The nurse's performance in the prevention of pressure injuries in the intensive care unit: a critical review of the literature

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30045

Keywords:

Pressure injury; ICU; Prevention; Health teaching.

Abstract

Objective: To analyze the scientific evidence on the effective methods used by nurses to prevent pressure injuries in the intensive care unit. Methodology: This is an Integrative Literature Review, developed between November 2021 and March 2022, in the Virtual Health Library and CAPES (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel), through the descriptors Pressure Injury, ICU and Prevention, using the full text filters available; document type: scientific articles; Portuguese language; year of publication 2017 to 2022. Thus, based on the methodological quality assessment, a sample of 14 articles was established. Results and Discussions: According to the protocol of the Ministry of Health, the main preventive measures carried out by nurses are the assessment of patients at risk; the management of nutritional status including hydration, inspection and daily assessment of the skin; moisture management and pressure redistribution. Conclusion: Nurses act as the main promoters of the prevention of health problems in different sectors. Some authors reaffirm the importance of this professional in the face of quality care and the development of practices capable of minimizing the incidence of infections according to their interventions, always aiming at actions to prevent all avoidable complications in the ICU.

References

Araújo, C. A. F. D., Pereira, S. R. M., Paula, V. G. D., Oliveira, J. A. D., Andrade, K. B. S. D., Oliveira, N. V. D. D., & Araújo, V. E. F. D. (2022). Avaliação do conhecimento dos profissionais de Enfermagem na prevenção da lesão por pressão na terapia intensiva. Escola Anna Nery, 26.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70. Brasil.(2014a). Manual de enfrentamento à violência contra a pessoa idosa. Brasília: Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, 2011.

Brasil. Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Regulamento da atuação da equipe de enfermagem no cuidado aos pacientes com feridas. Resolução 0567 de 2018.

Correia, A. D. S. B., & da Costa Santos, I. B. (2019). [ID 36793] Lesão por pressão: medidas terapêuticas utilizadas por profissionais de enfermagem. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, 23(1).

da Silva, M. T., Palu, L. A., & Brusamarello, T. (2018). Prevenção de complicações evitáveis em uma unidade de terapia intensiva: uma revisão integrativa. Saúde e Pesquisa, 11(3), 613-621.

de Medeiros, L. N. B., da Silva, D. R., da Silva Guedes, C. D. F., de Souza, T. K. C., & Neta, B. P. D. A. A. (2017). Prevalência de úlceras por pressão em unidades de terapia intensiva. Revista de Enfermagem UFPE on line, 11(7), 2697-2703.

Farias, A. D., Leal, N. T. B., Travassos, N. P. R., Farias, A. J. A. D., Nobre, A. M. D., & Almeida, T. D. C. F. (2019). Ocorrência de lesões por pressão em unidade de terapia intensiva de um hospital universitário. Revista Nursing, 22(253), 2927-2931.

Felisberto, M. P., & Takashi, M. H. (2022). Atuação do enfermeiro na prevenção e cuidado ao paciente com úlcera por pressão na unidade de terapia intensiva. Revista de Divulgação Científica Sena Aires, 11(1), 42-47.

Ferreira, P. A. C., Delphim, L. M., Rodrigues, J. F. C., & Neves, M. J. D. G. S. (2021). Prevenção de lesões por pressão nos doentes em unidades de cuidados intensivos. Revista Enfermagem UERJ, 29, 55832.

Holanda, O. Q. D., Oliveira, V. A., Fernandes, F. E. C. V., Xavier, S. B., & Mola, R. (2018). Efetividade do protocolo para prevenção de lesões por pressão implantado em Unidade de Terapia Intensiva. Espaç. saúde (Online), 64-74.

Lima Benevides, J., Fonseca Victor Coutinho, J., Braga Gomes Tomé, M. A., do Amaral Gubert, F., & Karanini Paz de Oliveira, S. (2017). Nursing strategies for the prevention of pressure ulcers in intensive therapy: integrative review. Journal of Nursing UFPE/Revista de Enfermagem UFPE, 11(5).

Lima, N. R. D., Lima, N. R. D., Souza, J. C. D. O., Silvério, S. T., Souza Filho, A. O. J., & Santos-Nascimento, T. D. (2021). Escala de braden: benefícios de sua aplicação na prevenção de lesão por pressão no âmbito domiciliar. Arquivos De Ciência Da Saúde Da Unipar, 25(2), 95-103.

Manganelli, R. R., Kirchhof, R. S., Pieszak, G. M., & da Silveira Dornelles, C. (2019). Intervenções de enfermeiros na prevenção de lesão por pressão em uma unidade de terapia intensiva. Revista de Enfermagem da UFSM, 9, 41.

Otto, C., Schumacher, B., de Lemos Wiese, L. P., Ferro, C., & Rodrigues, R. A. (2019). Fatores de risco para o desenvolvimento de lesão por pressão em pacientes críticos. Enfermagem em Foco, 10(1).

Petz, F. D. F. C., Crozeta, K., Meier, M. J., Lenhani, B. E., Kalinke, L. P., & Pott, F. S. (2017). Úlcera por pressão em unidade de terapia intensiva: estudo epidemiológico. Rev Enferm UFPE, 11(1), 287-95.

Pinto, B. A. J., de Souza, D. S. B., Borim, B. C., & Ribeiro, R. D. C. H. M. (2021). Medidas preventivas de lesão por pressão realizadas em unidades pediátricas de terapia intensiva. Enfermagem em Foco, 12(1).

Santos, W. M. D., Secoli, S. R., & Püschel, V. A. D. A. (2018). The Joanna Briggs Institute approach for systematic reviews. Revista latino-americana de enfermagem, 26.

Ursi, E. S. (2005). Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. [dissertação]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; 2005.

Published

22/05/2022

How to Cite

XAVIER, P. B. .; SILVA, Ísis de S. .; ALMEIDA, J. L. S. .; ALVES, F. P. de A. .; NEGREIROS, R. V. de .; SOUSA, A. O. B. .; BRAGA, D. M. dos R. .; SANTOS , G. A. dos .; ARAUJO, T. L. de L. .; ARAÚJO, A. B. G. de .; SOUSA, B. R. B. de .; SOUSA, J. B. .; SILVA, M. T. M. da .; SILVA, T. L. de A. .; ASSIS, D. C. .; CRISPINIANO, E. C. . The nurse’s performance in the prevention of pressure injuries in the intensive care unit: a critical review of the literature. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e24311730045, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30045. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30045. Acesso em: 6 jul. 2022.

Issue

Section

Health Sciences