Measures to prevent health care-related infections: integrative literature review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.31782

Keywords:

Infections; Prevention; Health assistance.

Abstract

Health Care-Related Infections (HAI) are one of the main causes of mortality, being considered a serious public health problem. These infections bring several complications to the individual's health, increasing their hospitalization time, increasing care costs and favoring the spread of microorganisms. This study aims to demonstrate the measures to prevent infections related to health care. This is an integrative literature review, carried out in May and June 2022. The search strategies allowed the identification of 2390 articles in the Google Scholar database. During the analysis of titles and abstracts, applying the inclusion criteria, 2380 articles were excluded. In total, 10 were selected because they met all the requirements. There are several ways to prevent infections related to health care, among them are hand hygiene, the use of masks, gloves, glasses and among others, the contact precaution to prevent the spread of infectious agents transmitted by the colonized patient or infected by microorganisms, respiratory preventive measures which include precautions for droplets, sneezing and speaking, and finally, precautions for aerosols. Therefore, it is clear that the implementation and implementation of measures to prevent infections related to health care is imprescriptible, aiming to reduce the impacts on the lives of individuals.

References

Alvim, A. L. S., & Gazzinelli, A. (2017). Conhecimento dos profissionais de enfermagem em relação às medidas de prevenção das infecções. Rev. enferm. UFPE on line, 18-23.

Andrade, T. I., Lemos, Y. F. M., & da Silva, W. C. (2021). Perfil de sensibilidade bacteriana em um hospital público de Teresina. Research, Society and Development, 10(17), e181101724759-e181101724759.

Araújo, P. L., Mendonça, A. E. O. D., Medeiros, R. Á. D., de Neto, V. L. S., Nobre, T. T. X., & Costa, I. K. F. (2018). Prevalência de infecção relacionada à assistência à saúde em pacientes internados em unidade de terapia intensiva. Enfermería Global, 17(4), 278-315.

Azevedo, K. C. C., Alves, A. M. P. D. M., Félix, Z. C., & Viana, A. C. G. (2016). Implantação do núcleo de segurança do paciente em um serviço de saúde. Revista de Enfermagem UFPE on line, 10(12), 4692-4695.

Brasil. Anvisa. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Série: Segura do paciente e qualidadeem serviços de saúde. Medidas de prevenção de infecção relacionada à assistência à saúde.2013; 92.

Baptista, K. C. C., Nascimento, K. F., Souza, S. J. P., Burci, L. M., & SILVA, F. B. (2020). Infecções hospitalares por candida sp. em pacientes internados em UTI. RGS, 22(2), 66-81.

Barros, F. E., Soares, E., Teixeira, M. L. O., & Branco, E. M. D. S. C. (2019). Controle de infecções a pacientes em precaução de contato. Revista de enfermagem UFPE on line, 13(4), 1081-1089.

Cavalcante, E. F. D. O., Pereira, I. R. B. D. O., Leite, M. J. V. D. F., Santos, A. M. D., & Cavalcante, C. A. A. (2019). Implementação dos núcleos de segurança do paciente e as infecções relacionadas à assistência à saúde. Revista Gaúcha de Enfermagem, 40.

Ferraz, S. V. D. C., Leonídio, C. T. D. O., & Mello, M. J. G. D. (2020). Manual da CCIH: Orientações para prevenção, controle e tratamento das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) no âmbito hospitalar.

Ferreira, G. R. O. N., Tyll, M. D. A. G., Viana, P. D. F., & Silva, V. K. B. R. (2019). Perfil epidemiológico das infecções relacionada a assistência à saúde em unidade de terapia intensiva adulto em hospital referência materno-infantil do Pará. Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção, 9(4), 306-309.

Gil, A. C., et al. (2018). Avaliação microbiológica de superfícies em terapia intensiva: reflexões sobre as estratégias preventivas de infecções nosocomiais [Microbiological evaluation of surfaces in intensive care: thinking about nosocomial infection prevention strategies][Evaluación microbiológica de superficies en cuidados intensivos: reflexiones sobre las estrategias preventivas de infecciones nosocomiales]. Revista Enfermagem UERJ, 26, 26388.

Massaroli, A., Martini, J. G., & Massaroli, R. (2014). Educação Permanente para o aperfeiçoamento do Controle de Infecção Hospitalar: revisão integrativa. Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, 5(1), 07-15.

Oliveira, H. M. D., Silva, C. P. R., & Lacerda, R. A. (2016). Políticas de controle e prevenção de infecções relacionadas à assistência à saúde no Brasil: análise conceitual. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 50, 0505-0511.

Padoveze, M.C., & Fortaleza, C. M. C. B. (2014). Infecções relacionadas à assistência à saúde: desafios para a saúde pública no Brasil. Revista de saúde pública , 48 , 995-1001.

Pereira, F. G. F., Chagas, A. N. S. D., Freitas, M. M. C., Caetano, J. Á., & Barros, L. M. (2016). Caracterização das infecções relacionadas à assistência à saúde em uma Unidade de Terapia Intensiva.

Sarani, H., Balouchi, A., Masinaeinezhad, N., & Ebrahimitabas, E. (2015). Conhecimento, atitude e prática de enfermeiros sobre as precauções padrão para infecção hospitalar em hospitais universitários afiliados à Zabol University of Medical Sciences (2014). Revista Global de Ciências da Saúde , 8 (3), 193-198.

Silva, A. G. D., & Oliveira, A. C. D. (2017). Adesão às medidas para prevenção da infecção da corrente sanguínea relacionada ao cateter venoso central. Enfermagem em Foco, 8(2).

Silva, P. S., Silva, T. R., Hoyashi, C. M. T., & Pereira, R. M. D. S. (2017). Prevenção e controle de infecções relacionadas a assistência à saúde: fatores extrínsecos ao paciente. HU Revista, 43(3), 277-283.

Silva, A. L. D., & Dutra, S. (2019). Estratégias e metodologias educativas utilizadas na prevenção de infecções nos hospitais universitários públicos do brasil. Journal of Infection Control. São Paulo, SP. Vol. 8, n. 4 (out./dez. 2019), p. 267-272.

Souza et al., (2015). Mortalidade e riscos associados a ligação à assistência à saúde. Texto & Contexto-Enfermagem , 24 , 220-228.

VIEIRA, G. F. (2018). Prevenção de infecção relacionada ao cateter venoso central em pacientes de unidade de terapia intensiva.

Published

09/07/2022

How to Cite

DIAS, D. M. .; SILVA, G. O. da .; ARAÚJO, P. da C. .; MENDONÇA, V. R. .; RESENDE , C. C. .; SOUZA , M. de A. .; SOUZA, L. . F. C. de .; ALVES , F. P. de A. .; BARROS, E. A. .; SOARES, A. R. S. .; MOURA, A. S. G. .; SANTOS, F. B. da S. . Measures to prevent health care-related infections: integrative literature review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 9, p. e27911931782, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i9.31782. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/31782. Acesso em: 10 aug. 2022.

Issue

Section

Health Sciences