Occupational risks to the health of nursing professionals in the neonatal ICU

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29270

Keywords:

Teaching; Nursing; Neonatal Intensive Care Units; Occupational risks.

Abstract

Nursing is considered an essential and central profession in the structure of health professions, present in all organizational units of the health system. Occupational risks are all work situations that can disrupt people's physical, mental and social balance, and not just situations that cause accidents and illness. The occupational risks to which nursing workers are exposed can be characterized as physical, chemical, biological, accidental and ergonomic. In this sense, the article aims to describe the occupational health risks of nursing professionals in the neonatal ICU. This is a bibliographic research with a qualitative approach. Data were collected in a virtual database. For this purpose, the VHL was used, in the following information base: LILACS; BDENF and MEDLINE. After the reflective reading, two categories emerged: Main adverse events in the neonatal ICU; The nursing professional in the prevention of occupational risks. It is concluded that Nursing workers, for playing their role mostly in health units, are exposed to risks present in the environment itself, due to the lack of guidance on the risks of the environment, as well as on the precautions that must be taken to avoid accidents.

Author Biographies

Laila Nascimento Barcellos, Centro Universitário Celso Lisboa

Pós neonatal e pediátrica pelo Centro Universitário Celso Lisboa e Pós em Enfermagem do trabalho pela Uniabeu

Larissa Christiny Amorim dos Santos, Universidade Iguaçu

Acadêmica do curso de graduação em enfermagem da Universidade Iguaçu, Brasil.

Wanderson Alves Ribeiro, Universidade Iguaçu

Enfermeiro. Especialista em UTI Neonatal pela Faveni, Mestre e Doutorando pelo Programa Acadêmico em Ciências do Cuidado em Saúde pela Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa da UFF. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem e Pós-graduação da Universidade Iguaçu, Brasil. 

Enimar de Paula, Universidade Iguaçu

Enfermeiro. Mestre em Saúde Materno-Infantil Faculdade de Medicina - Universidade Federal Fluminense – UFF. Docente do curso de Graduação em Enfermagem da UNIG. Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Enfermagem em Obstetrícia da Universidade Iguaçu, Brasil

Keila do Carmo Neves, Universidade Iguaçu

Enfermeira. Especialista em UTI Neonatal pela Faculdade Batista de Minas Gerais, Pós-Graduada em Nefrologia; Mestre e Doutora em Enfermagem pela UFRJ. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Iguaçu, Brasil.

Bruna Porath Azevedo Fassarella, Universidade Iguaçu

Enfermeira.Especialista em UTI Neonatal pela Faveni, Mestre em Urgência e Emergência. Docente do curso de Enfermagem na Universidade Iguaçu, Brasil. 

Daiana Silva Lima, Universidade Estácio de Sá

Enfermeira graduada pela Universidade Estácio de Sá, Mestre em Saúde da mulher, criança e adolescente pela UNIRIO; Docente do curso de graduação em enfermagem da Uiversidade Iguaçu, Brasil. 

Julio César Figueiredo Júnior, Faculdade de Saúde Ibituruna – FASI

Enfermeiro graduado pela Faculdade de Saúde Ibituruna – FASI; Pós-Graduado em Saúde da Família e Protocolo de Manchester (IPEMIG), Brasil.

Douglas Mendes da Silva Souza , Uniabeu

Enfermeiro graduado pela Uniabeu, Brasil.

Leandro Mendes Martins, Faculdade São Camilo

Enfermeiro. Pós-Graduado em Saúde da Família pela Escola de Enfermagem Luiza de Marilac/ Faculdade São Camilo; Subsecretário Adjunto de Atenção Básica e Saúde Integral pela PMQ, Brasil.

Kemely de Castro, Universidade Iguaçu

Acadêmica do curso de graduação em Enfermagem pela Universidade Iguaçu, Brasil. 

Matheus Nery Martinho, Universidade Iguaçu

Acadêmico do curso de graduação em enfermagem pela Universidade Iguaçu, Brasil.

Clarissa Rosa de Oliveira Arnaldo, Universidade Iguaçu

Acadêmica do curso de graduação em enfermagem pela Universidade Iguaçu, Brasil.

References

Alves, N. S., Oliveira, B. A., Carvalho, T. A., de Carvalho, T. A., Silva Sampaio, L., Almeida, R. O., Sousa, S. E. (2021). Riscos Ocupacionais e seus Agravos aos Profissionais de Enfermagem: Revisão Integrativa da Literatura. Revista de Casos e Consultoria, 12(1), e25687-e25687.

Aragão, J. A., Fontes, L. M., Aragão, I. C. S. A., Aragão, F. M. S. A., Reis, F. P. (2019). Exposição ocupacional a fluidos biológicos em acidentes com perfurocortantes na equipe de enfermagem hospitalar. Enfermagem em Foco, 10(1).

Barbosa, K. H., Ribeiro, B. M. D. S. S., Giorio, M. C., Yagi, M. C. N., de Oliveira, L. C., & Karino, M. E. (2022). Desgastes físicos e emocionais do enfermeiro decorrentes do atendimento pré-hospitalar móvel/Nurses' physical and emotional exhaustion resulting from mobile pre-hospital care. Journal of Nursing and Health, 12(2).

Brito, M. B. A. T. (2019). Riscos Ocupacionais do Profissional de Enfermagem em Instituições Hospitalares. Revista InterSaúde, 1(4), 27-46.

