Motor coordination: quality of elderly movement

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29255

Keywords:

Motor coordination; Seniors; Physical exercises; Movement.

Abstract

Aging is an irreversible event in the individual, in which there are significant losses that influence the quality of life. Motor coordination is one of the losses that brings dependence and harms the life of the elderly. Therefore, this study is a bibliographic review based on articles and books, with the objective of defining, classifying motor coordination and pointing out the benefits of physical activity in the elderly. For the same, the themes were used as descriptors: elderly, motor coordination, physical exercises and movement. Initially, a search was carried out in the Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO), Google Scholar and periodical books databases. This review classified and pointed out the importance of motor coordination for the elderly and the impact of physical activity on them. Therefore, it is concluded in this work that the motor coordination starts from birth and goes through the years, and must be stimulated so that there is a harmony in the movements, the practice of physical activity helps in the improvement of coordination, and especially the elderly need to improve quality of life and autonomy in aging.

Author Biographies

Claudiana Marcela Siste Charal, Universidade Estadual de Maringá

Aluna regular de Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL - Universidade Estadual de Maringá - Orientador: Prof. Dr. Nelson Nardo Junior - Mestre em Promoção da Saúde, na Instituição de Ensino Unicesumar (2017), graduada Licenciatura Plena em Educação Física no Centro de Ensino Superior de Maringá (2005). Experiências na área da Educação Física Bacharel em academias, idosos, gestão, ginástica coletiva e personal trainer. É Especialista em Neuroaprendizagem; Tecnologias Aplicadas no Ensino A Distância e Docência no Ensino Superior: Tecnologias Educacionais e Inovação. Atualmente participa como integrante do grupo de pesquisa do Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade (NEMO), na Universidade Estadual de Maringá (UEM), atua no Ensino Superior como Tutora/Mediador Pedagógica nas disciplinas do curso de Educação Física, é Professora e orientadora de trabalho de conclusão de curso da Graduação e Pós-Graduação da Faculdade Cidade Verde (UniFCV), é Professora conteudista na área da Educação Física e afins

Greice Westphal, Universidade Estadual de Maringá

Aluna regular de Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL - Universidade Estadual de Maringá - Orientador: Prof. Dr. Nelson Nardo Junior - É Bolsista CAPES de Doutorado no Brasil e Bolsista do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior - PDSE-CAPES na cidade de Ottawa - Canadá, para a University of Ottawa - uOttawa no Ottawa Hospital Research Institute e Children´s Hospital of Eastern Ontario - CHEO, pelo Healthy Active Living and Obesity Research Group - HALO - Orientador: PhD. Jean-Philippe Chaput. É Mestre pelo Curso de Ciências do Movimento Humano da Faculdade de Ciências de Saúde, pela Universidade Metodista de Piracicaba (2017) - Linha de pesquisa Avaliação e Reabilitação Funcional - Foi bolsista da(o): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Atualmente participa do Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade (NEMO) na Universidade Estadual de Maringá (UEM), como membro do grupo de pesquisa, desde 2017. É integrante da Canadian Obesity Network (CON). É Coordenadora de Engajamento no programa Otimizando o Tratamento e Gerenciamento da Obesidade (OPTiMO) em parceria com o MDBriefCase, em Toronto - Canadá. Foi Bolsista técnica do laboratório NEMO pelo projeto: Ensaio de eficácia de um programa de orientação para a mudança de hábitos alimentares e de atividade física em adultos com sobrepeso e obesidade abdominal de três países da América do Sul: Estudo BRAASUL (Colômbia, Brasil e Chile). Atua principalmente nos seguintes temas: Obesidade, Fisiologia do Exercício, Avaliação e Reabilitação Funcional, Atividade Física, Risco Cardiometabólico, Metodologia da Pesquisa e Bioestatística

Cesar Faundez Casanova, Universidade Estadual de Maringá

Possui graduação em Pedagógia en Educación Física, com especialidade em Fisiología do esportista - Universidad Católica del Maule (2007) e mestrado em Ciencias da Atividade Física - Universidad Católica del Maule (2012). Atualmente é academico da Faculdade de Ciencias da Educação - Universidad Católica del Maule. Tem experiência na área de Educação Física, treinamento esportivo, didática do atletismo, necessidades educativas especiais e formação inicial de professores

Mario Moreira Castilho, Universidade Estadual de Maringá

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá- PR - (1992), Mestre em Promoção da Saúde - Envelhecimento Ativo com o tema: Influência do Envelhecimento Sobre o Condicionamento Físico de Bombeiros Militares de Maringá - PR.- (2013). Orientador Professor Dr. Joaquim Martins Júnior. Doutor pelo Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física ? UEM/UEL com o tema: Efeitos de um Programa Multiprofissional de Tratamento da Obesidade Sobre Parâmetros Bioquímicos e de Aptidão Física em Adultos com Obesidade Severa (2021). Orientador Professor Dr. Nelson Nardo Júnior. Participante do NEMO (Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade). Atualmente é 1º Sargento RR ( Reserva Remunerada), Corpo de Bombeiros - Polícia Militar do Estado do Paraná. Tem experiência na área de Educação Física, Bancas de Concursos da PMPR ( ECAFI -TSF,THE,TAF e outros), atua principalmente nos projetos de: Obesidade, Programas Multiprofissionais de Tratamento da Obesidade (PMTO), Maratona de Revezamento, Prova Rústica Tiradentes, Dia Desafio e DUATLHON.

Michele Fernandes do Amaral, Universidade Estadual de Maringá

Mestranda pelo programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde associado na Universidade Estadual de Maringá (UEM) previsão término em Fevereiro de (2022), área de concentração saúde humana. Especialista Lato sensu em Gestão de Pessoas pelo Instituto Paranaense de Maringá - Paraná (2015), e especialista em Terapia Cognitivo Comportamental (2018). Graduada em Psicologia pela Faculdade Metropolitana de Maringá (Centro Universitário UNIFAMMA) ,Maringá-Paraná (2014). Possui experiência em gestão de empresas em recursos humanos, liderança, treinamento e desenvolvimento de pessoas. Atualmente é Sócia-proprietária na empresa Clínica Ingenium - Psicologia e Desenvolvimento de pessoas desde Maio de 2015. Docente no Centro Universitário - UNIFAMMA (2018 à 2021. Atua como Psicóloga clínica e Organizacional (2015 à atual). Idealizadora do projeto privado Emagrecimente - Muito além do peso - Treinamento cognitivo e comportamental para adultos com obesidade (2020). Participa do Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade (NEMO) na Universidade Estadual de Maringá (UEM) como membro voluntário do grupo de pesquisa (2018 à atual).

Geison Schmidt Soares, Universidade Estadual de Maringá

Profissional de Educação Física graduado em Licenciatura Plena pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), iniciou suas experiências profissionais com atuação nas áreas de Natação, Musculação, Treinamento Funcional, Personal Trainer e Avaliação Física. Diagramador do Ambiente Virtual de Aprendizagem do Curso de Licenciatura em Educação Física, modalidade a distância, do Programa Universidade Aberta do Brasil por mais de dois anos. Integrou Curso de Especialização em Saúde Pública, modalidade a distância, do Programa Universidade Aberta do Brasil da Universidade Estadual de Ponta Grossa, na condição de Tutora a Distância. Pós-graduado (Lato Sensu) em Educação Especial: Atendimento às Necessidades Especiais, pelo Instituto de Estudos Avançados e Pós-graduação (ESAP). Pós-graduado (Lato Sensu) em Saúde Mental na Atenção Primária à Saúde, pela Escola de Saúde Pública do Paraná (ESPP). Membro do grupo de pesquisa do Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade (NEMO) na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Vinculado ao Programa NASF-AB (Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica), pela Secretaria Municipal de Saúde de Maringá/PR. Atua como integrante da Diretoria de Assistência e Promoção à Saúde como Gerente de Promoção e Prevenção em Saúde no município de Maringá, coordenando, integrando e intermediando a programas, projetos, comitês e conselhos municipais, tais como a Rede de Atenção à Violência (RAV); Comitê de Prevenção e Pósvenção ao Suicídio; Conselho Municipal de Esporte e Lazer (CMEL); Conselho Municipal de Direitos dos Refugiados (CORMA); Conselho Municipal de Direitos dos Idosos (CMDI); Projeto Vida no Trânsito (PVT), integrante do grupo de pesquisadores do Projeto NEMO/HUM/UEM em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Maringá/PR. Atua principalmente nos seguintes temas: Promoção e Prevenção em Saúde, Obesidade, Avaliação e Reabilitação Funcional, Atividade Física e Qualidade de Vida.

Fernando Malentaqui Martins, Universidade Estadual de Maringá

Aluno regular de Mestrado pelo Programa de Pós-Graduação Associado em Educação Física UEM/UEL Graduado em Educação Física pela Universidade Paranaense (2007). Especialização em Educação Especial. Atualmente participa do Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade (NEMO) na Universidade Estadual de Maringá (UEM) como membro do grupo de pesquisa no projeto 443353/2016-6 Ensaio de Eficácia de um Programa de Orientação para Mudança de Hábitos alimentares e de Atividade Física em Adultos com Sobrepeso e Obesidade Abdominal de Três Países da América do Sul: Estudo BRAASUL, vinculado a Universidade Estadual de Maringá, pelo Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade-NEMO/HUM/UEM Coordenado pelo Prof° Dr.° Nelson Nardo Júnior.

Maria Luiza Costa Borim, Universidade Estadual de Maringá

Graduada em Educação Física Licenciatura pela Universidade Estadual de Maringá (2020), Graduada em Educação Física Bacharelado pelo Centro universitário Leonardo da Vinci (2021). Vinculada a Universidade Estadual de Maringá, pelo Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade-NEMO/HUM/UEM. Aluna Regular do Mestrado em Educação Física UEM (2021), com orientador Professor Doutor Nelson Nardo Junior. Atualmente participa do Núcleo de Estudos Multiprofissional da Obesidade (NEMO) na Universidade Estadual de Maringá (UEM) como membro do grupo de pesquisa. Atua principalmente nos seguintes temas: Obesidade, Exercício Físico e Atividade Física

Ieda Carla Candido, Universidade Estadual de Maringá

Acadêmica do Curso de Bacharel em Odontologia (2018). Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual de Maringá (2000) , especialista e Morfofisiologia do Exercício Físico (2003)mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Estadual de Maringá (2014). Atualmente é diretora de Esportes e coordenadora Pedagógica da Secretaria Municipal de Esporte e lazer de Paranavaí. Trabalhou de 2003 a 2013 como Professora Colaboradora da Faculdade de Educação Ciências e Letra de Paranavaí e Unespar. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Saúde da Criança e do adolescente

References

Achour Junior, A. (2010). Exercícios de Alongamento: Anatomia e Fisiologia (Manole, Ed.; 2nd ed.).

Barbanti, V. J. (1979). Teoria e prática de treinamento desportivo (Edgard Blucher, Ed.).

Bim, R. H., Thon, R. A., Westphal, G., Pereira, I. A. S., Castilho, M. M., Costa, E., do Amaral, M. F., & Júnior, N. N. (2021). Tratamento multiprofissional da obesidade sobre o risco cardiometabólico e a aptidão física relacionada à saúde de mulheres com obesidade severa. Saúde e Desenvolvimento Humano, 9(2). https://doi.org/10.18316/sdh.v9i2.7216

Castilho, M. M., Westphal, G., Pereira, I. A. S., Martins, F. M., Meireles, K. B., & Nardo Junior, N. (2021). Efeitos de um programa multiprofissional de tratamento da obesidade no ambiente aquático em adolescentes acompanhados ou não de suas mães. Research, Society and Development, 10(1), e34010111929. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11929

Castilho, M. M., Westphal, G., Thon, R. A., Pereira, I. A. S., Martins, F. M., Amaral, M. F. do, Okawa, R. T. P., & Nardo Junior, N. (2021). Efeitos de um programa multiprofissional de tratamento da obesidade no ambiente aquático em adultos com obesidade severa. Research, Society and Development, 10(1), e12910111636. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11636

Costa, L. F. G. R. da, Queiroz, B. C. M. de, Laurindo, P. I. V., Souza, L. M. V., Santos, L. S., Souza, G. P., Silva, D. dos S., Dantas, E. H. M., & Santos, J. L. dos. (2020). Autonomia funcional e qualidade de vida de idosos participantes de grupo de convivência social. Research, Society and Development, 9(8), e983986808. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i8.6808

Costa, L. P. (1968). Introdução a moderna ciência do treinamento desportivo (Ministério da Educação (MEC), Ed.; Vol. 1).

Dassel, H., & Haag, H. (1977). Circuitos de ginástica escolar para crianças e jovens (Beta, Ed.; Vol. 1).

Dos Santos, L. H. R., Lourenção, L. G., Sasaki, N. S. G. M. dos S., Favaro, D. T. L., Alves, M. M., Vendramini, S. H. H. F., & Santos, M. de L. S. G. (2020). Grupo educativo e qualidade de vida de idosos hipertensos e diabéticos. Research, Society and Development, 9(1), e178911893. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1893

Ferreira, C. A. M., & Heinseus, A. M. (2010). Psicomotricidade na saúde (Walk, Ed.).

Ferreira, L., Barbosa, T. D., Gobbi, S., & Arantes, L. M. (2008). Capacidade funcional em mulheres jovens e idosas: projeções para uma adequada prescrição de exercícios físicos. Revista Da Educação Física/UEM, 19(3). https://doi.org/10.4025/reveducfis.v19i3.5995

Franchi, K. M. B., & Montenegro-Junior, R. M. M. (2005). Perspectivas e controvérsias atividade física: uma necessidade para a boa saúde na terceira idade.

Gallon, D., & Gomes, A. R. S. (2011). Idosos institucionalizados e os efeitos do exercício no processo de envelhecimento musculoesquelético: uma revisão. 1, 136–147. https://doi.org/10.5335/rbceh.2011.013

Greenlund, L. (2003). Sarcopenia—consequences, mechanisms, and potential therapies. Mechanisms of Ageing and Development, 124(3), 287–299. https://doi.org/10.1016/S0047-6374(02)00196-3

Kamada, M., Kitayuguchi, J., Inoue, S., Ishikawa, Y., Nishiuchi, H., Okada, S., Harada, K., Kamioka, H., & Shiwaku, K. (2013). A community-wide campaign to promote physical activity in middle-aged and elderly people: a cluster randomized controlled trial. International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity, 10(1), 44. https://doi.org/10.1186/1479-5868-10-44

Katzer, J. I., Antes, D. L., & Corazza, S. T. (2012). Coordenação motora de idosas. ConScientiae Saúde, 11(1), 159–163. https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n1.3085

León, J., Ureña, A., Bolaños, M. J., Bilbao, A., & Oña, A. (2015). A Combination of Physical and Cognitive Exercise Improves Reaction Time in Persons 61–84 Years Old. Journal of Aging and Physical Activity, 23(1), 72–77. https://doi.org/10.1123/JAPA.2012-0313

Lopes, V. P., Maia, J. A. R., Silva, R. G., Seabra, A., & Morais, F. P. (2003). Estudo do Nível de Desenvolvimento da Coordenação Motora da População Escolar (6 a 10 anos de idade) da Região Autônoma dos Açores. Revista Portuguesa de Ciências Do Desporto, 3(1).

