Natural vulnerability to contamination of the aquifer of Island de Colares (PA): subsidies for the management of groundwater resources

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.28895

Keywords:

Subterranean water; GOD method; Flow direction; Environmental impact.

Abstract

Assessing the natural vulnerability to aquifer contamination is a relevant instrument for protecting the quality of groundwater water, as well as helping to manage local water resources. This research aimed to analyze and map the natural vulnerability to contamination of the aquifer of Island de Colares - PA, using the GOD (Groundwater occurrence, Overall Lithology of the unsaturated zone, Depth of the water table) method, as well as to identify potential sources of contamination. The application of the GOD method made it possible to map the degree of vulnerability and the method of environmental impact assessment, checklist (checklist) provided the survey of potential sources of contamination. The results indicated that the medium vulnerability class was more representative with 95.49% (44.10 km²), followed by the low vulnerability class with 2.59% (1.20 km²) and high vulnerability to contamination 1.92% (0.89 km²). The predominance of the middle class of vulnerability in the study area raises a concern, but mainly due to the presence of a potential source of contamination located in an area with a high degree of vulnerability, as well as due to the direction of the underground flow. The results of the analysis of the physicochemical parameters revealed that they are in accordance with Ordinance GM/MS n. º 888/2021, which defines the potability of water and CONAMA Resolution n.º 396/2008. Finally, it is concluded that the elaboration of the map of natural vulnerability to aquifer contamination can contribute to the diagnosis of groundwater quality and to assist in the management and conservation of water.

Author Biography

Raimundo Nonato do Espírito Santo dos Santos, Universidade Federal do Pará

Geólogo formado pela Universidade Federal do Pará (UFPA) 1992., especialização em Geologia Ambiental, pelo Programa de Formação interdisciplinar em Meio Ambiente (PROFIMA) do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA) da Universidade Federal do Pará UFPA (1995), mestrado Interunidades (IEE/EP/FEA/IF- USP) em Energia pela Universidade de São Paulo em 1998. Doutorado em Geologia (Hidrogeologia e Recursos Minerais) Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo em 2004. Professor da Faculdade de Geologia e Engenharia de Minas da UFPA (2005 ate 2012) campus de Marabá. 

References

Albuquerque Filho, J. L., Barbosa, M. C., Azevedo, S. D., & Carvalho, A. D. (2011). O papel das águas subterrâneas como reserva estratégica de água e diretrizes para a sua gestão sustentável. Revista de Recursos Hídricos, 32(2), 53-61.

Agência Nacional de Águas. (2017). Conjuntura dos recursos hídricos no Brasil 2017. Brasília: ANA. 169 p.

Barros, C. G. D., da Rosa, A. L. D., da Silva, J. L. S., Oliveira, G. A., Teixeira, L. G., & da Silva Sampaio, R. B. (2016). Superfície potenciométrica e possíveis fontes de contaminação do aquífero Parecis no município de Vilhena-RO, BR. Revista Monografias Ambientais, 15(1), 74-84.

Borba, W. F., da Cunha Kemerich, P. D., Vicato Filho, L. L. D., Pretto, P. R. P., Flores, C. E. B., França, J. R., & Hinteholz, D. (2014). Vulnerabilidade do aquífero à contaminação no município de Seberi/RS. Revista Monografias Ambientais, 13(1), 2960-2966.

Braga, T. G. M., da Silva, G. M., Lima, M. O., Silva, A. L. P., Costa, M. D. S. S., Pinheiro, P. F. V., & Ferreira, O. O. (2018). Caracterização e análise dos fragmentos florestais e uso do solo no município de Colares, nordeste do Pará, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi-Ciências Naturais, 13(3), 383-407.

Braga, B., Hespanhol, I., Conejo, J. G. L., Mierzwa, J. C., Barros, M. T. L., Spencer, M., & Eiger, S. (2005). Introdução à engenharia ambiental: o desafio do desenvolvimento sustentável. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall. 336p.

Brasil. (2008). Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução CONAMA n.º 396. 03 de abril de 2008. Dispõe sobre a Classificação e Diretrizes Ambientais para o Enquadramento das Águas Subterrâneas e dá outras providências. Brasília.

Brasil. (2006). Fundação Nacional de Saúde. Manual prático de análise de água. 2. ed. Brasília: Fundação Nacional de Saúde. 146 p.

Brasil. (2021). Ministério da Saúde/Gabinete do Ministro. Portaria GM/MS Nº 888, de 4 de maio de 2021. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-gm/ms-n-888-de-4-de-maio-de-2021-318461562. Acesso em: 03 jun. 2021.

Brito, T. P., Lima, A. L. R., Sena, C. S. O., & dos Santos, G. B. (2016). A pesca artesanal e o conhecimento ecológico sobre peixes-boi (ordem sirenia) na ilha de Colares–Pará–região norte–Brasil. Revista Ouricuri, 6(1), 027-049.

