Nursing contributions to the scenario of technological innovations in health

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29291

Keywords:

Teaching; Inventions; Patent; Scientific and technological activities; Health; Nursing.

Abstract

This paper discusses technological innovations in health, highlighting the contributions of nursing in this scenario. It seeks to critically discuss the importance of technological innovations in health, from the professional field of nursing. Therefore, it makes considerations and descriptions about the process and the creative scenario of modern nursing. Then, based on this framework, it outlines a brief overview of inventions and patents in nursing, in order to highlight the main difficulties in registering patents in the professional field of nursing. Finally, it debates the curricular training of nurses with regard to the disciplinary component of technological creations. As for its objectives, this research is classified as exploratory and descriptive, as it seeks to describe the scenario of technological innovations in the field of nursing, thus providing greater familiarity with the aforementioned theme. Regarding its technical procedures, it uses the bibliographic research technique to consult specialized literature, as well as the documental research technique to consult the legislation and other documents relevant to the discussions raised here. Thus, it is presented as a literature review research. It is justified by the almost absence of current research of this nature - considering the last five years - on the contributions of nursing in the process of health innovations, as seen in the databases researched using specific descriptors, namely: technological innovation and nursing; technological innovation and health; nursing and intellectual property.

References

Andrade, M. A & Silva, K. L. (2018). Adaptações e invenções na práxis da enfermeira na atenção domiciliar: implicações da prática reflexiva. Revista de Enfermagem Escola Ana Nery. https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2017-0436

Aquino, P. S. et al. (2010). Análise do conceito de tecnologia na enfermagem segundo o método evolucionário. Acta Paulista de Enfermagem, 23. 690-696.

Avelar, A. F. M., & Santos, L. M. (2020). Inovação tecnológica em saúde: de volta às origens. Revista Brasileira de Enfermagem, 74, suplemento 5, 1-2, 2020.

Balbino, C. M. et al. (2020) Inovação tecnológica: perspectiva dialógica sob a ótica do Joseph Schumpeter. Research, Society and Development, 9(6), 1-11.

Brasil. (2020) Congresso Nacional. Lei Nº 10.973. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. [Modificada pela Lei Nº 13.243, de 11 de janeiro de 2016.]. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2004/Lei/L10.973.htm

Brasil. (1996) Congresso Nacional. Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996. Regula direitos e obrigações relativos à propriedade industrial. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9279.htm

Brasil. (2008). Política nacional de ciência, tecnologia e inovação em saúde. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Ciência e Tecnologia. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2008.

Gil, A. C. (2019) Como elaborar projetos de pesquisa. (6a ed.), Atlas.

Guimarães, R et al. (2019). Política de ciência, tecnologia e inovação em saúde. Revista Ciência & Saúde Coletiva, 24(3), 881-886.

Gutierres, L. S. et al. (2018). Boas práticas para segurança do paciente em centro cirúrgico: recomendações de enfermeiros. Revista Brasileira de Enfermagem, 71, 2775-2782.

Leal, C. I. S. & Figueredo, P. N. (2021). Inovação tecnológica no Brasil: desafios e insumos para políticas públicas. Revista de Administração Pública, 55, 512-537,

Leão, L. M. (2017). Metodologia do Estudo e Pesquisa: facilitando a vida dos estudantes, professores e pesquisadores. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes.

Lopes, R. S. et al. (2020). Uso de inovações tecnológicas no cuidado em enfermagem: revisão integrativa. Revista Humanidades e Tecnologia (FINOM), 19(1), 55-67.

Minayo, M. C. S. (Org.). (2014) O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. (14a ed.), Hucitec, 408 p

Noveli, M. & Segatto, A. P. (2012) Processo de cooperação Universidade-Empresa para a inovação tecnológica em um parque tecnológico: evidências empíricas e proposição de um modelo conceitual. Revista de Administração e Inovação, 9(1), 81-105.

Padilha, M. I. et al. (2020). Relatório técnico: invenções de enfermeiras – patentes.

Primo, C. C. & Furieri. L. B. (2019). Desafios e contribuições do programa de pós-graduação profissional stricto sensu em enfermagem para a formação de enfermeiros pesquisadores. Revista de Enfermagem do Centro-Oeste Mineiro, 9, 1-4, editorial.

Roczanski, C. R. (2016) O papel das universidades para o desenvolvimento da inovação no Brasil. In: Anais do XVI Coloquio Internacional de Gestión Universitaria - CIGU, Arequipa, Peru. https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/171283/OK%20-%20101_00528.pdf?sequence=1

Santos, M. I. P. et al (2019). Indicadores de produção científica e formação de pesquisadores na Saúde Coletiva brasileira. Revista Brasileira de Enfermagem. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0832

Souza, C. J., Silvino, Z. R. & Souza, D. F. (2020). Análise dos registros de patentes na enfermagem brasileira e sua relação com o mestrado profissional. Revista Gaúcha de Enfermagem, 41, 1-9.

Published

09/05/2022

How to Cite

REGIS, L. T. C. .; SILVA, M. R. da . Nursing contributions to the scenario of technological innovations in health. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e53511629291, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29291. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29291. Acesso em: 29 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences