Access to health and quality of life in the rural area

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26906

Keywords:

Access to health services; Countryside; Rural population; Health care; Primary health care.

Abstract

Objective: To analyze access to health and quality of life in rural areas. Method: Integrative review, which used PubMed, LILACS, Scielo and BVS as research source. Publications from 2010 to 2020 were selected. After analysis, 23 studies were selected. Results: Most studies were from the year 2020 and 2018, these addressed the difficulty of accessing health services in rural areas. There was a lack of vacancies and professionals to meet the health demands, in addition to socioeconomic issues that affect the demand for preventive services. Conclusion: Despite the improvements achieved, mainly due to the decentralization of health, there is still a lot to be done to bring equitable health to rural areas. Since, in addition to the organizational difficulties of health services, there are socioeconomic adversities that are intrinsic to the population, which go beyond the scope of the health sector, and lack interventions from other sectors and social segments.

References

Arruda, N. M., Maia, A. G., Alves, L. C. (2018). Desigualdade no acesso à saúde entre as áreas urbanas e rurais do Brasil: uma decomposição de fatores entre 1998 a 2008. Cadernos de Saúde Pública, 34(6), 1-14. DOI: 10.1590/0102-311X00213816

Bertuzzi, D., Paskulin, L. G. M., Morais, L. P. (2012). Arranjos e rede de apoio familiar de idosos que vivem em uma área rural. Texto Contexto Enferm, 21(1), 158-66. DOI: 10.1590/S0104-07072012000100018

Bortolotto, C. C., Mola, C. L., Tovo-rodrigues, L. (2018). Quality of life in adults from a rural area in Southern Brazil: a population-based study. Rev. Saúde Pública, 52(supl. 1, 4s), 1-11. DOI: 10.11606/S1518-8787.2018052000261

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo e da Floresta / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa, Departamento de Apoio à Gestão Participativa. ed.; 1. reimp. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2013. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_saude_populacoes_campo.pdf. Acesso em: 29 de maio de 2021.

Bubolz, C. T. R., Rombaldi, A. J., Gonzales, N. G., Azevedo, M. R., Madruga, S. W. (2018). Consumo alimentar conforme o tipo de alimentação consumida em escolas de zona rural no sul do Brasil. Ciencia & saude coletiva, 23(8), 2705-2712. DOI: 10.1590/1413-81232018238.15902016

Camerini, A. V., Silva, A. E. R., Prietsch, S. O. M., Meucci, R. D., Soares, M. P., Belarmino, V., Fernandes, F. S. (2020). Atendimento odontológico regular em pré-escolares da área rural do Sul do Brasil. Rev. Saúde Pública, 54(37), 1-10. DOI: 10.11606/s1518-8787.2020054001686

Castilho, E. A., Gonçalves, H. (2018). Problemas de saúde e a zona rural. Revista de saúde pública, 52(1:1s), 1-2. DOI: 10.11606/S1518-8787.20180520supl1ed

Cavalcanti, R. P., Gaspar, G. S., Goes, P. S. A. (2012). Utilização e Acesso aos Serviços de Saúde Bucal do SUS - Uma Comparação entre Populações Rurais e Urbanas. Pesq Bras Odontoped Clin Integr., 12(1), 121-26. DOI: 10.4034/PBOCI.2012.121.19.

Coimbra, J. R., Carlos, E. A. (2018). Saúde rural no Brasil: tema antigo mais que atual. Revista de Saúde Pública, 52(1:2), 1-7. DOI: 10.11606/S1518-8787.2018052000supl1ap

Fernandes, N. S. F., Galvão, J. R., Assis, M. M. A., Almeida, P. F., Santos, A. M. (2019). Acesso ao exame citológico do colo do útero em região de saúde: mulheres invisíveis e corpos vulneráveis. Cadernos de Saúde Pública, 35(10):1-19. DOI: 10.1590/0102-311X00234618

Ferreira, L. S., Moreira, L. R., Paludo, S. S., Meucci, D. (2020). Acesso à Atenção Primária à Saúde por idosos residentes em zona rural no Sul do Brasil. Revista de Saúde Pública, 54(149), 1-11. 2020. DOI: 10.11606/s1518-8787.2020054002316

Galvão, J. R., Almeida, P. F., Santos, A. M., Fernandes, N. F. S. (2019). Trajetórias assistenciais de usuárias pela APS em uma região de saúde: trânsito livre, pontos de lentidão e parada. Revista de Saúde Coletiva, 29(4), 1-25. DOI: 10.1590/S0103-73312019290404

Gama, A. S. M., Fernandes, T. G., Parente, R. C. P., Secoli, S. R. (2018). Inquérito de saúde em comunidades ribeirinhas do Amazonas, Brasil. Cad. Saúde Pública, 34(2 e00002817), 1-16. DOI: 10.1590/0102-311X00002817

Garnelo, L., Lima, J. G., Rocha, E. S. C., Herkrath, F. J. (2018). Acesso e cobertura da Atenção Primária à Saúde para populações rurais e urbanas na região norte do Brasil. Saúde debate, 42(spe1), 81-99 DOI: 10.1590/0103-11042018S10.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. População rural e urbana. Disponível em: <https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca-o-brasil/populacao/18313-populacao-rural-e-urbana.html#:~:text=A%20Regi%C3%A3o%20Nordeste%20%C3%A9%20a,rurais%2C%2026%2C88%25> acessado em 28 de maio de 2021.

Katrein, F., Tejada, C. A. O., Restrepo-Méndez, M. C., Bertoldi, A. D. (2015). Desigualdade no acesso a medicamentos para doenças crônicas em mulheres brasileiras. Cadernos Saúde Pública, 31(7), 1416-1426. DOI: 10.1590/0102-311X00083614

Leão, O. A. A., Knuth, A.G., Meucci, R. D. (2020). Comportamento sedentário em idosos residentes de zona rural no extremo Sul do Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23(e200008),1-13. DOI: 10.1590/1980-549720200008.

Lenz, T. C., Costa, M. C., Colomé, I. C. S., Andrade, A., Souza, N. S., Arboitlenz, J. (2020). Acolhimento na Estratégia Saúde da Família: perspectivas das pessoas com deficiência no contexto rural. Revista de Enfermagem da UFSM, 11(e3),1-21. DOI: 10.5902/2179769244155

Lima, A. R. A., Dias, N. S., Lopes, L. B., Heck, R. M. (2019). Necessidades de saúde da população rural: como os profissionais de saúde podem contribuir? Saúde Debate, 43(122), 755-764. DOI: 10.1590/0103-1104201912208

Maraschin, M. S., Souza, E. A., Caldeira, S., Gouvêa, L. A.V. N., Tonini, N. S. (2020). Condições de vida e saúde de mulheres trabalhadoras rurais. Revista Nursing, 23(265), 4117-4121. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1117645

Marques, J. F., Áfio, A. C. E., Carvalho, L. V., Leite, S. S., Almeida, P. C., Pagliuca, L. M. F. (2018). Acessibilidade física na atenção primária à saúde: um passo para o acolhimento. Revista Gaúcha de Enfermagem, 39(1), 1-6. DOI: 10.1590/1983-1447.2018.2017-0009

Mendes, K. D. S., Silveira, R. C. C. P., Galvão, C. M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto Contexto Enferm, 17(4), 758-64. DOI: 10.1590/S0104-07072008000400018

Minayo, M. C. S. (2007). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 10ed. São Paulo: Hucitec, 406p.

