Main causes of condemnation of pork carcasses in refrigerators, under the screening of the state inspection service, in the municipality of Ji-Paraná – RO

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i8.30608

Keywords:

Pig farming; Respiratory diseases; Condemnation of carcasses.

Abstract

Pig farming is one of the branches within livestock that has shown excellent financial results. In the animal protein market, pork is the most consumed meat around the world and Brazil has occupied fourth place in the world ranking. Given this importance, it is essential that the slaughter production processes follow standardized steps and ensure the production of good quality carcasses. In this sense, swine have been increasingly subjected to intensive rearing conditions, in which the slightest failure, during the process, can cause damage to the production chain. In addition, respiratory pathologies are the major cause of losses in slaughterhouse/refrigerator, thus compromising the final product. In view of this, the present work aims to evaluate the main causes of condemnation of the carcass of slaughtered pigs, in a slaughterhouse, located in the municipality of Ji-Paraná, Rondônia, under the scrutiny of the state inspection service. For the collection of information, it was sought in the post-mortem inspection reports of swine slaughter, from a slaughterhouse, through nosographic data, and using a methodology of a quantitative/descriptive/documentary nature, the data were analyzed and demonstrated that, the main causes of condemnation of carcasses, followed, as a result of respiratory pathologies, highlighting the purulent adherence of the pleura and Multiple lung abscesses.

References

ABPA (2020). ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PROTEÍNA ANIMAL. Relatório Anual 2020. São Paulo: ABPA.

Araujo, A. O. W. D. (2004). Abscessos pulmonares em suínos abatidos industrialmente: bacteriologia, anatomopatologia e relação entre portas de entrada e lesões macroscópicas.

Bonin, A. P. et al. (2018) Causas de condenação de carcaças e vísceras de suíno sem um frigorífico/matadouro com inspeção estadual na região do extremo sul de Santa Catarina. Anais Senpex, Unibave, p. 94-115.

BRASIL. (2020). Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

BRASIL. (2021) Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portaria nº 365, de 16 de julho de 2021. Aprova o Regulamento Técnico de Manejo Pré-abate e Abate Humanitário e os métodos de insensibilização. Brasília.

Bueno, L. S., Caldara, F. R., Nääs, I. A., Salgado, D. D., García, R. G., & Almeida Paz, I. C. (2013). Swine carcass condemnation in commercial slaughterhouses. Revista MVZ Córdoba, 18(3), 3836-3842.

Ciconet, C. F., Friebel, J., Oliveira, M. H., Kummer, A. D., Ebling, P. D. (2019). Principais causas de condenação de carcaças suínas em abatedouro no Rio Grande do Sul. 6º Simpósio de Agronomia e Tecnologia (6ª AGROTEC). UCFF, Itapiranga, SC.

Colditz, I. G., & Hine, B. C. (2016). Resilience in farm animals: biology, management, breeding and implications for animal welfare. Animal Production Science, 56(12), 1961-1983.

Cória, A. D. (2021). Condenações em frigorífico de suínos no Vale do Itajaí/SC.

EMBRAPA. S, A. (2019). Modernização da inspeção sanitária em abatedouros de suínos - inspeção baseada em risco. Opinião científica / Jalusa DeonKich. et al. - Concórdia : Embrapa Suínos e Aves.

EMBRAPA. S, A. (2021). Brasília. Abates e exportação | carne | % | 2021. DF: EMBRAPA.

EMBRAPA. S, A. (2021). Brasília. Estatísticas. DF: EMBRAPA.

FAO. (2005) Food and Agriculture Organization of the United Nations. Code of hygienic pratctice for meat. This Code supersedes the following Codex Codes of Practices:Recommended International Code of hygienic Practice for Fresh Meat.

Fruet, A. P. B., Scortegagna, A., de Avila Fabricio, E., Kirinus, J. K., Dörr, A. C., & Nörnberg, J. L. (2013). Economic losses due to condemnation of swine organs in slaughterhouses under municipal inspection service. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, 11(11), 2307-2312.

IBGE. (2020). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PPM 2020: rebanho bovino cresce 1,5% e chega a 218,2 milhões de cabeças.

IBGE. (2021). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Indicadores econômicos, 2021. <https://www.ibge.gov.br/indicadores#variacao-do-pib>. Acesso em: 15 de março de 2022.

IDARON. (2020). Dados agropecuários 2022.2. http://www.idaron.ro.gov.br/wp-content/uploads/2021/07/Rebanhos-2020_2-1.pdf

Júnior, J. M., & de Lourdes Oshiro, M. (2017). Atualizações importantes introduzidas pelo novo Regulamento de Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal: Decreto n° 9.013 de 29 de março de 2017. Vigilância Sanitária em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia, 5(4), 73-80.

Melo, J. B. P. (1963) Revista. usp. br. São Paulo, SP – Brasil. 1963. P 233. Disponível em: https://www.revistas.usp.br.

Pinheiro, A. A., & Brito, F. I. (2009). Bem-estar e produção animal. Sobral: Embrapa Caprinos.

Ribeiro, G., Pereira, W., Nunes, T., Patelli, T., Souza, F., & Montello Neto, J. S. (2010). Hénias umbilicais em bezerras nelore provenientes de fiv: relato de 31 casos. Seção 3-artigos completos, 3(6), 28.

Roppa, L. (2005) Carne suína: Mitos e Verdades. Primera jornada sobre calidad de carneporcina. Córdoba, Argentina, 23 set.

Roppa, L. (2014). Produção de suínos: teoria e prática. In: Evolução do mercado mundial de suínos nos últimos 30 anos. Brasília: ABCS, P 23-29.

Santos, R.L.; ALESSI, A.C. (2016). Patologia Veterinária. 2. ed. Rio de janeiro: Roca. 232p.

Shao, Y., Li, M., Zhang, W., Ji, Y., & Hayes, D. J. (2018). World’s largest pork producer in crisis: China’s African swine fever outbreak. Agricultural Policy Review, 2018(3), 1.

SILVA, E. C. et al. (2019). Freqüência de contaminação em carcaças de suínos em abatedouros sob inspeção federal em 2017 no Brasil. In: SILVA, Raissa Rachel Salustriano da (org.). A face multidisciplinar das ciências agrárias. 3. ed. Ponta Grossa: Atena. Cap. 13. p. 113- 122.

Silva, Ê. C., Bretz, B. A. M., Rocha, V. P., & Araújo, L. R. S. (2020). Análise de condenações de carcaça ao abate de suínos em abatedouros frigoríficos brasileiros registrados no serviço brasileiro de inspeção federal entre 2012 e 2017. Revista Brasileira Multidisciplinar, 23(3), 76-85.

Souza, B. M. S. (2019). Processamento tecnológico e inspeção sanitária de produtos de origem animal: Guia para concursos. 1. Ed. Curitiba: Medvep.184 p.

Zambaldi, C. F., Caldara, F. R., Bazzo, B. D. (2014). Principais causas e prejuízos ocasionados pelas condenações de carcaças em abatedouro comercial. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão (ENEPEX), UFGD, Dourados/MS.

Published

13/06/2022

How to Cite

MATOS , W. de .; MENEGOTI , J. P. .; PAULA , U. F. de .; TRINDADE, A. G. da .; PEREIRA, A. G. .; SILVA, R. L. da . Main causes of condemnation of pork carcasses in refrigerators, under the screening of the state inspection service, in the municipality of Ji-Paraná – RO. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 8, p. e14311830608, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i8.30608. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/30608. Acesso em: 25 jun. 2024.

Issue

Section

Agrarian and Biological Sciences