The transformation of the teaching concept from the development of educational digital authorial materials: undergraduates in the context of technoteaching

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30245

Keywords:

Meaningful Learning; Teaching; Digital Technologies; Authorial.

Abstract

Considering the fragmentation of knowledge and the underutilization of Digital Information and Communication Technologies (DICTs) as relevant problems in the training of graduates, the present research aims to analyze how the understanding that graduates of a Public Institution of Higher Education (PIHE) present on teaching is transformed when they develop Educational Digital Authorial Materials (MADE) in the face of a teaching methodological context based on the theoretical precepts of meaningful learning. The methodology is based on a Case Study. The unit of analysis is composed of 34 undergraduates who took the Technoteaching discipline in 2019, forming 2 Cases. The research is divided into three stages: planning, data collection, and analysis. In the first, the protocols and instruments to be used in the other stages are prepared. In the second, data collection is carried out in 3 phases: the survey questionnaire, the post-MADE questionnaire, and the evaluation questionnaire. In the third, the interpretative data analysis is carried out based on methodological triangulation of the data, with the aid of Discursive Textual Analysis and Described Statistics, making the inference process better founded. Two categories are defined: teaching as transmission and teaching as innovation. It was found that working with MADEs caused momentary changes in what undergraduates think about education. In addition, there was an expansion in the use of terms that connect the concept of teaching to a model based on the production of conceptual changes.

Author Biographies

Luciana de Lima, Universidade Federal do Ceará

Licenciada em Matemática pela Universidade Federal do Ceará - UFC (1994), Especialista em Psicopedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA (2003), Especialista em Tecnologia com ênfase em Telemática pelo Centro Federal Tecnológico do Ceará - CEFETCE (2006), Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Ceará - UECE (2008) e Doutora em Educação, linha Educação, Currículo e Ensino, eixo Ensino de Ciências, pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da UFC (2014). Atualmente é professora DE Adjunta da Universidade Federal do Ceará, com lotação no Instituto Universidade Virtual (IUVI). Atua como professora no Mestrado Profissional de Ensino de Ciências e Matemática (ENCIMA) e no Mestrado Profissional em Tecnologia Educacional (PPGTE). É líder do Grupo de Pesquisa Tecnodocência cadastrado no Diretorio do CNPq. Tem experiência na área de Formação de Professores, trabalhando principalmente com os seguintes temas: Tecnodocência, Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDICs), Formação de Professores, Formação de Licenciandos, Aprendizagem Significativa, Mapas Conceituais, Interdisciplinaridade, Construcionismo, Educação Matemática e Ensino de Ciências.

Robson Carlos Loureiro, Universidade Federal do Ceará

Graduado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1984), Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (1998) - Avaliação de Softwares Educativos e Aplicáveis à Educação, Doutorado em Educação pela Universidade Federal do Ceará (2010) - Avaliação de Comunidades Virtuais de Aprendizagem. Docente e pesquisador nas áreas de Tecnodocência, Gamificação, Desenvolvimento de Games e Filosofia da Tecnologia.

Brena Collyer de Aguiar, University of Sussex

Graduada em Sistemas e Mídias Digitais pela Universidade Federal do Ceará. Pesquisa sobre o uso das TDICs na educação, narrativas, mídias digitais, redes sociais e Ambientes Virtuais de Aprendizagem. Possui experiência em programação e análise de sistemas, assim como na área de Comunicação, com enfase em mídias digitais.

References

Ausubel, D. P, Novak, J. D. & Hanesian, H. (1980). Psicologia Educacional. Interamericana.

Brasil. (2018). Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília.

Cavalcanti, W. R. & Oliveira, R. V. B. C. de. (2021). Trajetória hipotética de aprendizagem e a teoria da aprendizagem significativa: o uso de um experimento de física no ensino de função do 1º grau para estudantes do ensino fundamental. Brazilian Journal of Development, 7 (3), 26022-26034.

Coll, C. (2009). Aprender y enseñar con las TIC: expectativas, realidad y potencialidades. In Carneiro, R., Toscano, J. C. & Díaz, T. (Orgs.) Los desafíos de las TIC para el cambio educativo (1a ed., Cap. 7, pp. 113-126). Fundación Santillana.

Damasceno Júnior, J. A. & Romeu, M. C. (2021). Contribuições da neurociência e da aprendizagem significativa para o ensino de física e de conceitos básicos de astronomia: algumas aproximações preliminares. Revista Prática Docente, 6 (2), 1-22.

Gatti, B. A. (2010). Formação de Professores no Brasil: características e problemas. Educ. Soc., 31 (113), 1355-1379. http://www.cedes.unicamp.br.

Levin, J., Fox, J. A. & Forde, D. R. (2012). Estatística para Ciências Humanas. Pearson Education do Brasil.

Lima, L. de. (2019). As dificuldades de licenciandos com o uso de Materiais Autorais Digitais Educacionais. Revista Observatório, 5 (6), 834-856.

Lima, L. de. (2014). Integração das tecnologias e currículo: a aprendizagem significativa de licenciandos de ciências na apropriação e articulação entre saberes científicos, pedagógicos e das TDIC (Tese de Doutorado). Faculdade de Educação, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Lima, L. de & Loureiro, R. C. (2019). A compreensão de licenciandos sobre a utilização das tecnologias digitais na docência: um estudo de caso. Informática na Educação: teoria & prática, 22 (3), p. 26-41.

Lima, L. de & Loureiro, R. C. (2016). Integração entre Docência e Tecnologia Digital: o desenvolvimento de Materiais Autorais Digitais Educacionais em contexto interdisciplinar. Revista Tecnologias na Educação, 17 (8), 1-11.

Lima, L. de, Loureiro, R. C. & Teles, G. (2019). Formação de licenciandos e o conceito de docência: desenvolvimento de materiais autorais digitais educacionais. Brazilian Journal of Development, 5 (11), 26388-26403.

Moraes, R. & Galiazzi, M. do C (2016). Análise Textual Discursiva. Ijuí: Editora Unijuí.

Moreira, M. A. (2021). Teorias de Aprendizagem. LTC.

Pinheiro, J. M. L., Araújo, J. da S., & Alves, G. A Teoria da Aprendizagem Significativa: uma Abordagem na Educação Matemática. JIEEM, 14 (1), 50-60.

Ribeiro, R.P. & Nuñez, I.B. (2004). Pensando a aprendizagem significativa: dos mapas conceituais às redes conceituais. In: Nuñez, I. B. & Ramalho, B. L. Fundamentos do Ensino-aprendizagem das Ciências naturais e da Matemática: o novo ensino médio (Cap. 12, pp. 201-225). Sulina.

Sacristán, J. G. & Gómez, A. I. P. (2007). Compreender e transformar o ensino. Artmed.

Stake, R. E. (2010). Investigación com estúdio de casos. Morata.

Vasconcelos, F. V., Pontes, M. M. de & Feitosa, R. A. Utilização do enfoque Ciência Tecnologia e Sociedade: uma abordagem dinâmica e lúdica numa perspectiva de aprendizagem significativa no ensino fundamental. Research, Society and Development, 9 (2), 1-15.

Yin, R. K. (2014). Estudo de Caso: planejamento e métodos. Bookman.

Zabala, A. (1999). A prática educativa. Artmed.

Published

31/05/2022

How to Cite

LIMA, L. de; LOUREIRO, R. C.; AGUIAR, B. C. de . The transformation of the teaching concept from the development of educational digital authorial materials: undergraduates in the context of technoteaching. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e45611730245, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30245. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30245. Acesso em: 4 jul. 2022.

Issue

Section

Education Sciences