Nascimento, M. N. C., Oliveira, I. F. (2018). Ações das equipes volantes de CRAS no interior do Rio Grande do Norte. Estudos de Psicologia, 23(2), 122-132. DOI: 10.22491/1678-4669.20180013

Oliveira, S. B., Soares, D. A. (2020). Acesso ao cuidado do câncer de mama em um município baiano: perspectiva de usuárias, trabalhadores e gestores. Saúde Debate, 44(124), 169-181. DOI: 10.1590/0103-1104202012412

Pagliuca, L. M. F., Lima, B. S., Silva, J. M., Cavalcante, L. M., Martins, M. C., Araújo, T. L. (2017). Acesso de idosos às unidades de atenção primária à saúde. Revista Mineira de Enfermagem, 21(1),1-5. DOI: 10.5935/1415-2762.20170031

Pereira, L. L., Pacheco, L. (2017). O desafio do Programa Mais Médicos para o provimento e a garantia da atenção integral à saúde em áreas rurais na região amazônica, Brasil. Interface – Comunicação Saúde Educação, 21(1), 1181-1192. DOI: 10.1590/1807-57622016.0383

Pitilin, E. B., Lentsck, M. H. (2015). Atenção Primária à Saúde na percepção de mulheres residentes na zona rural. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 49(5), 726- 732. DOI: 10.1590/S0080-623420150000500003

Raphaelli, C. O., Azevedo Júnior, M. R., Gonçalves, H., Hallal, P. C. (2020). Estudo transversal sobre trabalho e comportamento de risco à saúde entre escolares de zona rural do Rio Grande do Sul, 2010. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29(3), e2019285. DOI: 10.5123/S1679-49742020000300006

Raphaelli, C. O., Azevedo, M. R., Hallal, P. C. (2011). Associação entre comportamentos de risco à saúde de pais e adolescentes em escolares de zona rural de um município do Sul do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, 27(12), 2429-2440. DOI: 10.1590/S0102-311X2011001200014.

Shimizu, H. E., Trindade, J. S., Mesquita, M. S., Ramos, M. C. (2018). Avaliação do Índice de Responsividade da Estratégia Saúde da Família da zona rural. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 52(1), 1-7. DOI: 10.1590/S1980-220X2017020203316

Silva, D. R., Ferreira, S. A. M., Oliveira, P. A. P., Silva, A. C. B. (2018). Experiência de cárie e fatores associados entre escolares das zonas urbana e rural: um estudo piloto. Arch Health Invest, 7(9), 364-368, 2018. DOI: 10.21270/archi.v7i9.3134

Silva, E. M., Portela, R. A., Medeiros, A. L. F., Cavalcante, M. C. W., Costa, R. T. A. (2018). Os desafios no trabalho da enfermagem na estratégia saúde da família em área rural: revisão integrativa. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, 14(28), 1-12. DOI: 10.14393/Hygeia142801

Soares, P. S. M., Meucci, R. D. (2020). Epidemiologia dos Transtornos Mentais Comuns entre Mulheres na Zona Rural de Rio Grande, RS, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25(8), 3087-3095. DOI: 10.1590/1413-81232020258.31582018

Souza, C. L., Souzas, R. (2012). Juventude e saúde: análise do discurso sobre oferta e acesso aos equipamentos e serviços públicos. Revista Brasileira de Enfermagem, 65 (6),922- 928, 2012. DOI: 10.1590/S0034-71672012000600006

Teixeira, M. G., Costa, M. C. N., Carmo, E. H., Oliveira, W. K., Penna, G. O. (2018). Vigilância em Saúde no SUS - construção, efeitos e perspectivas. Ciência & Saúde Coletiva, 23(6), 1811-1818. DOI: 10.1590/1413-81232018236.09032018

Published

05/03/2022

How to Cite

MAGALHÃES, D. L.; MATOS, R. da S.; SOUZA, A. de O. .; NEVES, R. F.; COSTA , M. M. B.; RODRIGUES, A. A.; SOUZA, C. L. de. Access to health and quality of life in the rural area. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e50411326906, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26906. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26906. Acesso em: 21 jul. 2024.

Issue

Section

Health Sciences