Food and Nutrition Education: use of audiovisual resources in the complementary feeding of children in Primary Health Care

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.29580

Keywords:

Complementary food; Primary health care; Food, nutrition and education; Audiovisual resources.

Abstract

This study aimed to report the experience of nutritionists in the production and dissemination of educational videos on Whatsapp®, about complementary feeding for children under 2 years of age, as a tool for Food and Nutrition Education for use in Primary Health Care in the context of Covid-19. This is an experience report study, which took place in Primary Health Care in the Federal District between March and December 2021. The videos were created and dubbed by the authors of this work. The Canva® application was used to create and edit the videos. The theoretical reference used for the content of the videos was the Food Guide for Brazilian Children Under 2 Years of Age. For the dissemination of the videos, the WhatsApp® tool was used. Four videos on complementary feeding were prepared and used by health professionals remotely due to the Covid 19 pandemic. It was possible to observe a good adhesion and integration of parents, children, and also health professionals in the use of this tool, contributing to the dissemination of knowledge about healthy eating. Thus, we conclude that the Food and Nutrition Education tools are fundamental strategies, because they seek to encourage a balanced and nutrient-rich diet, in which Primary Health Care represents a suitable place for these activities, because it contains a group exposed daily to learning.

References

Araujo, J. P., Viera, C. S., Oliveira, B. R. G. D., Gaiva, M. A., & Rodrigues, R. M. (2018). Assessment of the essential attributes of Primary Health Care for children. Revista Brasileira de Enfermagem, 71, 1366-1372.

Brasil. (2012). Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (2018). Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional: Relatório do estado nutricional de crianças no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (2018). Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional: Relatório do consumo alimentar de crianças no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (2019). Guia alimentar para crianças brasileiras menores de dois anos. Brasília: Ministério da Saúde.

Capelli, J. de C. S., Rocha, C. M. M. da, Braga, F. A. de M. N., Lima, F. F., Rodriguees, V. S., Almeida, M. F. L. de Sperandio, N., Monteiro, L. S., Viana, M. R., Latorre, C. G., & Bouskelá, A. (2018). Ações de promoção da alimentação saudável no primeiro ano de vida em Macaé. Revista da Associação Brasileira de Nutrição-RASBRAN, 9(2), 9-16.

Camargo, A. L., & Ito, M. (2012). Utilização das tecnologias de informação e comunicação na área da saúde: uso das redes sociais pelos médicos. Journal of Health Informatics, 4(4).

França, C. J. & Carvalho, V. C. H. S. Estratégias de educação alimentar e nutricional na Atenção Primária à Saúde: Uma revisão de literatura. Saúde em Debate, v. 41, p. 932-948, 2017.

Gabarron, E., Bradway, M., Fernandez-Luque, L., Chomutare, T., Hansen, A. H., Wynn, R., & Årsand, E. (2018). Social media for health promotion in diabetes: study protocol for a participatory public health intervention design. BMC health services research, 18(1), 1-5.

Giesta, J. M., Zoche, E., Corrêa, R. D. S., & Bosa, V. L. (2019). Fatores associados à introdução precoce de alimentos ultraprocessados na alimentação de crianças menores de dois anos. Ciência & Saúde coletiva, 24, 2387-2397.

Ladaga, F. M., Andrade, G., Sartori, A. C., & Yamaguchi, M. (2018). Whatsapp uma ferramenta emergente para a promoção da saúde. Enciclopédia Biosfera, 15(28).

Melo, L. R. D. S. (2019). A ludicidade como ferramenta de educação alimentar e nutricional para a promoção de uma alimentação saudável e adequada [Trabalho de conclusão de curso, Universidade Federal de Peenambuco] https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/36266

Negarandeh, R., Mahmoodi, H., Noktehdan, H., Heshmat, R., & Shakibazadeh, E. (2013). Teach back and pictorial image educational strategies on knowledge about diabetes and medication/dietary adherence among low health literate patients with type 2 diabetes. Primary care diabetes, 7(2), 111-118.

Brasil, O.P.A.S (2017) Organização Pan-Americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde. Obesidade entre crianças e adolescentes aumentou dez vezes em quatro décadas, revela novo estudo do Imperial College London e da OMS. Brasília: OPAS/OMS.

Rossi, C. E., Costa, L. D. C. F., Machado, M. D. S., Andrade, D. F. D., & Vasconcelos, F. D. A. G. D. (2019). Fatores associados ao consumo alimentar na escola e ao sobrepeso/obesidade de escolares de 7-10 anos de Santa Catarina, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 24, 443-454.

Silva, A. Z., Silva, M. R. F., Machado, A. L. G., David, H. M. S., Kerr, L. S., & Silva, L. M. S. D. (2021). Redes sociais dos profissionais da estratégia saúde da família no cuidado ao hipertenso. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 31(4).

Sousa, A. P. D. M., Pereira, I. C., Araujo, L. D. L., Rocha, M. R. D., Bandeira, H. M. M., & Lima, L. H. D. O. (2021). Prevalência e fatores associados ao excesso de peso em adultos nas capitais e no Distrito Federal, Brasil, 2019. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 30(3).

Santos, A. L., Pataxó, J. S., & Spier, A. (2022). Educação alimentar e nutricional: ações realizadas por meio das tecnologias digitais da informação e da comunicação (TDICS) durante a pandemia do COVID-19. Graduação em Movimento-Ciências da Saúde, 1(1), 101-101.

Souza, E. B. (2010). Transição nutricional no Brasil: análise dos principais fatores. Cadernos UniFOA, 5(13), 49-53.

Souza, J. L. A, Araújo, D. C., & de Paula, D. A. (2015). Mídia social WhatsApp: uma análise sobre as interações sociais. Revista Alterjor, 11(1), 131-165.

Shan, R., Sarkar, S., & Martin, S. S. (2019). Digital health technology and mobile devices for the management of diabetes mellitus: State of the art. Diabetologia, 62(6), 877-887.

Viana, L. R., Barreto, M. M., Girard, C. C. P., & Teixeira, E. (2018). Tecnologia educacional para mediar práticas educativas sobre alimentação complementar na Amazônia: estudo de validação. Revista Ibérica de Sistemas e Tecnologias de Informação, (28), 29-40.

Vieira, K. P. M., Souza, F. P., & Jacob, M. C. M. (2018). A contação de histórias como ferramenta para ações de Educação Alimentar e Nutricional no âmbito da Educação Infantil. Revista da Associação Brasileira de Nutrição-RASBRAN, 9(2), 25-31.

Zuanetti, P. A. (2015). Consequências da obesidade infantil nas habilidades cognitivas envolvidas na aprendizagem da linguagem escrita [Tese doutorado, Universidade de São Paulo] https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/59/59134/tde-19012016-094005/pt-br.php.

Published

15/05/2022

How to Cite

SILVA, L. A. C. .; COSTA , A. B. de J. .; LOPES , C. A. de A. . Food and Nutrition Education: use of audiovisual resources in the complementary feeding of children in Primary Health Care . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e7111729580, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.29580. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29580. Acesso em: 7 jul. 2022.

Issue

Section

Health Sciences