Pharmaceutical attention in the treatment of obesity involving analogues of Glucagon-like peptide 1 (GPL-1)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30134

Keywords:

Liraglutide; Semaglutide; Pharmaceutical care.

Abstract

The general objective of this article is to explore the knowledge about injectable pharmacological therapy in obesity, while it intends to raise the available evidence regarding the benefits, side effects, and the probable off-label use, involving the Glucagon-like peptide analogues. 1 (GLP-1) used in this treatment. This is an exploratory, integrative literature review study on the impact of pharmaceutical care on injecting drug use in the treatment of obesity. The search for studies was carried out in the electronic databases: NCBI/PubMed, Google Scholar, SciELO and Lilacs - Bireme. The inclusion criteria were: articles available in full, in Portuguese and English, from 2015 to 2022 with free access and that had an affinity with the theme. A total of 40 publications were identified, after applying the inclusion criteria, 24 studies remained. In the selected articles, we identified that GLP-1 receptor agonist drugs have been developed, with mimetic action to the endogenous peptide, prescribed for the treatment of obesity. Liraglutide (Saxenda® and Victoza®) and Semaglutide (Ozempic®), both synthetic GLP-1 incretin analogues, proportionally increase glucose-dependent insulin secretion, reduce glucagon secretion, delay gastric emptying, and decrease appetite, with agonist action on its receptors, resulting in weight loss. In this context, the pharmacist's performance aimed at patients suffering from obesity disorder includes, in addition to evaluating the treatment and guiding the patient, to promote and introduce healthy lifestyle habits.

Author Biographies

Ana Maria Santos Barbosa, Faculdade Integrada Carajás

Graduanda em Farmácia pela FIC - Faculdade Integrada Carajás.

Fabrine Rodrigues da Silva Reis, Faculdade Integrada Carajás

Graduanda em Farmácia pela FIC - Faculdade Integrada Carajás.

Carolinne Oliveira Marquez, Faculdade Integrada Carajás

Professor at FIC - Faculdade Integrada Carajás.

References

Assis, L. V., Morais, A. C. S., Meireles, I. S., Costa, L. F., Guerra, M. L. A., Novaes, M. V. G., Gomes, T. C. A., Modenesi, V., Dias, Y. H. F., & Rêgo, R. C. L. (2021). Obesidade: diagnóstico e tratamento farmacológico com Liraglutida, integrado a terapia comportamental e mudanças no estilo de vida. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 13(5), e6830. https://doi.org/10.25248/reas.e6830.2021.

Araújo, P. S., Costa, E. A., Guerra Junior, A. A., Acurcio, F. A., Guibu, I. A., Álvares, J., Costa, K. S., Karnikowski, M. G. O., Soeiro, O. M., & Leite, S. N. (2017). Atividades farmacêuticas de natureza clínica na atenção básica no Brasil. Revista de Saúde Pública, 51. https://doi.org/10.11606/S1518-8787.2017051007109.

Barros, M. F., Meirelles, S. F. R., Rodrigues, A. L, & Terra, M. M. (2021). Ação da incretina GLP-1 e perspectivas para a redução da incidência de obesidade. Revista Transformar, 15 (1): 483-497. http://www.fsj.edu.br/transformar/index.php/transformar/article/view/588.

Benito, L. A. O., Lima, R. D. C., Karnikowski, M. G. D. O., & Silva, I. C. R. D. (2022). Obesidade nos registros de óbito de Síndrome Respiratória Aguda Grave por Covid-19, Brasil, 2021. REVISA (Online), 1-4. https://doi.org/10.36239/revisa.v11.n1.p1a4

Brasil. (2020). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças Não Transmissíveis. Vigitel Brasil 2019: Vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2019. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/vigitel_brasil_2019_vigilancia_fatores_risco.pdf.

Castilho, M. M., Westphal, G., Thon, R. A., Pereira, I. A. S., Martins, F. M., do Amaral, M. F., ... & Junior, N. N. (2021). Efeitos de um programa multiprofissional de tratamento da obesidade no ambiente aquático em adultos com obesidade severa. Research, Society and Development, 10(1), e12910111636-e12910111636. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i1.11636.

Costa, R., Carvalho, L. R. A., Lima, N. D., Costa, T. P. C., & Onyeisi, J. O. S. (2020). Avaliação do consumo de medicamentos para o tratamento da obesidade: um estudo realizado em farmácia do município de Teresina-Piauí. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 9 (3), e43932293. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2293

Costa, I. M, Almeida, J. D., Costa, K. M., Jardim, L. F. S., Rosa, M. J. S., Pifano, P. P., Oliveira, R. R., Silva, S. O., Lima, S. S., & Godoy, J. T. (2021). Uso de análogos de GLP-1 no tratamento da obesidade: uma revisão narrativa. Brazilian Journal of Health Review, 4 (2): 4236-4247. https://doi.org/ 10.34119/bjhrv4n2-022

do Nascimento, J. C., Lima, W. M. G., & Trevisan, M. (2021). A atuação do farmacêutico no uso da semaglutida (Ozempic): uma revisão integrativa. Brazilian Journal of Development, 7(11), 108982-108996. https://doi.org/10.53612/recisatec.v2i5.108.

Geloneze, B. (2018). Tratamento farmacológico da obesidade: passado, presente e futuro. HU Revista, 44 (2): 261-268. https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/13989/pdf.

Gomes, H. K. B. C., & Trevisan, M. (2021). O uso do Ozempic (semaglutida) como medicamento off label no tratamento da obesidade e como auxiliar na perda de peso. Revista Artigos. Com, 29, e7498-e7498.

Guimarães, C. R., Silva Sousa, E. F., & Pinto, R. R. (2021). Riscos e benefícios do uso de off label de medicamentos: Revisão de literatura Risks and benefits of the use of off label of medicines: Literature. Brazilian Journal of Development, 7(11), 104149-104157. https://doi.org/10.34117/bjdv7n11-166.

Lopes, G. G. C., Pullig, E. de A., Netto, G. P. M., Matos, I. C., Ribeiro, J. M., & de Oliveira, A. M. (2020). Liraglutida e outros análogos do glp-1: nova perspectiva no tratamento do sobrepeso e obesidade. Revista Atenas Higeia, 2(3), 36 – 42. http://www.atenas.edu.br/revista/index.php/higeia/article/view/68

Marcon, G. M., Sanches, A. C. C., & Virtuoso, S. (2022). Atualizações dos medicamentos da Diretriz Brasileira de Obesidade: uma revisão de literatura. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 11 (4), e10211427139. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i4.27139

Martins, A. P. B. (2018). É preciso tratar a obesidade como um problema de saúde pública. Revista de Administração de Empresas, 58 (3): 337-341. https://doi.org/10.1590/S0034-759020180312.

Nascimento, J. C., Lima, W. M. G., & Trevisan, M. (2021). A atuação do farmacêutico no uso da Semaglutida (Ozempic): uma revisão integrativa. Brazilian Journal of Development, 7(11). 10.34117/bjdv7n11-498.

Nigro, A. H. L., Escalera, J. P. G., Cuch, P. G., Nunes, P. M. D. P., Toyama, V. K. T., Carvalho, R. G., & Rodrigues, F. S. M. (2021). Medicamentos utilizados no tratamento da obesidade: revisão da literatura. International Journal of Health Management Review, 7(3). https://www.ijhmreview.org/ijhmreview/article/view/277.

Nilson, E. A. F., Andrade, R. C. S., Brito, D. A., & Oliveira, M. L. (2019). Custos atribuíveis a obesidade, hipertensão e diabetes no Sistema Único de Saúde, Brasil, 2018. Revista Panamericana de Salud Publica. 44:e32. https://doi.org/10.26633/RPSP.2020.32

Oliveira, N. V. B. V.; Szabo, I.; Bastos, L. L.; & Paiva, S. P. (2017). Atuação profissional dos farmacêuticos no Brasil: perfil sociodemográfico e dinâmica de trabalho em farmácias e drogarias privadas. Saúde e Sociedade, 26(4), 1105-1121. DOI 10.1590/S0104-12902017000002.

Rodrigues, B. M.; Santos, N. S.; Yoshida, E. H.; Mariúba, G. C. B. (2018). A atenção farmacêutica na avaliação da segurança e da eficácia do uso off-label de Dulaglutida no tratamento do sobrepeso e obesidade. Revista Saúde em Foco, 10, 850-861. http://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/10001/2018/11/097_A_ATEN%C3%87%C3%83O_FARMAC%C3%8AUTICA_NA_AVALIA%C3%87%C3%83O_DA_SEGURAN%C3%87A-.pdf.

Sampaio Neto, P. J. C, & Santos, E. V. L. (2021). Uso da liraglutida como tratamento para obesidade: um estudo bibliométrico. Brazilian Journal of Development, 7 (6): 55351-55367. https://doi.org/10.34117/bjdv7n6-103

Santana, D. P. H., Taveira, J. C. F., & Eduardo, A. M. L. N. (2019). A Importância da Atenção Farmacêutica na Prevenção de Problemas de Saúde. Revista de Iniciação Científica e Extensão, 2, 59-60. https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/235

Santos, J. S. (2018). Avaliar o uso de Liraglutida na Redução de Peso em Pessoas Diabéticas e Não Diabéticas. Revista Especialize On-line IPOG, 15 (1). https://assets.ipog.edu.br/wp-content/uploads/2019/12/07013920/jeanne-soares-santos-affbeh001-210161519.pdf.

Santos, K. P., Silva, G. E., & Modesto, K, R. (2019). Perigo dos medicamentos para emagrecer. Revista de Iniciação Científica e Extensão, 2(1):37-45. https://revistasfacesa.senaaires.com.br/index.php/iniciacao-cientifica/article/view/140

Santos, A. C., Magalhães, C. P. C., & Dourado, R. C. (2022). Recursos farmacoterapêuticos no auxílio à perda de peso. Revista JRG De Estudos Acadêmicos, 5(10), 29–41. https://doi.org/10.5281/zenodo.5915089.

Silva, V. G., Santo, F. H. E., Ribeiro, M. N. S., & Pestana, J. L. F. M. (2022a). Instruments used in psychological assessment in the treatment of Obesity: an integrative review. Research, Society and Development, 11(1), e21111125038. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i1.25038.

Silva, S. S., Silva, S. H., Aguiar, G. A., Batista, S. O., Santos, A. C. M., Bandeira, F. L. C., Alves, M. T., Silva, Á. G. F., Sousa, V. A., Rodrigues, C. N. S.,

Silva, N. C., Souza, L. A., Oliveira, T. R. J., Cardoso, B. S., & Gonçalves, J. B. S. (2022b). O papel neuroendócrino no controle da fome e saciedade e sua relação com a obesidade. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento , 11 (2), e33311225621. https://doi.org/10.33448/rsd-v11i2.25621

Soares, T. D., Peroza, L. R., Cerezer, M., Nedel, S. S., & Branco, J. C. (2020). Efeitos do exercício físico na obesidade e depressão: uma revisão. RBONE-Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 14(86), 511-518. https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=8150442.

Tarozo, M., & Pessa, R. P. (2020). Impacto das consequências psicossociais do estigma do peso no tratamento da obesidade: uma revisão integrativa da literatura. Psicologia: Ciência e Profissão, 40. https://doi.org/10.1590/1982-3703003190910.

Utta, K. B., & Pessoa, D. L. R. (2021). Obesity pharmacotherapy: drugs available in Brazil and effectiveness and safety profiles. Research, Society and Development, 10 (2), e218101218829. 10.33448/rsd-v10i12.18829.

Younes, S., Rizzotto, M. L. F., & Araújo, A. C. F. (2017). Itinerário terapêutico de pacientes com obesidade atendidos em serviço de alta complexidade de um hospital universitário. Saúde Debate, 41 (115): 1046-1060. https://doi.org/10.159.

Published

29/05/2022

How to Cite

BARBOSA, A. M. S. .; REIS, F. R. da S. .; MARQUEZ, C. O. . Pharmaceutical attention in the treatment of obesity involving analogues of Glucagon-like peptide 1 (GPL-1). Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e41011730134, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30134. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30134. Acesso em: 3 jul. 2022.

Issue

Section

Health Sciences