B/C of 2.56, with the planting of banana and cumaru (SAF2) with the second best result (NPV R$ 32,809.05, IRR of 29.39% and B/C of 3.18), and the cassava monoculture system (SMM) with the worse performance. On the other hand, when considering the time horizon of eight years, the SAF3 system showed better economic performance with a NPV of R$ 36,655.88, IRR of 25.76% and B/C of 3.15, and the second most profitable alternative was the AFS cumaru and banana (SAF2) (NPV R$ 32,809.05, IRR of 29.39% and B/C of 3.18).

References

Alves, R. N., Junior, M. S., Cardoso, C. E., & Nascimento, R. P. (2011). Sistemas e custos de produção de raiz de mandioca desenvolvidos por agricultores de Castanhal – Pará. Congresso Brasileiro de Mandioca - Mandioca: fonte de alimento e energia. Maceió: ABAM:SBM.

Antoniazzi, L., Sartorelli, P., Costa, K., & Basso, I. (2016). Restauração Florestal Em Cadeias Agropecuárias Para Adequação Ao Código Florestal - Análise econômica de oito estados brasileiros. São Paulo: Agrocoine/INPUT.

Bento, R. A., Vieira, G., Panhoca, L., Carneiro, L. M., & Guerra, C. M. S. (2013). Activity based costing of the nucleation techniques implemented in forest clearings due to oil exploration in the Central Amazon. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 10(2), 117-129.

Brando, P. M., Soares-Filho, B., Rodrigues, L., Assunção, A., Morton, D., Tuchschneider, D., & Coe, M. T. (2020). The gathering firestorm in southern Amazonia. Science advances, 6(2), 1632.

BRASIL. (2002). Instrução normativa SRF nº 256, de 11 de dezembro de 2002. (R. Federal, Ed.) Diário Oficial da União, p. 99.

Capucho, H. L. (2017). Fenologia e Crescimento do Cumaru (Dipteryx spp.) em sistemas agroflorestais em Belterra e Mojuí dos Campos, Pará. Monografia. Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, Pará, Brasil.

Cordeiro, I. M. (2007). Comportamento de Shizolobium parahyba Var amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby e Ananas comosus var erectifoliuus (l. B. Smith) Coppens & Leal sob diferentes sistemas de cultivo no municipio de Aurora do Pará. Tese de doutorado, Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém.

Cordeiro, I. M., Santana, A. C., Lameira, O. A., & Silva, I. M. (2009). Análise econômica dos sistemas de cultivo com Schizolobium parahyba var. amazonicum (Huber ex Ducke) Barneby (Paricá) e Ananas comosus var. erectifolius (L. B. Smith) Coppus & Leal (Curauá) no município de Aurora do Pará (PA), Brasil. . Revista de la Facultad de Agronomía, 26(2), 243-265.

EMBRAPA. (2017). Sistema de Produção de Banana para o Estado do Pará. Sistemas de Produção Embrapa. EMBRAPA, Brasília. https://www.spo.cnptia.embrapa.br/conteudo?p_p_id=conteudoportlet_WAR_sistemasdeproducaolf6_1ga1ceportlet&p_p_lifecycle=0&p_p_state=no

Ewert, M., Arco-Verde, M. F., Palma, V. H., & da Silva Kazama, D. C. (2021). Avaliação financeira e desempenho produtivo de Sistemas Agroflorestais Agroecológicos. Research, Society and Development, 10(5).

FAO. (2012). Greening the Economy with Agriculture. Roma, Italy: FAO.

Filgueiras, G. C., & Homma, A. K. (2016). Aspectos socioeconômicos da cultura da mandioca na região norte. In: M. d. Alves, M. d. Alves, & R. N. Brabo (Eds.). Cultura da mandioca: aspectos socioeconômicos, melhoramento genético, sistemas de cultivo, manejo de pragas e doenças e agroindústria (Cap. 1, pp. 15-48). Brasília, Brasil: EMBRAPA.

Funk, V., Hollowell, T., Berry, P., Kelloff, C., & Alexander, S. N. (2007). Checklist of the Plants of the Guiana Shield (Venezuela: Amazonas, Bolivar, Delta Amacuro; Guyana, Surinam, French Guiana). Washington, DC, USA: National Museum of Natural History.

Gama, M. d. (2003). Análise técnica e econômica de sistemas agroflorestais em Machadinho d’Oeste. Tese de Doutorado, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil.

Herrero-Jáuregui, C., Sist, P., Vinson, C., Martins-da-Silva, R. C., & Kanashiro, M. (2011). Impacto da exploração na dinâmica de regeneração de duas espécies de uso múltiplo: cumaru (dipteryx odorata (aubl.) willd.) e copaíba (copaifera reticulata. Floresta em Pé, 95.

IBGE. (2019). Sistema IBGE de Recuperação Automática: produçaõ agricola municipal. https://sidra.ibge.gov.br/tabela/5457#resultado

IMAZON. (2018). Preços de Produtos da Floresta – Banco de Dados 2018. https://imazon.org.br/publicacoes/precos-de-produtos-da-floresta/

ISAF. (2015). Projeto Horizonte Verde. Instituto Socioambiental Floranativa - ISAF, Ananindeua.

