Nutrition and sport in interinstitutional projects – a reflection

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29074

Keywords:

Teaching; Interinstitutional project; Sports; Education.

Abstract

Qualidade de vida é um conceito multidimensional envolvendo parâmetros objetivos e mensuráveis, tais como manutenção das atividades fisiológicas e satisfação de vida. O projeto Piloto Esporte e Cidadania para todos, foi lançado pelo Ministério da Cidadania. Na elaboração de um projeto interinstitucional, associado a esporte, é de extrema importância que esteja previsto como integrante da equipe atuante com o público alvo, além do educador físico o articulador social.  Para a prática da atividade esportiva, é necessário planejamento, e neste não apenas se considera os diferentes exercícios que serão indicados, mas sim uma reflexão de quais exercícios devem ser aplicados a partir das condições de saúde dos indivíduos que irão praticá-los. A alimentação é um dos fatores responsáveis pelo bom êxito da atividade física, sendo assim, é imprescindível que em ambientes com população apresentando perfil nutricional variado sejam estabelecidas atividades que possam atender a todos os envolvidos e, de certa forma, as especificidades da comunidade. O educador físico, profissional chave deste tipo de projeto, tem formação para realizar as medidas antropométricas e, a partir do cálculo do IMC estabelecer o estado nutricional do indivíduo e assim, conhecer a comunidade que atende, no que diz respeito a este parâmetro de saúde e buscar, com suas atividades a melhoria da saúde, quando necessário. Um projeto social que envolve uma instituição universitária deve, por obrigatoriedade, manter o olhar educacional, e assim, sempre proporcionar educação continuada aos profissionais envolvidos, conscientizando quanto as ações associadas ao profissional de saúde.

References

Almeida, B. L., Souza, M. E. B. F., Rocha, F. C., Fernandes, T. F., Evangelista, C. B., & Ribeiro, K. S. M. A. (2020). Quality of life of elderly people who practice physical activities. Qualidade de vida de idosos que praticam atividade física. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, 12, 432–436. https://doi.org/10.9789/2175-5361.RPCFO.V12.8451

Alves, R. C., Prestes, J., Bueno, J. C. A., Del Vecchio, F. B., & Souza Junior, T. P. (2018). Comparação do gasto energético em diferentes métodos do treinamento de força. Conscientiae Saúde, 17(3), 293–301.

Arruda, L. S. G., & Isayama, H. F. (2021). O mercado de trabalho no contexto do lazer e da recreação: uma análise sobre o campo de atuação profissional. Conexões, 19(1 SE-Artigo Original), e021005. https://doi.org/10.20396/conex.v19i1.8659902

Bernardi, L., Menon, M. U., & Novello, D. (2020). Fatores associados ao estado nutricional de escolares: condições demográficas, socioeconomicas, alimentares e de atividade física. RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, 14(87 SE-Artigos Científicos-Original), 560–570. http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1318

Borges, C., Costa De Silva, M., Faria, A. A., Santos, F. R., Ramos, A. O., & Gorla, C. D. (2021). Segmental Body Composition in Athletes with Spinal Cord Injury: A Pilot Study. Apunts Educación Física y Deportes, 146, 24. https://doi.org/10.5672/apunts.2014-0983.es.(2021/4).146.03

Brasil. Ministério da Saúde. (2011). Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde : Norma Técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/orientacoes_coleta_analise_dados_antropometricos.pdf

Brasil, M. da C. (n.d.). Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social. https://www.gov.br/cidadania/pt-br/acesso-a-informacao/carta-de-servicos/esporte/esporte-educacao-lazer-e-inclusao-social

Brasil, M. da C. (2017). Esporte e Cidadania para Todos. http://arquivo.esporte.gov.br/index.php/pre-cadastro/57-ministerio-do-esporte/institucional/snelis/58062-esporte-e-cidadania-para-todos

Brasil, M. da S. (n.d.). VIGITEL Brasil 2019. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/vigitel_brasil_2019_vigilancia_fatores_risco.pdf

Cândido, H. T., & Sturza, J. A. I. (2018). Métodos participativos para diagnóstico da soberania alimentar no assentamento rural PA São Francisco, Rondonópolis – MT. Retratos de Assentamentos, 21(2), 145. https://doi.org/10.25059/2527-2594/retratosdeassentamentos/2018.v21i2.319

CONFEF - Conselho Federal de Educação Física. (n.d.). RESOLUÇÃO CONFEF no 046/2002. https://www.confef.org.br/confef/resolucoes/82

de Oliveira, S. R. S., Barbosa, K. T., da Silva Melo, D., Galindo, M. E. A., de Albuquerque Melo, G. M., da Silva Viana, L., & Gusmao, W. D. P. (2021). Perfil do consumo de termogênicos por praticantes de atividade física em academias e identificação de possíveis efeitos adversos. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, 15, 194+. https://link.gale.com/apps/doc/A681639704/AONE?u=capes&sid=bookmark-AONE&xid=8ef23f32

Faria, V. C. de, Oliveira, G. A. de, Sales, S. de S., Marins, J. C. B., & Lima, L. M. (2014). Índice glicêmico da refeição pré-exercício e metabolismo da glicose na atividade aeróbica. Revista Brasileira de Medicina Do Esporte, 20(2), 156–160. https://doi.org/10.1590/1517-86922014200201533

Gomes da Silva, A., Azeredo Teixeira, R., Sady Prates, E. J., & Carvalho Malta, D. (2021). Monitoring and projection of targets for risk and protection factors for coping with noncommunicable diseases in Brazilian capitals. Ciência & Saúde Coletiva, 26, 1193+. https://link.gale.com/apps/doc/A662077845/AONE?u=anon~35ef8665&sid=bookmark-AONE&xid=22389f58