Carvalho, A. C. L., Vinagre, M. V. A., Mendes, R. L. R., Lopes, D. F., Lopes, M. D. S. B., & da Silva Pereira, M. (2020). Estudo da vulnerabilidade da água subterânea no distrito industrial de Icoaraci (Belém-PA)(Estudo de caso). Brazilian Journal of Development, 6(2), 5649-5661.

Carvalho, F. I. M., Lemos, V. P., Dantas Filho, H. A., & Kelly das Graças, F. D. (2015). Avaliação da qualidade das águas subterrâneas de Belém a partir de parâmetros físico-químicos e níveis de elementos traço usando análise multivariada. Revista Virtual de Química, 7(6), 2221-2241.

Cerqueira, J. D. S., & De Albuquerque, H. N. (2021). Impactos ambientais de um cemitério não sustentável na Paraíba. Revista Multidisciplinar de Educação e Meio Ambiente, 2(3), 49-49.

Cremonez, F. E., Cremonez, P. A., Feroldi, M., de Camargo, M. P., Klajn, F. F., & Feiden, A. (2014). Avaliação de impacto ambiental: metodologias aplicadas no Brasil. Revista Monografias Ambientais, 13(5), 3821-3830.

Crispim, D. L., Coelho, L., de Oliveira, A. M. B. M., de Andrade, S. O., & Chaves, A. D. C. G. (2017). Análise físico-química das águas de três poços amazonas no centro da cidade de Pombal-PB. Geografia Ensino & Pesquisa, 21(2), 155-163.

Crispim, DL, Pimentel Da Silva, GD, & Fernandes, LL (2021). Rural water sustainability index (RWSI): an innovative multicriteria and participative approach for rural communities. Impact Assessment and Project Appraisal, 39 (4), 320-334.

Crispim, D. L., Rodrigues, R. S. S., de Abreu Vieira, A. S., de Oliveira Silveira, R. N. P., & Fernandes, L. L. (2016). Espacialização da cobertura do serviço de saneamento básico e do índice de desenvolvimento humano dos municípios do Marajó, Pará. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 11(4), 112-122.

De Vargas, T., Gomes, M. G., Belladona, R., & Adami, M. V. D. (2019). Aplicação do interpolador IDW para elaboração de mapas hidrogeológicos paramétricos na região da Serra Gaúcha. Scientia cum industria, 6(3), 38-43.

De Matos, D. M., & Mendes, R. L. R. (2012). Mapeamento da vulnerabilidade natural de aquífero a partir do método eletroresistividade no campus da universidade federal do oeste do Pará – UFOPA. Águas Subterrâneas, [S. l.]. Disponível em: https://aguassubterraneas.abas.org/asubterraneas/article/view/27748. Acesso em: 22 mar. 2022.

Duarte, M. L., Locatelli, M., da Silva, T. A., & da Silva Filho, E. P. (2017). Vulnerabilidade à contaminação das águas subterrâneas do sistema de aquífero Içá/Fraturado norte na área urbana do município de Porto Velho/Rondônia. REA Revista de estudos ambientais (Online), 19(2), 40-54.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. (2011). EMBRAPA SOLOS. O novo mapa de solos do Brasil: legenda atualizada. Rio de Janeiro: Embrapa Solos. 67 p.

Feitosa, J., Campos, T., & Bandeira, J. (2020). Gestão ambiental de cemitérios: uma revisão da literatura e sugestão de pesquisa: uma revisão sobre gestão ambiental de cemitérios. Revista Acta Ambiental Catarinense, 17(1), 162-174.

Ferreira, L. A., Pimentel, E. T., da Silva, R. B. P., & de Almeida Santos, A. (2021). Avaliação da qualidade de potabilidade da água subterrânea em áreas rurais no município de Humaitá/AM. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, 12(1), 721-729.

Ferreira, R. G. (2017). Proposta de padronização cartográfica para carta-imagem emergencial de inundação Impactos ambientais decorrentes do lixão da cidade de Condado-PB. Geografia, Ensino & Pesquisa, 21(3), 142-151.

Foster, S.S.D. (1987). Fundamental Concepts in Aquifer Vulnerability, Pollution Risk and Protection Strategy: International Conference, 1987, Noordwijk Aan Zee, the Netherlands Vulnerability of Soil and Groundwater to Pollutants The Hague, Netherlands Organization for Applied Scientific Research. Netherlands Organization for Applied Scientific Research, 69-86.

Foster, S., Hirata, R., Gomes, D., D'Elia, M., & Paris, M. (2002). Groundwater quality protection: a guide for water utilities, municipal authorities, and environment agencies. Washington, DC: World Bank. Disponível em: https://openknowledge.worldbank.org/.../250710PU. Acesso em: 08 mar. 2021.