May, P. H., Bohrer, C. B., Tanizaki, K., Dubois, J. C. L., Landi, M. P. M., Campagnani, S., ... & da Vinha, V. G. (2005). Sistemas agroflorestais e reflorestamento para captura de carbono e geração de renda. VI Encontro da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, Brasília, Distrito federal, Brasil, 6

Mota, C. G. (2018). A Produção Florestal e Agroflorestal do Cumaru (Dipteryx spp.): estudo de caso em três regiões do Estado do Pará. Tese de doutorado. Universidade Federal do Oeste do Pará, Santarém, Pará, Brasil.

Nepstad, D. C., Moreira, A. G., & Alencar, A. A. (1999). Floresta em chamas: Origens, impactos e prevenção do fogo na Amazônia (ed. rev.). Belém: Instituto de Pesquisa Amazônicas (IPAM).

Pereira, C. A., Almeida, E. N., Guerrero, J. B., & Veiga, J. B. (2000). O impacto de fogos acidentais em sistemas silvipastoris na Amazônia. In: III Congresso Brasileiro de Sistemas Agrofiorestais, Manaus, Amazonas, Brasil, 3.

Pesce, C. (2009). Oleaginosas da Amazônia. Belém: Museu Paraense Emilio Goeldi.

Possey, D. A. (2009). Consequências ecologicas da presença do índio Kayapó na Amazônia: recursos antropólogicos e diretos de recursos tradicionais. In: C. Cavalcanti, & C. Cavalcanti (Ed.), Desenvolvimento e Natureza: Estudos para uma sociedade sustentável (Cap. 3, pp. 177-194). São Paulo: Fundação Joaquim Nabuco.

Queiroz, A. M., & Gama, Z. A. G. P. (2016). Aspectos econômicos dos plantios com eucalipto (Eucalyptus spp.) na região do baixo acre. Floresta, 46(3), 287-296.

Rambo, J. R., Tarsitano, M. A. A., Krause, W., Laforga, G., & Silva, C. (2015). Análise financeira e custo de produção de banana-maçã: um estudo de caso em Tangará da Serra, Estado do Mato Grosso. Informações Econômicas, 45(5), 29-39.

Rëgo, L. J. (2014). Análise econômica da produção da amêndoa de cumaru e caracterização do seu mercado em Santarém e Alenquer, Pará. Dissertação de Mestrado em Engenharia Florestal, Universidade Federal do Viçosa, Viçosa, Minas Gerais, Brasil.

Rezende, J. L., & Oliveira, A. D. (2001). Análise Econômica e Social de Projetos Florestais. Viçosa: UFV.

Ribeiro, F. W., Rodrigues, C. C., Costa, E. M., Almeida, I. B., & da Silva, A. C. (2017). Viabilidade Econômica da Implantação de Mandioca em uma Propriedade Rural no Município de Orizona, Goiás. Anais da Semana de Ciências Agrárias e Jornada de Pós-Graduação em Produção Vegetal, Ipameri, Goias, Brasil, 14.

Ricklefs, R. E. (2011). A economia da Natureza sexta edição. Guanabara Koogan.

Riera-Prunera C. (2014) Opportunity Cost. In: Michalos A.C. (eds) Encyclopedia of Quality of Life and Well-Being Research. Dordrecht: Springer. https://doi.org/10.1007/978-94-007-0753-5_2016

Robert, P. D., López Garcés, C., Laques, A. E., & Coelho-Ferreira, M. (2012). A beleza das roças: agrobiodiversidade Mebêngôkre-Kayapó em tempos de globalização. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, 7(2), 339-369.

Santos, J. A. C., Pauletto, D., Mota, C. G., da Silva, S. U. P., do Nascimento, G. D. C. S., & Gomes, V. S. (2018). Uso do fogo na agricultura: medidas preventivas e queima controlada no projeto de desenvolvimento sustentável Terra Nossa, Novo Progresso, Pará. Revista Agroecossistemas, 10(2), 353-366.

Santos, M. A., & Santana, A. C. (2014). A cadeia de valor da mandioca no Municipio de Portel. In: A. C. Santana, & A. C. Santana (Ed.), Mercado cadeia produtiva e desenvolvimento rural na Amazônia (Cap 4, p. 32-54). Belém: UFRA.

Santos, M. J., Rodriguez, L. C., & Wandelli, E. V. (2002). Avaliação econômica de quatro modelos agroflorestais em áreas degradadas por pastagens na Amazônia Ocidental. Scientia Forestalis, 62, 48-61.

Scarpin, J. E., & Boff, M. L. (2007). Avaliação do custo de oportunidade na atividade agrícola: um caso prático na cidade de Pai ma Sola Santa Catarina. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 6(16), 63-72.

Silva, D., & Nunes, S. (2017). Avaliação e modelagem econômica da restauração florestal no Estado do Pará. Belém, Pa: Imazon.

Silva, M. L., de Rezende, J. L. P., Lima, V. B., Cordeiro, S. A., & Coelho, L. M. (2008). Métodos de cálculo do custo da terra na atividade florestal. Cerne, 14(1), 75-81.

Souza, R. F., da Silva, I. D. F., da Mota Silveira, F. P., Neto, M. A. D., & da Rocha, I. T. M. (2013). Análise econômica no cultivo da mandioca. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 8(2), 20.

Published

03/03/2022

How to Cite

MOTA, C. G. da; PAULETTO, D.; CAPUCHO, H. L. V. .; SILVA, S. U. P. da .; PONTE, M. X. . Cumaru cultivation as an economical alternative for family farmers: a case study in the western region of Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e46511326732, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26732. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26732. Acesso em: 24 jul. 2024.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences