Food insecurity in times of the Covid-19 Pandemic in Brazil: Literature review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.31809

Keywords:

Covid-19; Eating habits; Food Insecurity; Pandemic.

Abstract

The new Coronavirus was first identified in Wuhan, China in 2019 and brought several challenges to the global health system, as it soon spread to other continents and was declared by the World Health Organization as a “Pandemic” on January 31. 2020. In Brazil, the first case identified was in the municipality of São Paulo in February 2020, which led states and municipalities to take measures to postpone the collapse. However, these measures, despite being efficient, had negative effects on the economy. Therefore, the concern about the Food and Nutritional Security of Brazilian households arises. Therefore, the objective of this research is to evaluate the impacts of the Covid-19 pandemic on Food Security in Brazil. It is an integrative review with a qualitative approach, in which it uses the literature as a basis to study and analyze the points related to the topic addressed. The final sample consists of 12 references that were considered relevant for this study. After reading in full, the following points were discussed: Global Crisis, Food and Nutritional Insecurity in Brazil, Socioeconomic and Demographic Aspects, Food, Covid-19, Housing Conditions, Mental Health and Public Policies Against the Pandemic. It is concluded that Food and Nutrition Insecurity is not a recent fact in Brazil and the aspects that influence the increase in levels are repeated, but with the Pandemic this reality was intensified reaching more serious levels, and it is necessary that these aspects are evaluated for the taking measures to alleviate this situation.

References

Almeida, J.A., Santos, A.S., Nascimento, M.A.O., Oliveira, J.V.C., Silva, D.G., & Mendes-Neto, R.S. (2017). Fatores associados ao risco de insegurança alimentar e nutricional em famílias de assentamentos rurais. Ciência & saúde coletiva, 22(2): 479-488.

Almeida, W.S., Szwarcwald, C.L., Malta, D.C., Barros, M.B.A., Júnior, P.R. B. S., Azevedo, L.O., Romero, D., Lima, M.G., Damacena, G.N., Machado, I. E., Gomes, C.S., Pina, M.F., Gracie, R., Werneck, A.O., & Silva, D.R.P. (2020). Mudanças nas condições socioeconômicas e de saúde dos brasileiros durante a pandemia de COVID-19. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23: e200105.

Alpino, T.M.A., Santos, C.R.B., Barros, D.C., & Freitas, C.M. (2020). COVID-19 e (in) segurança alimentar e nutricional: ações do Governo Federal brasileiro na pandemia frente aos desmontes orçamentários e institucionais. Cadernos de Saúde Pública, 36(8): e00161320.

Araújo, F.R., & Calazans, D.L.M.S. (2020). Gestão das ações de segurança alimentar frente à pandemia pela COVID-19. Revista de administração pública, 54(4): 1123-1133.2020.

Bezerra, M.S., Jacob, M.C.M., Ferreira, M.A.F., Vale, D., Mirabal, I.R.B., & Lyra, C.O. (2020). Insegurança alimentar e nutricional no Brasil e sua correlação com indicadores de vulnerabilidade. Ciência & saúde coletiva, 25(10): 3833-3846.

Barros, L.A.M., Lucena, R.D.F., & Gondim, G.M.C. (2021). Análise da efetividade das políticas de restrição social para COVID-19 no município de Fortaleza-CE. Jornal Brasileiro de Economia da Saúde, 13(2): 160-5.

Brasil. Presidência da República. (2006). Lei nº 11.346, de 15 de setembro de 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN com vistas em assegurar o direito humano à alimentação adequada e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 18 set. 2006, pág. nº 1. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/l11346.htm.

Brasil. Constituição Federal (1998). Emenda constitucional nº 90, de 15 de setembro de 2015. Dá nova redação ao art. 6º da Constituição Federal, para introduzir o transporte como direito social, Brasília, DF, 15 set. 2015. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Emendas/Emc/emc90.htm.

Brito, A.P., Lima, V.N., Silva, E.G.C.M., Rêgo, A.S., Dias, L.P.P., Silva, J.D., Carvalho, W.R.C., & Barbosa, J.M.A. (2020). Fatores associados à insegurança alimentar e nutricional em comunidade carente. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 33: 10415.

Costa, L.N.F., Braga, MM.M., Rocha, M., Lima, MM.S., Campêlo, W.F., & Vasconcelos, C.M.C.S. (2018). Fatores associados à insegurança alimentar em pessoas que vivem com HIV/AIDS. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 31(1): 1-8.

Cazal, M.M., Nunes, D.P., & Silva, S.T. (2021). Hábitos de vida durante a pandemia da covid-19: repercussões no peso corporal e nos níveis de ansiedade. Scientia Medica, Porto Alegre, v. 31, p. 1-9.

Costa, L., Henriques, E., & Esmeraldo, T. (2020). Covid-19: risco de insegurança alimentar e fatores associados na Madeira. ACTA Portuguesa de Nutrição, 23, 6-12.

Costa, S.S. (2020). Pandemia e desemprego no Brasil. Revista de administração pública, 54(4): 969-978.

Chapanski, V.R., Costa, M.D., Fraiz, G.M., Höfelmann, D.A., & Fraiz, F.C. (2021). Insegurança alimentar e fatores sociodemográficos em crianças de São José dos Pinhais, Paraná, 2017: estudo transversal. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 30(4):e2021032.

Dias, M.S., Dumith, S.C., Vaz, J.S., & Susin, L.R.O. (2020). Insegurança alimentar em um município do extremo sul do Rio Grande do Sul, 2016: um estudo de base populacional. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29(2): e2019204.

Dyniewicz, A.M. (2012). Metodologia da pesquisa em saúde para iniciantes. 2 ed.

Estrela, F.M., Soares, C.F.S., Cruz, M.A., Silva, A.F., Santos, J.R.L., Moreira, T.M.O., Lima, A.B., & Silva, M.G. (2020). Pandemia da Covid-19: Refletindo as vulnerabilidades à luz do gênero, raça e classe. Ciência & Saúde Coletiva, 25(9): 3431-3436.

Figueroa-Pedraza, D., Alves-Bezerra, T., Cerqueira, A.C.D.R., y Fonsêca, J.S. (2017). (In) segurança alimentar de famílias residentes em um município do interior da Paraíba, Brasil. Revista de Salud Pública, 19(5): 649-656.

Guerra, L.D.S., Espinosa; M.M., Bezerra, A.C.D., Guimarães, L.V., & Martins, M.S.A.S. (2018). Desafios para a Segurança Alimentar e Nutricional na Amazônia: disponibilidade e consumo em domicílios com adolescentes. Ciência & saúde coletiva, 23(12):4043-4054.

Houvèssou, G.M., Souza, T.P., & Silveira, M.F. (2021). Medidas de contenção de tipo lockdown para prevenção e controle da COVID-19: estudo ecológico descritivo, com dados da África do Sul, Alemanha, Brasil, Espanha, Estados Unidos, Itália e Nova Zelândia, fevereiro a agosto de 2020. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 30(1): e2020513.

Iser, B.P.M., Sliva, I., Raymundo, V.T., Poleto, M.B., Schuelter-Trevisol, F., & Bobinski, F. (2020). Definição de caos suspeitos da COVID-19: uma revisão narrativa dos sinais e sintomas mais frequentes entre os casos confirmados. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29(3): e2020233.

Lima, M.G., Barros, M.B.A., Szwarcwald, C.L., Malta, D.C., Romero, D.E., Werneck, A.O., & Júnior, P.R.B.S. (2021). Associação das condições sociais e econômicas com a incidência dos problemas com o sono durante a pandemia de COVID-19. Cadernos de Saúde Pública, v. 37, n. 3.

Lorenz, C., & Carvalhanas, T.R.M.P. (2021). Covid-19 no estado de São Paulo: a evolução de uma pandemia. Revista Brasileira de Epidemiologia, 24: E210040.

Mainardes, F., & Raiber, A.P. (2018). (In) segurança alimentar no Brasil: prevalência e fatores associados. Caderno de Ciências Sociais Aplicadas, vol. 15, nº 25, ano 15, p. 74-99.

Martinelli, S.S., Cavalli, S.B., Fabri, R.K., Veiros, M.B., Reis, A.B.C., & Amparo-Santos, L. (2020). Strategies for the promotion of healthy, adequate and sustainable food in Brazil in times of Covid-19. Revista de Nutrição, 33:e200181.

Mari-Leon, L., Francisco, P.M.S.B., Segall-Corrêa, A.M., & Panigassi, G. (2011). Bens de consumo e insegurança alimentar: diferenças de gênero, cor de pele autorreferida e condição socioeconômica. Revista Brasileira de Epidemiologia, 14(3): 398-410.

Massarollo, A.C.D., Cunha, B.M., Girardi, T.C., Vieira, A.P., Pietro, L.M., Arruda, G., Martinz, A.C., & Follador, F.A.C. (2021). Relação entre alimentação e imunidade em tempos de pandemia Covid-19. Acta Elit Salutis, 2675-1208.

Ministério da Saúde (2022). Painel Coronavírus: Casos confirmados. Coronavírus Brasil. https://covid.saude.gov.br/

Neves, J.A., Machado, M.L., Oliveira, L.D.A., Moreno, Y.M.F., Medeiros, M.A.T., & Vasconcelos, F.A.G. (2021). Unemployment, poverty, and hunger in Brazil in Covid-19 pandemic times. Revista de Nutrição, 34:e200170.

Nasser, M.A., Calazans, M.O, Fegadolli, C., Oliveira, S.B., & Rodrigues, J.F. (2021). Vulnerabilidade e resposta social à pandemia de Covid-19 em territórios metropolitanos de São Paulo e da Baixada Santista, SP. Brasil. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 25(Supl. 1): e210125.

Oliveira, T.C., Abranches, M.V., & Lana, R.M (2020). (In)segurança alimentar no contexto da pandemia por SARS-CoV-2. Cadernos de Saúde Pública, 36(4): e00055220.

Pacheco, P.M., Pedroso, M.G.O, Gonçalves, S.C., Cuervo, M.R.M., Rossoni, E. (2018). Segurança alimentar e nutricional de famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família na atenção básica. O Mundo da Saúde, 42(2): 459-477.

Pedraza, D.F. (2005). Grupos vulnerables y su caracterización como criterio de discriminación de la seguridad alimentaria y nutricional en Brasil. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, 5(3): 367-375.

Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) (2020). Pesquisa de orçamentos familiares 2017-2018: análise da segurança alimentar no Brasil / IBGE, Coordenação de Trabalho e Rendimento. Rio de Janeiro, IBGE.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: Segurança Alimentar. Rio de Janeiro, IBGE. https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv91984.pdf

Romero, D.E., Muzy, J., Damacena, G.N., Souza, N.A., Almeida, W.S., Szwarcwald, C.L., Malta, D.C., Barros, M.B.A., Junior, P.R.B.S., Azevedo, L.O., Gracie, R., Pina, M.F., Lima, M.G., Machado, I.E., Gomes, C.S., Werneck, A.O., & Silva, D.R.P. (2021). Idosos no contexto da pandemia da COVID-19 no Brasil: efeitos nas condições de saúde, renda e trabalho. Cadernos de Saúde Pública. 37(3):e00216620.

Ribeiro-Silva, R.C., Pereira, M., Campello, T., Aragão, E., Guimarães, J.M.M., Ferreira, A.J.F., Barreto, M.L., & Santos, S.M.C. (2020). Implicações da pandemia COVID-19 para a segurança alimentar e nutricional no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25(9): 3421-3430.

Ruan, Q., Yang, K., Wang, W., Jiang, L., & Song, J. (2020). Clinical predictors of mortality due to Covid-19 based on an analysis of data of 150 patients from Wuhan, China. Intensive Care Medicine, 46, 846–848. https://doi.org/10.1007/s00134-020-05991-x

Santos, L.P, Schafer, A.A., Meller, F.O., Harter, J., Nunes, B.P., Silva, I.C.M., & Pellegrini, D.C.P. (2021). Tendências e desigualdades na insegurança alimentar durante a pandemia de COVID-19: resultados de quatro inquéritos epidemiológicos seriados. Cadernos de Saúde Pública, 37(5):e00268520.

Schueler, P. (2021). O que é uma pandemia. Fiocruz. https://www.bio.fiocruz.br/index.php/br/noticias/1763-o-que-e-uma-pandemia#:~:text=Segundo%20a%20Organiza%C3%A7%C3%A3o%2C%20pandemia%20%C3%A9,sustentada%20de%20pessoa%20para%20pessoa.

Silva, L.L.S., Lima, A.F.R., Polli, D.A., Razia, P.F.S., Pavão, L.F.A., Cavalcanti, M.A.F.H., & Toscano, C.M. (2020). Medidas de distanciamento social para o enfrentamento da COVID-19 no Brasil: caracterização e análise epidemiológica por estado. Cadernos de Saúde Pública, 36(9):e00185020.

Sperandio, N., Morais, D.C.M, & Priore, S.E. (2018). Escalas de percepção da insegurança alimentar validadas: a experiência dos países da América Latina e Caribe. Ciência & Saúde Coletiva, 23(2): 449-462.

Sperandio, N., & Priore, S.E. (2015). Prevalência de insegurança alimentar domiciliar e fatores associados em famílias com pré-escolares, beneficiárias do Programa Bolsa Família em Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, 24(4): 739-748.

Sousa, L.R.M., Ditterich, R.G., & Melgar-Quinõnez, H. (2021). A pandemia de Covid-19 e seus entrelaçamentos com desigualdades de gênero, insegurança alimentar e apoio social na América Latina.Interface-Comunicação, Saúde, Educação, 25 (supl. 1): e200651.

Sousa, S.Q., Lôbo, I.K.V., Carvalho, A.T., & Vianna, R.P.T. (2019). Associação entre risco de transtornos mentais comuns e insegurança alimentar entre mães com filhos menores de um ano de idade. Ciência & saúde coletiva, 24(5): 1925-1934.

Souza, B.F.N.J., Marin-Leon, L., Camargo, D.F.M., & Segall-Corrêa, A.M. (2016). Demographic and socioeconomic conditions associated with food insecurity in households in Campinas, SP, Brazil. Revista de Nutrição, 29(6): 845-857.

Sambuichi, R.H.R., Almeida, A.F.C.S., Perin, G., Spinola, P.A.C., & Pella, A.F.C. (2020). O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) como estratégia de enfrentamento aos desafios da COVID-19. Revista de Administração Pública, 54(4): 1079-1096.

Strabelli, T.M.V., & Uip, D.E. (2020). Covid-19 e o Coração. Arquivos Brasileiro de Cardiologia, 114(4): 598-600.

Secretária de Avaliação e Gestão de Informação (2014). Escala Brasileira de Insegurança Alimentar-EBIA: análise psicométrica de uma dimensão da Segurança Alimentar e Nutricional. Ministério do desenvolvimento social. https://fpabramo.org.br/acervosocial/wp-content/uploads/sites/7/2017/08/328.pdf

Trivellato, P.T., Priore, S.E., Franceschini, S.C.C., Santos, R.H.S., & Costa, B.A.L. (2019). Food and nutrition (in)security in families of farmers who supply the National School Feeding Program. Revista de Nutrição [online], v. 32, e180247. http://dx.doi.org/10.1590/1678-9865201932e180247.

Universidade Federal do Rio de Janeiro (2021). Características sociodemográficas: aspectos demográficos, socioeconômicos e de insegurança alimentar 2: ENANI 2018. Documento eletrônico, 104 p. https://enani.nutricao.ufrj.br/index.php/relatorios/

Vigilância da Segurança Alimentar e Nutricional (VIGISAN) (2021). Insegurança alimentar e Covid-19 no Brasil: Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil. Rede Bras. de Pesq. em Sob. Alim. e Nut. http://olheparaafome.com.br/VIGISAN_Inseguranca_alimentar.pdf

Vigilância da Segurança Alimentar e Nutricional (VIGISAN) (2022). Insegurança alimentar e Covid-19 no Brasil: Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil. Rede Bras. de Pesq. em Sob. Alim. e Nut. https://olheparaafome.com.br/wp-content/uploads/2022/06/Relatorio-II-VIGISAN-2022.pdf

Yüce, M., Filiztekin, E., & Özkaya, K.G. (2021). COVID-19 diagnosis- A review of current methods. Biosensors and Bioelectronics, 172, 112752.

Zhang, Z., Xue, T., & Jin, X. (2020). Effects of meteorological conditions and air pollution on Covid-19 transmission: Evidence from 219 Chineses cities. Science of the Total Environment, 741, 140244.

Published

03/07/2022

How to Cite

PINHEIRO, A. da S.; SILVA, V. M. B. da; LEMOS, Y. S.; CUNHA, L. N. A. da; ANDRADE, R. A.; SANTOS, B. M. de S.; MOREIRA, A. J. da S.; SILVA, P. R. L. da .; COSTA, A. P. da S.; SILVA, L. M. C. da. Food insecurity in times of the Covid-19 Pandemic in Brazil: Literature review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 9, p. e28411931809, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i9.31809. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/31809. Acesso em: 1 mar. 2024.

Issue

Section

Review Article