Scientific Dissemination and Deforestation: an analysis on the topic Forest Fires in Ciência Hoje magazine

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29286

Keywords:

Scientific Dissemination; Deforestation; Forest Fires; Environment; Environmental teaching.

Abstract

Scientific Dissemination magazines are one of the best-known ways to popularize scientific knowledge, as they bring content in a language that is more accessible to the general public. However, as many of the reports found there are written by journalists, it is deemed necessary to investigate how certain themes are being addressed. In this sense, the present study was based on analyzing how the Ciência Hoje magazine publishes the theme “Queimadas” through the categories: General Characteristics of Texts (CGT) and Theme Addressed (TA), taking into account a subject of extreme relevance, mainly in Brazil, as it is one of the countries with the highest incidence of fires and this factor can bring not only environmental, but also economic and social impacts. Through the analysis, it was possible to notice that there was not a big difference in language in the reports written by journalists and scientists and both tried to facilitate the understanding of the topic in different ways. In addition, it was noticed that most of the reports were published in 2007 and that they emphasized warning the population about the dangers of deforestation. Based on this, it is understood that the Ciência Hoje magazine brings an important theoretical contribution on the theme "Burns" for Scientific Dissemination, however, it is always necessary that there is more research focused on this theme.

References

Albagli, S. (1996). Divulgação Científica: informação científica para a cidadania? Ciência da Informação, 25 (3), 396-404.

Alves, N. O.; Vessoni, A. T.; Quinet, A.; Fortunato, R.S.; Kajitani, G. S.; Peixoto, M. S.; Hacon, S. S.; Artaxo, P.; Saldiva, P.; Menck, C. F. M.; Medeiros, S. R. B. (2017). A Queima de Biomassa na Região Amazônica Causa Danos ao DNA e Morte Celular em Células Pulmonares Humanas. Scientific reports 7, 10937.

Barbosa, J. A. (2021). Impactos das queimadas e políticas ambientais: uma análise utilizando jogos agregativos. 2021. 59f. Dissertação (Mestrado em Economia) – Universidade Federal de Goiás, Goiânia.

Bento, I. S.; Miceli, B. S. Rocha, M. B. (2020). Os répteis viraram notícia: o caso da revista Superinteressante. Ensino, Saúde e Ambiente, 13( 3), 257-268.

Borges, T.; Branford, S.O. (2020). Rápido Desmatamento da Amazônia Brasileira Pode Trazer a Próxima Pandemia: Especialistas. Mongabay.

Bueno, W. C. (1985). Jornalismo científico: conceitos e funções. Ciência e Cultura, 37 (9).

Caribé, R. C. V. (2015). Comunicação Científica: reflexões sobre o conceito. Informação &Sociedade, 25 ( 3), 89-104.

Cascio, W. E. (2018). Fumaça de Fogo Selvagem e Saúde Humana. The Science of the total environment, 624, 586–595.

Diniz, N. P.; Rezende Junior, M. F. (2019). Textos de Divulgação Científica da Revista Ciência Hoje: Potencial para Discussão de Aspectos da Natureza da Ciência. Revista Alexandria, 12 (2) 165-194.

Filho, V. S. A.; Netto, P. E. A.; Hacon, S. S.; Carmo, C. N. (2017). Distribuição Espacial de Queimadas e Mortalidade em Idosos em Região da Amazônia Brasileira, 2001 – 2012. Ciência e Saúde Coletiva, 22 (1).

Freitas, S. R.; Longo, K. M.; Dias, M. A. S. (2005). Emissões de Queimadas em Ecossistemas da América do Sul. Estudos avançados, São Paulo, 19 (53).

Gil, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. (2002). São Paulo: Atlas.

Gomes, I. M. A. M. (2000). A Divulgação Científica em Ciência Hoje: características discursivo-textuais. 2000. 306 f. Tese (Doutorado em Letras). Universidade Federal de Pernambuco, Recife.

INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE). (2021). Programa Queimadas: monitoramento dos focos ativos por estado. Disponível em: https://queimadas.dgi.inpe.br/queimadas/portal-static/estatisticas_estados/. Acesso em: 22 de jun. de 2021.

Junior, N. L. S. (2016). Relação entre Doenças e Desmatamento na Amazônia. Boletim Regional, Urbano e Ambiental, nº 13. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Modelli, L. (2021). Amazonia tem total de queimadas acima da média histórica em agosto, apontam dados do Inpe. G1, Rio de janeiro. Disponível em: https://g1.globo.com/natureza/noticia/2021/09/01/agosto-encerra-com-fogo-acima-da-media-historica-na-amazonia-segundo-inpe.ghtml. Acesso em 12 de dez.de 2021.

Oliveira, J. (2019). O tamanho da área queimada na Amazônia e no Pantanal, comparada com sua cidade. A onda de incêndios já devastou mais de 20.000 hectares de vegetação, chegando inclusive à tríplice fronteira entre Brasil, Bolívia e Paraguai. EL PAÍS, São Paulo. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2019/08/23/politica/1566513349_716543.html. Acesso em: 12 dez. 2021.

Pereira, A. G.; Terrazan, E. A. (2011). A multimodalidade em textos de Popularização Científica: contribuições para o ensino de Ciências para crianças. Ciência & Educação, 17 (2), 489-503.

Pereira, F. C.; Silva, E. R. (2017). Percepção dos alunos de 5º ano da escola municipal taboca matão; sobre os impactos e consequências do desmatamento e queimadas para o meio ambiente. In: IV Congresso Nacional de Educação, 4., 2017, João Pessoa-PB. Anais...João Pessoa: Realize.

PRIMEIRO incêndio de grandes proporções no Pantanal de MT em 2021 é controlado após uma semana. G1, Mato Grosso, 14 de agosto. de 2021. Disponível em: https://g1.globo.com/mt/mato-grosso/noticia/2021/08/14/primeiro-incendio-de-grandes-proporcoes-no-pantanal-de-mt-em-2021-e-controlado-apos-uma-semana.ghtml . Acesso em: 12 de dez. de 2021.

Ribeiro, H.; Assunção, J.V. (2002). Efeitos das queimadas na saúde humana. Estudos Avançados, São Paulo, 16 (44).

Rocha, M. B. (2012). Contribuições dos textos de Divulgação Científica para o ensino de Ciências na perspectiva de professores. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, 14 (1), 132-150.

Schwela, D. H; Goldammer, J. G; Morawska, L. H; Simpsom, O. (1998). Health Guidelines For Vegetation Fire Events. World Health Organization, Lima,Peru,GLOBAL FIRE MONITORING CENTER. Disponível em: https://gfmc.online/other_rep/programmes-other_rep/un-programmes-other_rep/whorep-2.html. Acesso em: 18 mai. 2021.

Zamboni, M. S. Z. (1997). Heterogeneidade e Subjetividade no discurso da Divulgação Científica. 1997. 211 f. Tese (Doutorado em Linguística). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo.

Zamboni, M. S. Z. (2001). Cientistas, jornalistas e a Divulgação Científica: subjetividade e heterogeneidade no discurso da Divulgação Científica. Campinas: Autores Associados.

Published

02/05/2022

How to Cite

PEREIRA, T. de S. .; HILÁRIO, M. de L. .; SIMÃO, A. S. O. .; MONERAT, C. A. A. . Scientific Dissemination and Deforestation: an analysis on the topic Forest Fires in Ciência Hoje magazine. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e42111629286, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29286. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29286. Acesso em: 22 may. 2022.

Issue

Section

Education Sciences