Guerra, P. H., Garcia, L. M. T., Ribeiro, E. H. C., Maretti, A. L. R., Andrade, D. R., & Florindo, A. A. (2021). Identificação e análise das diretrizes nacionais de atividade física nas Américas. Ciência & Saúde Coletiva, 26(8), 2961–2968. https://doi.org/10.1590/1413-81232021268.15922020

Keihan, V., Matsudo, R., Luis, G., Ferrari, M., Araújo, T. L., Oliveira, L. C., Mire, E., Barreira, T. V, Tudor-Locke, C., & Katzmarzyk, P. (2016). Indicadores de nível socioeconômico, atividade física e sobrepeso/obesidade em crianças brasileiras. Rev Paul Pediatr, 34(2), 162–170. https://doi.org/10.1016/j.rppede.2015.08.018

Lagos, R. A. S. (2016). Sedentarismo, esporte e a pressão bioplítica por uma vida saudável: análise do discurso do programa “Escolha uma vida saudável”, do Chile. Movimento (Porto Alegre, Brazil), 22(2), 391.

Leitzke, A. T. da S., & Rigo, L. C. (2020). Sociedade de controle e redes sociais na internet: #Saúde e #Corpo no instagram. Movimento (Porto Alegre, Brazil), 26, e26062. https://doi.org/10.22456/1982-8918.100688

Lima-Costa, M. F., & Barreto, S. M. (2003). Tipos de estudos epidemiológicos: conceitos básicos e aplicações na área do envelhecimento. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 12(4), 189–201. https://doi.org/10.5123/S1679-49742003000400003

Loch, M. R., Rech, C. R., & Costa, F. F. da. (2020). A urgência da Saúde Coletiva na formação em Educação Física: lições com o COVID-19. Ciência & Saúde Coletiva, 25(9), 3511–3516. https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.19482020

Marreti Felix, A., Dias Pereira, T., Rizzaro Costa, C., Vitória Giannichi, B., Do Carmo Azevedo Leung, M., Doce Passadore, M., Martinez, S., & De Queiroz Mello, A. P. (2021). Qualitative Analysis of the “Healthy Growing at School Program” - Vision of Health Professionals, School Community and Family. Journal of Human Growth and Development, 31(1), 76–83. https://doi.org/10.36311/jhgd.v31.11101

Morais, D. de C., Sperandio, N., Dutra, L. V., Franceschini, S. do C. C., Santos, R. H. S., & Priore, S. E. (2018). Indicadores socioeconômicos, nutricionais e de percepção de insegurança alimentar e nutricional em famílias rurais. Segurança Alimentar e Nutricional, 25(2), 1–11. https://doi.org/10.20396/san.v25i2.8650443

Paiva, E. M., Pereira, J., & Carlesso, P. (2019). The importance of the sports psychologist’s role today: experience report. Research, Society and Development, 8(3), e283798–e283798. https://doi.org/10.33448/RSD-V8I3.798

Pedraza, D. F. (2021). Estratégia Saúde da Família: contribuições das equipes de saúde no cuidado nutricional da criança. Ciência & Saúde Coletiva, 26(5), 1767–1780. https://doi.org/10.1590/1413-81232021265.04622021

Pereira, M. H. Q., Pereira, M. L. A. S., Panelli-Martins, B. E., & Santos, S. M. C. dos. (2019). Segurança Alimentar e Nutricional e fatores associados em municípios baianos de diferentes portes populacionais. Segurança Alimentar e Nutricional, 26, e019022. https://doi.org/10.20396/san.v26i0.8653447

Ribeiro, S. P., & Couto, A. C. P. (2022). Professional Training in Educational Sports in Brazil: The Collaborating Teams of the Programa Segundo Tempo (PST) – Federal Government. Research, Society and Development, 11(1), e0311124269–e0311124269. https://doi.org/10.33448/RSD-V11I1.24269

Santos, M. C. P., Souza, N. A., Nunes, T. S., & Gonçalves, É. C. B. de A. (2016). Effects of a Fruit and Vegetable Sports Drink on Hydration and Oxidative Stress Recovery of Brazilian Professional Athletes. Nutrition and Food Technology: Open Access, 2(4). https://doi.org/10.16966/2470-6086.134

Silva, C. G., Takami, E. Y. G., Takami, E. Y. G., de Oliveira, K. F., & Viana, S. D. L. (2018). Estado nutricional de crianças e adolescentes residentes em comunidade carente. RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, 12(75), 927-934, 12(75), 927–934. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=6987342&info=resumen&idioma=POR

Silva, K. L. C., Jesus, J. S. de, JÃonior, R. N. F. A., Dultra, A. dos S., AraÃojo, D. F. de S., & Rocha, V. de S. (2019). Insatisfação corporal, antropometria e dieta de adolescentes em treinamento de Futebol. RBNE - Revista Brasileira de Nutrição Esportiva, 13(80 SE-Artigos Científicos-Original), 484–491. http://www.rbne.com.br/index.php/rbne/article/view/1383

World Health Organization. (n.d.). Application tools. Retrieved July 11, 2021, from https://www.who.int/tools/growth-reference-data-for-5to19-years/application-tools

Published

25/04/2022

How to Cite

GONÇALVES, Édira C. B. de A. . Nutrition and sport in interinstitutional projects – a reflection. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e21711629074, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29074. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29074. Acesso em: 18 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences