Moringa oleifera Lam flour biscuits.: a possibility of child supplement

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26790

Keywords:

Nutritional properties; Food supplement; Iron deficiency anemia.

Abstract

The Moringa oleifera (Mo) is a perennial species, of the family Moringaceae, originating in the Himalayas. It is full of benefits to human health, as it helps in the prevention and fight of various diseases, including iron deficiency anemia in children. Interest in this plant and its benefits has increased, many scientists study its nutritional and medicinal properties. Based on these statements, this work aimed to produce Mo flour (leaf powder) and biscuits with the partial replacement of conventional flours, as well as the evaluation of chemical compositions, sensory and acceptability analyses, as well as the possible use of biscuit as a food supplement for children. The study was divided into five stages: flour preparation; preparation of the biscuit; bromatological analysis; sensory analysis and acceptability test and statistical analysis. The values found are arranged and presented in tables and graphs detailing in detail for a better evaluation, among which vitamin C and iron stand out. The biscuits showed high acceptability, so the Mo flour and biscuits can be considered good sources of proteins, carbohydrates, lipids, fibers, vitamin C, and iron, an alternative supplement in food preparations.

References

Almeida, M. S. M (2018). Moringa oleifera Lam, seus benefícios medicinais, nutricionais e avaliação de toxicidade. [Dissertação de Mestrado Integrado em Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Farmácia, Universidade de Coimbra-Portugal].

Association Of Official Agricultural Chemists - AOAC. (2016). Official methods of analysis of the Association Analytical Chemists. (20a ed.), Gaithersburg: Maryland.

Baptista, A. T. A., Silva, M. O., Bergamasco, R. & Vieira, A. M. S. (2012). Avaliação físico-química e sensorial de biscoitos tipo cookies elaborados com folha de Moringa oleifera. Boletim do centro de Pesquisa de processamento de Alimentos. 30(1): 65-74.

Brasil (2005). Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 269, de 22 de setembro de 2005. Regulamento técnico sobre a ingestão diária recomendada (IDR) de proteína, vitaminas e minerais. Diário Oficial da União. https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/inspecao/produtos-vegetal/legislacao-1/biblioteca-de-normas-vinhos-e-bebidas/resolucao-rdc-no-269-de-22-de-setembro-de-2005.

Brasil (2005). Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução nº 263, de 22 de setembro de 2005. Regulamento técnico para produtos de cereais, amidos, farinhas e farelos. Diário Oficial da União. em:https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2005/rdc0263_22_09_2005.html.

Brasil (2014). Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. (2ª ed.), Ministério da Saúde.

Câmara, G. B., Oliveira, T. K. B., Macedo, S. C., Leite, D. D. F., Soares, T. C, Lima, A. R. N., Vasconcelos, S. H., Soares, T. C., Barbosa, M. L., & Trigueiro, L. S. L. (2019). Caracterização físico-química, toxicológica e nutricional das folhas da Moringa oleifera secas e in natura. Research, Society and Development. 8(11):1-13.

Carelle, A. C., & Cândido, C. C. (2014). Técnicas Dietéticas. Editora: Érica.

Carvalho Neto, A. S. F. (2017). Análise de viabilidade econômico-financeira da produção e exportação de óleo de semente e pó de folha de Moringa oleifera. [Dissertação de Mestrado em Ciência, Tecnologia e Inovação - Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal].

Castro, R.P. (2017). Desenvolvimento de bioprodutos inovadores derivados da moringa (Moringa oleifera). [Dissertação de Mestrado em Ciência, Tecnologia e Inovação - Escola de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal].

Chisté, K. O., Cohen, K. O., Mathias, E. A., & Ramoa Júnior, A. G. A. (2006). Qualidade da farinha de mandioca do grupo seca. Revista Ciências e Tecnologia de Alimentos. 26(4):861-864.

Dutcosky, S. D. (2011). Análise sensorial de alimentos. (3a ed.), universitária Champagnat.

Estrela, C. (2018). Metodologia Científica: Ciência, Ensino, Pesquisa. Editora Artes Médicas, (3a ed).