Foster, S., Hirata, R., & Andreo, B. (2013). The aquifer pollution vulnerability concept: aid or impediment in promoting groundwater protection? Hydrogeology Journal, 21(7), 1389-1392.

Hirata, R., Suhogusoff, A. V., Marcellini, S. S., Villar, P. C., & Marcellini, L. (2019). A revolução silenciosa das águas subterrâneas no Brasil: uma análise da importância do recurso e os riscos pela falta de saneamento. São Paulo: Trata Brasil. Disponível em: https://tratabrasil.org.br/images/estudos/itb/aguas-subterraneas-e-saneamento-basico/Esudoaguassubterraneas_FINAL.pdf.Acesso em: 22 mar. 2022.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2022). Panorama. IBGE, Rio de Janeiro. Disponível:https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/colares/panorama. Acesso: 05 jan. 2022.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. (2012). Diretoria de geociências, mapas-tematicos_pedologia/unidades_federação/pa_pedologia. 2012. IBGE, Rio de Janeiro. Disponível em: http://www.ibge.gov.br

/cidadesat/topwindow.htm. Acesso em: 07 janeiro 2022.

Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará. (2013). Município de Colares. Estatística municipal. Disponível em: www.idesp.pa.gov.br/paginas/produtos/EstatisticaMunicipal/pdf/Colares.pdf. Acesso em: 05 fev. 2022.

Kapelinski, F. L., Machado, J. D., Pereira, R. N., Bernardi, E. C. S., & Swarowsky, A. (2018). Índice de vulnerabilidade das águas subterrâneas do município de Cerro Largo/RS. Disciplinarum Scientia| Naturais e Tecnológicas, 19(2), 219-229.

Moraes, Y. G., & Oliva, P. C. (2019). Estudo integrado para identificação por hidrocarbonetos na subsuperfície de postos de combustíveis no município de Baião (Pará, Brasil). Brazilian Journal of Development, 5(12), 30252-30271.

Nascimento, F. L., Senhoras, E. M., & Falcão, M. T. (2018). Necrópoles e os impactos ambientais: cemitério público municipal, Boa Vista-RR. Revista Baru-Revista Brasileira de Assuntos Regionais e Urbanos, 4(2), 236-256.

Mello, Y. R. D., & Oliveira, T. M. N. D. (2016). Análise estatística e geoestatística da precipitação média para o município de Joinville (SC). Revista Brasileira de Meteorologia, 31(2), 229-239.

Pará. Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade. (2021). Plano Estadual de Recursos Hídricos do Pará. Belém: SEMAS.

Pimentel, A. R. C., Pacheco, J. J., Palheta, M. V. O., Costa Júnior, R. N. da F., Ribeiro, S, de O., & Tostes, W. S. (2012). Estatística Municipal, Colares.

Santos, A. C. Qualidade das águas subterrâneas. In: Feitosa, F. A. C., Manoel Filho, J, Feitosa, E, C., & Demetrio, J. G. A. (2008). Hidrogeologia: conceitos e aplicações. 3. ed. revisada e ampliada. Rio de Janeiro: CPRM: LABHID, 812 p.

Silva, D. D. D., Migliorini, R. B., Silva, E. D. C., Lima, Z. M. D., & Moura, I. B. D. (2014). Falta de saneamento básico e as águas subterrâneas em aquífero freático: região do Bairro Pedra Noventa, Cuiabá (MT). Engenharia Sanitária e Ambiental, 19(1), 43-52.

Silva, J. M. L. da, Gama, J. R. N. F., Rodrigues, T. E., Valente, M. A., dos SANTOS, P. L., Rolim, P. A. M., & Lobo, W. T. (2001). Zoneamento agroecológico do Município de Colares, Estado do Pará. Belém: Embrapa Amazônia Oriental. 77 p.

Simões, M. C., Morales, G. P., & Bichara, C. N. C. (2020). Avaliação da qualidade da água de poços domésticos em comunidades rurais no Arquipélago de Marajó-PA. Revista Brasileira de Geografia Física, 13(05), 2462-2475.

Souto, C. K. B., & Penner, G. C. (2020). Postos de revenda de orgânicos em Belém-PA: o licenciamento ambiental e os à apreciação do solo da água potável. Research, Society and Development, 9(10), e6529109100-e6529109100.

Published

22/04/2022

How to Cite

SILVA, A. L. da C. e .; SANTOS, R. N. do E. S. dos . Natural vulnerability to contamination of the aquifer of Island de Colares (PA): subsidies for the management of groundwater resources. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e11411628895, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.28895. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/28895. Acesso em: 28 may. 2022.

Issue

Section

Engineerings