Campos, L. D., Pinto, E., Aquino, C. R. C., Costa, G. S., Rodrigues, Y. G., Thode Filho, S. (2022). Levantamento Preliminar de Riscos Ocupacionais: Uma aplicação na base onshore de empresa do segmento de hotelaria marítima. Alimentos: Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, 2(12), 96-106.

Carvalho Alves, W., Silveira, R. S. (2022). A importância da segurança dos trabalhadores de enfermagem no ambiente de trabalho na prevenção dos riscos ocupacionais. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 11(5), e5711527811-e5711527811.

Carvalho, H. E. F., Silva, V. D. F. M., Silva, D. L., Ribeiro, I. P., Silva Oliveira, A. D & Araújo Madeira, M. Z. (2019). Visão dos Profissionais de Enfermagem Quanto aos Riscos Ocupacionais e Acidentes de Trabalho na Central de Material e Esterilização. Revista de Pesquisa: cuidado é fundamental, 1161-1166.

Costa, G. A. S., Oliveira, F. G & Modena, C. M. (2022). Promoção da saúde do trabalhador em pesquisas brasileiras de abordagem qualitativa: uma revisão de escopo. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 11(1), e19811125140-e19811125140.

Coimbra, M. A. R., Dutra, C. M., Ohl, R. I. B., Araújo, A. P. A., Moura, R. C. D., Scárdua, S. A & Ferreira, L. A. (2022). Transtornos mentais comuns em profissionais de enfermagem de serviços de emergência. Acta Paulista de Enfermagem, 35, 1-8.

Crispim, C. G., Ribeiro, W. A., Fassarella, B. P. A., Neves, K. C., de Araújo Franco, A., Silva, A. S. R & de Carvalho, B. L. (2022). Estratégias de enfrentamento do estresse ocupacional na ótica de enfermeiros emergencistas. Global Clinical Research Journal, 2(1), e14-e14.

Dias, C. V. P., Damasceno, J. C., Silva, L. V. F & Rocha, B. M. (2020). Saúde do profissional de Enfermagem: riscos ocupacionais em ambiente hospitalar. Saúde (Santa Maria), 46(2).

Fonseca, E. C., Sousa, K. H. J. F., Nascimento, F. P. B., Tracera, G. M. P., Santos, K. M & Zeitoune, R. C. G. (2020). Riscos ocupacionais na sala de vacinação da sala de trabalho e suas implicações à saúde ocupacional dos trabalhadores de enfermagem e suas implicações para a saúde ocupacional da sala de trabalho de enfermagem e suas implicações para a saúde dos trabalhadores de enfermagem de enfermería. Revista Enfermagem UERJ, 28, 45920.

Lima, M. D. D. P. D., Chaves, B. J. P., Lima, V. D. S., Silva, P. E., Soares, N. S. C. S & Santos, I. B. D. C. (2018). Riscos ocupacionais em profissionais de enfermagem de centros de material e esterilização. Revista Cuidarte, 9(3), 2361-2368.

Oliveira, C. R. V & Sorte, N. C. A. B. (2022). Caracterização dos fatores de risco e ocorrência de óbito em recém-nascidos com diagnóstico de sepse neonatal em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 11(3), e7811325941-e7811325941.

Pousa, P. C. P & Lucca, S. R. D. (2021). Fatores psicossociais no trabalho da enfermagem e riscos ocupacionais: revisão sistemática. Revista Brasileira de Enfermagem, 74.

Ribeiro, W. A., Lima Souza, C. E. A., Conceição, V. L. D & Silva Evangelista, D. (2020). Enfermeiro do trabalho preventivo de riscos biológicos: uma revisão da literatura no âmbito Hospitalar. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 9(7), e174973873-e174973873.

Rodrigues, L. P., Rezende, M. P., Silva, A. M. B. D., Ferreira, L. A & Goulart, B. F. (2019). Conhecimento e adesão da equipe de enfermagem aos equipamentos de proteção individual. Revista Mineira de Enfermagem, 23, 1-6.

Silva, F. M. N., Coronel, D. A., Gama, D. M., Freitas, P. H & Viero, V. (2022). Prazer e sofrimento no trabalho da enfermagem: revisão integrativa. Research, Society and Development, 11(3), e32211326573-e32211326573.

Silva, M. F., Rocha, A. D., Costa, A. C. C., & Marinho, M. D. F. J. (2022). Estresse, qualidade de vida e coping em enfermeiros atuantes em uma unidade neonatal. Revista Enfermagem Atual In Derme, 96(37).

Silva, P. M. D. S., Melo, R. H. B. D., & Silva, L. F. (2022). Informação em saúde: práticas de humanização em UTI neonatal e seus impactos a partir das rotinas e condutas na recuperação dos recém-nascidos. UFC, 234-543.

Silva, R. P., Valente, G. S. C & Camacho, A. C. L. F. (2020). O gerenciamento de risco no âmbito da saúde dos profissionais de enfermagem hospitalar. Revista Brasileira de Enfermagem, 73.

Published

01/05/2022

How to Cite

BARCELLOS, L. N. .; SANTOS, L. C. A. dos .; RIBEIRO, W. A. .; PAULA, E. de .; NEVES, K. do C. .; FASSARELLA, B. P. A. .; LIMA, D. S. .; FIGUEIREDO JÚNIOR, J. C. .; SOUZA , D. M. da S. .; MARTINS, L. . M. .; CASTRO, K. de .; MARTINHO, M. N. .; ARNALDO, C. R. de O. . Occupational risks to the health of nursing professionals in the neonatal ICU. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e39711629270, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29270. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29270. Acesso em: 29 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences