Analysis of governance and behavior of the population facing the dissemination of COVID-19 in three municipalities in the state of Tocantins, Brazil

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30398

Keywords:

Public health; Mobility; Preventive measures; Population behavior; Municipal management; Tocantins.

Abstract

The objective of this study was to analyze the control strategies of the pandemic caused by COVID-19 from the comparison of normative acts, population structure, movement, and managers' discourse in three municipalities in the state of Tocantins, Brazil, namely, Araguaína, Gurupi, and Palmas. The objective was to understand the dynamics of the spread of the virus occurring in the year 2020. The research was conducted in the period from March 11 to December 31, 2020. The data were systematized in the categories analysis of normative acts, characterization of the structure of the population and managers' speech, looking for their relations with the rate of occurrence registration and death by COVID-19 in the first year of the pandemic in the municipalities. Data were entered into Microsoft Excel® spreadsheets and analyzed using R Studio software. The three municipalities presented similarities regarding socioeconomic and health indicators. The incidence and prevalence of COVID-19 in the city of Araguaína was intense, with more abrupt growth than in the city of Palmas, which, on its turn, managed to delay the increase in the contamination rate. In Gurupi, on the other hand, the situation was well controlled. As for the adoption of containment measures (normative acts), Araguaína was inconsistent in the adoption of restrictive measures. Palmas and Gurupi, on the other hand, adopted more restrictive and incisive measures. The adherence to social distancing, expressed by the IPD, was high. However, right after the first decrees, there was a reduction over time. In Gurupi the mobility was relatively higher, but remained constant throughout the period.

Author Biographies

Stella Costa Santos do Vale, Universidade Federal do Tocantins

Doutoranda em Ciências do Ambiente pela Universidade Federal do Tocantins, possui graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário Luterano de Palmas (2012), especialização em Microbiologia Clínica (2017) e mestrado em Ecologia de Ecótonos (2016) com ênfase em microbiologia pela Universidade Federal do Tocantins. Tem experiência nas áreas de biossegurança, rotinas laboratoriais, microbiologia e gestão ambiental. Atualmente é servidora pública e ministra aulas para o curso de Enfermagem na Universidade Paulista - Palmas/TO.

Elineide Eugênio Marques, Universidade Federal do Tocantins

Graduada em Ciências Biológicas (UEM, 1986); mestrado em Ciências Biológicas - Zoologia (UFPR, 1993); e doutorado em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais (UEM, 1999); pós-doutorado em Gestão Pesqueira na Universidade da Florida (2018). Professora Associada da Universidade Federal do Tocantins. Atua na área de ciências ambientais e ecologia, com ênfase em manejo e conservação de recursos naturais e nos temas: ictiologia; biologia e ecologia de peixes e pesca de água doce; ecologia de reservatórios; impactos socioambientais e econômicos de grandes empreendimentos.

References

Alberti, A., da Silva, B. B., de Jesus, J. A., Zanoni, E. M., & Grigollo, L. R. (2021). Associação do maior número de mortes por COVID-19 e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Cidades Catarinenses/Association of the highest number of deaths by COVID-19 and the Human Development Index (HDI) of cities in Santa Catarina. Revista de Psicologia, 15(54), 427-434.

Alencar, C. A. B., de Oliveira, M. A., Bélem, J. M., Parente, J. S., & Albuquerque, G. A. (2014). Conhecimento de agentes comunitários de saúde acerca do Sistema Único de Saúde e sua operacionalização-Araripina, Pernambuco. SANARE - Revista de Políticas Públicas, 13(2).

Araguaína (2020). Prefeitura Municipal de Araguaína. Disponível em: https://www.araguaina.to.gov.br/portal/paginas.php?p=not&not=noticias&id=3942. Acesso em 28 de abril de 2021.

Araguaína (2021). Prefeitura Municipal de Araguaína. Boletins mensais. Disponível em: https://covid19.araguaina.to.gov.br. Acesso em 29 de abril de 2021.

Barreto, I. C. D. H. C., Costa Filho, R. V., Ramos, R. F., Oliveira, L. G. D., Martins, N. R. A. V., Cavalcante, F. V., Andrade, L.O. M. D. & Santos, L. M. P. (2021). Colapso na Saúde em Manaus: o fardo de não aderir às medidas não farmacológicas de redução da transmissão da COVID-19. Saúde em Debate, 45, 1126-1139.

Benita, F., & Gasca-Sanchez, F. (2021). The main factors influencing COVID-19 spread and deaths in Mexico: A comparison between phases I and II. Applied Geography, 134, 102523.

Bezerra, A. C. V., Silva, C. E. M. D., Soares, F. R. G., & Silva, J. A. M. D. (2020). Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19. Ciência & Saúde Coletiva, 25(suppl 1), 2411-2421.

Brasil. (2020). Portaria MS/GM nº 188, de 3 de fevereiro de 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV). Ministério da Saúde. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-2020-241408388. Acesso em: 10 de abril de 2021.

Burki, T. (2020). Outbreak of coronavirus disease 2019. The Lancet Infectious Diseases, 20(3), 292-293.

Burström, B., & Tao, W. (2020). Social determinants of health and inequalities in COVID-19. European journal of public health, 30(4), 617-618.

Cardoso, R. F., de Sena Alberto, D., Maués, S. C. C., da Silva, S. R. M., da Costa Abreu, A., Coelho, J. D. S. M., Marinho, M. T. B., da Silva Pinto, I. C. & Meireles, A. A. V. (2021). COVID-19: Um desafio epidemiológico. Research, Society and Development, 10(7), e32110716313-e32110716313.

Estrela, C. (2018). Metodologia Científica: Ciência, Ensino, Pesquisa. Editora Artes Médicas.

de Sousa Júnior, J. H., Raasch, M., Soares, J. C., & de Sousa, L. V. H. A. (2020). Da Desinformação ao Caos: uma análise das Fake News frente à pandemia do Coronavírus (COVID-19) no Brasil. Cadernos de Prospecção, 13(2 COVID-19), 331-331.

Giovanaz, D. (2021). Mortes na pandemia comprometem renda das famílias e podem elevar taxa de desemprego. Disponivel em: <https://www.brasildefato.com.br/2021/01/26/mortes-por-COVID-19-comprometem-renda-das-familias-e-podem-elevar-taxa-de-desemprego>. Acesso em: 19 maio 2021.

Google (2021). Google COVID-19 Community Mobility Reports Google. Disponível em://www.google. com/covid19/mobility/. Acesso em 10 de março de 2021.

Gurupi (2020). Prefeitura Municipal de Gurupi. Saiba quais têm sido as ações de enfrentamento ao coronavírus em Gurupi. Disponível em: https://gurupi.to.gov.br/2020/03/saiba-quais-tem-sido-as-acoes-de-enfrentamento-ao-coronavirus-em-gurupi/. Acesso em 20 de março de 2021.

Gurupi (2021). Prefeitura Municipal de Gurupi. Comitê gestor COVID-19. Disponível em: https://pref.gurupi.to.gov.br/?page=comitegestor. Acesso em 29 de abril de 2021.

IBGE (2010). Censo Demográfico 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: https://www.ibge.gov.br. Acesso em 30 de maio de 2021.

IBGE (2017). Perfil dos municípios brasileiros. Saneamento básico: aspectos gerais da gestão da política de saneamento básico. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101610.pdf . Acesso em 25 de maio de 2021.

IBGE (2021). Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidadese-estados/to. Acesso em 10 março de 2021.

Kerr, L., Kendall, C., Silva, A. A. M. D., Aquino, E. M. L., Pescarini, J. M., Almeida, R. L. F. D., Ichihara, M. Y., Oliveira, J. F., de Araújo, T. V. B., Santos, C. T., Jorge, D. C. P., Miranda Filho, D. D. B., Santana, G., Gabrielli, L., de Albuquerque, M. D. F. P. M., Almeida-Filho,N., de Jesus Silva, N., Souza, R., de Alencar Ximenes, R. A., Martelli, C.M. T., Brandão Filho, S. P., de Souza, W. V., & Barreto, M. L. (2020). COVID-19 no Nordeste brasileiro: sucessos e limitações nas respostas dos governos dos estados. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 4099-4120.

Lopes, M. C. R., Durão, A. V. R., & Carvalho, V. (2011). A disputa sobre os sentidos do trabalho e da formação dos agentes comunitários de saúde. EPSJV.

Oliveira, J. A., Barabashev, A. G., Tapscott, C., Thompson, L. I., & Qian, H. (2021). The role of intergovernmental relations in response to a wicked problem: an analysis of the COVID-19 crisis in the BRICS countries. Revista de Administração Pública, 55, 243-260.

Oliveira, W. K. D., Duarte, E., França, G. V. A. D., & Garcia, L. P. (2020). How Brazil can hold back COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29.

Pan, X., Ojcius, D. M., Gao, T., Li, Z., Pan, C., & Pan, C. (2020). Lessons learned from the 2019-nCoV epidemic on prevention of future infectious diseases. Microbes and infection, 22(2), 86-91.

Shadmi, E., Chen, Y., Dourado, I., Faran-Perach, I., Furler, J., Hangoma, P., Hanvoravongchai, P., Obando, C., Petrosyan, V., Rao, C. D., Ruano, A. L., Shi, L., de Souza, L. E., Spitzer-Shohat, S., Sturgiss, E., Suphanchaimat, R., Uribe, M. V., & Willems, S. (2020). Health equity and COVID-19: global perspectives. International. Journal for equity in health, 19(1), 1-16.

Wang, D., Hu, B., Hu, C., Zhu, F., Liu, X., Zhang, J., Wang, B., Xiang, H., Cheng, Z., Xiong, Y., Zhao, Y., Li, Y., Wang, X., & Peng, Z. (2020). Clinical characteristics of 138 hospitalized patients with 2019 novel coronavirus–infected pneumonia in Wuhan, China. Jama, 323(11), 1061-1069.

Wilder-Smith, A., & Freedman, D. O. (2020). Isolation, quarantine, social distancing and community containment: pivotal role for old-style public health measures in the novel coronavirus (2019-nCoV) outbreak. Journal of travel medicine.

Published

05/06/2022

How to Cite

VALE, S. C. S. do; MARQUES, E. E. . Analysis of governance and behavior of the population facing the dissemination of COVID-19 in three municipalities in the state of Tocantins, Brazil. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e57611730398, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30398. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30398. Acesso em: 6 jul. 2022.

Issue

Section

Human and Social Sciences