Humanization in health graduation courses: challenges for implementing national guidelines

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29325

Keywords:

Humanization of assistance; Health education; Health human resource training.

Abstract

The National Humanization Policy (PNH) brought up the need to insert humanization in the training of health professionals. Humanization in health seeks to promote the encounter of individuals and their subjectivities, based on caring and providing assistance for others. This study aims to investigate the Political-Pedagogical Projects (PPP) of undergraduate health-related courses and present a survey about the discussion of Humanization in those programs at the Federal University of Paraíba (UFPB). The following documents were consulted through the Integrated System for the Management of Academic Activities: PPP, updated curriculum and syllabus of the Health Sciences Center and the Medical Sciences Center courses. Readings were made in search of the term humanization. In conclusion, there is minimum discussion about humanization in the PPP of healthcare courses at UFPB. Despite being a Unified Health System’s policy that regulates the teaching on humanization for over ten years, UFPB health-related programs have not yet been fully adapted to the purpose of this policy.

References

Benedetto, M. A. C. De. & Gallian, D. M. C. (2018). Narrativas de estudantes de Medicina e Enfermagem: currículo oculto e desumanização em saúde. Interface, Botucatu, 22(67), 1197-1207.

Brasil. Lei 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. LDB - Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional (8a ed. atualizada em 08/05/2013). < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L9394.htm >.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Núcleo Técnico da Política Nacional de Humanização. Humaniza SUS: Documento Base para Gestores e Trabalhadores do SUS. Brasília: Ministério da Saúde, 2010. 72 p.

Campos, L. R. S., & Carvalho, L. B. O. B. (2020). Estratégias de ensino da humanização nos estágios curriculares nas graduações em enfermagem. Brazilian Journal of Development, 6(10), 77044-77053. DOI:10.34117/bjdv6n10-216

Carneiro Neto, J. N., Cordeiro, T. M. S. C., & Falcão, M. M. L. (2015). Humanização em saúde e a odontologia. Revista Brasileira De Pesquisa Em Saúde/Brazilian Journal of Health Research, 16(2), 130-138.

Casate, J. C., & Correa, A. K. (2005). Humanização do atendimento em saúde: conhecimento veiculado na literatura brasileira de enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, 13(1), 105-111. https://doi.org/10.1590/S0104-11692005000100017

Corsino, D. L. M., & Sei, M. B. A. (2019). Humanização nas grades curriculares de cursos da saúde de universidades públicas paranaenses. Revista Psicologia e Saúde, Campo Grande, 11(1), 43-52. http://dx.doi.org/10.20435/pssa.v0i0.579

Damasceno, D. R. A (2022). Humanização na Saúde e a Prática Profissional do Assistente Social. Research, Society and Development, 11(3), 1-15. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26828

Delors, J. (2006). Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo. Cortez. Unesco.

Deslandes, S. F. (2006). Humanização dos cuidados em saúde: conceitos, dilemas e práticas [online]. Criança, mulheres e saúde collection. Rio de Janeiro. Fiocruz, p. 414.

Fernandes, G. F. M. (1999). Processo de avaliação humanizado e participativo nos estágios supervisionados de enfermagem. [Dissertação de Mestrado Universidade Federal de Santa Catarina].

Ferreira, A. C., Almeida, A. L. C., Corrêa, G. N., Homsi, L. C., Silva, M. L., Abdja, M. S., & Silva, C. T. X. (2019). A humanização da relação médico-profissional através da anamnese reflexiva: um relato de experiência. Revista Educação em Saúde. 7(sup.1), 1-4. < http://periodicos.unievangelica.edu.br/index.php/educacaoemsaude/article/view/3761/2609>.

Ferreira, J. A. & Araújo, G. C. (2014). Humanização na Saúde: uma análise dos sentidos na óptica do trabalho cotidiano. Textos e Contextos. 7(1), 199-213. https://doi.org/10.15448/1677-9509.2014.1.16519

Fiocruz. Pense SUS. Humanização. < https://pensesus.fiocruz.br/humanizacao >.

Martins, C. P., & Luzio, C. A. (2017). HumanizaSUS policy: anchoring a ship in space. Interface – Comunicação, saúde e educação. 21(60), 13-22.

Medeiros, L. M. O. P., & Batista, S. H. S. S. (2016). Humanização na formação e no trabalho em saúde: uma análise da literatura. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, 14(3), 925-951, https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00022.

Mélo, C. B., Alexandre, A. T. N., Borges, A., Santana, F. M.; Lima, A. M. C., Araújo, T. P., & Dalle Piage, C. S. L. (2022). Humanização dos cursos de graduação da área de saúde: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, 10 (10), 1-13. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19241

Mélo, C. B. et al. (2017). Projeto MelhorArt - Atenção Humanizada no Ambiente Hospitalar: Ações e Efeitos. Squalis, João Pessoa

Melo, L. P., Sena, I. K. R., Vieira, J. K. S., Leal, M. H. A., Gurgel, G. C. D. L., & Silva A. F. (2021). A transversalidade da bioética na humanização do cuidado hospitalar de crianças a partir da percepção dos profissionais de saúde. International Journal of Development Research, 11(9), 50576-50580. http://doi.org/10.37118/ijdr.22910.09.2021

Mezzalira, D. P., Ferreira A. C., Andrade, G. H., Teo, C. R. P., & Mattia, B. J. (2022). A humanização na educação médica no Brasil. Research, Society and Development, 11(1), 1-19, https://doi.org/10.33448/rsd-v11i1.25337

Pialarissi, R. (2017). Precarização do Trabalho. Revista de Administração em Saúde, São Paulo, 17(66). <https://cqh.org.br/ojs-2.4.8/index.php/ras/article/view/11/21>.

Pimenta, S. G., Anastasiou, L. G. C., & Cavallet, V. J. (2003). Docência no Ensino Superior: Construir Caminhos. Formação de Educadores: desafios e perspectivas. São Paulo. 267-278.

Rios, I. C. (2009). Humanização: a essência da ação técnica e ética nas práticas de saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, 33(2), 253-261. https://doi.org/10.1590/S0100-55022009000200013

Rios, I. C. (2010). Humanidades e medicina: razão e sensibilidade na formação médica. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 15(1), 1725-1732. https://doi.org/10.1590/S1413-81232010000700084

Silva, I. D., & Silveira, M. F. A. (2011). A humanização e a formação do profissional em fisioterapia. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 16(1), 1535-1546. https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000700089

Waldow, V. R., & Borges, R. F. (2011). Cuidar e humanizar: relações e significados. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, 24(3), 414-418. https://doi.org/10.1590/S0103-21002011000300017

Published

02/05/2022

How to Cite

MÉLO, C. B.; ROCHA, L. N. F. de C.; COSTA, T. E. L. da .; GONDIM, F. M. L. .; FARIAS, G. D.; ARAÚJO, E. G. O. de .; FREIRE, J. C. G. .; DIAS , M. M.; PIAGGE, C. S. L. D. Humanization in health graduation courses: challenges for implementing national guidelines. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e42311629325, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29325. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29325. Acesso em: 25 may. 2022.

Issue

Section

Health Sciences