Depression in the elderly: a literature review study from 2013 to 2020

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.30429

Keywords:

Depression; Old man; Factors; Health teaching.

Abstract

The present study aimed to analyze depression in the elderly and discuss the triggering and aggravating factors. Depression is one of the main public health problems and is characterized by a disease that has symptoms such as a feeling of frequent sadness and loss of the ability to feel pleasure or joy. Some studies show that functional impairment can be a risk factor for the onset of the disease in the elderly population, however, such depressive symptoms can lead to loss of functionality. Physical exercise programs seem to have a positive response in reducing these symptoms. The reduction in the symptoms of depression through the practice of physical exercise may be related to the increased release of hormones such as endorphins, dopamine, serotonin, providing a tranquilizing effect and a feeling of well-being, obtaining a relaxing post-exercise result. It was a literature review, based on the search for articles published between 2013 and 2020. The databases used will be: SCIELO (Scientific Electronic Library Online); Academic Google.

References

Apóstolo, J. L. A., de Jesus Loureiro, L. M., dos Reis, I. A. C., da Silva, I. A. L. L., Cardoso, D. F. B., & Sfetcu, R. (2014). Contribuição para a adaptação da Geriatric Depression Scale-15 para a língua portuguesa. Revista de Enfermagem Referência, 4(3), 65-73.

Araújo, D. U., Silva, A. E. V. F., Mendonça, M. S., & Munoz, R. L. S. (2015). A escala de depressão geriátrica é adequada para avaliar sintomatologia depressiva em idosos hospitalizados. In IV Congresso Internacional de Envelhecimento Humano. Anais CIEH.

Bächle, C., Lange, K., Stahl-Pehe, A., Castillo, K., Scheuing, N., Holl, R. W., ... & Rosenbauer, J. (2015). Symptoms of eating disorders and depression in emerging adults with early-onset, long-duration type 1 diabetes and their association with metabolic control. PLoS One, 10(6), e0131027.

Barata, J. C. C., & Diniz, J. A. R. (2014). Associação da depressão com doenças clínicas prevalentes na terceira idade: o papel da assistência de enfermagem. JMPHC| Journal of Management & Primary Health Care| ISSN 2179-6750, 5(2), 230-241.

Bravo, M. I. S., & MATOS, M. C. D. (2006). Projeto ético-político do Serviço Social e sua relação com a reforma sanitária: elementos para o debate. Serviço Social e saúde: formação e trabalho profissional. São Paulo: Cortez, 1-22.

César, K. G., Takada, L. T., Brucki, S., Nitrini, R., Nascimento, L. F. C., Oliveira, M. O., ... & Daré, P. (2013). Prevalence of depressive symptoms among elderly in the city of Tremembé, Brazil: preliminary findings of an epidemiological study. Dementia & Neuropsychologia, 7, 252-257.

de Oliveira, L. D. S. S. C. B., Souza, E. C., Rodrigues, R. A. S., Fett, C. A., & Piva, A. B. (2019). Efeitos da atividade física sobre ansiedade, depressão e qualidade de vida em idosos da comunidade. Trends in Psychiatry and Psychotherapy, 41, 36-42.

dos Santos Ribeiro, V., Souza Rosa, R., Cruz Sanches, G. D. J., Santos Ribeiro, Í. J., & Cassotti, C. A. (2018). Quality of living and depression in elderly in the home context. Enfermería Actual de Costa Rica, (34), 53-66.

Dos Santos, C. A., Ribeiro, A. Q., Rosa, C. D. B., & Ribeiro, R. D. L. (2015). Depression, cognitive deficit and factors associated with malnutrition in elderly people with cancer. Ciência & Saúde Coletiva, 20(3), 751.

Ercole, F. F., Melo, L. S. D., & Alcoforado, C. L. G. C. (2014). Revisão integrativa versus revisão sistemática. Revista Mineira de Enfermagem, 18(1), 9-12.

Ermel, R. C, Caramelo, A. C, Fracolli, L. A, Ortiz, F. V. B. C, Zutin, T. L. M, Gianini, S. H. S. (2017). Percepção sobre qualidade de vida dos idosos de Portugal e do Brasil. REAS [Internet]. [citado 2018 ago. 5];9(2):1315-20.

Frade, J., Barbosa, P., Cardoso, S., & Nunes, C. (2015). Depressão no idoso: sintomas em indivíduos institucionalizados e não-institucionalizados. Revista de enfermagem referência, 4(4), 41-49.

Gomes, A., Ramos, S., Ferreira, A. R., Montalvão, J., Carvalho Ribeiro, I. M. O., & Lima, F. (2019). A efetividade do exercício físico no tratamento da depressão. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, (22), 58-64.

Gums, E. F. (2015). Resiliência e criatividade em pessoas de destaque: um estudo comparativo.

Napoleão, M., Monteiro, B., & Espírito-Santo, H. (2016). Qualidade subjetiva do sono, sintomas depressivos, sentimentos de solidão e institucionalização em pessoas idosas.

Nogueira, E. L., Rubin, L. L., Giacobbo, S. D. S., Gomes, I., & Cataldo Neto, A. (2014). Screening for depressive symptoms in older adults in the Family Health Strategy, Porto Alegre, Brazil. Revista de saude publica, 48, 368-377.

Silva; M. R. da. Sintomas depressivos em idosos e sua relação com doenças crônicas dor, doenças crônicas, qualidade do sono e nível de atividade física. Br J Pain. São Paulo, 2018 out-dez;1(4):293-8.

Wagner, G. A. (2015). Treatment of depression in older adults beyond fluoxetine. Revista de Saúde Pública, 49.

Wannmacher, L. (2016). Abordagem da depressão maior em idosos: medidas não medicamentosas e medicamentosas. OPAS/OMS. Representação Brasil, 1(1).

Published

01/06/2022

How to Cite

SILVA, . C. K. A. .; PITA, J. A. de M. .; RIBEIRO, M. L. de M. .; PARRELA, R. F.; TOURINHO, L. de O. S. . Depression in the elderly: a literature review study from 2013 to 2020. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e47611730429, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.30429. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30429. Acesso em: 11 aug. 2022.

Issue

Section

Health Sciences