National Education Plan and the issue of innovation in pedagogical practices

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.31393

Keywords:

National Education Plan; Basic school; Innovation.

Abstract

This article aims to discuss the importance of Brazilian public policies in the current context of the Basic School, as well as the relevance of the current National Education Plan, questioning the innovation of pedagogical practices in the Basic School. We sought to understand what the 2014/2024 National Education Plan can bring to Basic Education on Innovation. The approach used in this article was a qualitative approach, with a bibliographic character, the materials used were found in the SciELO portal (Scientific Electronic Library Online), CAPES Periodicals Portal (Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel) and the PNE law found on the Senate (Federal Government) portal. As a result of the discussion, the importance of pedagogical innovation for Basic Education is remarkable, forming citizens who can understand the world, according to the reality in which they live. It was concluded that the current PNE brings little contribution to improving quality, in the goals the word innovation appears few times, without unfolding how it should be in the pedagogical practice of Brazilian schools. It is understood that the PNE should discuss and induce the possibility of pedagogical innovation aiming at advances in the educational area.

Author Biographies

Luiz Carlos Reis Ferreira Júnior, Universidade Federal do Pará

Mestrando do programa de Pós-Graduação em Currículo e Gestão da Escolas Básica da Univerdade Federal do Pará. Especialista em Gestão dos Processos Educativos na Escola Básica pela Universidade Federal do Pará. Graduado em Letras Língua Inglesa pela Universidade Federal do Pará.

Marcio Antonio Raiol dos Santos, Universidade Federal do Pará

Dr. em Educação. Professor Titular da Universidade Federal do Pará. Docente do Núcleo de Estudos Transdisciplinares da Educação Básica - NEB UFPA e Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Currículo e Gestão da Escola Básica - UFPA. Líder do Grupo de Pesquisa em Práticas Pedagógicas para o Ensino na Educação Básica – GPRAPE.

References

Araújo, R. & Belian, R. (2018). Concepção de professores universitários sobre Inovação Pedagógica. Revista Internacional de Educação Superior, 4 (2), 387–400. https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8651698.

Brasil. (1996). Ministério da Educação. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Lei de diretrizes e bases da Educação Nacional. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm.

Brasil. (2014). Lei nº 13.005/14, de 25 de junho de 2014. Plano Nacional de Educação. http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13005.htm.

Bispo, M. M., & Santos, S. V. (2016). As tecnologias digitais e se potencial inovador das práticas docentes. Encontro Internacional De Formação De Professores E Fórum Permanente De Inovação Educacional, 9(9), 1-14. https://eventos.set.edu.br/enfope/article/download/2260/712.

Cabral, K. M., & Di Giorgi, C. A. (2012). O direito à qualidade da Educação Básica no Brasil: uma análise da legislação pertinente e das definições pedagógicas necessárias para uma demanda judicial. Educação, 35(1), 116-128. https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8412.

Carvalho, D. P. de. (1998). A nova lei de Diretrizes e Bases e a formação de professores para a Educação Básica. Ciênc. educ., 5 (2), 81-90. https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-73131998000200008&script=sci_abstract&tlng=pt.

Carvalho, L. A. de., Santos, S. F. dos., Oliveira, L. F. P., Galdino, M. E. de O. (2018). Formação de professores: Implementação de Práticas. Inovadoras em Sala de Aula. Pleiade, 12(25), 64-78. https://pleiade.uniamerica.br/index.php/pleiade/article/view/450/575.

Cury, C. R. J. (2008) A educação Básica como direito. Cadernos de Pesquisa, 38 (134), 293-300. https://www.scielo.br/pdf/cp/v38n134/a0238134.pdf.

Cury, C. R. J. (2002). A educação Básica no Brasil. Educ. Soc., Campinas, 23 (80), 168-200. https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302002008000010.

Echalar, J. D., Lima, D. da C. B. P., Oliveira, J. F. de. (2020). Plano Nacional de Ed (2014-2024) – O uso da Inovação como subsídio estratégico para a Educação Superior. Ensaio: aval. pol. públ. Educ., 28 (109), 863-884. https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-40362020000400863&script=sci_abstract&tlng=pt.

Freire, P. (1987). Pedagogia do oprimido. Paz e Terra.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projeto de pesquisa. Atlas.

Hypolito, A. L. M. (2015). Trabalho docente e o novo plano nacional de educação: valorização, formação e condições de trabalho. Cad. Cedes, 35(97), 517-534. https://www.scielo.br/pdf/ccedes/v35n97/1678-7110-ccedes-35-97-00517.pdf.

Johnson, S. (2011). De onde vem as boas ideias. Zahar.

Lopes, A. C. (2004). Políticas curriculares: continuidade ou mudança de rumos?. Revista Brasileira e Educação, 26, 109-183. http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n26/n26a08.pdf.

Moran, José. (2015). Mudando a educação com metodologias ativas. In C. A. de Souza & O. E. T. Morales (Orgs), Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: Aproximações Jovens, 2, 15-33. http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/mudando_moran.pdf.

Miccoli, L. (2010) Autonomia na aprendizagem de Línguas. In: V. L. M. de O. e Paiva. (Org.). Práticas de Ensino e Aprendizagem de Inglês com Foco na Autonomia (pp. 31-49). Pontes Editores.

Mitrulis, Eleny. (2002). Ensaios de Inovação no Ensino Médio. Cadernos de Pesquisa, 116, 217-244. https://www.scielo.br/pdf/cp/n116/14404.

Prodanov, C. C. & Freitas, C. E. de. (2015). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Feevale.

Senhoras, E. M. (2020). Coronavírus e educação: análise dos impactos assimétricos. Boletim De Conjuntura (BOCA), 2(5), 128–136. https://doi.org/10.5281/zenodo.3828085.

Published

02/07/2022

How to Cite

FERREIRA JÚNIOR, L. C. R.; SANTOS, M. A. R. dos. National Education Plan and the issue of innovation in pedagogical practices. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 9, p. e4311931393, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i9.31393. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/31393. Acesso em: 10 aug. 2022.

Issue

Section

Education Sciences