Homeopathy in the brazilian public health system in the last 15 years

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30123

Keywords:

Complementary therapies; Health teaching; Unified health system; Homeopathy.

Abstract

The general objective of this article was to carry out a survey on the use of homeopathy in the Brazilian public health system in the last 15 years. An integrative literature review was carried out using the following databases: Scielo (Scientific Electronic Library Online), LILACS (Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences), VHL (Virtual Health Library) and PubMed (National Library of Medicine). ), articles from the last 15 years, where the search period was between December 2021 and February 2022. It was identified that 17% (2/12) of the studies interviewed students in the area and health professionals working in homeopathy at UBS for the purpose of to know about knowledge of homeopathy and performance in this area. 58% (7/12) of the works carried out interviews with users. Additionally, 25% (3/12) of the studies conducted interviews with municipal and state managers to assess their knowledge about homeopathy and the National Policy on Integrative and Complementary Practices (PNPIC). In this way, homeopathy is one of the Integrative and Complementary Practices (PIC) that went through a long process for inclusion in the Brazilian public system, in comprehensive health care it is essential to report that there is also a need for public encouragement, not only from the private sector, in the training of medical and pharmaceutical professionals who understand the importance of this PIC, as well as the others provided for in the PNPIC in the SUS.

References

Aguiar, J., Kanan, L. A., & Masiero, A. V. (2019). Práticas Integrativas e Complementares na atenção básica em saúde: Um estudo bibliométrico da produção brasileira. Saúde Debate, 43(123), 1205–1218. http://doi.org/10.1590/0103-1104201912318

Brasil, (1952). Lei nº 1.554, de 8 de fevereiro de 1952. Manda incluir, no ensino da cadeira de Farmácia Galênica, as noções fundamentais de Farmácia Homeopática. Diário Oficial da União - Seção 1 -, pág. 2281.

Brasil. (1965). Decreto nº 57.477, de 20 de dezembro de 1965. Dispõe sobre manipulação, receituário, industrialização e venda de produtos utilizados em homeopatia e dá outras providências. Diário Oficial da União - Seção 1, 13483.

Brasil, (1980). Resolução n. 1.000/80, de 4 de junho de 1980. Reconhece a homeopatia como especialidade médica. Conselho Federal de Medicina. Diário Oficial da União, Seção 1, Parte 2.

Brasil, (1992). Resolução n.232/92, de 6 de maio de 1992. Dispõe sobre a assunção da responsabilidade técnica nas farmácias homeopáticas. Conselho Federal de Farmácia. Diário Oficial da União, Seção 1, p.7027.

Brasil, (1992). Resolução nº 232, de 06 de maio de 1992. Dispõe sobre a assunção da Responsabilidade Técnica nas Farmácias Homeopáticas. Diário Online da União. Seção 1, Pág. 7027.

Brasil, (2000). Resolução n. 662/00, de 14 de junho de 2000. Habilita a Associação Médico Veterinária Homeopática Brasileira para concessão de título de especialista em homeopatia veterinária. Conselho Federal de Medicina Veterinária. Diário Oficial da União, Seção 1, p.111.

Brasil, (2006). Ministério da Saúde. Gabinete do Ministro, (2006). Portaria nº 971, de 3 de Maio de 2006. Diário Oficial da União; Poder Executivo, Seção 1, p. 20-5.

Brasil, (2015). Resolução n. 160/15, de 2 de outubro de 2015. Reconhece a acupuntura, a homeopatia e a odontologia do esporte como especialidades odontológicas. Conselho Federal de Odontologia. Diário Oficial da União, Seção 1, p.362.

Brasil, (2016). Comissão Assessora de Farmácia. Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo, 2ª Edição. 80p.

Botelho, L. L. R., Cunha, C. C. A., & Macedo, M. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e Sociedade, 5(11), 121–136. https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220

Carvalho, F. I. V., & Neto, B. M. (2020). A utilização da terapia homeopática no tratamento de doenças virais: uma revisão de literatura. Research, Society and Development, 9(7), e885974989. http://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4989

Fontes, O.L. (2017). Farmácia homeopática: Teoria e Prática. (Editora Manole, 5 ed.) 1-19.

Galhardi, W. M. P., Barros, N. F., & Leite-Mor, A. C. M. B. (2013). O conhecimento de gestores municipais de saúde sobre a Política Nacional de Prática Integrativa e Complementar e sua influência para a oferta de homeopatia no Sistema Único de Saúde local. Ciência & Saúde Coletiva, 18(1), 213–220.

Galhardi, W. M. P., & Barros, N. F. (2008). O ensino da homeopatia e a prática no SUS. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 12(25), 247–66.

Galvão, T. F., Pansani, T. D. S. A., & Harrad, D. (2015). Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação prisma. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 24, 335-342. https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000200017

Gentil, L. B., Robles, A. C. C., & Grosseman, S. (2010). Uso de terapias complementares por mães em seus filhos: estudo em um hospital universitário. Ciência & Saúde Coletiva, 15(Supl. 1), 1293–1299.

Giraldi, D. C. (2014). Projeto de implantação da Homeopatia no SUS do município de Bom Jesus dos Perdões – SP. [Monografia de especialização em homeopatia, Centro Alpha de Ensino – Associação Paulista de Homeopatia] Biblioteca Virtual em Saúde. https://pesquisa.bvsalud.org/homeopatia/resource/pt/hom-11045

Justo, C. M. P., & Gomes, M. H. A. (2007). A cidade de Santos no roteiro de expansão da homeopatia nos serviços públicos de saúde no Brasil. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, 14(4), 1159–117.

Lima, S. F. F., Cazarin, G., & Vanderlei, C. E. D. (2019). Homeopatia no serviço público de saúde: pré-avaliação das ações no município do Recife (PE). História, Ciências, Saúde-Manguinhos, 26(4), 1373–1391. https://doi.org/10.1590/S0104-59702019000400020

Neckel, G. L., Carmignan, F., & Crepaldi, M. A. (2010). A homeopatia no SUS na perspectiva de estudantes da área da saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, 34(1), 82 – 90.

Machado, I. P. C. (2014). Os avanços da homeopatia na Unidade Básica de Saúde (SUS). [Monografia de especialização em homeopatia, Centro Alpha de Ensino – Associação Paulista de Homeopatia] Biblioteca Virtual em Saúde. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/hom-11036

Marques, L. A. M., Vale, F. V. V. R., Nogueira, V. A. S., Mialhe, F. L., & Silva, L. C. (2011). Atenção farmacêutica e práticas integrativas e complementares no SUS: Conhecimento e aceitação por parte da população sãojoanense. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 21(2), 663–674.

Monteiro, D. A., & Iriart, J. A. B. (2007). Homeopatia no Sistema Único de Saúde: Representações dos usuários sobre o tratamento homeopático. Cadernos de Saúde Pública, 23(8), 1903–1912.

Morais, S. R., Lima, F. O., Moura, A. B. R., Matos, N. O., Cavalcanti, R. B. M. S., Medeiros, F. L. S., Castro, R. M., Silva, R. M., Goes, V. N., Lima, N. F. B., Alves, M. A. S. G., Medeiros, L. A. D. M., Guênes., G. M. T., Brito JR, L., Sousa, A. P., & Filho, A. A. O. (2021). Aplicação da homeopatia na Odontologia: Uma revisão de literatura. Research, Society and Development, 10(8), e23910817301. http://doi.org/10.33448/rsd-v10i8.17301

Nunes, L. A. S., & Abrahão, F. (2016). A homeopatia como a arte de cuidar em saúde: análise da percepção dos usuários do SUS sobre o trabalho de homeopatia na cidade de Macaé/RJ. Revista de Homeopatia, 79(1/2), 17–35.

Pacheco, K. D. (2021). Perspectiva da utilização da homeopatia em saúde coletiva. [Monografia de especialização em homeopatia, Centro Alpha de Ensino – Associação Paulista de Homeopatia] Biblioteca Virtual em Saúde. https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1281881

Salles, S. A. C., & Schraiber, L. B. (2009). Gestores do SUS: Apoio e resistências à Homeopatia. Cadernos de Saúde Pública, 25(1), 195–202.

Salles, S. A. C., & Ayres, J. R. C. M. (2013). Consulta homeopática: Examinando seu efeito em pacientes da atenção básica. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 17(45), 315–326.

Santanna, C., Hennington, É. A., & Junges, J. R. (2008). Prática médica homeopática e a integralidade. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 12(25), 233–46.

Savaris, L. E., Böger, B., Savian, A.C., Jansen, A. S., & da Silva, M. Z. (2019). Práticas integrativas e complementares – Análise documental e o olhar de profissionais da saúde. Revista Brasileira Em Promoção da Saúde, 32. https://doi.org/10.5020/18061230.2019.9439

Toniol, R. F. (2015). Do espírito na saúde. Oferta e uso de terapias alternativas/complementares nos serviços de saúde pública no Brasil. [Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social]. UFRGS-Lume Repositório Digital. https://docs.bvsalud.org/biblioref/2018/02/879198/000985756.pdfttp://hdl.handle.net/10183/134201

Published

27/05/2022

How to Cite

NASCIMENTO, C. C. do; COSTA, C. B. da; DAMASCENO, C. A. Homeopathy in the brazilian public health system in the last 15 years. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e35211730123, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30123. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30123. Acesso em: 20 feb. 2024.

Issue

Section

Health Sciences