Maronesi, L. C., Figueiredo, M. de O., Santos, E. dos, & Mazer-Gonçalves, S. M. (2015). Análise de uma intervenção dirigida ao desenvolvimento da coordenação motora fina, global e do equilíbrio. Cadernos de Terapia Ocupacional Da UFSCar, 23(2), 273–284. https://doi.org/10.4322/0104-4931.ctoAO0537

Pinheiro, P. A., D’El-Rei Oliveira Passos, T., Coqueiro, R. da S., Fernandes, M. H., & Barbosa, A. R. (2013). Desempenho motor de idosos do Nordeste brasileiro: diferenças entre idade e sexo. www.ee.usp.br/reeusp/

Pontes, I. E. de A., Santos, D. R. B. dos, Lima, J. T., Cavalcanti, Z., Fernandes, R. A. M. L., & Orange, F. A. de. (2020). Fatores associados à lesão por pressão em idosos com câncer no trato gastrointestinal. Research, Society and Development, 9(7), e826974279. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4279

Rantanen, T., Penninx, B. W. J. H., Masaki, K., Lintunen, T., Foley, D., & Guralnik, J. M. (2000). Depressed Mood and Body Mass Index as Predictors of Muscle Strength Decline in Old Men. Journal of the American Geriatrics Society, 48(6), 613–617. https://doi.org/10.1111/j.1532-5415.2000.tb04717.x

Rosa Neto, F. (2009). Avaliação Motora para Terceira Idade (Editora Artmed, Ed.; 1st ed.).

Rosa Neto, F., Matsudo, S. M. M., Liposcki, D. B., & Vieira, G. F. (2005). Estudo dos parâmetros motores de idosos residentes em instituições asilares da grande Florianópolis. R. Bras. Ci e Mov, 13(4), 1–7.

Silva, C. F. da F., Paula, A. C. de, Alexandre, F. M., Brun, G., Farias, N. de O., Oliveira, V. de, & Vagetti, G. C. (2021). Papel do método Pilates na cognição e autoimagem de idosos: Revisão sistemática. Research, Society and Development, 10(4), e45010414209. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i4.14209

Tozim, B. M., Furlanetto, M. G., França, D. M. de L., Morcelli, M. H., & Navega, M. T. (2015). Efeito do método Pilates na flexibilidade, qualidade de vida e nível de dor em idosos. ConScientiae Saúde, 13(4), 563–570. https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n4.4904

Viana, A., Melo, W., & Viana, E. (1990). Coordenação psicomotora (Sprint, 1).

Weineck, J. (1991). Manual do treinamento desportivo (Manole, Ed.; 1).

Westphal, G., Baruki, S. B. S., Mori, T. A. de, Montebello, M. I. de L., & Pazzianotto-Forti, E. M. (2020). Effects of Individualized Functional Training on the Physical Fitness of Women with Obesity. Lecturas: Educación Física y Deportes, 25(268), 61–75. https://doi.org/10.46642/efd.v25i268.2084

Zaniboni, G. R., Baruki, S. B. S., Cesar, M. de C., Rasera Júnior, I., & Pazzianotto‐Forti, E. M. (2019). Treinamento físico aquático melhora capacidade funcional e aptidão física em mulheres com obesidade graus II e III. Revista Brasileira de Ciências Do Esporte, 41(3), 314–321. https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.06.007

Published

28/04/2022

How to Cite

CHARAL, C. M. S. .; WESTPHAL, G.; CASANOVA, C. F. .; CASTILHO, M. M. .; AMARAL, M. F. do .; SOARES, G. S. .; MARTINS, F. M. .; BORIM, M. L. C. .; CANDIDO, I. C. . Motor coordination: quality of elderly movement. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e28111629255, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29255. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29255. Acesso em: 28 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences