Active methodologies in the socio-educational pedagogical process

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30378

Keywords:

Education; Emotional; Health teaching; Psychological.

Abstract

Understanding and assimilating the rules of coexistence are the basic definitions for the social being, linked to a process of socialization, and at the other end of this process are juvenile offenders who, after completing their socio-educational measure, go in search of their resocialization as provided for in the National Socio-Educational System (SINASE), as a final procedure for their educational and training internment, being ready for social insertion and replacement in the labor market as well as following their education, fulfilling the provisions of the Child and Adolescent (ECA). A resocialization based on continuing education, on the use of active methodologies, which are increasingly focused on the student's previous knowledge, on their experiences and experiences, which can contribute to the educational evolution and knowledge itself. This work is an integral part of the Master's thesis in Methodology and Teaching of Humanities and Languages ​​at the Franciscan University, which uses the socio-educational theme as an object of study and research, as well as its pedagogical practices and methodologies. In this way, the need to understand resocialization as an opportunity to change, replace or even maintain the social, cultural and educational status of adolescents admitted to a socio-educational care unit capable of inferring in the lives of these adolescents and in the insertion of these adolescents in the social life and their eventual reintegration.

Author Biographies

Henrique Corrêa Lopes, Universidade Franciscana

Aluno do Mestrado Acadêmico em Ensino de Humanidades e Linguagens da Universidade Franciscana – UFN, Santa Maria – RS, bolsista PROSUC CAPES. Professor de História e de Ensino Religioso da rede pública estadual. E-mail: henriquecorrealopes@gmail.com

Graduação em História - Universidade Franciscana - UFN

Especialização em Humanidades - Universidade Franciscana - UFN

Especialização em Metodologia em Ensino de História - Centro Universitário Leonardo Da Vinci

Especialização em Ensino Religioso - Faculdade Futura

Leonardo Guedes Henn, Universidade Franciscana

Doutor em História, docente do curso de História e Mestrado em Ensino de Humanidades e Linguagens - Universidade Franciscana - UFN, Santa Maria, RS. E-mail: lghenn@gmail.com

References

Bacarin, L. M. B. P. (2020). Metodologias ativas. Contentus.

Barbosa, M. L. O. (2012). Conhecimento e imaginação: sociologia para o ensino médio. Ed. Autêntica Editora.

Barreto, V. (1998). Paulo Freire para educadores. Arte & Ciência.

Berger, P. L. (1985). A construção social da realidade: tratado de sociologia do conhecimento. (23a ed). Vozes.

Brasil. (2006). Presidência da República. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Sistema Nacional De Atendimento Socioeducativo - SINASE/ Secretaria Especial dos Direitos Humanos – Brasília-DF: CONANDA.

Cunha. M. I. (2012). O bom professor e sua prática. (24a ed). Papirus.

Dubar. C. (2005). A socialização: construção das identidades sociais e profissionais. Martins Fontes.

Fonseca, T. N. L. (2006). História & Ensino de História. Autêntica.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra.

Freire, P. (1992). Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Paz e Terra.

Guebert, M. C. C. (2012). Inclusão: uma realidade em discussão. Intersaberes.

Kleina, C. (2012). Tecnologia assistiva em educação especial e educação inclusiva. Curitiba: Intersaberes.

Minetto, M. F. (2008) Currículo na educação inclusiva: entendendo esse desafio. (2a ed). Ibpex.

Moran, J. M. (2014). O uso das Novas tecnologias de Informação e da Comunicação na EAD – uma leitura crítica dos meios. http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/T6%20TextoMoran.pdf.

Nóvoa, A. (Org.). (2012). Profissão professor. Porto Editora.

Rego, T. C. (2004). Vygotsky: uma perspectiva histórico-cultural da educação. Editora Vozes.

Romanowski, J. P. (2012). Formação e profissionalização docente. Curitiba: Intersaberes.

Santos, E. J. S. (2021). Ressocialização no Brasil parametrizado com a função da igreja. Neurus.

Teixeira, K. L. (2018). O universo lúdico no contexto pedagógico. Curitiba: Intersaberes.

Thiollent, M. Metodologia da pesquisa-ação. Cortez, 1986.

Trevisan, M. (2019). A história do futebol para quem tem pressa. Editora Valentina.

Yamamoto, A. (2010). Prisão e educação: lógicas incompatíveis? In: Yamamoto, A. (Org.). Cereja discute: Educação em prisões (pp.81-83). AlfaSol.

Published

04/06/2022

How to Cite

LOPES, H. C.; HENN, L. G. Active methodologies in the socio-educational pedagogical process. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e55111730378, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30378. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30378. Acesso em: 24 feb. 2024.

Issue

Section

Human and Social Sciences