Fruet, A. P. B., Stefanello, F. S., Silva, M. S., Kirinus, J. K., Nörnberg, J. L., Teixeira, C., & Dörr. A. C. (2014). Incorporação de fibra alimentar em produtos cárneos. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental. 18(Ed. Especial):11-17.

Gasqui, D. L., Marinelli, P. S., Otoboni, A., Tanaka, A, Y., & Oliveira, A. S. (2015). Caracterização química e nutricional da farinha de moringa (Moringa oleifera Lam.). Revistas Cientificas Eletrônicas. 4(1):01-09.

Gueiros, M. A. F., Marinelli, O. S., Otoboni, A. M. M. B., Tanaka, A. Y., & Oliveira, A. S. (2019). Caracterização química e nutricional da farinha de moringa (Moringa oleifera Lam.). IV Congresso Internacional das Ciências Agrárias COINTER – PDVAgro. Universidade Federal Rural de Pernambuco, PE, Brasil. https://cointer.institutoidv.org/inscricao/pdvagro/uploadsAnais2020/CARACTERIZA%C3%87%C3%83O-F%C3%8DSICO-QU%C3%8DMICA-DA-FOLHA-MORINGA-(Moringa-oleifera-Lamarck)--EM-P%C3%93.pdf.

Helvio, B. (2007). Moringa oleifera, el maná verde del trópico, cultivo, comercialización. 2007.

Instituto Adolfo Luttz. (2008). Normas Analíticas do Instituto Adolfo Lutz. Métodos físico-químicos para análises de alimentos, (4a ed).

Lopes, G. S., Dias, G. S., & Mondego, J. M. (2020). Estudos aplicados à análise sensorial de alimentos [recurso eletrônico]. Nova Xavantina, MT: Pantanal, 2020. 50p.

Macambira, G. M., Rabello, C. B. V., Navarro, M. I. V., Ludke, M. C. M. M., Silva, J. C. R., Lopes, E. C., Nascimento, G. R., Lopes, C. C., Bandeira, J. M., & Silva, D. A., (2018) Caracterização nutricional das folhas de Moringa oleifera (MOL) para frangos de corte. Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia. 70(2): 570-578.

Mensah, J. K., Emelike, N. J.T., Uwa, F. O., Ebere, C. O., & Naik, M. R. (2012).Phytochemical, nutritional, and antibacterial properties of dried leaf powder of Moringa oleifera (Lam.) from Edo Central Province, Nigeria. Journal of Natural Products and Plants Resources. 2(1): 107-112.

Modesti, C. F. (2006). Obtenção e caracterização de concentrado proteico de folhas de mandioca submetido a diferentes tratamentos. [Dissertação de Mestrado em Agronomia, área de concentração Agroquímica e Agro bioquímica - Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG].

Monteiro, A. R. G. (2005). Introdução à análise sensorial de alimentos. Eduem. p. 24-36.

Moreira, L. N. (2016). Técnica dietética. SESES. p. 240.

Moura, A. S., Souza, A. L. G., Oliveira Júnior, A. M., Lira, M. L., & Silva, G. L. (2009). Caracterização físico-química da folha, flor e vagem da Moringa oleifera Lamarck. Documento a presentado em Encontro Nacional de Moringa. Aracaju – Sergipe.

Moyo, B., Masika, P. J., Hugo, A., Muchenje, V., & Muchenje, V. (2011). Nutritional characterization of Moringa oleifera (Moringa oleifera) leaves. Afr. J. Biotechnol. African Journal of Biotechnology. 10(60):12925-12933.

Organização Mundial de Saúde. (2015). Lucha contra la anemia nutricional, especialmente contra la carência de hierro: Informe ADI/OIEA/OMS. Série de Informes Técnicos, 580. Genebra: OMS, Micronutrientes na lactação.

Pinheiro, D. M., Porto, K. R. A., & Menezes, M. E. S. (2005). A Química dos Alimentos: carboidratos, lipídeos, proteínas, vitaminas e minerais. EDUFAL - Editora da Universidade Federal de Alagoas, Maceió.

Rocha, D. R. C., Pereira, G. A., Vieira. G., Pantoja, L., Santos, A. S., & Pinto, N. A. V. D. (2008). Macarrão adicionado de ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller) desidratado. Brazilian Journal of Food and Nutrition. 19(4):459-465.

Romero, R. C., Corrales, V. H. D., & Montaño G. T. (2015). Aspectos importantes de Moringa oleifera: una alternativa para tratar la anemia por deficiencia de hierro. Revista de Ciencias Biológicas y de la Salud. (1):1-7.

Santana, M. F. S., Gonçalves, L. M. F., & Oliveira, C. G. M. (2008). Biscoitos enriquecidos com farinha do mesocarpo de babaçu. In: Congresso brasileiro de ciência e tecnologia de alimentos, 21. Seminário latino americano e do Caribe de ciência e tecnologia de alimentos, 15. SBCTA.

Santos, A. F. R., Pontes, E. D. S., Araújo, M. G. G., Melo, P. C. M. F., Viera, V. B., & Jerônimo, H. M. A. (2020). Elaboração e caracterização física e físico-química de um brownie enriquecido com farinha da folha de Moringa (Moringa oleifera). Research, Society and Development. 9(7):101973927.

Shija, S. J., Mikali, H., & Islam A. (2009). Efeito da suplementação de folhas de Moringa oleifera em pó na redução da anemia em crianças menores de dois anos no distrito de Kisarawe, na Tanzânia. Food Science Nutrition. 7(8):2584–2594.

Siguemoto. É. S. (2013). Composição nutricional e propriedades funcionais do murici (Byrsomina crassifolia) e moringa (Moringa oleifera). [Dissertação de Mestrado, Nutrição em Saúde Pública, Faculdade de São Paulo, USP].

Silva, J. C., Marques, R. G., Teixeira, B. E. M., & Ciabotti, S. (2001). Teores de proteínas e fibras das folhas de taioba, ora-pro-nobis, serralha e mostarda coletadas no município de Diamantina. CNPq/UFVJM.

Silva, L. S. V., Souza, A. P. T. G. G., Saunders, C. & Ramalho, A. (2007). Micronutrients in pregnancy and lactation. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil. 7(3):237-244.

Silva, S. N., Gomes, J. P., & Matos, J. D. P. (2020). Composição físico-química de sementes de moringa oriundas de dois estados do nordeste brasileiro. Revista de Agroecologia no Semiárido (RAS) - (Sousa - PB). 4(5):63-71.

Tabela brasileira de composição de alimentos (TACO). (2011). (4a ed). NEPA UNICAMP.

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos. TBCA. (2020). Universidade de São Paulo (USP). Food Research Center (FoRC). (versão 7.1).

Tavares, J. T. Q., Santos, C. M., De Carvalho, L. A., & da Silva, C. L. (1999). Determinação volumétrica de ácido ascórbico pelos métodos de Tilmans e Balemtine. Magistra. 7:1-8.

Teixeira, E. M. B. (2012). Caracterização química e nutricional da folha de moringa (Moringa oleifera). [Tese de Doutorado em Alimentos e Nutrição, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho].

Teixeira, E., Meinert, E. M., & Barbetta., P. A. (1987). Análise sensorial de alimentos. UFSC.

Tibola. C. S., De Mori, C., Guarienti, E. M., Lorini, I., Lima, M. I. P. M., & Miranda, M. Z. (2010). Gestão da qualidade do trigo na pós-colheita. In: Pires J. L. F., Vargas, L., Cunha, G. R. Trigo no Brasil Bases para a produção competitiva e sustentável. Passo Fundo: Embrapa Trigo. 16:391-426.

Downloads

Published

26/02/2022

How to Cite

COELHO, M. T. P. .; FIGUEIREDO, C. V. .; MORAES, A. da S. F. F. .; SILVA, L. M. G. E. da . Moringa oleifera Lam flour biscuits.: a possibility of child supplement. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e36811326790, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26790. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26790. Acesso em: 19 jun. 2024.

Issue

Section

Health Sciences